Cultura Arquivo

O projeto socioambiental Amazônia Live, do Rock in Rio, foi lançado neste sábado (27) em Manaus. O Amazônia Live pretende plantar mais de 1 milhão de árvores em 400 hectares de área desmatada da floresta amazônica nas cabeceiras do Rio Xingu. As sementes serão adquiridas com indígenas da região, para ajudar a fomentar a economia local, além de promover reflorestamento.

A estimativa do Rock in Rio é gerar aproximadamente R$ 700 mil em renda para as famílias coletoras de sementes e 50 empregos diretos nas atividades de assistência, preparação do solo e plantio.

Compromisso

Quando anunciou o projeto, no dia 4 de abril, o presidente do Rock in Rio, Roberto Medina, disse que o número de árvores plantadas na Amazônia pode chegar a 3 milhões por meio do projeto. “Eu sinto que as pessoas não sabem como ajudar. E o Rock in Rio vai explicar como ajudar. A gente está assumindo o compromisso hoje de plantar 1 milhão de árvores, mas o Banco Mundial já anunciou outro milhão, nós temos alguns clientes e vamos chegar fácil aos 3 milhões de árvores plantadas em um investimento todo feito pela iniciativa privada”, disse Medina. Ler mais…

osair_vasconcelos
iaperi_araujo

daladier_livro

Recordando os últimos lançamentos dos escritores, Osair Vasconcelos, Iaperi Araújo e Daladier Pessoa Cunha Lima.
LIVRO: As Pequenas Histórias
AUTOR: Osair Vasconcelos

LIVRO: 60 Anos de História da Faculdade de Medicina
AUTOR: Iaperi Araújo
FOTO: Professores, Olímpio Maciel, Iaperi e Rubens Santos

LIVRO: Retratos da Vida
AUTOR: Daladier Pessoa Cunha Lima

Foto: Edeilson Morais

O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, anunciou o empenho de cerca de R$ 2 milhões para o governo do Rio Grande do Norte investir em infraestrutura turística do estado. São R$ 994 mil destinados ao projeto de restauração do Casarão dos Guarapes, em Macaíba, pela Fundação José Augusto, e R$ 1 milhão para intervenções e obras de urbanização no litoral em diferentes municípios potiguares.

O Projeto Orla prevê o reordenamento das praias de Pirangi e Cotovelo, em Parnamirim; Pitangui, em Extremoz; e Muriú e Jacumã, em Ceará-Mirim. As intervenções urbanísticas com equipamentos de apoio e infraestrutura turística fazem parte do Plano de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Polo Costa das Dunas. Proposta semelhante já foi elaborada para as orlas de Tibau do Sul e Pipa.

Os recursos que serão destinados para a Fundação José Augusto vão ser usados para revitalizar e restaurar o Casarão dos Guarapes, no estuário do rio Potengi, em Macaíba, com o objetivo de reaver a história local e oferecer a população e aos turistas um equipamento cultural dotado de condições de uso, visitação e ocupação pelos artistas locais e convidados. A área verde protegida é de 10 mil metros quadrados e pertenceu ao empresário Fabrício Pedroza. O local foi tombado desde 2002 pela Fundação José Augusto e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Ler mais…

Presidente da Câmara Municipal de Natal Excelentíssimo Vereador Franklin Capistrano. Sessão Solene em Homenagem ao Centenário de Nascimento do Prefeito Djalma Maranhão, em 27 de novembro de 2015. Propositura do Senhor Vereador Hugo Manso. Plenário Érico Hackradt.

foto-2

foto-3

foto-4

foto-5

foto-6

A poetisa cearense Waleska Frota, após lançar dois livros, inova e lança seu primeiro cordel que tem como mote: O surfista de Deus: Uma homenagem a Guido Schaffer.

“Trilhando o caminho da fé
muito pude experimentar
milagres e testemunhos
encantavam o olhar.
Porém poucas histórias falavam
tão forte ao coração
e é isso que agora relato
pelas margens da emoção.

Pela internet um dia
fiquei sabendo de um moço
que fizera de sua vida
uma escola embora novo.
Seu nome é Guido Schaffer
apaixonado pelo mar
um surfista que o tempo
quis por Deus eternizar.”

Mais sobre Guido Schaffer: guidoschaffer.com.br

Waleska Frota, cearense, escreveu para jornais como Gazeta do Centro-Oeste, e Jornal O Povo. Contribuiu com seus trabalhos para os jornais Mundo Jovem-RS e Missão Jovem-SC. É autora dos livros: Circo-Um olhar poético,e Se a flor falasse. Contato:w.frota@bol.com.br

http://senadinhomacaiba.com.br/blog/wp-content/uploads/2015/04/Banner_Site_450x100px_Senadinho-copy.jpg

Fja - IHGRN - Foto01

O Instituto Histórico do Rio Grande do Norte, a mais antiga Casa da Memória do Estado, recebeu a visita do novo presidente da Fundação José Augusto poeta Crispiniano Neto e auxiliares. Na ocasião foram revistos e discutidos os pontos comuns das duas instituições culturais e assinado um convênio de apoio no plano funcional e de recursos aplicáveis relativamente aos projetos de manutenção, digitalização do acervo e aquisição de equipamentos de informática. O presidente do Instituto saudou e agradeceu a todos pela parceria em favor da preservação do maior patrimônio histórico do Rio Grande do Norte.

Fja - IHGRN - Foto02

Quem perdeu as inscrições presenciais para o III Seminário Paulo Freire – Macaíba/RN, que será realizado nos dias 07, 08 e 09 de outubro/2015, poderá assistir toda a programação pela rede mundial de computadores, basta acessar a página do IFRN e realizar a inscrição. Salientamos que as inscrições são gratuitas e a certificação será encaminhada via e-mail.

Acesse: http://portal.ifrn.edu.br/pesquisa/eventos

Na tarde desta quinta, 17, o Boi de Reis da Cia. Interart de Teatro e o Pastoril Profª Alzira, da Escola Municipal Auta de Souza, sob coordenação da Profª Benedita, se apresentaram no auditório do IFRN – Cidade Alta. Momento marcante para a cultura de Macaíba, pois estavam presentes alunos do curso de produção cultural e de eventos do IFRN. Sebastião Palhares, Damares e Gláucio Câmara também acompanharam a comitiva cultural.

Madrecitta.logo

Por Anderson Tavares de Lyra

Nascido na cidade do Ceará-Mirim, no engenho Cana Brava, aos 23 de novembro de 1893, era filho do casal Joaquina Pereira Mendonça de Araújo Vilar e José Ribeiro Dantas.

Iniciou seus estudos em sua cidade natal, depois passando para o Colégio Santa Luzia, em Mossoró, de onde saiu e matriculou-se na Faculdade de Direito do Recife, colando grau na turma de 1912. Ainda durante o 4 ano de faculdade, Heráclio perdeu seu pai e passou a chefe de uma família com cinco irmãos, o que conseguiu escrevendo para jornais de Natal.

Foi Juiz Distrital de Touros/RN, de 1914-16 nomeado pelo governador Alberto Maranhão.

Delegado da 3ª Zona (Região do Seridó), uma das quatro em que o governador Joaquim Ferreira Chaves dividiu o RN objetivando combater o cangaço. Nomeado por ato de 31-12-1914.

Oficial de gabinete do governador Joaquim Ferreira Chaves, por ato de 13-07-1917.

1º Oficial de secretaria do governo do estado, nomeado por Joaquim Ferreira Chaves. Exerceu de 21-03-1918 a 05-04-1920.

Delegado geral do recenseamento no RN, em 1920. Ler mais…

fd2093b7-e0af-4651-aa53-fa5c1bfca18e
Uma das mais famosas praias do Rio Grande do Norte, Pipa recebe na próxima quarta-feira (5) a 105ª Assembleia Cultural, projeto da Assembleia Legislativa que abre espaço para a divulgação de personalidades da terra. Mais de mil artistas já se apresentaram nas edições do projeto.

Esta edição será realizada durante o Festival Literário da Pipa (FLIPIPA) e vai contar com atrações como a “Orquestra Flauta Doce de Tibau do Sul”, “Coco de Zambê do Mestre Geraldo”, “Dona Lídia e Pastoril de Cabeceiras” além do músico Carlos Zens, potiguar conhecido nacionalmente por sua flauta e ritmos que vão do clássico ao xaxado, baião, xote e cirandas.

Zens já viajou pelo Brasil afora em projetos importantes como o Projeto Pixinguinha, participou de Shows e Recitais pelo Nordeste, fez a direção musical do CD “Ciranda de Ritmos de Lia de Itamaracá e assinou a trilha sonora  de eventos importantes como o Auto de Natal, em Natal, no ano de 2007.

O evento será realizado às 18h, no espaço de eventos Pipa Open Air, um espaço planejado para oferecer o máximo de conforto para festas multiculturais, além de um amplo estacionamento próprio.

Entre as obras do médium Chico Xavier, ditadas pelo seu Mentor, o espírito Emmanuel, encontramos uma vertente muito forte, a de interpretação do pensamento Crístico para as diversas  situações do comportamento humano na terra. A convidada de hoje é atualmente, dentro do movimento espírita uma especialista em análise da língua portuguesa e faz uma varredura da produção do médium nas obras ditadas pelo seu mentor.

Denise Lino de Araújo é professora associada da Unidade Acadêmica de Letras da UFCG, onde atua como docente na graduação em Letras e nos Programas de Pós-graduação em Linguagem e Ensino e em Design da mesma IFES. Tem formação em Linguística Aplicada, numa vertente mestiça e indisciplinar, construída nos Pós-doutorado em Educação, feito no GECC FAE/UFMG, 2012-2013.

Aguardamos você, no Pax Club às 19:30h.

sabado  2015

Emmanuel_Imagine você ser escolhido para biografar a pessoa que mais você admira e por quem você presta total reverência.  Imagine conhecer todos os personagens e poder entrevista-los, para confirmar se foi aquilo mesmo que aconteceu. Biografar um personagem desconhecido não é tão complicado, agora biografar um mito, acorrentado a tradições institucionais e elevado a condição de herói, necessitando mostrar onde Ele foi grande, e onde foi pequeno. Deixo-vos com as palavras iniciais do prefácio dessa história e nos vemos hoje no Pax Club as 19:30h

Breve Notícia
Não são poucos os trabalhos que correm mundo, relativamente à tarefa gloriosa do Apóstolo dos gentios. É justo, pois, esperarmos a interrogativa: — Por que mais um livro sobre Paulo de Tarso? Homenagem ao grande trabalhador do Evangelho ou informações mais detalhadas de sua vida?
Quanto à primeira hipótese, somos dos primeiros a reconhecer que o convertido de Damasco não necessita de nossas mesquinhas homenagens; e quanto à segunda, responderemos afirmativamente para atingir os fins a que nos pro pomos, transferindo ao papel humano, com os recursos possíveis, alguma coisa das tradições do plano espiritual acerca dos trabalhos confiados ao grande amigo dos gentios.
Nosso escopo essencial não poderia ser apenas rememorar passagens sublimes dos tempos apostólicos, e sim apresentar, antes de tudo, a figura do cooperador fiel, na sua legitima feição de homem transformado por Jesus-Cristo e atento ao divino ministério. Esclarecemos, ainda, que não é nosso propósito levantar apenas uma biografia romanceada. O mundo está repleto dessas fichas educativas, com referência aos seus vultos mais notáveis. Nosso melhor e mais sincero desejo é recordar as lutas acerbas e os ásperos testemunhos de um coração extraordinário, que se levantou das lutas humanas para seguir os passos do Mestre, num esforço incessante.
As igrejas amornecidas da atualidade e os falsos desejos dos crentes, nos diversos setores do Cristianismo, justificam as nossas intenções. Emmanuel/Chico Xavier in prefácio da obra Paulo e Estevão.

tema quinta 2015

programaçao 2015

Sandra é professora Doutora de Fundamentos da Educação, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Presta sua colaboração ao Quadro de Voluntários da Federação Espírita Brasileira, em cursos de formação, sobretudo, na área da evangelização espírita infanto-juvenil, atividade que desenvolve junto ao movimento espírita brasileiro, quando convidada.

Pela Federação Espírita do Paraná, lançou três livros: Reflexões pedagógicas à luz do Evangelho, em 2009;

Saberes necessários à Evangelização Infanto-Juvenil (esse em coautoria com Cláudia Farache)  e Cotidiano em reflexões espíritas, em 2014.

Hoje no Pax Club irá desenvolver o tema: Da escravidão a liberdade, o que aprendi, tendo como um dos focos a prática da Resiliência como conduta intima do ser.  A entrada é franca e o horário é 19:30hs.

Movimento Espírita de Macaíba.

A confirmação da instalação do Centro de Tratamento Internacional (CTI) dos Correios no Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves está cada vez mais próxima. Em reunião com o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, nesta quinta-feira (16), o presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, Wagner Pinheiro de Oliveira, reforçou a importância desse centro para distribuição de encomendas e correspondências vindas da América do Norte e da Europa.

Atualmente, os Correios contam com apenas três CTIs no Brasil: em Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro. O CTI do Aeroporto Governador Aluízio Alves terá capacidade para atender a demanda das regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste.
“A conversa com o presidente Wagner Pinheiro me trouxe muita esperança. Tenho cada vez mais certeza da importância de nosso aeroporto para o desenvolvimento da economia do Rio Grande do Norte”, afirmou Henrique Alves. “A criação de um centro de tratamento dos Correios e a disputa pelo HUB da TAM são demonstrações de que o aeroporto aumentou a competitividade do nosso estado”, concluiu o ministro.

HUB da TAM – Também nesta quinta-feira (16), o ministro Henrique Eduardo Alves reuniu-se duas vezes com a presidente da TAM, Claudia Sender. Em audiência com o vice-presidente Michel Temer e os senadores Eunício Oliveira e José Pimentel, Henrique Eduardo Alves parabenizou Claudia pela iniciativa da companhia de instalar um centro de conexões no Nordeste e frisou a importância do HUB para o desenvolvimento regional.

a1c881bc-ec4a-4206-87f1-5923bedaa050-1024x682

A cidade de Currais Novos, na região Seridó do Rio Grande do Norte, foi palco nesta quinta-feira (18) de mais uma edição do projeto Assembleia Cultural, promovido pelo Legislativo potiguar. O evento atraiu centenas de seridoenses que prestigiaram, ao ritmo do forró, as quatro atrações musicais que se apresentaram no corredor cultural preparado pelo projeto.

A banda Forrozão Tá Danado de Bom abriu a programação musical do evento. Com um repertório formado por antigos e novos sucessos do forró, o grupo fez o público perder a timidez e cair no ritmo.

Em seguida, as talentosas mulheres do grupo As Nordestinas, comandadas pela vocalista Iranilda Santana, a ‘Deusa do Forró’, fizeram os seridoenses remexerem ao som do autêntico forró pé de serra, passeando pelos ritmos xote, xaxado e baião.

O músico Roberto do Acordeon foi a terceira atração da noite. Consagrado por já ter dividido o palco com artistas de peso, como Dominguinhos e Luiz Gonzaga, o sanfoneiro relembrou clássicos do Rei do Baião e não deixou o curraisnovense ‘cochilar’.

A quarta e última atração do projeto foi o grupo local Giulliam Monte e Forró Deixe de Brincadeira, que encerrou a noite ao som de sucessos autorais já conhecidos do público da região.

Presente no evento, o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), destacou a importância do projeto para a valorização da música nordestina e do artista potiguar. “A Assembleia Cultural leva lazer e diversão aos quatro cantos do Estado, fortalecendo a cultura local e valorizando o artista da terra”, disse o deputado. Ler mais…

11304472_1613053738935617_456975852_n

Em noite encantada, na Praça da Igreja Matriz, Angicos foi palco do Projeto Casa das Palavras. Evento que aconteceu nos dias 03, 04 e 05 de junho.

Os artistas macaibenses Charles Simplício e Hailton Mangabeira representaram o município.
Um projeto de intercâmbio cultural entre as cidades do Rio Grande do Norte que tem como objetivo a valorização da identidade do povo potiguar e de suas manifestações artísticas.

A Casa das Palavras (www.casadaspalavras.com.br) têm o patrocínio da Cosern, Oi e Governo do RN, através da Lei Câmara Cascudo.
Encontro de tanta gente bacana: Cinara Dantas, Itanildo Medeiros, Antônio Francisco, Rilder Medeiros, Ronaldo Gomes, Naldo, Manoel Preto, Padre Severino.

Confira mais fotos AQUI

IMG-20150413-WA0024

36a677aa-2e39-4e1f-a5b6-3913aa02793a

O projeto cultural Domingo Melhor foi relançado neste domingo (31) em um novo formato construído pela Assembleia Legislativa do RN e o Sistema Fecomércio. O projeto reuniu em um só espaço música, cultura, gastronomia e lazer para os potiguares que participaram do momento cultural.

De acordo com a organização, circularam por todo o dia mais de duas mil pessoas que elogiaram o lançamento do novo formato do projeto cultural “Domingo Melhor”. “Quando pensamos no projeto o nosso objetivo era criar um espaço gratuito onde as famílias pudessem viver momentos de lazer e cultura. E ai está: conseguimos reunir os natalenses em um evento fantástico”, comenta o idealizador do projeto e diretor da Tv Assembleia, Bruno Giovanni.

O projeto atraiu a população e movimentou a economia com venda nos espaços do evento feita por comerciantes informais de Natal. A expectativa é que o Domingo Melhor tenha edições mensais, com programação no último domingo de cada mês. “Eu fiquei com receio de ser um evento tumultuado, mas chegando aqui me deparei com um local tranquilo, seguro e familiar, com certeza virei das próximas vezes, a Assembleia Legislativa e os organizadores estão de parabéns”, conta a aposentada Amara Diamantina.

O evento contou com a presença de deputados estaduais que acompanharam o evento que ocorreu no largo da Praça 7 de Setembro no Centro da Cidade. “O Domingo Melhor é mais um espaço de lazer, onde as pessoas puderam participar da feira de artesanato e curtir os shows” destaca a deputada Márcia Maia (PSB). O parlamentar Hermano Morais (PMDB) também marcou presença no evento. Ler mais…

629095e3-595f-4765-a602-f3abcc44f219

Música, lazer, cultura e gastronomia vão estar presentes no próximo domingo (31) no lançamento de um novo formato para o projeto cultural “Domingo Melhor”, realizado em parceria pela Assembleia Legislativa e o Sistema Fecomércio RN. O projeto vai levar atrações musicais, espaço gastronômico e lazer para a população a partir das 14h, ao lado da Praça André de Albuquerque. O cantor e compositor pernambucano Nando Cordel será a atração principal.

Retomado neste ano, o projeto “Domingo Melhor” é uma alternativa de entretenimento e cultura para a população potiguar, oferecendo atrações de qualidade para o lazer de famílias durante todo o domingo. O projeto vai contar com apresentações artísticas, oficinas de artesanato, praça de alimentação no estilo de comidas de rua e recreação infantil. Durante a tarde, farão apresentações os cantores Ivan do Monte e Fernanda Azevedo, que participam da Assembleia Cultural, e também Nando Cordel, autor de sucessos como “Paz Pela Paz”, É de Dar Água na Boca”, Você Endoideceu Meu Coração”, “Coração da Gente” e “Doce Estrela”.

“O projeto Domingo Melhor garante entretenimento à população de forma gratuita onde crianças e adultos poderão aproveitar o espaço de lazer durante todo o domingo. Com esse e outros projetos, como a Assembleia Cidadã e a Cultural, a casa legislativa cumpre também o seu papel social de estar sempre ao lado das pessoas”, destacou o presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira. Ler mais…

Casarao

Vicente Serejo*

Outro dia perguntei ao meu amigo Valério Mesquita, legítimo senhor do velho principado de Macaíba, como se faria para o governo estadual iniciar as obras de restauração do casarão dos Guarapes. Valério contraiu o cenho como um velho personagem de romance, e me respondeu: “Não sei. Só soube que Fabrício Pedroza, inconformado com esse abandono sem fim, arregimenta os fantasmas guerreiros e vai descer do alto dos Guarapes numa revolta armada e sem fronteiras”.

Ora, essa mania de gostar de literatura tem esse defeito medonho: não fazemos diferença entre o real e o irreal. A narrativa para nós, leitores como eu, ou escritores como ele, é um toque mágico que faz viver com a força da palavra o que parece ser apensas um quadro na parede, para usar o verso belíssimo do poeta Drummond de Andrade. Pois assim aconteceu. Foi Valério descrevendo a cena épica e o medo cavalgando sobre a alma melancólica deste pobre homem da Rua da Frente.

Já imagino o mui austero Fabrício Pedroza, senhor de terras e de gados, de sonhos e de riquezas, na sua ira santa. Duas vezes querem vê-lo vencido pelos reveses da vida. Na saúde que perdeu tão moço e, agora, no seu casarão colonial que deixam cair em ruínas, numa agonia de mais de um século. Resta um frontão já consumindo suas últimas forças, mantendo a aristocracia de seu olhar sobre o rio e os tabuleiros, ali onde seus olhos ficaram pregados na paisagem íntima.

Numa ira santa e tão desafiado na sua coragem dura e antiga como as pedras do seu chão, ninguém duvide mesmo se numa madrugada dessas Fabrício Pedroza, feito um Dom Quixote no seu delírio sonhador, descer do alto do Paço dos Guarapes arrastando seus alabardeiros com as suas alabardas em riste como a guarda suíça do Vaticano. Quando desse rio e desse mar não foram tesouros seus no comércio das riquezas e das palavras perdidas? Enfrentá-lo, quem há de?

Velho de mais de um século e meio, o casarão de Fabrício É um símbolo pela voragem dos anos, nem o tempo pode apagar sua história. A agitação dos seus dias na exposição de sal, peles, algodão, açúcar e especiarias, conta a história viva de um tempo de fulgor, aqui e dalém mar. Quem sepultará o sonho de Fabrício Pedroza, morto em 1871, se suas mãos e seus feitos não repousam em paz no velho Cemitério de São João Batista?
A ninguém o rigor histórico perdoará pela rendição. Não é só um casarão decaído, suspirando entre ruínas. Mas seus anos de fama, riqueza e poder. Por isso, talvez pela mania de acreditar no milagre da transcendência, tive medo quando Valério Mesquita disse que corre na feira de Macaíba a notícia de que o pequeno e heróico exército de Fabrício Pedroza, sem glória e sem sossego, nesses dias desce do alto dos Guarapes. Numa revolta feita de mágoa e solidão.

(*) Escritor e Jornalista

http://www.al.rn.gov.br/portal/_ups/noticias/2015/05/18/0fb86efb1de32f56cb44b0c2aa4e997cinter_250-300.jpgA Assembleia Legislativa expõe, mais uma vez, os trabalhos artesãos do Rio Grande do Norte. Até o fim de maio, 16 profissionais estarão com suas peças em exposição na Mostra Artesanal da Assembleia, de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h. Os trabalhos têm as mais diversas técnicas e a entrada é aberta ao público.

Com realizações mensais, a Mostra de Artesanato seleciona artesãos por especialidade, após preenchimento de formulário no setor de Cerimonial da Casa. O objetivo é dar oportunidade para o maior número possível de artesãos, respeitando o limite para conforto dos profissionais e do público que vai ao espaço reservado pela Assembleia.

“Aqui é um lugar que tem segurança, conforto, é climatizado e não precisamos retirar as nossas peças diariamente, como ocorre em outros lugares. Além disso, é gratuito e o tratamento dado pela Assembleia é excepcional”, disse a artesã e artista plástica Arlete Silva.

A Mostra Artesanal busca diversificar os trabalhos oferecidos ao público e, nesse mês, estão expostas peças com técnicas de pintura, aplicação, fuxico, bordados, contas em acrílico, gripee, entre outras. Os produtos têm preços que variam entre R$ 10 e R$ 400, dependendo da técnica utilizada na confecção das peças.


O figurinista, mas também diretor, cenógrafo, maquiador e ator, João Marcelino (56) acaba de receber um importante reconhecimento internacional. Seu figurino, criado especialmente para o espetáculo “Quintal de Luís” (Grupo Estação de Teatro/2014) foi selecionado para participar da “13ª Quadrienal de Praga: Espaço e Design da Performance”, realizada na capital da República Tcheca entre os dias 18 e 28 de junho.

O evento é considerado o maior do mundo na sua área, reunindo um grande recorte contemporâneo dos trabalhos mais recentes produzidos em todos os cinco continentes. Por lá, todos os elementos da performance se encontram: figurinos, palco, iluminação, sonoplastia, e arquitetura teatral para dança, ópera, teatro, site specific, performances multididáticas e artes performáticas.

Patrocinada pelo Ministério da Cultura da República Tcheca e realizada pelo Instituto de Artes e Teatro de Praga, a quadrienal ocorre desde 1967, e desde a sua edição anterior já contava com a presença de mais potiguares – os Clowns de Shakespeare, que na ocasião obtiveram o prêmio máximo do evento, a “Triga de Ouro”, com o espetáculo “Sua Incelença, Ricardo III”.

João Marcelino foi selecionado pelos curadores brasileiros que tiveram acesso ao seu trabalho a partir das redes sociais, já que o figurinista é adepto ao Facebook, e também ao Pinterest, uma importante ferramenta para arquitetos e artistas visuais do mundo inteiro por facilitar o compartilhamento de referências imagéticas.

“Na verdade foi através da Rosane Muniz, que é uma das curadoras brasileiras, e ela já conhecia o meu trabalho, então me pediu que enviasse os croquis e algumas fotografias para apreciação, até que recebi a confirmação de que o meu figurino havia sido escolhido”, explica João Marcelino.

Saiba mais no Novo Jornal