BB nega estornos e TJRN cobrará valores do auxílio-moradia retroativo em processos individuais

O Tribunal de Justiça do RN, através de nota oficial distribuída pela assessoria de imprensa, no início da noite de ontem (11), informou que a determinação do presidente, desembargador Expedito Ferreira, sobre a devolução dos valores pagos à magistratura potiguar à título de retroativos do auxílio-moradia (2009/2014), suspensos pelo Conselho Nacional de Justiça, ainda não foi cumprida.

Veja a matéria completa da Tribuna do Norte AQUI

BannerAl

Administrador

Deixe uma resposta