Arquivos

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (30) que não vai interferir no preço da carne bovina, que no mercado atacadista teve alta média de 22,9%. Segundo ele, é o mercado quem define o preço do produto. Ele, no entanto, disse acreditar que o preço do produto deve baixar.

“Quero deixar bem claro que esse negócio da carne é a lei da oferta e da procura. Não posso tabelar, inventar. Isso não vai dar certo”, disse o presidente na chegada ao Palácio do Alvorada, após viagem a Resende (RJ), onde participou da inauguração da 8ª cascata de ultracentrífugas, na Fábrica de Combustível Nuclear (FCN).

“Tivemos uma pequena crise agora [no preço da carne] mas vai melhorar. A carne aqui, internamente, daqui a algum tempo, acho que vai diminuir o preço”, completou, dirigindo-se a um dos populares que o aguardavam no local.

No fechamento de novembro, o aumento nos preços da carne bovina desossada no mercado atacadista foi de 22,9% na média de todos os cortes pesquisados, de acordo com a Scot Consultoria.

Já os preços da carne bovina vendida em supermercados e açougues de São Paulo registraram uma alta de 8%, na média de todos os cortes, segundo a consultoria. No Paraná a alta também foi consistente, 3,5%. Já no Rio de Janeiro e em Minas Gerais as variações foram mais tímidas, de 0,2% e 1%, respectivamente.

Agência Brasil

O evento contou com a presença do Presidente do PL no estado, Dep. João Maia, com os deputados estaduais, Kléber Rodrigues, Hermano Morais e Ubaldo Fernandes, com os vereadores de Macaíba, Denilson Gadelha e Netinho França, com as vereadoras, Ana Paula (Natal) e Rayure Protásio (São Gonçalo do Amarante) e com lideranças políticas de todos os cantos e recantos de Macaíba.

Deputados Kléber Rodrigues, João Maia, Emídio Jr. e Hermano Morais (Foto: Edeilson Morais/Assessoria Emídio Jr.)

Na manhã deste sábado (30), o vereador Emídio Jr. tomou posse da Diretoria Municipal do Partido Liberal, em Macaíba. O evento contou com a presença do Presidente do PL no estado, Dep. João Maia, com os deputados estaduais, Kléber Rodrigues, Hermano Morais e Ubaldo Fernandes, com os vereadores de Macaíba, Denilson Gadelha e Netinho França, com as vereadoras, Ana Paula (Natal) e Rayure Protásio (São Gonçalo do Amarante) e com lideranças políticas de todos os cantos e recantos de Macaíba. O Arco Íris Recepções estava lotado.

“Esse é o início de uma grande jornada que iremos enfrentar dentro em breve. Jornada essa que tem como objetivo resgatar nossa cidade do abandono no qual ela se encontra. Nosso povo não tem emprego. Não tem saúde de qualidade. Não tem uma educação digna. A segurança pública nem se fala. Enfim, nós não conseguimos observar absolutamente nada em prol dos nossos conterrâneos. É exatamente para mudar essa realidade que hoje estou assumindo a presidência do PL, e tenho certeza que será um dos maiores partidos não apenas de Macaíba, como de todo o estado”, declarou o vereador Emídio Jr.


Saiba mais AQUI

Templos religiosos e entidades beneficentes de assistência social poderão continuar isentos de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) até 31 de dezembro de 2032. A proposta, um projeto de lei complementar (PLP 55/2019) de autoria da deputada Clarissa Garotinho (Pros-RJ), aprovada em maio pelos deputados, pode ter a última votação no plenário do Senado, nesta terça-feira (3), em regime de urgência.

Na última semana a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) da Casa aprovou por unanimidade o relatório do senador Irajá (PSD-TO), favorável à prorrogação por mais 15 anos do benefício. Ele explicou que o PLP muda a Lei Complementar 160, de 2017. Ela estabelece prazos de até 15 anos para isenções, sendo o mais curto — de um ano — a regra geral, na qual templos e entidades assistenciais foram enquadrados. O prazo máximo é concedido a atividades agropecuárias e industriais e a investimentos em infraestrutura rodoviária, aquaviária, ferroviária, portuária, aeroportuária e de transporte urbano. “Não há justificativa para que os incentivos voltados para templos e instituições assistenciais tenham sido enquadrados na regra geral, com prazo mais curto”, disse Irajá em seu voto.

O relator esclareceu ainda que o projeto não implica diretamente renúncia de receita, apenas autoriza os estados a firmar convênios sobre incentivos fiscais do ICMS voltados a templos de qualquer culto e a entidades beneficentes de assistência social. Já a deputada Clarissa Garotinho (Pros-RJ) destacou que “não se trata de nova isenção, mas apenas de renovação daquilo com que elas já contavam antes da lei complementar”.

Igrejas já têm imunidade tributária para não pagar outros impostos, como Imposto de Renda, Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Se aprovado pelo plenário do Senado, o texto seguirá para sanção presidencial.

Da Agência Brasil

Foto: Redes Sociais

G1 RN – O ex-namorado da vendedora Renata Ranyelle Almeida e suspeito de tê-la matado visitou a vítima no hospital depois de atirar nela. Ele aparece em uma fotografia tirada dentro da unidade hospitalar, segurando a mão de Renata. Pela foto, o delegado Júlio Costa, que apura o caso, confirmou que se trata de Paulo Roberto da Silva, o principal suspeito do crime.

Renata Almeida tinha 23 anos de idade e morreu nesta sexta-feira (29), depois de passar seis dias internada no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. No sábado da semana passada, dia 23, a vendedora foi baleada no rosto por um homem que invadiu a loja em que ela trabalhava, na cidade de São Miguel, anunciando um suposto assalto. A ação foi filmada por câmeras de segurança.

A filmagem mostra um homem de capacete atirando na vendedora enquanto ela estava no caixa da loja, mesmo sem a moça esboçar qualquer reação. Em seguida ele fugiu e a vítima foi levada ao hospital. Após os primeiros dias de investigação, a Polícia Civil chegou à conclusão de que o roubo foi simulado e apontou o ex-namorado de Renata Almeida como o principal suspeito de ter atirado nela.

Dias após o crime, a foto dele no hospital começou a circular nas redes sociais. Na imagem, Renata aparece deitada em uma maca, com Paulo Roberto segurando a sua mão, ao lado. Ele teve a prisão decretada na quarta-feira (27) e segue foragido.


Durante uma fiscalização de combate a criminalidade, policiais rodoviários federais apreenderam, no final da noite desta quinta-feira (28), na BR 101, em Canguaretama/RN, 16.500 maços de cigarros e prendeu dois homens.

Os cigarros produzidos na China, marca NISE, estavam sendo transportados em um doblo, conduzido por um homem de 34 anos, que informou que estava levando a mercadoria de Natal para João Pessoa/PB.

Informou ainda que o dono da mercadoria estava em outro veículo que seguia logo a frente.

A equipe fez diligências e, momentos depois, visualizou o veículo estacionado no acostamento. No carro foi localizado o dono dos cigarros, um homem de 37 anos.

Diante do flagrante, os suspeitos receberam voz de prisão e foram encaminhados com os cigarros, para a Delegacia de Polícia Federal em Natal/RN.

Este ano, a PRF já apreendeu 423.090 maços de cigarros irregulares, nas rodovias federais no Rio Grande do Norte.

Agência PRF RN

Da Agência Brasil

Estudantes que têm contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) firmados até o segundo semestre de 2017 têm até hoje (30) para renovar o financiamento. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas instituições de ensino e, em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas faculdades no Sistema Informatizado do Fies (SisFies).

Os contratos do Fies devem ser renovados a cada semestre. O prazo, que terminaria no dia 31 de outubro, foi prorrogado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que é responsável por esses contratos.

No caso dos chamados aditamentos simplificados, sem alterações no contrato, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema. Quando há mudanças nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, por exemplo, o aluno precisa levar a documentação comprobatória ao agente financeiro – Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal – para finalizar a renovação.

Em 2018, o Fies foi reformulado e passou a vigorar o chamado Novo Fies. Os contratos firmados a partir desse ano têm outros prazos definidos pela Caixa.


Foto: Divulgação/Seap

A Secretaria da Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte (Seap) apresentou à diretoria da Fiern, em reunião ordinária com empresários na Casa da Indústria, na última sexta-feira, dia 29, as vantagens econômicas e sociais geradas com a contratação de mão de obra do sistema penitenciário e sua importância enquanto mecanismo de ressocialização e redução da criminalidade. A reunião contou com a participação do governador em exercício, Antenor Roberto, e o secretário da Seap, Pedro Florêncio Filho, que apresentaram o Plano Estadual da Política Nacional de Trabalho à Pessoa Privada de Liberdade e Egresso do Sistema Prisional.

O Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Seap, major Natanael Avelino, explicou aos empresários que o trabalho do preso é previsto pela Lei de Execuções Penais e estipula como vencimento um salário mínimo, mas não está sujeito ao regime da CLT, o que reduz drasticamente os custos da mão de obra. O empresário fica isento de encargos como férias, décimo terceiro, INSS, entre outros. O major ressaltou que o comprometimento dos presos é grande e que os empresários estimam aumento de produtividade da ordem de 20% a 30%. “Eles não tem distrações no trabalho”, justificou.

O secretário Pedro Florêncio falou que parte dos vencimentos do interno voltam ao Estado como forma de compensação pelos custos de manutenção ao sistema penitenciário. Do total de um salário mínimo, 25% vão para um fundo especial a ser gerido pela unidade onde o preso trabalha, 50% são destinados à família do preso e 25% são depositados numa conta poupança a ser liberado apenas quando o detento cumpre a pena. Para o interno, além do salário, ele tem parte da pena remida. A cada três dias de trabalho, o detento tem um a menos a cumprir.

Pedro Florêncio citou a experiência do sistema penitenciário de Chapecó, em Santa Catarina, cujo trabalho dos presos gerou R$ 24 milhões para o Estado. “Não temos outro caminho. Precisamos quebrar o ciclo da criminalidade e a reincidência com educação e trabalho, porque uma hora esse interno vai voltar para a sociedade. O caminho é a ressocialização e essa é uma ação de responsabilidade social de todos”, disse. O secretário destacou ainda que todo aparato de segurança é fornecido pela Seap e que o sistema já tem boas experiências na área de confecção de roupas, reforma de estofados e carteiras escolares, construção civil, além de agricultura. “Estamos capacitando através do Senai mil internos em 8 cursos diferentes”, enfatizou.

Na reunião, o governador em exercício Antenor Roberto destacou que o Plano Estadual da Política Nacional de Trabalho à Pessoa Privada de Liberdade e Egresso do Sistema Prisional é “uma política de Estado”. “Atuamos nessa interface que integra o sistema de segurança pública e o sistema prisional, avançando inclusive em questões como a profissionalização e maior visibilidade de agentes penitenciários. Demos o passo inicial ao celebrarmos o Termo de Cooperação Técnica para implementação do Plano junto a Procuradoria Regional do Trabalho para dar segurança jurídica e, assim, buscar a parceria com os empresários”, explica.

O presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo, ressaltou a importância do programa de ressocialização e destacou a atuação do Senai na capacitação de mão de obra carcerária. “Desde 2011 realizamos esse trabalho junto ao Tribunal de Justiça. Um trabalho silencioso, muitas vezes não visto pela sociedade, mas de grande importância para o Rio Grande do Norte. Agora, a nossa parceria é com o Governo, por meio da Seap. Acreditamos que as instituições precisam dar a sua contribuição”, argumentou.

Ao final da apresentação, empresários de diversos setores da indústria procuraram mais informações sobre o assunto, demonstrando interesse em realizar parcerias com o sistema penitenciário.

Nesta sexta-feira (29), foi realizada a eleição para diretor e vice-diretor da Escola Estadual em Tempo Integral Alfredo Mesquita Filho. Com chapa única, o diretor Rômulo Estânrley foi reeleito tendo como vice a professora Chiara Leocádio.

Ao todo votaram 214 pessoas, entre professores, alunos e pais, a chapa vencedora obteve 202 votos, 2 votos foram brancos e 10 votaram nulo. O mandato é de três anos.

Via Macaíba no Ar

Foto: Canindé Soares

ASCOM/IDEMA – O Boletim da Balneabilidade das praias do Rio Grande do Norte Nº 48, emitido nesta sexta-feira (29), informa que das praias analisadas, apenas a Praia da Redinha, próximo ao Rio Potengi está imprópria para o banho.

Foram coletadas e classificadas amostras de água em 33 pontos distribuídos na faixa costeira situada entre os municípios de Nísia Floresta e Extremoz, a fim de classificar e informar aos banhistas quais as condições das praias monitoradas.

A base de dados analisa a quantidade de coliformes fecais encontrados nas águas (Resolução nº 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA). Entretanto, em face do recente derramamento de petróleo em alto mar e a chegada óleo em muitas praias da costa do Rio Grande do Norte, recomenda-se evitar o banho quando constatado a incidência na areia ou na água das praias.

O estudo é uma parceria entre o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (FUNCERN), e faz parte do Programa Água Azul.

Para conferir boletins semanais clique AQUI.


O Azulão Macaibense perdeu na noite desta última sexta-feira (29/11), o primeiro jogo da final do Campeonato Norteriograndense de Futsal 2019. O placar do jogo foi de 3 a 0 para a forte equipe mandante, o Macau Futebol Clube. Os times se encontrarão no próximo sábado (07/12) e o Azulão contará com o apoio total de sua torcida na busca da vitória!

O Jovem atleta que oficialmente faz parte da equipe de futebol do Grêmio sub-11, teve ontem sua estreia como capitão do time na Arena Pernambuco, no Brasil Cup Fut7. Enfrentando o PSG, time de alto nível, o Grêmio sob o comando do nosso atleta macaibense, brilhou em campo e conseguiu a vitória por 2 x 1 na partida. Ao final Davi agradece a Deus a oportunidade de mais uma experiência exitosa. Parabéns Davi!


Por André Arruda


Ontem (29/11) a Casa de Cultura recebeu os amigos, ex-alunos, familiares e personalidades da cidade, onde um clima de saudosismo tomou conta dos presentes. Vivências em Macaíba é o primeiro livro na linha de registro das memórias pessoais do Prof. Sebastião Palhares. Sebastião é amante da literatura de Cordel e possui como hobby colecionar brinquedos, fotos e documentos do século passado, além de dominar a arte da Xilogravura. Membro da Academia Macaibense de Letras desde 2017, foi um dos homenageados pelo também Prof. Hailton Mangabeira que fez uma Cordel sobre o colega e amigo.

Estiveram presentes ontem o Presidente da Academia Macaibense de Letras, Anderson Tavares, o jornalista Osair Vasconcelos, os artistas e Acadêmicos Juscio Marcelino, Hailton Mangabeira, Luzinete Dantas.


Por André Arruda 

Foto: Redes Sociais/Facebook

A vendedora Renata Ranyelle Almeida, de 23 anos, morreu nesta sexta-feira (29), após ficar seis dias internada no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, Oeste potiguar. Renata foi baleada no rosto no sábado da semana passada, dia 23, na loja em que trabalhava, no município de São Miguel. O principal suspeito do crime é o ex-namorado dela, que está foragido.

Para a Polícia Civil, Paulo Roberto da Silva, de 36 anos, teria simulado um assalto com a intenção de matar a mulher. O homicídio foi filmado por uma câmera de segurança do estabelecimento. De acordo com o delegado Cristiano Gouveia, responsável pelo caso, a investigação foi afunilando e novos indícios surgiram apontando o ex-namorado como principal suspeito.

Nas imagens, um homem de capacete atira na vendedora enquanto ela estava no caixa da loja, mesmo sem a moça esboçar qualquer reação. Segundo o delegado, algumas pessoas não queriam depor à polícia com medo do suspeito. Por essa razão, a Polícia Civil solicitou na quarta-feira (27) a prisão preventiva temporária, pra prosseguir as investigações. Ler mais…