Arquivos

Policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas de Natal (DEPROV) prenderam, na tarde desta quarta-feira, Jorge Dantas Duarte, 35 anos. Ele foi detido em sua residência, localizada no bairro Bela Vista, no município de Macaíba, onde funcionava um desmanche clandestino de veículos.

As investigações foram iniciadas após o recebimento de denúncia anônima. No imóvel, os policiais encontraram um veículo com registro de furto parcialmente desmontado e diversas peças provenientes de três veículos roubados/furtados. Jorge Dantas foi autuado em flagrante pelo crime de receptação.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

A população das Campinas e do loteamento Porto Feliz comemora mais uma grande obra feita pela Prefeitura de Macaíba. O prefeito Fernando Cunha inaugurou a pavimentação de 12 ruas nas localidades, nesta quarta-feira (31). Obra que traz mais saúde, bem-estar, valorização dos imóveis e crescimento da autoestima dos moradores.

A solenidade de inauguração contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Gelson Lima; Ederlinda Dias, ex-secretária municipal de Saúde de Macaíba e ex-secretária adjunta de Saúde do Estado do Rio Grande do Norte; as vereadoras Rita de Cássia, Socorro Nogueira, Edma Maia e Dadaia Ribeiro; os vereadores Antônio França, João de Damião, Igor Targino e Silvan Freitas; moradores e lideranças comunitárias.

Uma das regiões mais populosas de Macaíba, as localidades Campinas, Porto Feliz e Loteamento Esperança são exemplos de comunidades onde o trabalho de pavimentação melhorou a vida do povo, que sofria diariamente com os problemas causados pela poeira e pela lama das ruas. Praticamente todas as vias das comunidades foram pavimentadas nas administrações do prefeito Fernando Cunha nos últimos anos.

Somada aos esforços de outras pastas, como a Saúde, as pavimentações garantiram mais dignidade para o cotidiano das pessoas. Um exemplo deste trabalho é a construção da primeira Estratégia de Saúde da Família (ESF) do Loteamento Esperança, uma conquista da segunda administração do prefeito, que tinha como secretária de Saúde Ederlinda Dias.

Testemunha das melhorias feitas pela Prefeitura, o morador Chiquinho declarou durante a inauguração desta quarta-feira: “Quando eu vim morar aqui, tinha só umas poças d’água enormes. Não tinham condições de passar. Hoje só tenho a agradecer pela nossa rua, nosso bairro estar asfaltado. Obrigado!”, declarou.

A nova pavimentação é a sexta obra entregue ao povo macaibense neste mês julho. Recentemente pavimentações foram inauguradas no Novo Alecrim, Lagoa do Mato, Riacho do Sangue, Tapará e Tabatinga. Mais de 200 ruas foram calçadas no município e novas vias serão calçadas em breve.

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

Por Emídio Jr.

Está se aproximando mais um momento decisivo para a história política de Macaíba.

Tudo indica que a eleição de 2020 ficará marcada pelo fim da  aristocracia da família Cunha em nossa cidade.

Mas para isso que aconteça, todos aqueles que são contra o atual sistema precisarão estar unidos, pois se não houver União também não haverá Vitória.

Neste sentido, as forças políticas têm que deixar de lado os projetos pessoais, em prol de um projeto coletivo que vise derrotar o atual sistema.

Todos conhecem o trabalho que fazemos em nossa cidade, digo nosso porque o trabalho que desenvolvemos no dia-à-dia, é feito sempre em conjunto, e por pessoas que também amam nossa terra.

Portanto, quem nos conhece sabe que o nosso perfil sempre foi de União, Conciliação, ou seja, de ouvir todas as partes e propor uma solução que seja viável para todos.

Acredito que a hora da mudança seja essa e, no que depender deste humilde vereador, podem ter certeza que farei o possível para que a União se concretize em 2020.

Os clientes da Caixa Econômica Federal pagarão menos juros nas principais linhas de crédito e terão acesso a um pacote de serviços com taxas mais baixas. A redução valerá tanto para pessoas físicas como para empresas.

A taxa máxima do cheque especial passará de 13,45% ao mês (pessoa física) e 14,95% ao mês (empresas) para 9,99% para os dois tipos de clientes. Os correntistas que aderirem a um novo pacote de serviços, o Caixa Sim, pagarão juros ainda menores para o cheque especial: 8,99% ao mês.

O banco público também diminuiu a taxa mínima do crédito pessoal de 4,99% ao mês para 2,29% ao mês, o que representa redução média de 21%. Nessa modalidade, as taxas variam conforme o perfil do cliente.

A Caixa anunciou ainda a isenção da anuidade no cartão de crédito para pessoas físicas. Segundo a instituição, a isenção melhora a competitividade do banco num momento de liberação de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Para as empresas, haverá redução de 11% nos juros de linhas para capital de giro nas operações com aval de sócios (com taxa mínima de 1,69% ao mês) e de 13% nas operações de capital de giro com aval de sócios para quem tem imóvel ou aplicação financeira na caixa (com taxa mínima de 0,99% ao mês ou 0,95% ao mês, respectivamente).

Caixa Sim

Para os clientes do pacote Caixa Sim, a redução dos juros do cheque especial chegará a 40% para empresas e 33% para pessoas físicas. Disponível tanto para pessoas físicas como para empresas, o novo pacote de serviços estará disponível a partir de 19 de agosto e custará R$ 25 por mês. A tarifa poderá ser convertida em bônus para linhas de celular.

Para os demais clientes, o corte nos juros do cheque especial ficará em 26% (pessoas físicas) e 33% (pessoas jurídicas). Além dos juros de 8,99% ao mês no cheque especial, os clientes pessoa física do Caixa Sim pagarão juros de 2,29% no crédito pessoal e terão direito a um cartão de crédito internacional sem anuidade com juros do rotativo em 8,99% ao mês. Os juros podem ficar ainda mais baixos caso o cliente tenha conta salário ou investimentos no banco.

As empresas que aderirem ao pacote terão linha de capital de giro a partir de 0,95% ao mês, antecipação de recebíveis de a partir de 1,85% ao mês e cartão de crédito com a primeira anuidade gratuita.

Da Agência Brasil

Valério Mesquita*

Mesquita.valerio@gmail.com

Conta D. Iná Cordeiro que o primeiro Presidente da República a visitar Macaíba foi Washington Luís, em 1929, antes de ser deposto pela revolução de 1930. O prefeito de Macaíba era Almir Freire. A política situacionista era dominada pela família do coronel Manoel Maurício Freire. Na oposição militavam os Mesquita e os Andrade.

Em 1933, foi a vez de Getúlio Vargas. Governava a cidade o prefeito Teodorico Freire.

Com Getúlio vieram o então General de Divisão Hidelbrando Góis Monteiro, o coronel Luiz Tavares Guerreiro, Juarez Távora, Amaral Peixoto entre outros. Nessa visita foi solicitada ao presidente a construção da primeira ponte sobre o rio Jundiaí. Getúlio foi recepcionado nos salões da antiga prefeitura, prédio construído em 1933 e que hoje abriga a secretaria de finanças do município. A chegada do presidente, lembra D. Iná, se fez um corredor constituído por moças da sociedade local que saudaram a comitiva com flores e vivas, entre as quais pontificava a senhoria Valda Dantas, filha do então juiz de direito Virgílio Pacheco Dantas.

As visitas de ambos os presidentes, se, bem que, tenha alvoroçado e alimentado o jogo do poder das lideranças locais, acima de tudo, conferiu a Macaíba, um inegável grau de importância política, econômica, social e cultural perante o Rio Grande do Norte, já engrandecida no passado recente pelos feitos dos seus filhos ilustres: Augusto Severo, Alberto Maranhão, Tavares de Lira, Henrique Castriciano e Auta de Souza.

Sobre essa visita ficou registrado uma ocorrência pitoresca. O pedreiro Sabino, foi o mestre de obras do prédio da então prefeitura. No dia da visita do presidente, promoveram dois bailes no mesmo prédio da prefeitura, sendo um pra os ricos e outros para os pobres, em salões diferentes. O mestre Sabino confiando no

seu taco resolveu penetrar no baile dos ricos pois era um excelente dançarino. Não contava com o mau humor do promotor de Macaíba doutor Heitor Lopes Varela que ordenou a se retirar. Sobre o acontecimento surgiu, dia seguinte, uma quadrinha na cidade:

“Sabino por ser gaiato metido a dançador

Foi expulso lá do baile pelo doutor promotor”.

Na vida social da cidade havia o Clube Sete, fundado por Alcides Varela perto da ponte e frequentado pela sociedade local. Com o comércio ativo a mesa de renda chegou a Macaíba em 1926. O transporte para Natal era feito pelo rio Jundiaí, através das lanchas Julita I e II do mestre Antonio. Depois veio a de João Lau.

Dois partidos se engalfinhavam: os Penhistas (seguidores de José da Penha adversário de Pedro Velho) e o Partido Republicano que mandou até a revolução de 1930, de Getúlio Vargas. Eram Penhistas os Andrade e os Mesquita e o Republicano o coronel Mauricio Freire, o seu filho Teodorico e o sobrinho Almir.

Com a morte de Neco Freire subiram ao poder o major Andrade e os novos políticos emergentes que foram prefeitos, intendentes, interventores tais como: João Meira, tenente Agripino, capitão Gadelha, Pedro Dantas, Alfredo Mesquita Filho, major Genésio Lopes, Antonio Lucas até a fase da redemocratização em 1946, com a queda de Getúlio Vargas. Com a nova Constituição Federal em vigor surgiu a 1ª eleição democrática, sendo eleito prefeito Luiz Curcio Marinho e vice Magnus da Fonsêca Tinôco e Alfredo Mesquita Filho deputado estadual constituinte. Inaugurava-se uma nova fase política, ficando para trás os líderes do governo revolucionário, o Partido Republicano e surgiram partidos novos: o PSD, a UDN e PTB, etc.

O comercio local passou por grande modificação. O mundo saía da 2ª Grande Guerra Mundial que influiu nos costumes, na vida social e administrativa

em todos os recantos. Macaíba passou a receber significativos melhoramentos que influíram no seu desenvolvimento:

a) A construção de nova ponte sobre o rio Jundiaí na relação comercial com Natal, cujo transporte de pessoal (passageiro) e mercadorias era feita por barcos no velho cais do porto; A estrada Macaíba/Natal – 1947;

b) O advento da Escola de Jundiaí que foi evoluindo até chegar ao que é hoje e teve na figura de Enock Garcia um grande batalhador;

c) A modificação da estrutura urbana das margens do rio Jundiaí com a construção da atual praça Antonio de Melo Siqueira, o Pax Clube e o Parque Governador José Varela pelo prefeito Luiz Curcio Marinho;

d) A Escola Técnica Comercial fundada por José Maciel e o campo de futebol, além do novo mercado público. A Escola Técnica de Comercio foi a fase embrionária que redundou muito depois no Colégio Dr. Severiano;

e) Podemos salientar por dever de justiça o nome de muitos educadores que ensinaram a inúmeras gerações, nos anos de 1950 e 1960, tanto no velho grupo Escolar Auta de Souza como na Escola Técnica Comercial de Macaíba: Arcelina Fernandes, Nazaré Madruga, Paulo Nobre, Profº Caetano, D. Emilia, Alice de Lima e Melo, Dona Quina, Ana Sabino, D. Dalila Cavalcante, Profº Rivaldo D’Oliveira, Geraldo Pinheiro, Aguinaldo Ferreira, Teresa Gomes da Costa, Aldo Tinôco, Enock Garcia, Manoel Firmino Enedina Bezerra, Noide Tinôco e tantos outros, esquecidos mas igualmente merecedores do respeito e da saudade.

Após José Maciel e Aldo Tinôco (prefeito e vice), em 1958, foi prefeito pela 3ª vez Alfredo Mesquita Filho e o vice Aguinaldo Ferreira da Silva. Já eram os anos sessenta do século passado marcados por novos costumes políticos, e o surgimento de novas atividades comerciais e industriais (Industria Nóbrega Dantas), instalada com o apoio de Alfredo Mesquita, energia de Paulo Afonso e a vida social e esportiva passaram a ser exercida através da Associação Pax Clube tendo à frente inúmeros jovens da sociedade local.

(*) Escritor.

O vereador Ronaldo Venâncio (PV), presidente da Câmara Municipal de Ceará-Mirim, é pré-candidato a prefeito do município. Ele disse nesta quarta-feira (31), em entrevista ao Hora Extra da Notícia (91.9 FM) que se o cenário político no ano que vem estiver propício para uma possível candidatura a prefeito, ele estará pronto para o desafio.

O presidente da Câmara disse que vem fazendo “um trabalho bem planejado”, procurando estar mais próximo ao povo e destacou sua história política no município, sendo ele um vereador já no quinto mandato na casa legislativa em Ceará-Mirim.

“Estaremos, sim, aptos, se for requisitado. Mas trabalho incessantemente na direção de estabelecer e corresponder àquela expectativa que o povo depositou. Se o cenário puder, evidentemente, aspirar algum tipo de expectativa no sentido do Executivo eu estarei pronto”, disse em entrevista na 91.9 FM de Natal.

Atualmente o prefeito de Ceará-Mirim, Marconi Barreto, tem sua posição à frente da prefeitura ameaçada após o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN) cassar seu mandato por 7 votos a 0. Ele recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e aguarda uma data para o julgamento do recurso pelo plenário da corte superior.

O prefeito Marcos Cabral (PSB) já começa a sentir que a oposição tende a se juntar para as eleições 2020 em Vera Cruz, no Agreste Potiguar. O jovem Cleonaldo Jr., que é chefe regional do escritório da Caern tem aparecido como maior adversário.

Cleonaldo Jr. tem o apoio do presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira de Souza e do deputado federal Rafael Motta (PSB). A governadora Fátima Bezerra (PT) ytambém simpatiza com o nome do jovem, que já mostrou em 2018 que tem votos.

Após uma ação civil de improbidade administrativa proposta pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), o ex-deputado estadual Jacob Helder Guedes de Oliveira Jácome e a estudante de Medicina Renata Bezerra de Miranda foram condenados ao ressarcimento ao erário. O MPRN conseguiu provar que Renata Bezerra não exercia cargo público na Assembleia Legislativa do RN, embora, tenha recebido gratificação de Atividade de Assessoramento Parlamentar no período de 1º de abril de 2015 até fevereiro de 2016.

A gratificação mensal da estudante era no valor de R$ 1.492,69, mais gratificação natalina de R$ 1.567,32. O total recebido por ela foi de R$ 18.384,96. O ex-deputado Jacob Jácome e Renata Bezerra foram condenados, cada um, ao ressarcimento ao erário pelo prejuízo de R$ 9.122,48 (50% dos valores recebidos por Renata). Esse valor deve ser corrigido pelo IPCA-e e contados juros de mora legais, ambos desde a data dos ilícitos. Os dois ainda receberam multa em igual valor.

Na ação, o MPRN comprovou a incompatibilidade de horários de Renata Bezerra para o exercício da função pública em razão da assiduidade no curso de Medicina em regime integral. Em audiência, Renata Bezerra de Miranda alegou que não exercia quaisquer atividades administrativas na Assembleia Legislativa, apenas atividades externas em ações sociais de saúde, prestando auxílio ambulatorial à população carente, especificamente aferindo a pressão arterial nas ações sociais do então deputado Jacob Jácome.

Para a Justiça potiguar, “em que pese o mínimo convencimento acerca da prestação de serviço nas citadas ações sociais, ainda que se considere que a requerida trabalhou 16 horas por semana, ainda assim constituiria verdadeiro apanágio deste servidor público em relação a todos os outros servidores do Estado do Rio Grande do Norte, cujos cargos são todos de 30 ou 40 horas semanais”. Ler mais…

Na manhã deste dia 31/JUL/2019, investigadores policiais civis da delegacia de Macaíba, sob o comando do DPC CIDORGETON (TONY), efetuaram diligências policiais na área rural de Macaíba (povoado Lamarão) e conseguiram prender em flagrante delito as pessoas de JOÃO PAULO ABREU DE MEDEIROS e JOÃO PAULO SILVA FAUSTINO;

Esses dois elementos, portando armas de fogo e em tom ameaçador, tomaram de assalto a motocicleta de um cidadão (QUE TERÁ SEU NOME PRESERVADO) que circulava por estrada carroçável que liga os povoados de LAMARÃO e PÉ DO GALO, e seguia a caminho de seu local de trabalho;

Contando com o auxílio de informações privilegiadas, os policiais localizaram a área de mato onde os dois tinham escondido a motocicleta roubada e ato contínuo a casa onde eles mesmos estavam intocados. A moto do cidadão foi recuperada e os dois elementos serão flagranteados pelo DPC TONY e em seguida entregues a justiça que, em audiência de custódia, decidirá se eles permanecerão ou não encarcerados.

 

Moto roubada pelos elementos.

Com informações e fotos da Polícia Civil de Macaíba

O prefeito Fernando Cunha e o deputado estadual, Coronel Azevedo, se encontraram no final da tarde desta terça-feira (30), na sede da prefeitura de Macaíba. O encontro foi diplomático, com assuntos referentes à administração municipal. O Secretário de Integração da Região Metropolitana, Sérgio Cunha, também esteve presente no encontro.

Além de assuntos referentes às áreas de saúde, esporte e educação, foi abordado também temas relacionados ao campo da infraestrutura, sobretudo da região de Bela Vista, Bosque Brasil, entre outros. A gestão macaibense sempre tem buscado manter contato com os deputados estaduais, federais e senadores a fim de buscar parcerias para desenvolver ainda mais a região de Macaíba.

Do Informativo Atitude

A Polícia Federal (PF) investiga o pagamento de propinas disfarçadas de doações eleitorais pelo Grupo Petrópolis, na 62ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada hoje (31). De acordo com a PF, o grupo também teria auxiliado a empreiteira Odebrecht a pagar valores ilícitos, por meio da troca de reais no Brasil por dólares em contas no exterior.

A operação denominada Rock City é realizada em cooperação com o Ministério Público Federal e a Receita Federal. A 13ª Vara Federal de Curitiba, no Paraná, responsável pela força-tarefa, expediu um mandado de prisão preventiva, cinco mandados de prisão temporária e 33 mandados de busca e apreensão. Eles estão sendo cumpridos em 15 municípios nos estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Também foi determinado o bloqueio de ativos financeiros dos investigados.

O presidente do Grupo Petrópolis, Walter Faria, é o alvo do mandado de prisão preventiva e, até às 11h, ainda não havia sido localizado pela PF. Três executivos ligados ao grupo já haviam sido presos temporariamente até esse horário. Todos serão levados para a Superintendência da Polícia Federal no Paraná, onde serão interrogados.

De acordo com a PF, Faria já estava envolvido em outras investigações da Lava Jato, como o envolvimento com o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, mas que movimentações recentes de recursos de offshore indicariam tentativa de dissipação de patrimônio adquirido de maneira ilícita. Isso motivou o pedido de prisão e a deflagração da operação de hoje.

No total, Walter Faria e outros executivos do Grupo Petrópolis teriam atuado na lavagem de cerca de R$ 329 milhões de reais em contas fora do Brasil e movimentado US$ 106 milhões em operações no exterior, segundo o Ministério Público Federal.

Um dos executivos da Odebrecht, em colaboração premiada, afirmou que utilizou o Grupo Petrópolis para realizar doações de campanha eleitoral para políticos de outubro de 2008 a junho de 2014, o que resultou em dívida não contabilizada pela empreiteira com o grupo investigado, no valor de R$ 120 milhões. Em contrapartida, a Odebrecht investia em negócios do grupo.

A suspeita da força-tarefa da Lava Jato é que offshores relacionadas à empreiteira realizavam – no exterior – transferências de valores para offshores do Grupo Petrópolis, o qual disponibilizava dinheiro em espécie no Brasil para realização de doações eleitorais.

Também foi apurado que Walter Faria utilizou o programa de repatriação de recursos do exterior de 2017 para trazer R$ 1,3 bilhão ao Brasil. Contudo, de acordo com a PF, há indícios de que essa movimentação tenha sido irregular e que os recursos seriam provenientes da prática de “caixa dois” na empresa.

Para a PF, o esquema desenvolvido com o Grupo Petrópolis é uma das engrenagens do aparato montado pela Odebrecht para movimentar valores ilícitos.

O nome da operação traduzido para o português é “Cidade de Pedra”, significado que remete ao nome do grupo investigado.

O Grupo Petrópolis é dono de marcas de cerveja como Itaipava, Crystal e Petra, além de vodkas e outras bebidas não alcoólicas. Em nota, a empresa informou que “seus executivos já prestaram anteriormente todos os esclarecimentos sobre o assunto aos órgãos competentes” e que “sempre esteve e continua à disposição das autoridades para o esclarecimento dos fatos”.

Agência Brasil

Nas primeiras horas desta quarta-feira (31), uma operação deflagrada pela Polícia Militar cumpre mandados de busca e apreensão e de prisão na cidade de Nova Cruz, Agreste Potiguar.

Realizada no bairro Cidade do Sol, a ação contou com cerca de 30 policiais militares do 8º Batalhão, que culminou na detenção e apreensão de cinco pessoas, sendo dois adolescentes,

Na operação, ainda foram apreendidas drogas, celulares e dinheiro fracionado.

Os acusados foram conduzidos à 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil, onde foram tomadas as medidas cabíveis.

Uma investigação da Delegacia Municipal de Caicó, com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), resultou na descoberta de um local que era usado para desmanchar veículos roubados ou furtados, no bairro Vila Altiva, em Caicó, nesta terça-feira (30).

Com apoio da PRF, as partes de um veículo que estavam no local foram guinchadas para o pátio da Delegacia de Polícia Civil de Caicó, visando posterior restituição às vítimas. Os possíveis envolvidos na prática criminosa serão investigados pela Polícia Civil.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Equipes de policiais civis da 2ª Delegacia de Polícia de Parnamirim deram cumprimento, na noite desta terça-feira (30), a um mandado de prisão em desfavor de Jaime Rodrigues Vital, 56 anos. A prisão, que se deu pela prática do crime de tentativa de homicídio qualificado, aconteceu em um assentamento, no município de São José de Mipibu. O mandado foi expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Parnamirim.

Jaime Rodrigues foi conduzido até a delegacia e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181 ou Disque Denúncia da 2ª DP de Parnamirim, por meio do aplicativo WhatsApp: (84) 9 8135-6724.