Arquivos

Equipes técnicas da Cosern identificaram e desativaram, com apoio da Polícia Civil, 18 ligações clandestinas de energia (o popular “gato”) que abasteciam residências na Travessa Industrial, Jardim Progresso, bairro de Nossa Senhora da Apresentação, Zona Norte de Natal, na manhã desta quarta-feira (29). 01 pessoa foi presa.

Ontem, terça-feira (28), a Cosern desativou 35 ligações clandestinas de energia com apoio das polícias Civil e Militar na cidade de Areia Branca e 02 pessoas foram presas, totalizando 07 registros de prisão por furto de energia elétrica de janeiro até esta quarta-feira (29) em todo estado.

O “gato” de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela fraude pode chegar a 04 (quatro) anos de reclusão. Além de crime, o “gato” representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo. A ligação clandestina também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode provocar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos.

De janeiro até agora, a Cosern já fez 23.119 inspeções e desativou 2.809 ligações clandestinas em todo estado. Com essa ação, o volume de energia recuperado pela concessionária seria suficiente para abastecer, por exemplo, municípios do porte de Macaíba durante um mês ou o de Patu por um ano.

A população pode colaborar com a “Operação Varredura” denunciando as fraudes, de forma anônima e segura, no telefone 116 ou no site da Cosern.

Crédito da Foto: João Gilberto

O deputado estadual Hermano Morais (MDB) parabenizou em pronunciamento na sessão ordinária desta quarta-feira (29), na Assembleia Legislativa, o professor José Daniel Diniz Melo, que ontem foi empossado reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. O parlamentar também usou o seu horário para relatar o resultado do índice que o RN apresenta no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).

“Essa semana foi divulgado mais um relatório onde o Estado apresenta, pela quarta vez seguida, um índice negativo no cadastro geral de empregados e desempregados. Dos 23 estados, apenas 4 apresentaram o índice negativo e o RN é um deles”, relatou Hermano.

O parlamentar comentou que, segundo o CAGED, o balanço do emprego com carteira assinada registrou saldo geral negativo de menos 501 vagas no mês de abril e as principais influências para este resultado vieram da Agropecuária e do Comércio.

Segundo ele, o Brasil tem conseguido manter um saldo positivo, mas o RN não. “Ao ler esse relatório eu fiquei muito preocupado e verifiquei que, somados os quatro meses, nós perdemos mais de 6.000 postos de trabalho. Isso exige mais ação, mais ousadia a partir da potencialidade que tem o nosso Estado ” disse o deputado.

Ainda em seu pronunciamento, o parlamentar destacou que tomou conhecimento pela impressa do resultado de uma audiência que a governadora Fátima Bezerra (PT) teve com a direção da Petrobras, oportunidade em que foi anunciado pela estatal um investimento esse ano no estado do Rio Grande do Norte da ordem de U$ 200 milhões de dólares. “Esperamos que isso seja investido em postos de trabalho e venha de forma positiva potencializar o nosso Estado”, ressaltou Hermano.

Em aparte, o deputado Coronel Azevedo (PSL) enalteceu o pronunciamento de Hermano e demonstrou preocupação com a administração estadual. “Parabenizo a Petrobras e ao governo Bolsonaro, estamos em um novo momento, mas o RN está na contramão”, falou.

Valério Mesquita*
Mesquita.valerio@gmail.com

Augusto Severo de Albuquerque Maranhão tem sido vítima de seguidas “desomenagens” no seu torrão Rio Grande do Norte. Primeiro, a Escola Estadual com o seu nome na rua Mipibu, ao lado da Academia Norte-Riograndense de Letras, sofreu, por alguns anos, danos contínuos, chegando a fechar e os alunos retirados. Agora, o dinheiro do Banco Mundial veio no final de 2018 para recuperar. Antes, transferiram o aeroporto de Parnamirim construído inicialmente pelos americanos durante a segunda guerra mundial para o vizinho São Gonçalo do Amarante. O Trampolim da Vitória ficou vago, vadio e vazio e o pior, o nome do patrono: esquecido.

O ciclo vicioso e nefasto não ficou por aí. A praça Augusto Severo na Ribeira, com um monumento erguido à memória do mártir da aviação, próximo ao teatro construído pelo seu irmão Alberto Maranhão, esteve na iminência de ser mudado para Dom Bosco. Somente agora, ante os protestos de vários segmentos da cultura e da administração pública, o nome do antigo logradouro voltou a denominação anterior (o nome original datado de décadas era praça da República). Foi preciso um novo decreto municipal para ratificar tudo, pode?

Em Macaíba, terra natal do aeronauta, onde passeou nas ruas, nasceu num sobradão no centro da cidade, hoje o largo é designado com o seu nome e existe no local um monumento erguido nos anos trinta. O casarão ruiu vítima do descaso. Nessa cidade, já descansam os restos mortais de Auta de Souza e Fabrício Maranhão. Mas, a pergunta que não quer calar é por que o projeto de trasladação das suas cinzas não retornam a sua verdadeira casa? Soube, através dos macaibenses brigadeiro do ar Louis Josuá Costa e do advogado Armando Holanda que tais iniciativas datam mais de dez anos, sem que os procedimentos tenham chegado a bom termo. E hoje, com os mesmos propósitos o assunto foi retomado.

Recentemente, com silêncio e desinteresse, as autoridades de Macaíba ouviram e trataram um grupo de trabalho formado para trazer Augusto Severo a sua cidade. Isso trouxe imensa tristeza e desalento a todos os macaibenses. Ante a recusa ele irá para o nosso vizinho Parnamirim, sem que isso represente nenhum demérito. Porém, Macaíba detinha a prioridade, o privilégio da natividade e da conterraneidade de Severo. Segundo o Dr. Armando Holanda, a decisão da volta do aeronauta já foi tomada com o apoio logístico das embaixadas da França, Estados Unidos e Itália, além da prefeitura de Parnamirim e do Ministério da Aeronáutica. Isto posto, ele não voltará a sua terra, como patrimônio cultural, telúrico, político, social e histórico de sua família e do seu invento, durante mais de um século. Já fizeram as contas. O orçamento atingirá oito milhões de reais. Nele constam restaurações de aeronaves, museu, mausoléu específico em local de realce e uma capela ecumênica no Parnamirim Field.

Macaíba, que foi a primeira: já perdeu. Lá não será a sua última morada. Augusto não voltará para o lar. Vai para a casa do nosso vizinho. De todo modo, seja bem-vindo!

Aqui fica a lição de que administrar uma cidade não é apenas fazer calçamentos ou obras de pedra e cal. É sempre citada a frase que o povo que não tem passado não tem futuro. Preservar a memória dos feitos heróicos, dos vultos importantes que emolduraram a tradição de um povo e de um município, exige-se sensibilidade, amor telúrico e responsabilidade com a história que não pode ser esquecida. Como registro iterativo e interativo na crônica dos tempos, torna-se imperativo dizer o que aconteceu e a perda sofrida. Coisa parecida ocorreu com o empório de Fabrício Pedroza (de 1850). O Ministério do Turismo liberou uma parcela de hum milhão de reais para o início da restauração. A grana ficou na Caixa Econômica esperando que o governo passado a retirasse. Mas, o dinheiro voltou por falta de interesse e descuido com o patrimônio histórico do Rio Grande do Norte. A Procuradoria do Estado do Rio Grande do Norte tem conhecimento desse fato do desvario do ex-governador.

(*) Escritor.

Uma investigação da Delegacia Municipal de João Câmara resultou na prisão, na noite desta terça-feira (28), de Anderson Cleiton Bezerra da Silva, 38 anos, conhecido como Dico, suspeito de ter matado a ex-esposa Februska Emanuely Ferreira, no dia 17 de abril deste ano, na cidade de João Câmara. O suspeito foi preso ao apresentar-se no plantão da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM) Zona Norte de Natal.

Anderson Cleiton foi detido em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Vara Única da Comarca de São Bento do Norte. No mesmo dia do crime, a Justiça deferiu o mandado de prisão, porém o suspeito havia fugido da cidade, logo após o cometimento do crime e estava sendo procurado pela Polícia Civil.

Investigações feitas pela Polícia Civil revelaram que ele primeiramente fugiu para Acari, permanecendo três dias dentro do mato. Após isso, foi em direção a Caicó e se desfez da arma de fogo no percurso, jogando-a dentro de um açude. Na sequência, Anderson Cleiton se deslocou de bicicleta pelo Nordeste, passando por vários Estados. Porém, na noite desta terça-feira (28), ele decidiu se entregar a Polícia Civil.

O deputado Kelps Lima (SDD) sugeriu que o Governo do Estado lidere a unificação do transporte público da Grande Natal, criando um consórcio entre os municípios da região metropolitana. Para ele, o transporte público de Natal não é viável economicamente pela deficiência das linhas de ônibus existentes. Ele elencou o assunto como um dos pontos importantes no combate ao desemprego no Rio Grande do Norte.

“Por que a licitação dos transportes não sai? Por causa da rede existente e da legislação municipal. Por que temos a maior tarifa do nordeste e a frota mais antiga? Porque tecnicamente o transporte público municipal não é viável”, explica o parlamentar, que acredita que com a ampliação da rede, unificando o transporte dos municípios da Grande Natal, a licitação ficaria mais atrativa.

Kelps Lima acredita que o momento de bom relacionamento demonstrado entre o prefeito de Natal, Álvaro Dias (MDB) e a governadora Fátima Bezerra (PT) deve ser aproveitado para solucionar este problema. “Fátima Bezerra é autora da lei que instituiu a região metropolitana, nada mais apropriado para ela construir políticas metropolitanas como essa”, disse ele.

Saúde
A deputada Cristiane Dantas (SDD) aparteou o pronunciamento de Kelps e relatou sobre a audiência pública realizada nesta terça-feira (28) para discutir a “Mortalidade Materna” no Rio Grande do Norte. Ela criticou o sistema de saúde público municipal, no que diz respeito ao atendimento das mulheres. Sobre o assunto, o deputado Kelps Lima concordou com a deputada e falou sobre uma pesquisa onde a saúde municipal aparece como o maior problema citado pela população.

Os profissionais interessados em participar do Mais Médicos têm até esta quarta-feira (29) para se inscrever no programa. De acordo com o Ministério da Saúde, um dos requisitos necessários é estar formado e ter habilitação em qualquer Conselho Regional de Medicina do país.

O órgão orienta a importância de os candidatos estarem atentos a todas as regras de adesão previstas no edital nº11/2019, publicado em 13 maio deste ano no Diário Oficial da União. Uma delas se refere à apresentação dos documentos no ato da inscrição, feita exclusivamente pela internet, por meio do Sistema de Gerenciamento de Programas (SGP), disponível no site do Mais Médicos.

Para esta fase do programa, estão previstas 2.212 vagas destinadas principalmente para o atendimento na atenção primária à saúde da população que vive nas regiões com mais necessidade de cuidados. Entre os dias 6 e 7 de junho, os candidatos deverão acessar o sistema SGP para escolherem entre as vagas disponibilizadas nos 1.185 municípios e 13 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Dseis) com os mais altos índices de vulnerabilidade do país.

Hoje também é o último dia para os gestores locais confirmarem o número de médicos que precisam para o atendimento em suas unidades de saúde. A publicação do resultado com o número final de vagas destinadas aos municípios que receberão os profissionais será publicada no dia 4 de junho. Segundo o ministério, a previsão para que os médicos já comecem a atuar nas unidades de saúde é junho deste ano.

Fonte: Agência Brasil


Na manhã desta quarta-feira (29), a equipe de Policiais Civis da Delegacia de Macaíba, sob o comando do delegado Júlio César, prenderam THIAGO PINHEIRO DE ARAÚJO (30 anos), condenado pelo crime de roubo majorado cometido no conjunto Cidade Satélite, em Natal.

O foragido estava residindo na cidade de Macaíba e, na manhã de hoje, foi capturado pelos policiais, sem esboçar reação.

Com informações da Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Municipal de São Gonçalo do Amarante deram cumprimento, na manhã desta terça-feira (28), a mandados de busca e apreensão com o objetivo de prender investigados por atuação criminosa no bairro Amarante. Em uma das residências, foram apreendidas uma grande quantidade de pasta base de cocaína, avaliada em, aproximadamente, dez mil reais, além de sacos plásticos para comercialização da droga, balança de precisão e um caderno com as anotações de contabilidade do tráfico.

Jeferson Ferreira de Oliveira, 25 anos e Edilson França da Silva Júnior, 25 anos, foram autuados em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ambos já possuíam passagem pela polícia por tráfico de drogas, associação para o tráfico e roubo.

Eles foram presos durante a Operação Cronos II, que foi deflagrada em todo o país, com o objetivo de prender investigados por crimes de homicídios e feminicídio. No Rio Grande do Norte, a operação resultou na prisão de 85 pessoas e na apreensão de seis adolescentes. Entre as prisões efetivadas, 25 foram por homicídios (tentados ou consumados), 18 por tráfico de drogas, 25 por roubo/furto (sendo um latrocínio), cinco por posse de arma de fogo, três por violência doméstica e cinco por estupro.

Eles foram conduzidos à delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

Foto: José Aldenir / Agora RN / Divulgação.

Do Agora RN

Faltando 50 dias para o Exército definir quais armas serão liberadas para cidadãos comuns das categorias estabelecidas no decreto que facilitou o acesso a armas de fogo, o aumento pela procura dos equipamentos em Natal já ultrapassa a marca de 30% em relação ao mesmo período do ano passado.

A informação, repassada ao Agora RN por vendedores de uma das três revendas especializadas da cidade – a Armas e Bagagens – é endossada pelo perito Carlos Alberto Campelo da Cruz, subcomandante da Guarda Municipal.

“A julgar pela disparada da venda da Taurus no País, deve ser isso mesmo ou mais”, avalia. A loja não quis informar quais os tipos de armas e modelos mais procurados.

Segundo Cruz, há 10 modelos de pistolas nacionais no mercado com preços a partir de R$ 4,7 mil, sem contar as taxas da Polícia Federal de mais R$ 1,5 mil e outros R$ 600,00 obrigatórios a serem pagos a um psicólogo e instrutor credenciados. Até o ano passado, cada um desses profissionais cobrava R$ 300,00.

“Mas se for uma Gloc (importada), só a arma vai para uns R$ 8 mil”, lembra Cruz. Depois do decreto reeditado pelo presidente Bolsonaro, o Exército deve proibir também a posse (uso na residência) de fuzis como o T4, da Taurus.

“Você já imaginou um cidadão comum portando numa arma dessas?”, pergunta Cruz, admirado.

O decreto editado no início de maio permitia tanto a posse de armamento como fuzis a todos os cidadãos quanto o porte pelas diversas categorias que passaram a ser automaticamente enquadradas no conceito de “efetiva necessidade”, como moradores de zonas rurais, caminhoneiros, jornalistas que atuam em coberturas policiais, entre outros.

Policiais civis da Delegacia de Narcóticos de Natal (DENARC) deflagraram, na manhã desta quarta-feira (29), a Operação Hipertrofia, dando cumprimento a dois mandados de prisão preventiva e um de busca e apreensão. Durante as diligências, em imóvel situado na zona Norte da capital, os policiais localizaram e fecharam um laboratório clandestino de fabricação de anabolizantes.

Foram presos, em cumprimento aos mandados e também em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e crime contra a saúde pública: Stuart Rodrigues Vieira, 24 anos, e Gleyciliane Bezerra da Silva, 24 anos, proprietários do laboratório.

A operação é resultado de uma investigação realizada pela DENARC. O casal era investigado desde o começo deste ano, quando foram apreendidas, na sede dos Correios de Natal, várias caixas contendo substâncias anabolizantes que seriam destinadas aos compradores residentes em outros Estados.

Na residência, foram encontrados diversos insumos, matérias-primas, frascos e etiquetas com marcas da empresa clandestina gerenciada por eles, destinados à fabricação de anabolizantes, além destas substâncias em suas variadas composições, já preparadas e prontas para a comercialização. Este é o segundo laboratório clandestino de fabricação de anabolizantes que a Delegacia de Narcóticos desarticula nos últimos três meses.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

O presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, participou no final da tarde desta terça-feira, 28, no auditório da Federação, da missa em homenagem a São Pedro, padroeiro do Alecrim, bairro no qual está sediada a entidade. A celebração foi conduzida pelo Padre Francisco Mota em alusão ao aniversário da Paróquia de São Pedro, que completa 100 anos em 19 de agosto. Há cerca de 10 anos a Fecomércio RN recebe a imagem peregrina de São Pedro.

Também estavam presentes à missa de acolhimento os vices-presidentes da Fecomércio, Gilberto Costa, Luiz Lacerda e Itamar Manso Maciel; o presidente da Associação dos Empresários do Alecrim, Pedro Campos; membros da diretoria Executiva do Sistema Fecomércio; e colaboradores.

A Vara Única da Comarca de Monte Alegre condenou em ação de improbidade administrativa a ex-prefeita do município, Maria das Graças Marques Silva, por ter realizado de forma irregular a contratação temporária de servidores, durante sua gestão no período de 2009 a 2012.

Conforme o teor da decisão foram editadas leis municipais nos anos de 2009 a 2011 autorizando a contratação de servidores “em razão da necessidade temporária de excepcional interesse público”. E no decorrer desses anos ocorreram contratações para diversos cargos, tais como professor, coveiro, motorista, porteiro, merendeira, técnico de enfermagem, médico, assistente social e digitador.

Todavia, de acordo com o Ministério Público estadual “em verdade, essas normas abarcaram uma diversidade de cargos que são de natureza permanente”; bem como não foi especificada qualquer “circunstância fática que demonstrasse a situação de emergência hábil a autorizar a contratação temporária”.

Desse modo ao utilizar foi percebido que o propósito da administração municipal foi “utilizar a contratação temporária de excepcional interesse público como válvula de escape para fugir à regra da obrigatoriedade do concurso público para ingresso no serviço público”.

Nesse sentido, foi juntada decisão do TJRN (Ação Direta de Inconstitucionalidade nº 2014.009669-5) que declarou inconstitucional uma lei municipal do próprio município de Monte Alegre, que “instituiu hipótese genérica de de contratação temporária sem especificar contingência fática que evidenciaria a situação de emergência”, havendo no caso “infringência a regra da obrigatoriedade do concurso público”. Ler mais…

G1 RN – Um idoso de 81 anos foi assassinado na noite desta terça-feira (28) dentro da casa onde ele morava no bairro Pajuçara, na Zona Norte de Natal. Segundo o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), Damião Antônio da Costa foi morto a pauladas. Foi o filho dele quem encontrou o corpo e chamou a polícia.

O homicídio aconteceu na Rua Clementina de Jesus. A Polícia Militar recebeu a ligação do filho do idoso e foi ao local do crime, onde se constatou que havia marcas de violência no corpo. O idoso também estava com as mãos amarradas.

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), investiga a possibilidade de latrocínio, que é roubo seguido de morte