Condenado no STF, Jefferson deixa presidência do PTB

O delator do esquema do mensalão e deputado federal cassado Roberto Jefferson vai se licenciar da presidência nacional do PTB no domingo. A justificativa oficial é que ele vai deixar suas funções executivas no partido para se dedicar exclusivamente ao tratamento do câncer no pâncreas, diagnosticado em julho. Jefferson será substituído pelo vice-presidente da legenda, o ex-deputado federal Benito Gama.

A substituição, no entanto, foi anunciada no dia seguinte da leitura do voto do ministro revisor do processo do mensalão, Ricardo Lewandowski, no Supremo Tribunal Federal (STF), que confirmou a condenação de Jefferson por corrupção passiva. O ex-deputado recebeu cerca de R$ 4,5 milhões do PT para viabilizar candidaturas do PTB nas eleições municipais de 2004.

 Estado de S. Paulo



Administrador

Deixe uma resposta