Arquivos

Foto: Alexandre Lago

O ABC está a um empate de ser campeão estadual. O Alvinegro venceu o rival América-RN por 2 a 1 nesta noite chuvosa de segunda-feira, em Natal, e consolidou o primeiro lugar na tabela. Com isso, vai decidir o título do segundo turno novamente no Frasqueirão, com a vantagem do empate. Como foi campeão do primeiro turno, pode garantir o título estadual de forma direta na próxima segunda-feira, feriado de 7 de setembro.

Reencontro marcado

ABC e América voltam a se enfrentar na segunda-feira, às 16h, no Frasqueirão. O Alvirrubro precisa da vitória para ser campeão do returno e forçar a final em dois jogos contra o rival.

Saiba mais Aqui.


A Polícia Rodoviária Federal prendeu, no final da noite deste sábado (29), no Km 99 da BR 101, em Natal/RN, um homem de 49 anos, que estava com um veículo adulterado e o documento do veículo falsificado.

Durante abordagem a um Civic, os policiais verificaram os itens identificadores do veículo e constataram a adulteração no número do motor. O CRLV entregue para a fiscalização ainda estava adulterado.

Ocorrência encaminhada à Central de Flagrantes local.

Agência PRF RN


1- Com o vereador Zeca Cunha, visitando dona Lurdes nos Guarapes;

2- Ainda nos Guarapes, juntamente com Aroldo da Saúde, recebendo a adesão dos amigos Nenén e Nega;

3- Na Lagoa das Pedras com minha mãe Novinha, comemorando o aniversário de Kássio, filho da nossa amiga Sueli;

4- Na Lagoa de Santo Antônio com a vereadora Dadaia, comemorando o aniversário da amiga Luiza;

5- Em Riacho do Sangue com a vereadora Rita visitando amiga Neide e seu esposo;

6- No Campo da Mangueira com Jorginho Bezerra, visitando a amiga Sharleny e família;

7- Na Morada Feliz com o vereador Zeca Cunha, reunião na casa de dona Maria de Bali e amigos;

8- Também com o vereador Zeca Cunha, recebendo o apoio de lideranças de Mangabeira e Guarapes.

Assessoria


As andanças pelas ruas de nossa Macaíba é animadora e nos enche de esperança e certeza que estamos no caminho certo, no caminho do bem e reafirmam o que as últimas pesquisam mostram.

Os sorrisos de alegria, as trocas de olhares, as ligações, as mensagens, as adesões espontâneas, as fotos e as palavras de incentivo é o nosso combustível para seguir firme.


Assessoria MDB


A Convenção do Partido Solidariedade de Natal para as eleições 2020 aconteceu nesta segunda-feira, 31 de agosto, na sede do Partido, no Tirol Office, na Avenida Afonso Pena, 1206, no Tirol, com o uso de videoconferência através do aplicativo Zoom.

Os pré-candidatos participavam da convecção através do vídeo e cada um deles tinha um tempo para falar caso quisessem.

Kelps está formalmente indicado como o candidato do Solidariedade a Prefeito de Natal.

Junto com Kelps, 44 candidatos (14 mulheres e 30 homens) também foram confirmados como candidatos a vereador de Natal.

A Convenção começou às 9h e durou até às 12h, com videoconferência disponível aos filiados, o que evitou aglomeração.

Os pré-candidatos e os dirigentes da agremiação se alternaram na ida ao prédio para assinarem a ata.

Veja imagens do evento – https://www.youtube.com/watch?v=7wiR8gPyglc

Foto: reprodução

O número de famílias que recebem o Bolsa Família deve aumentar em dois milhões em 2021, informou o secretário de Orçamento Federal do Ministério da Economia, George Soares. Segundo ele, o governo estimou no orçamento de 2020 que 13,2 milhões de famílias receberiam o benefício e em 2021 o número chegará a 15,2 milhões.

Para pagar esses benefícios no próximo ano, o governo espera gastar R$ 34,8 bilhões. Esse valor representa um crescimento de 18,4% em relação aos R$ 29,4 bilhões destinados para o programa em 2020.

Soares também afirmou que não está previsto no PLOA (Projeto de Lei Orçamentária Anual) despesas com a criação do programa Renda Brasil, que deve substituir o Bolsa Família.

Entretanto, o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, declarou que esse aumento no orçamento do Bolsa Família pode ajudar na criação do novo programa social. Ele disse que os detalhes sobre o Renda Brasil serão divulgados quando o programa estiver fechado. “O fato de o Bolsa Família estar com um valor maior ajuda na criação do Renda Brasil”, disse Rodrigues.

Ministros buscam marca social para Bolsonaro

Como antecipou o UOL, na busca por criar uma marca social para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o governo planeja dividir o programa Renda Brasil em quatro subprogramas. Em um deles, que deve se chamar Primeira Infância, a ideia é oferecer um benefício para que as mães de bebês a partir de seis meses e de crianças com até três anos possam matricular os filhos em creches particulares.

Em outro eixo, o Bolsa Família deve mudar de nome para Renda Cidadã e ser unificado com o abono salarial, o seguro-defeso e o salário-família. A medida, entretanto, depende de aprovação do Congresso.

Para famílias com crianças e adolescentes matriculados no ensino fundamental e médio, o governo deve criar o subprograma Incentivo ao Mérito, em que os melhores alunos e atletas recebem premiações em dinheiro pelos bons resultados. Os critérios e os valores para essas premiações ainda estão em estudo.

Cursos para reforço de português e matemática

Por último, deve ser criado o subprograma Emancipação Cidadã. Nessa etapa, serão ofertados cursos de capacitação para que os beneficiários aprendam um ofício e recebam um reforço de português e matemática.

Com o Renda Brasil divido em quatro subprogramas, o governo espera criar condições para que famílias de baixa renda possam sair da pobreza e ingressar no mercado formal de trabalho.

A ideia do governo é que famílias que deixarem o programa de maneira voluntária depois do aumento de renda possam ter prioridade para voltar a receber o benefício se enfrentarem problemas. Os critérios para que isso ocorra também estão em definição pelos técnicos.

UOL


A pesquisa realizada pelo Blog Gustavo Negreiros junto com o Instituto Item, registrada sob o número 03045/2020, também perguntou aos macaibenses, quem é a maior liderança política da cidade de Macaíba. Os entrevistados responderam que o atual prefeito Fernando Cunha é a maior liderança da cidade, com 21%.

Na segunda colocação os macaibenses disseram que Marília Dias é a maior liderança política da cidade com 17%. Luizinho aparece com 10%, Emídio Júnior 8%, delegado Normando 7%, Netinho França e Olímpio Maciel ambos com 4%, outros 3% e não souberam 26%.

Do Gustavo Negreiros


No próximo dia 08 de setembro, a partir das 19h, a Associação dos Fornecedores de Eventos de Macaíba (FEM) vai promover um treinamento para as equipes de staff, sendo compostas por recepcionistas, assistentes de cerimonial, garçons, seguranças, auxiliares de serviços gerais e auxiliares de cozinha.

De acordo com Izabelly Nogueira, presidente da FEM, será um treinamento com uma assistente social que irá orientar como abordar todas as pessoas convidadas dos eventos, além de um bombeiro civil, que irá orientar quanto aos primeiros socorros, técnicas de desengasgos e outras, para que todos as equipes estejam prontas para seguir o protocolo de segurança nos eventos. O evento acontece no Elion Recepções.


De acordo com informações que chegam, o jornalista Sérgio Nascimento será exonerado da coordenação da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Macaíba. A exoneração sairá no boletim desta semana, provavelmente nesta segunda (31).

Segundo informações, o motivo da exoneração teria sido um diagnóstico ruim dado pelo profissional sobre o apoio político da atual gestão macaibense a ex-prefeita Marília.

O Senadinho entrou em contato com Nascimento, mas ainda não obteve retorno.

Macaibense raiz oriundo da comunidade de Capoeiras, por quase sete anos Sérgio coordenou o setor de comunicação da prefeitura com muita ética e profissionalismo.

O Senadinho lamenta profundamente a exoneração do grande profissional e ser humano e deseja muito boa sorte nos novos desafios.

Foto: Sandro Menezes

A governadora Fátima Bezerra reuniu nesta segunda-feira (31) a bancada de deputados federais e senadores do Rio Grande do Norte para tratar da intenção da Petrobras em vender todo o ativo de produção de petróleo e gás no Estado, inclusive a Refinaria Clara Camarão, que tornou o estado o único do país autossuficiente na produção de todos os derivados do petróleo. O encontro aconteceu no auditório da Emprotur, em Natal.

Fátima Bezerra lembrou que “desde o ano passado, estivemos com a diretoria da Petrobras por duas vezes e uma com o ministro das Minas e Energia. Queremos mais e mais investimentos privados, mas queremos também a permanência da empresa, que há 47 anos atua em nosso Estado. A saída da Petrobras, simplesmente, não é o melhor caminho. Sair do RN é uma decisão do Governo Federal, não da companhia”, afirmou.

A chefe do Executivo estadual acrescentou que é preciso traçar caminho mais adequado para a Petrobras no RN: “Precisamos discutir a questão tributária, as parcerias com o governo estadual e prefeituras. Estamos cientes da nossa responsabilidade como governantes e vamos aprofundar o debate na defesa dos interesses estaduais. A estatal é importante para pesquisas em parceria com a UFRN, com aplicação de mais de R$ 200 milhões. Volto a afirmar: a iniciativa privada é importante e tem nosso apoio, mas com a permanência da Petrobras”, afirmou Fátima Bezerra aos deputados e senadores presentes: Natália Bonavides, Carla Dickson, Rafael Motta, Benes Leocádio, Beto Rosado, Walter Alves, Eliéser Girão, e os senadores Jean Paul Prates, Zenaide Maia e Styvenson Valentim. João Maia justificou ausência por motivo de doença.

IMPACTO ECONÔMICO

Na ocasião, o secretário de Planejamento (Seplan) Aldemir Freire apresentou os impactos da saída da Petrobras. Ele explicou que a empresa não atua isoladamente, mas cercada por outras, satélites, com forte atuação na economia como um todo. Segundo Aldemir, a redução da produção a partir de 2017 aconteceu por deliberação da empresa, não por questão estrutural das reservas e que a decisão de venda de ativos leva a menor produção porque a companhia deixa de investir. Ele também informou que o novo modelo para permitir a atuação de pequenas e médias empresas privadas na exploração de petróleo e gás reduz em 50% a arrecadação de impostos.

“Além disso, temos muitas pendências jurídicas e fiscais. E há um contencioso passivo sobre licenças ambientais a ser resolvido. Há passivos a resolver também no fornecimento de gás via Potigás. Ainda há de se questionar que a exploração em águas profundas, como a companhia diz que irá investir no RN, ainda é só promessa”, afirmou Aldemir acrescentando: “a saída da Petrobras não é uma questão simples. Vai haver queda de produção, de investimentos e de royalties, com enormes prejuízos ao Estado e à economia. Os interesses da Petrobras neste momento não coincidem com os do RN”.

A desativação da empresa ameaça 5.637 empregos, sendo 1.437 efetivos e 4.200 terceirizados. O pagamento de royalties que beneficiam 98 municípios potiguares está ameaçado. Em 2019, foram R$ 425 milhões, dos quais R$ 226 milhões foram destinados aos municípios; R$ 173 milhões para o Estado; e R$ 25 milhões para proprietários de terras onde a empresa instalou campos de trabalho. A arrecadação de impostos municipais e estaduais também findarão. Ler mais…


Crédito da Foto: Eduardo Maia

A Comissão de Acompanhamento e Fiscalização das Ações Governamentais para enfrentamento e combate à Covid-19, da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, recebeu, na reunião desta segunda-feira (31), por Sistema de Deliberação Remota (SDR), o empresário Habib Chalita, que falou do impacto da pandemia nas relações empresariais, especialmente no setor turístico do estado.

De acordo com o empresário, logo no início, quando a pandemia se alastrou pelo RN, os estabelecimentos do setor de alimentação e hospedagem foram imediatamente fechados e passaram por momentos totalmente parados, por consequência da situação do isolamento, “que foi, sem dúvida, fundamental no princípio da pandemia”, disse.

“Os números do impacto desse fechamento começaram a aparecer. Hoje devemos ter cerca de 40 mil desempregados, que envolvem o setor de alimentação e hospedagem. A grande dificuldade que temos é, ainda, a situação referente a linhas de créditos para que o pequeno e micro empreendedor possam reabrir os seus negócios. Por isso, é importante que o estado colabore”, explicou o convidado. Ele enfatizou a necessidade de que os empreendimentos trabalhem com segurança, com sanitização e cumprindo os protocolos.

O deputado Francisco do PT (PT) destacou que não é uma situação fácil para ninguém, nem para governo, muito menos para a iniciativa privada. “Ao ouvir sua fala, percebo que você aborda toda a preocupação dos impactos que teve o setor, mas ao mesmo tempo você tem uma visão de preocupação com a vida das pessoas, porque sem vida não há economia”, falou a parlamentar, que, em seguida, indagou o convidado a respeito de se está havendo diálogo do setor com os governos estadual e federal, nesse momento, e que contemple soluções para o durante e o pós-pandemia.

Habib Chalita respondeu ao deputado Francisco do PT (PT) que foi aberto um grupo de trabalho entre o governo estadual e o setor produtivo de imediato, quando começou a situação pandemia. “Participamos e passamos diretamente para o governo estadual quais eram os gargalos e as dificuldades que estávamos enfrentando. Com relação ao governo federal, houve decretos e medidas financeiras, mas também existiram gargalos para se ter acesso a essas linhas de crédito. Com o passar do tempo, essas questões foram sendo facilitadas”, justificou.

“Hoje, o setor de turismo terá a recuperação mais lenta de todas, sobretudo porque precisamos fazer com que a malha aérea do RN possa funcionar. O importante é que possamos dar as mãos, para que possamos superar esses obstáculos”, complementou o empresário. Ler mais…

Foto: Marcello Casal Jr

A queda da inflação fez o governo reduzir o reajuste do salário mínimo para o próximo ano. Segundo o projeto do Orçamento de 2021, enviado hoje (31) ao Congresso, o mínimo subirá para R$ 1.067 em 2021.

O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2021, enviado em abril, fixava o salário mínimo em R$ 1.075 para o próximo ano. O valor, no entanto, pode ser revisto na proposta de Orçamento da União dependendo da evolução dos parâmetros econômicos.

Segundo o Ministério da Economia, a queda da inflação decorrente da retração da atividade econômica impactou o reajuste do mínimo. Em abril, a pasta estimava que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) encerraria 2020 em 3,19%. No projeto do Orçamento, a estimativa foi revisada para 2,09%.

A regra de reajuste do salário mínimo que estabelecia a correção do INPC do ano anterior mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos) de dois anos antes perdeu a validade em 2019. O salário mínimo agora é corrigido apenas pelo INPC, considerando o princípio da Constituição de preservação do poder de compra do mínimo. Ler mais…

ASCOM/SEAD – O Governo do Rio Grande do Norte autorizou, em caráter excepcional, a reabertura de algumas Centrais do Cidadão no interior do Estado, conforme Decretos nº 29.705, de 19 de maio de 2020, e nº 29.795, de 30 de junho de 2020.

Nas unidades localizadas nos municípios de Assú, Currais Novos, João Câmara, Mossoró, Santa Cruz e Pau dos Ferros são realizadas, exclusivamente, atividades do Sistema Nacional de Emprego (Sine).

Também está autorizado o funcionamento das Centrais do Cidadão das cidades de Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e São José de Mipibu, exclusivamente para prestação de serviço do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep).

Os atendimentos, entretanto, somente são realizados mediante agendamento prévio. O horário de atendimento em todas as Centrais do Cidadão é das 7h às 13h.

SINE

O agendamento pode ser feito, provisoriamente, por meio do telefone 3190-0777. A população à procura do serviço do Sine pode telefonar para marcar o atendimento durante o horário das 7h às 13h. Confira os contatos:

Assú, : Currais Novos, João Câmara, Mossoró, Pau dos Ferros, Santa Cruz: 3190-0777.

Natal: atendimento presencial na unidade matriz do Sine, no bairro de Candelária, também mediante agendamento prévio pelos números: (84) 3232-7877 / (84) 3232-7859 / (84) 3232-7845 / (84) 3232-7848, de segunda a sexta, das 8h às 18h. Ler mais…

Mais de 1 milhão de brasileiros já fizeram acordos com até 98% de desconto sobre suas dívidas durante o Feirão online Serasa Limpa Nome, que termina hoje (31). O serviço vale para dívidas de R$ 200 a R$ 1 mil. As dívidas podem ser negociadas pelo site da Serasa, aplicativo de celular ou pelo WhatsApp (11) 98870-7025.

Para negociar, é preciso preencher um cadastro. As informações financeiras e dívidas serão exibidas na tela. Para conhecer as condições oferecidas para pagamento, basta clicar na dívida para ser direcionado até uma nova página, onde serão apresentadas as opções de renegociação. Ao selecionar a opção, deve-se escolher se o pagamento será à vista ou parcelado, e a melhor data de vencimento.

A própria plataforma da Serasa gera os boletos, que podem ser pagos pela internet ou em qualquer agência bancária ou lotérica.

Se o consumidor preferir o atendimento presencial, a Serasa disponibiliza seus serviços nos Correios, oferecendo as mesmas condições de negociação nas mais de 7 mil agências espalhadas pelo Brasil.

De acordo com o diretor da Serasa Limpa Nome, Lucas Lopes, o objetivo da empresa é dar opções para ajudar as pessoas em um momento delicado da economia. “Há pessoas com perda parcial ou total de renda, trazendo mais empresas parceiras para a iniciativa de facilitar o pagamento de dívidas. Essa facilidade que estamos oferecendo em parceria com as empresas participantes é uma das alternativas da população sair da dificuldade”, disse Lopes.

Agência Brasil