Polícia Arquivo

Policiais Civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) prenderam, nesta quinta-feira (17), Gustavo Luis dos Anjos Santos. A prisão faz parte da primeira fase da Operação Etiqueta Falsa, que se iniciou no dia de hoje com o objetivo de combater o tráfico de drogas no Estado. Após buscas na residência de Gustavo Luis, foram encontrados muitos comprimidos de ecstasy, uma grande quantidade em dinheiro (cerca de 30 mil reais) e frascos de lança perfume.

Além da prisão, hoje ocorreu uma apreensão de grande quantidade de anabolizante e foram identificados outros dois suspeitos. Com o avanço das investigações, a polícia prentende prender todos os envolvidos.

Gustavo foi encaminhado à delegacia e autuado em flagrante por tráfico de drogas.

PC/ASSECOM

PC/ASSECOM – A Delegacia Geral de Polícia Civil (Degepol) publicou no Diário Oficial desta quinta-feira (17), uma portaria criando uma Comissão formada por três delegados da Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) que investigará os homicídios, tentados e consumados, que foram praticados contra os agentes de segurança pública na região de Natal e da Grande Natal, cometidos desde janeiro de 2017. A Grande Natal compreende os municípios de Ceará Mirim, Extremoz, Macaíba,Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e São José de Mipibu.

De acordo com a portaria, consideram-se agentes de segurança pública os servidores dos quadros da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP), Polícia Civil e Agentes Penitenciários Estaduais.

A Comissão será instalada em uma dependência da DHPP, e além de contar com o trabalho dos policiais civis que fazem que da Especializada terá a participação efetiva das equipes das Delegacias de Polícia dos municípios que fazem parte da Grande Natal.

Nessa quarta-feira (16), policiais militares da Companhia de Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (ROCAM) efetuaram a prisão de um casal suspeito de cometer assaltos a, no mínimo, três granjas no município de Macaíba.

Os policiais receberam uma denúncia de que em uma residência no bairro das Quintas estaria um casal com vários produtos roubados de granjas em Macaíba.

No local, os policiais constataram a suspeita, encontrando na residência indicada cinco TV’s de LED, diversos celulares e uma potência de som, além de 43 munições de calibres .22, .12 e de fuzil 7.62mm.

Manassés de Andrade Silva e Cláudia Graciele de Oliveira foram presos e conduzidos à Delegacia de Polícia Civil para a realização dos procedimentos legais.

PM/ASSECOM

Foto: Divulgação/Polícia Civil

G1 RN – As polícias Civil e Militar do Rio Grande do Norte deflagraram um operação conjunta na manhã desta quinta-feira (17) em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal. Segundo a Delegacia de Polícia Civil da cidade, estão sendo cumpridos 22 mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão.

Delegado de Nísia Floresta, Marcelo Aranha disse a ação é uma sequência da Operação Bonfim, realizada em abril deste ano, na qual foi desarticulada uma organização criminosa que agia nas lagoas turísticas da região.

Denominada como Operação Titico, a ação desta quinta faz referência ao agricultor familiar e funcionário do SAMU Francisco de Holanda, o popular “Titico”, que foi assassinado por uma facção criminosa no dia 9 de fevereiro.

Uma mulher foi assassinada a tiros na madrugada desta quarta-feira (16) no bairro das Quintas, na Zona Oeste de Natal. O suspeito do crime é o próprio marido dela, um sargento da Polícia Militar lotado no 9º BPM, que fugiu. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação da PM. A vítima foi identificada como Rosivânia Maria da Silva, de 36 anos. Segundo familiares, eles eram casados há 14 anos.

Em relatório, os policiais que atenderam a ocorrência disseram que um vizinho foi quem chamou a polícia, e que afirmou ter ouvido pelo menos três disparos. Em seguida, também relatou ter ouvido o policial dizer, ao fugir em uma motocicleta, que estava indo atrás de outra pessoa para “terminar o serviço”. O vizinho relatou, ainda, que viu todo o ocorrido pela janela de sua residência.

Por fim, os policiais contam que a mulher ainda chegou a ser atendida por socorristas do SAMU, mas que ela não resistiu e morreu a caminho do hospital.

O PM está sendo procurado.

G1 RN 

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Bandidos explodiram caixas eletrônicos do Banco do Brasil em São Gonçalo do Amarante, município da Grande Natal, na madrugada desta quarta-feira (16). De acordo com a Polícia Militar, ao ouvirem a primeira explosão, policiais foram até a agência e trocaram tiros com os criminosos, que fugiram em seguida. A agência ficou totalmente destruída. Imóveis no entorno do banco também foram atingidos por disparos.

Ainda segundo a PM, os criminosos chegaram à agência, que fica no centro da cidade, por volta das 2h30. Quando os bandidos fizeram a primeira explosão, policiais da base da PM, que fica perto do banco, foram até o local. Pelo menos três homens foram visto do lado de fora.

Os bandidos atiraram nos PMs, que revidaram, e os criminosos fugiram. Na fuga, os assaltantes espalharam grampos pela cidade para dificultar a perseguição da polícia.

A PM não soube informar quantos criminosos participaram da ação nem quantos veículos deram apoio ao bando. A polícia acredita que os bandidos não conseguiram levar o dinheiro, devido a quantidade de explosivos que foram usados.

Nos primeiros quatros meses deste ano, pelos menos 17 unidades bancárias foram atacadas nos Rio Grande do Norte.

G1 RN

O comandante do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte afirma que foi exonerado do cargo porque se negou a cumprir ordem do governador para liberar uma festa irregular. A informação foi confirmada pelo próprio coronel Luiz Monteiro da Silva Júnior, que teve exoneração publicada nesta terça-feira (15). O oficial disse que a organização do evento não cumpriu as normas de adequação estrutural determinadas pelos bombeiros para garantir a segurança.

Em nota, o governo informou que não houve qualquer pedido do governador Robinson para descumprimento de competências legais por parte do comando do Corpo de Bombeiros e ressaltou que “a troca no comando do Corpo de Bombeiros foi meramente técnica, não tendo qualquer conexão com o suposto fato. A questão não foi de legalidade e sim de hierarquia”.

Segundo o coronel Monteiro, Robinson Faria entrou em contato por telefone solicitando que a equipe de engenharia do Corpo de Bombeiros emitisse o laudo liberando o acontecimento da festa. O coronel disse que os bombeiros foram ao local mais de duas vezes, conferir se as adequações que determina a lei haviam sido feitas. Porém, os organizadores não atenderam as orientações.

A ligação de Robinson Faria teria acontecido depois que os bombeiros não derem o aval para que a festa acontecesse. De acordo com o que conta o coronel, o governador queria a liberação, mesmo diante do descumprimento das normas de segurança.

De toda maneira, mesmo diante dos impedimentos apontados pela inspeção, os shows foram realizados. O evento aconteceu no sábado (12), na Shock Casa Show, Zona Norte de Natal. Segundo o relatório do Corpo de Bombeiros, os organizadores da festa não apresentaram um projeto de proteção contra incêndio e pânico, bem como também não havia vistoria das estruturas fixas montadas no local. Esses foram o motivo para a interdição e proibição da realização. O G1 tentou contato com a Shock Casa Show através do telefone que consta no site do estabelecimento, mas as ligações não foram atendidas.

“Estou tranquilo, consciente de que tinha que ter tomado essa decisão, porque estava fora da minha alçada decidir diferente do que a lei determinava”, argumentou o coronel Luiz Monteiro da Silva Júnior.

Coronel Monteiro tem 43 anos e serve à corporação há 20. Ele tinha sido nomeado no dia 14 de março como novo comandante-geral, em substituição ao também coronel Sócrates Vieira de Mendonça Júnior, que pediu exoneração no dia 9 daquele mês, por razões pessoais.

Por enquanto, quem comanda o Corpo de Bombeiros até a nomeação de um substituto para o cargo é o sub-comandante geral, coronel Josenildo Acioli Bento.

G1 RN

G1 RN – Um vigilante foi baleado na manhã desta terça-feira (15) durante um assalto no Hemonorte, na Zona Norte de Natal. O caso foi confirmado pelo 4º Batalhão da Polícia Militar. O homem foi socorrido pelos próprios profissionais de saúde que trabalham na unidade e depois levado a um hospital. Os criminosos fugiram levando arma e colete dele.

O crime aconteceu por volta das 9h30 na avenida Itapetinga. O Hemonorte – responsável pelo banco de sangue do estado – funciona no mesmo prédio de uma biblioteca.

Segundo relato de testemunhas, dois homens chegaram ao local em uma motocicleta. Um deles saltou do veículo e anunciou o assalto. O vigilante, então, tentou reagir, mas sofreu dois tiros.

Após ferirem o homem, os criminisos fugiram levando a arma e o colete à prova de balas dele. A PM faz buscas na região à procura dos suspeitos.

G1 RN – Corpos de dois homens, mortos a tiros, foram encontrados na manhã desta segunda-feira (14) em uma área descampada de um lixão na zona rural de Barcelona, município da região Agreste potiguar. Os mortos ainda não foram oficialmente identificados, mas seriam moradores de São Tomé, na mesma região. A Polícia Militar suspeita de uma rixa envolvendo facções criminosas do Rio Grande do Norte e do Ceará.

Segundo o major Valber Moura, comandante da Polícia Militar na região, há informações de que os homens assassinados teriam sido levados de casa na noite do domingo (13). Ainda de acordo com o oficial, o duplo homicídio teria sido cometido por membros de uma facção criminosa que atua no Ceará. Na bermuda de um dos mortos, inclusive, havia uma pichação com a sigla da facção.

O caso será investigação pela Delegacia de Polícia Civil de Barcelona.

G1 RN – Dois criminosos vestidos com roupas dos gari da Urbana invadiram a estação de trem de Cidade Nova, na Zona Oeste de Natal, e atiraram contra um homem e um adolescente que estavam no local, na noite desta sexta-feira (11). Aderaldo Ribeiro da Silva, de 34 anos, morreu na hora. O adolescente de 17 anos que estava com ele foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade da Esperança com ferimentos em um dos braços e em uma das pernas.

De acordo com a polícia, Aderaldo da Silva e o rapaz estavam consumindo drogas dentro da estação quando foram abordados pelos assassinos. O crime aconteceu pouco antes da última viagem de trem. Quem estava na plataforma correu com o barulho dos tiros.

Os moradores da região reclamam da escuridão na estação de Cidade Nova, e dizem os assaltos são constantes, principalmente à noite.

Foto: Arquivo pessoal

O jovem voluntário do programa Bombeiro Mirim, baleado na cabeça ao tentar fugir de um assalto em Natal, não resistiu e morreu por volta das 5h da manhã desta sexta-feira (11). A informação foi confirmada pela família de Luan Thales da Silva, de 20 anos, e pelo hospital onde estava internado desde a manhã da quarta-feira (9), quando foi baleado. O crime aconteceu no bairro de Lagoa Seca, na Zona Leste de Natal.

De acordo com o tio de Luan, a família recebeu a confirmação da morte na manhã desta sexta. Desde que foi beleado, Luan estava no Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, na Zona Leste da capital. Lá, passou por cirurgia, mas seguia em estado grave.

Segundo a Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 5h50 da quarta-feira na Avenida Bernardo Vieira, entre os cruzamentos da via com a Av. Jaguarari e a Tororós. Após balearem a vítima, os bandidos fugiram em uma motocicleta. O crime foi flagrado uma câmera de segurança.

O presidente da Associação dos Bombeiros Militares do RN, cabo Dalchem Viana, explicou que Luan Thales era órfão, mas é considerado um filho por todos os militares que atuam no projeto Bombeiro Mirim.

“Tanto que ele, depois de passar pelo programa, trabalhava como voluntário e ajudava na formação das crianças que participam do Bombeiro Mirim”, afirmou.

“Infelizmente, o Estado está sempre um passo atrás da criminalidade. Falta investigação e integração”, lamentou.

G1 RN

Um casal foi morto a tiros na noite desta quinta-feira (10) dentro de uma casa em Extremoz, cidade da Grande Natal. De acordo com a Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), as vítimas foram identificadas como Sandiê Leite do Nascimento, de 38 anos, e Leone Moura da Costa, de 44.

Segundo a DHHP, pelo menos quatro homens chegaram à residência onde o casal morava na Rua Projetada, no bairro das Malvinas por voltas das 22h. Ao entrarem na casa, encontraram a mãe e sobrinha de uma das vítimas. As duas foram feitas de reféns enquanto os bandidos aguardavam por Sandiê e Leone.

Ainda segundo a DHPP, quando o casal chegou na casa, mãe e sobrinha foram liberadas e os criminosos passaram a procurar por dinheiro. Em seguida, o casal foi executado. A polícia recebeu informações de que o casal trabalhava com a venda de perfumes e terrenos, e que possivelmente os criminosos fugiram levando algum dinheiro.

A polícia fez busca pela região, mas nenhum suspeito foi preso.

G1 RN

Foto: Michelle Rincon/Inter TV Cabugi

G1 RN – Um jovem de 19 anos, voluntário do programa Bombeiro Mirim, do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte, foi baleado na cabeça ao tentar fugir de um assalto na manhã desta quarta-feira (9) no bairro de Lagoa Seca, na Zona Leste de Natal.

Segundo a Polícia Militar, Ruan Tales da Silva foi levado em estado grave para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, onde permanece internado. Já os bandidos, fugiram em uma motocicleta. O crime aconteceu por volta das 6h, na Avenida Bernardo Vieira, entre a Av. Jaguarari e a Tororós.

Em contato com o G1, o presidente da Associação dos Bombeiros Militares do RN, cabo Dalchem Viana, disse que Tales foi submetido a uma cirurgia para a retirada da bala, que ficou alojada. Contudo, ainda não há informações sobre o resultado do procedimento.

Ainda de acordo com Dalchem, o jovem é órfão, mas é considerado um filho por todos os militares que atuam no projeto. “Tanto que ele, depois de passar pelo programa, trabalhava como voluntário e ajudava na formação das crianças que participam do Bombeiro Mirim”, afirmou.

A equipe da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) de Mossoró apreendeu 417 pedras de crack e 67 trouxinhas de maconha, na tarde de ontem, terça-feira (08), em uma residência abandonada localizada à Rua Francisco Antônio dos Reis, conhecido como “Beco da Difusora”, no bairro Alto da Conceição.

A ação é desdobramento de uma operação que também foi realizada pela equipe da Especializada no “Beco da Difusora”, na última semana, na qual foram apreendidas quase 500 pedras de crack, várias trouxinhas de maconha e efetivada a prisão de um traficante. Segundo o delegado titular da Denarc, Teixeira Júnior, outras operações ocorrerão no local.

G1 RN – Um homem foi morto e duas pessoas baleadas neste domingo (6) em São José de Mipibu, na Grande Natal. De acordo com a Polícia Militar, os homens saíam do trabalho quando foram atingidos pelos tiros.

Segundo a PM, três pessoas estavam saindo de um trabalho na Lagoa do Bonfim, no Iate Clube. Quando eles chegaram na lateral da linha férrea, em uma estrada de terra que liga a São José de Mipibu, os homens foram baleados.

Ainda de acordo com a polícia, um deles não resistiu aos ferimentos. As outras duas vítimas foram socorridas, uma para o Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim, e outra para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho.

Um dos homens contou à polícia que não sabe quem atirou, apenas ouviu os disparos. Ninguém foi preso.

Foto: PRF/Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal prendeu na manhã desta sexta-feira(04) um motorista de 32 anos, que mora na Bahia, flagrado ao dirigir alcoolizado uma carreta bitrem que transporta produtos inflamáveis, na BR-406, no município de São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Natal.

Segundo a PRF, o homem foi denunciado por motoristas que passaram por ele na rodovia. A carreta havia sido carregada com óleo diesel na refinaria Potiguar Clara Camarão, em Guamaré, e teria descarregado em um posto de combustível na cidade de João Câmara. Ainda segundo os rodoviários, seguindo para Natal, a carreta foi flagrada por condutores fazendo manobras arriscadas.

Após denúncias, uma equipe da PRF realizou a abordagem ao motorista, e demonstrava sinais de uso de bebida alcoólica. Ao ser submetido ao teste do bafômetro, foi constatado o teor de 0,96 mg/l (miligramas por litro de ar expelido), muito acima do que é considerado crime (0,30 mg/l).

A PRF ainda alerta que o motorista já havia sido flagrado no mês de agosto do ano passado na BR 116, em Vitória da Conquista, na Bahia. Moral da história: o valor da multa será aplicado em dobro, ou seja, R$ 5.868,80. Ele também terá a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa. Após o flagrante, ainda foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de São Gonçalo do Amarante.

Dois homens foram mortos a tiros na noite desta quinta-feira (3) no bairro Potengi, na Zona Norte de Natal. De acordo com a Polícia Civil, as vítimas conversavam em via pública no momento em que foram executadas.

Ainda segundo a polícia, os dois homens estavam na Travessa Ilha Trindade, no conjunto Soledade II, quando foram atingidos. Foi por volta das 21h. As vítimas tinham 22 e 32 anos.

Moradores da região não falaram para a polícia sobre a forma como os assassinos chegaram nem quantos participaram do crime. Ninguém foi preso.

G1 RN

A Polícia Civil deflagrou em todo o Rio Grande do Norte, nesta quinta-feira (03), a Operação Xerife, uma ação integrada da Polícia Civil, que envolveu o trabalho de delegacias da Grande Natal e do interior do Estado, tendo como resultado parcial a prisão de mais de 50 suspeitos, que foram detidos mediante o cumprimento de mandados de prisão, prisões em flagrante e três adolescentes apreendidos.

A Operação Xerife é a segunda fase da Operação Knock Down, realizada em março. O nome desta operação é uma homenagem para o delegado aposentado Maurílio Pinto de Medeiros, que tem serviços prestados a Segurança Pública do Rio Grande do Norte.

Participaram da Operação as equipes da 2ª, 4ª, 6ª, 7º, 8ª, 10º e 14ª Delegacias de Polícia Civil de Natal, Delegacia Especializada em Capturas (DECAP), Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur), Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD), Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov), Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC), 1ª e 2ª Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim; e as Delegacias Municipais de Assú; Caicó; Ceará Mirim; João Câmara; Jucurutu; Monte Alegre; Nova Cruz; Parelhas; Pau dos Ferros; São José de Mipibu; São Gonçalo do Amarante; São Pedro e Poço Branco.

Foto: Alexsandro Santiago

G1 RN – Bandidos arrombaram a agencia dos Correios de Espírito Santo, município que fica a 74 km de Natal, na madrugada desta quinta-feira (3). Segundo a Polícia Militar, pessoas foram feitas reféns e obrigadas ajudar a carregar o cofre.

De acordo com a polícia, pelo menos 10 bandidos armados chegaram na cidade em duas caminhonetes por volta das 2h. Eles arrombaram a agência dos Correios para roubarem o cofre.

Ainda segundo PM, algumas pessoas que estavam no Centro da cidade, foram feitas reféns e obrigadas a colocarem o cofre em um dos veículo. A polícia acredita que os criminosos sabiam que tinha dinheiro nos Correios, pois na tarde desta quarta-feira (2), um malote foi deixado na agência.

Ao sair dos Correios, o grupo ainda tentou arrombar o portão da Casa Lotérica, mas não conseguiu. A polícia disse que eles fugiram numa estrada de terra que liga Espírito Santo ao município de Pedro Velho. Buscas foram realizadas pela região, porém ninguém foi preso.

Foto/Divulgação

Um carro-forte foi explodido por criminosos na manhã desta quinta-feira (30) em Assu, município da região Oeste potiguar. O caso foi confirmado pela Polícia Rodoviária Federal e aconteceu no quilômetro 81 da BR-304, próximo ao limite com o município de Mossoró. O assaltantes levaram o dinheiro que estava sendo transportado no veículo. Nenhum vigilante ficou ferido.

De acordo com a PRF, o crime aconteceu por volta das 9h30. Seis homens fortemente armados interceptaram o carro forte, forçaram a parada do veículo e renderam os vigilantes. Além de levarem todo o dinheiro que era transportado, eles acionaram explosivos que destruíram o carro.

Ainda de acordo com a PRF, os assaltantes fugiram em um carro modelo EcoSport branco – o mesmo usado na interceptação. A polícia não descarta que outro veículo tenha sido usado no apoio aos criminosos.

O carro-forte, que pertence à empresa Prosegur, ficou destruído com a explosão. O Corpo de Bombeiros foi acionado ao local para controlar o fogo e a polícia faz as primeiras buscas na região.

G1 RN

Uma investigação coordenada pela Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) da Polícia Civil resultou na deflagração da Operação Gota D´água, na Grande Natal, na manhã desta sexta-feira (27). A ação, que contou com apoio da Polícia Militar e com o trabalho de equipes de diversas delegacias, resultou na prisão de seis pessoas, sendo duas mulheres e dois homens, que foram presos em Natal e Parnamirim.

Os investigados foram presos em cumprimento a mandados de prisão e um dos homens, que foi encontrado com drogas, também foi autuado em flagrante delito. Além das prisões, os policiais apreenderam veículos e apetrechos relacionados ao tráfico, como balanças de precisão e cadernetas com anotações.

Foram presos em cumprimento a mandados de prisão Alberto Carlos Cabral Sobrinho, 37 anos; Vanildo Fontes de Moraes; Maxwell da Silva Martins 33 anos; Luiz Ailson Freyre; Andreza Maia, 33 anos e Lara Jussara Nagib Freire Damasceno, 30 anos. Alberto Carlos Cabral também foi autuado em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas, no apartamento onde ele foi detido, os policiais apreenderam aproximadamente seis quilos de maconha; duas balanças de precisão; cerca de R$ 514,00 e dois celulares.

Em residências alvos de mandados de busca e apreensão, os policiais apreenderam três veículos, sendo um Volkswagen modelo Polo cor preta; um Renault modelo Clio, cor preto e uma motocicleta Honda Broz 150.

“Consideramos que esta Operação foi bastante exitosa e tudo o que apreendemos hoje servirá de material probatório para nossas investigações”, destacou o delegado adjunto da Denarc, Renê Lopes.

Via Blog do BG

G1 RN – O pedreiro Marcondes Gomes da Silva de 45 anos, confessou em depoimento que matou a adolescente Iasmin Lorena de Araújo, de 12 anos, asfixiada com um arame, depois que ela recusou manter relação sexual com ele. A informação foi confirmada na manhã desta sexta-feira (27) pela delegada Dulcinéia Costa, titular da Delegacia Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente (DCA). De acordo com ela, o homem agiu com “muita frieza”.

Ainda segundo a delegada, Marcondes confirmou que agiu sozinho. Para a Polícia Civil, o caso está elucidado. Os investigadores ainda aguardam o resultado de um exame de DNA que vai comprovar se o corpo encontrado na última terça-feira (24) enterrado na casa onde o homem realizava a obra era o de Iasmin Lorena. Segundo a polícia, a roupa e outros elementos coincidem.

Em depoimento, o pedreiro afirmou que abriu uma cova e enterrou a menina no imóvel, na mesma rua do bairro da Redinha, Zona Norte da capital, onde Iasmin morava e foi vista pela última vez. Segundo o depoimento dele à polícia, o crime aconteceu no mesmo dia do desaparecimento dela. Iasmin foi vista com vida pela última vez em 28 de março.

Marcondes foi preso pela Polícia Militar nesta quinta-feira (26) em uma praia nas proximidades de Touros no Litoral Potiguar. Ele tinha um mandado em aberto.

A delegada Dulcinéia Costa também negou veementemente a participação da mãe da menina, Ingrid de Araújo, na morte. Nesta quinta-feira (26), um boato sobre isso se espalhou em várias redes sociais da cidade. Para a delegada, não há qualquer indício. Conforme a delegada, o pedreiro disse que a mãe tinha participação no crime logo que foi preso, porém, no depoimento, confessou que agiu sozinho.

PC/ASSECOM – A Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) divulgou, nesta quinta-feira (26), que esclareceu o homicídio do policial militar, William Soares de Lima, morto no dia 28 de fevereiro deste ano, no bairro Pajuçara, em Natal. Dois homens foram indiciados pela morte do policial, Jefferson Arantes Costa Silva, autor dos disparos e Jean Euriques Nascimento Martins, responsável por pilotar a motocicleta usada no dia do crime. Jefferson Arantes está preso e Jean Euriques está sendo procurado pela Polícia Civil.

As investigações apontaram que os autores do crime chegaram ao local onde o policial assistia a um jogo de futebol com amigos, no intuito de ceifar a vida de um homem que estava no local. Ao perceber a ação dos suspeitos, William Soares saiu em defesa e acabou sendo atingido.

Jefferson Arantes Costa foi preso no dia 28 de março, em cumprimento a um mandado de prisão temporária. Nesta quinta-feira (26), a prisão temporária dele foi convertida em preventiva pelo juiz da 2a Vara Criminal. Já Jean Euriques encontra-se foragido desde o dia do crime. A Polícia pede que quem tiver notícias sobre o seu paradeiro ligue para o 181 ou envie mensagem para o 98132-6057, sendo garantido o sigilo.

O pedreiro Marcondes Gomes da Silva, de 45 anos, suspeito do possível assassinato da garota Yasmin, de 12 anos, no bairro da Redinha, em Natal, foi preso no fim da manhã desta quinta-feira(26), no litoral norte potiguar.

Segundo as primeiras informações, o homem foi encontrado escondido embaixo de uma palhoça de pescadores, em localidade entre os municípios de Rio do Fogo e Touros, no litoral norte potiguar. Ao ser preso, disse que não cometeu o crime.

Na terça-feira (24), um corpo em avançado estado de decomposição foi encontrado enterrado em uma casa em construção na Rua José Acácio de Macedo, a mesma onde mora a família da garota.

Oficialmente, a identificação oficial do corpo só poderá ser possível por meio de um exame de DNA.

Via Blog do BG

Agentes da Delegacia Municipal de João Câmara prenderam em flagrante, nesta quarta-feira (25), João Pinheiro Cardoso, suspeito de ser proprietário de um estabelecimento que funcionava como uma fábrica clandestina de armas de fogo. No local, a polícia apreendeu várias armas de diversos calibres, assim como munições e artefatos para a fabricação das armas.

PC/ASSECOM

Foto: Inter TV Cabugi/Reprodução

G1 RN – Um assaltante foi morto na manhã desta quarta-feira (26) ao tentar roubar a motocicleta de um policial militar no bairro de Lagoa Nova, na Zona Sul de Natal. Foi por volta das 7h, na Rua José Gonçalves, segundo a informou a PM.

De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Militar, eram dois os assaltantes. Um deles chegou a atirar. A bala atingiu o capacete do policial, que revidou. Atingido, o bandido morreu com a arma em punho. O comparsa fugiu.

O PM que reagiu estava a caminho do 5º Batalhão, onde trabalha. Ele não estava fardado.

A Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (DCA) pede para quem tiver informações sobre o paradeiro de Marcondes Gomes da Silva, 45 anos, suspeito da participação no crime que vitimou a jovem Iasmin Lorena, 12 anos, encontrada enterrada em uma casa em construção no bairro da Redinha, na Zona Norte de Natal, as forneça por meio do Disque-Denúncia 181. As informações podem ser prestadas de forma anônima, com a garantia de sigilo absoluto.

PC/ASSECOM

Moradores do bairro da Redinha, na Zona Norte de Natal, depredaram e saquearam a casa de um homem suspeito de ter envolvimento no desaparecimento da menina Yasmin Lorena de Araújo, de 12 anos, que foi vista com vida pela última vez no dia 28 de março.

Este suspeito, segundo a Polícia Civil, passou a ser procurado após um corpo ter sido encontrado na tarde desta terça-feira (24) enterrado dentro de uma casa que fica na mesma rua a menina mora. A própria polícia acredita que o corpo seja o de Yasmim, mas, em razão do avançado estado de decomposição, essa identificação ainda não foi oficialmente confirmada.

Um segundo suspeito foi preso e já indiciado por ocultação de cadáver.
A casa depredada fica ao lado da residência onde mora a família de Yasmim. De acordo com a Polícia Militar, os moradores acham que estão fazendo justiça. Móveis, eletrodomésticos, e até uma pia inteira foram levados pelas pessoas que invadiram a casa. Os cômodos ficaram revirados e pichações foram feitas nas paredes da residência. Ler mais…

Foto: Arquivo da Família/cedida

G1 RN – A delegada Dulcinéia Costa, titular da Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), não confirmou que corpo encontrado em uma casa em construção na tarde desta terça-feira (24), no bairro da Redinha, Zona Norte de Natal, seja de Yasmin Lorena de Araújo, mas não escondeu que há “fortes indícios” de que seja a adolescente de 12 anos, desaparecida desde 28 de março. “Não temos como afirmar com certeza, mas pelas vestes e outros elementos, tudo indica que se trate da adolescente Yasmin Lorena”, afirmou ela.

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte concedeu coletiva de imprensa no início da noite desta terça-feira (24) para falar sobre o encontro do corpo, enterrado em uma casa em construção, a cerca de 200 metros da casa onde mora a adolescente desaparecida. Foi preciso o uso de cães farejadores para identificar com exatidão onde o cadáver estava enterrado.

De acordo com a delegada geral, Adriana Shirley, as investigações ainda estão em andamento. O corpo resgatado já está no Instituto Técnico-científico de Perícia do RN (Itep-RN) para exames mais detalhados que ajudem a identificar, de fato, a identidade da vítima.

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

A prefeita Taianni Santos, da cidade de Lagoa D’Anta, que fica na região Agreste potiguar, teve o carro roubado na tarde deste domingo (22) em frente ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal. Segundo a Polícia Militar, além do carro, os bandidos levaram joias e celulares.

De acordo com a PM, a prefeita estava indo visitar um morador de Lagoa D’Anta no hospital, quando dois homens chegaram e anunciaram o assalto. Os criminosos fugiram levando o carro da prefeita, uma caminhonete Amarok.

A polícia foi acionada e perseguiu os bandidos, que abandonaram o carro dentro de um canal no Paço da Pátria, na Zona Leste da cidade. Os assaltantes não foram encontrados.

A PM não sabe se os bandidos caíram com o carro dentro do canal ou se o veículo foi abandonado próximo e depois jogado no esgoto. Na traseira da caminhonete é possível ver marcas de tiros, mas também não se sabe em que circunstâncias o veículo foi baleado.

G1 RN