Polícia Arquivo

PC/ASSECOM – Policiais civis da Delegacia Municipal de Tangará prenderam, na manhã desta quarta-feira (22), Josenildo Ribeiro da Fonseca, de 30 anos e João Batista da Silva, de 36 anos, em cumprimento a mandados de prisão. Josenildo Ribeiro foi condenado a uma pena de 10 anos e 6 meses, pelo crime de estupro de vulnerável, cometido em 2013. Ele foi preso quando estava no município de Sítio Novo. João Batista da Silva, preso em Boa Saúde, cometeu um estupro no ano de 2008 e foi condenado a uma pena de oito anos.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

G1 RN – Um mulher foi assassinada na manhã desta quarta-feira (22) em uma comunidade rural chamada Vila São Bernardo, em Luís Gomes, município da região Oeste potiguar. Segundo a Polícia Militar, Keliane de Almeida Nunes, de 30 anos, foi degolada. Vizinhos também disseram que ela estava grávida de três meses. O marido da vítima foi preso.

Ainda de acordo com a PM, vizinhos disseram que a mulher, no ano passado, já havia levado um tiro de espingarda disparado pelo próprio marido. O casal chegou a se separar, mas depois reatou o relacionamento.

Os filhos do casal, um de 3 e outro de 10 anos, não estavam em casa no momento do crime.

O preso foi levado para ser autuado em flagrante na cidade de Marcelino Vieira, onde fica a delegacia regional. Ele nega o crime. À PM, ele disse que a mulher se esfaqueou sozinha.

PC/ASSECOM – Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba deflagraram uma operação, na manhã desta terça-feira (21), com o objetivo de combater o tráfico de drogas e a disputa entre facções criminosas que atuam na região. Na ação, os policiais apreenderam drogas, armas e munições. Um homem foi preso em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e receptação.

Durante a operação, Francisco Rodrigues da Silva, 38 anos, foi preso quando estava no bairro Vilar de Cima, zona urbana da cidade de Macaíba. Com ele, os policiais civis apreenderam um revólver calibre 38, seis munições calibre 38, uma espingarda calibre 12, cinco munições calibre 12, 24 porções de cocaína, 45 porções de crack, uma pedra média de crack, uma balança de precisão, um aparelho celular e diversos sacos plásticos. Francisco Rodrigues já responde criminalmente por tráfico de drogas e estava solto há pouco tempo, devido a uma decisão judicial.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Foto: Arquivo Pessoal

O portal G1-RN destaca, foi assassinado na manhã desta terça-feira (21), em uma granja na zona rural de João Câmara, cidade da região do Mato Grande potiguar, o comerciante Rogério Torquato, de 60 anos, que foi candidato a vereador pelo PT em 2016. Ele é irmão de Aldo Torquato, ex-prefeito do município. O carro da vítima foi levado.

A granja fica às margens da RN-120, estrada que liga João Câmara a Bento Fernandes. A Polícia Militar foi chamada e fez buscas pela região, mas nenhum suspeito foi encontrado.

A Polícia Civil já deu início às investigações.

Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

Do G1 RN – Dois assaltantes, que estavam em um Kia Cerato roubado, morreram na noite desta segunda-feira (20) ao trocarem tiros com policiais militares na Zona Norte de Natal. O confronto aconteceu no conjunto Alvorada, após quase dois quilômetros de perseguição. Os mortos ainda não foram identificados. Duas armas de fogo foram apreendidas.

Segundo a PM, os bandidos roubaram o Cerato no conjunto Parque dos Coqueiros, no bairro Nossa Senhora da Apresentação. Armados com dois revólveres, eles chegaram a pé e renderam o dono do veículo, que estava parado na frente da casa dos filhos. Um dos bandidos usava uma muleta.

Após levarem o carro, a Polícia Militar foi chamada e começou afazer buscas pela região. O veículo roubado foi localizado quando transitava pela Av. Pompeia, onde deu início a perseguição. Em fuga, já na Rua Vale do Sol, em frente ao condomínio Florais do Brasil, os bandidos bateram o Cerato em um caminhão, momento em que começaram a atirar contra os policiais.

No revide, os dois assaltantes foram baleados. Eles ainda foram socorridos ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiram aos ferimentos.

O carro roubado ficou com dezenas de marcas de tiros na lataria. A viatura da PM também levou vários tiros, mas nenhum policial foi atingido.

Foto: Reprodução/vídeo

Do G1 RN – Quatro homens foram presos na tarde deste domingo (19) durante uma fiscalização da Operação Lei Seca realizada no bairro Petrópolis, na Zona Leste de Natal. Três estavam em um carro roubado, que acabou batendo durante a fuga. Já o quarto detido, recebeu voz de prisão ao tentar subornar um policial oferecendo R$ 50.

A blitz terminou com 18 motoristas autuados por embriaguez ao volante, e outros 22 por infrações diversas. Na madrugada do sábado (18), PM e Detran autuaram 35 condutores por estarem dirigindo sob efeito de bebida alcoólica. Já na manhã do domingo (19), uma professora de dança morreu em um acidente de trânsito na Av. Prudente de Morais, uma das mais movimentadas da cidade. O causador da batida, um homem de 63 anos, estava embriagado.

Coordenador da Operação Lei Seca no RN, o capitão PM Isaac Paiva contou ao G1 que os três presos com o carro roubado ainda estavam com um simulacro de arma de fogo. E um deles, foragido da Justiça, tinha um mandado de prisão em aberto.

“Os três estavam em um Volvo. Antes que pudéssemos fazer a revista, o motorista acelerou o carro. Porém, eles acabaram batendo no canteiro central da Rua Potengi. O trio abandonou o veículo e saiu correndo. Conseguimos prender dois deles quase que de imediato, e o terceiro foi encontrado pouco tempo depois”, ressaltou o oficial.

“Os indivíduos estavam portando um simulacro de pistola, extremamente semelhante à arma real. Um dos criminosos possuía mandado de prisão em aberto e encontrava-se foragido, além de estarem em veículo roubado, com placa fria. O veículo havia sido tomado de assalto no dia 7 deste mês”, acrescentou.

Ainda de acordo com Isaac, além dos três presos, outro fato marcou a blitz. Um condutor, que se recusou a fazer o teste de alcoolemia, para tentar se livrar da situação ainda ofereceu R$ 50 a um dos policiais da equipe. O motorista, que é comerciante em Parnamirim, cidade da Grande Natal, recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Plantão pelo crime de corrupção ativa.

Uma aluna esfaqueou outra estudante na tarde desta sexta-feira (17) dentro de uma sala de aula da Escola Municipal Professor Veríssimo de Melo, no bairro Felipe Camarão, na Zona Oeste da capital potiguar. A informação é da Polícia Militar.

As duas adolescentes têm 15 anos e 14 anos. De acordo com funcionários da escola, uma das garotas pediu sal à outra no recreio nesta quinta-feira (16). Depois da negativa da colega, as duas se agrediram e uma delas jurou vingança.

A própria mãe da agressora informou que ela saiu de casa com uma faca de cozinha, dizendo que ia ferir uma colega de classe. A adolescente aproveitou um momento de distração da professora, durante a aula, e esfaqueou as pernas da vítima.

A garota suspeita de ter ferido a outra aluna foi apreendida e levada para a Delegacia Especial de Atendimento ao Adolescente (DEA). A vítima foi conduzida ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, com um ferimentos nas coxas provocados pelas facadas.

G1 RN

G1 RN – A Polícia Civil do Rio Grande do Norte deflagou nesta sexta-feira (17) a operação Infância Ferida, em alusão ao ‘18 de maio’, data instituída por lei como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.

Segundo a assessoria de comunicação da Delegacia Geral da Polícia Civil, pelo menos 4 pessoas haviam sido presas em Natal até as 7h45. Ao todo, foram expedidos 8 mandados de prisão na capital potiguar e região metropolitana.

A ação é coordenada pela Delegacia Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente (DCA), com o objetivo de dar cumprimento a mandados de prisão contra suspeitos por crimes de natureza sexual.

Foto: PF/divulgação

G1 RN – Uma carga de cocaína estimada em uma tonelada foi apreendida em meio a um carregamento de mangas no Porto de Natal, na tarde desta segunda-feira (13). A operação só foi confirmada pela assessoria da Polícia Federal durante a noite.

Essa é a terceira apreensão registrada em 2019, no terminal marítimo. As primeiras aconteceram em fevereiro, quando, em dois dias, 3,3 toneladas do entorpecente foram encontradas junto a frutas que seguiam para a Europa.

Por causa das apreensões, a única empresa que faz o transporte de cargas de Natal para Roterdã, na Holanda, suspendeu as atividades locais em março, até que o porto tomasse medidas de segurança. As operações, porém, foram retomadas no início de abril.

Uma quadrilha de assaltantes arrombou o cofre e levou o dinheiro de um posto de combustíveis entre as cidades de Monte Alegre e Brejinho, no interior potiguar. O crime aconteceu por volta das 4h desta segunda-feira (13), segundo a Polícia Militar.

De acordo com o sargento Ewerton Carvalho, fiscal de operações do 3º Batalhão da PM, eram entre cinco e oito homens, que chegaram em um Clio branco. Armados, eles renderam os frentistas e recolheram os celulares dos funcionários. Depois, foram até o cofre, arrombaram e tiraram o apurado do estabelecimento. A quantia roubada não foi revelada.

Ainda segundo o sargento Ewerton, na hora de fugir, os bandidos abandonaram o veículo em que chegaram e roubaram outro, de um cliente. O grupo seguiu em direção ao município de Brejinho. Ninguém foi preso.

G1 RN

G1 RN – homem mordeu e arrancou parte da orelha da própria mulher. A violência aconteceu na tarde deste domingo (12) na comunidade Pau Brasil, na zona rural de São José de Mipibu, cidade da Grande Natal. A mulher foi socorrida e está fora de perigo. Já o marido, está sendo procurado pela polícia.

A Polícia Militar só tomou conhecimento da agressão depois que a mulher deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento da cidade para receber atendimento médico. Buscas foram feitas na tentativa de encontrar o suspeito, mas até o momento ele não foi encontrado.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) realizaram na manhã deste sábado (11), no centro de Macaíba.

De acordo com informações da ConnectTV, a operação resultou na apreensão pássaros de várias espécies. Ainda segundo o blog, algumas pessoas foram presas pela prática de crimes ambientais, previstos na Lei 9.605/98, com pena de detenção de seis meses a um ano e multa.

Foto: Ilustrativa

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) prenderam, nesta segunda-feira (6), Luciano Lopes da Silva, 31 anos, pela prática de falsa comunicação de crime, em que teria sido vítima de um sequestro. As denúncias de extorsão mediante sequestro chegaram à Polícia Civil por meio dos familiares de Luciano Lopes, ainda no domingo (5), quando relataram que ele havia sido levado por três indivíduos, em um veículo celta de cor preta, com destino ignorado.

A família da vítima foi avisada por meio de mensagens de WhatsApp, em que os supostos sequestradores encaminharam fotos de Luciano Lopes amordaçado e com uma arma apontada para ele. Na Delegacia de Plantão, foram registrados dois Boletins de Ocorrência e a DEICOR foi acionada, com a realização das primeiras diligências investigativas.

Os familiares foram ouvidos pelos policiais e, no início da noite de domingo (5), Luciano Lopes entrou em contato com a família, informando que os sequestradores tinham deixado-o em um matagal, no município de Lajes. Logo após, foi providenciada a vinda dele até Natal, sendo ouvido nesta segunda-feira (6), na Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado.

Durante uma breve conversa, os investigadores perceberam que a vítima estava mentindo, sendo orientado que falasse a verdade. Foi então que Luciano Lopes relatou que estava passando por alguns problemas familiares e, por isso, simulou o sequestro, uma vez que deseja voltar com sua ex-companheira.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Um casal de argentinos foi assaltado na madrugada desta terça-feira (7) após desembarcar no aeroporto de Natal. Os turistas pegaram uma corrida com um motorista de aplicativo, que teve o carro interceptado na BR-101, em Parnamirim. O casal e o motorista foram feitos reféns e levados até Macaíba, onde foram roubados e depois libertados.

Segundo relato das vítimas à Polícia Civil, eles desembarcaram no aeroporto por volta das 2h, e chamaram a corrida. Na BR-101, em Parnamirim, um Fiat Doblò com quatro bandidos trancou o carro do motorista de aplicativo, que acabou batendo na traseira do veículo dos assaltantes. Em seguida, três dos quatro criminosos entraram no carro em que os turistas estavam, os fizeram de reféns e os levaram até Macaíba, onde tomaram celulares, joias e dinheiro dos estrangeiros e também pertences do motorista.

Após o assalto, os reféns foram libertados. Eles caminharam até um posto de combustíveis, onde conseguiram ajuda para chamar a Polícia Militar. O carro do motorista de aplicativo também foi levado pelos bandidos.

O crime foi registrado na Central de Flagrantes da Delegacia de Plantão da Zona Sul de Natal.

G1 RN

G1 RN – Um homem morreu e outro ficou ferido após um assalto que aconteceu em Parnamirim, na Grande Natal. Adailton Leandro da Silva, de 23 anos, morreu e José Henrique Alves, de 20 anos, está internado no hospital. Eles voltavam de um retiro religioso quando foram atingidos pelos tiros, ainda estavam com as malas que levaram para o encontro evangélico.

O crime aconteceu no final da noite deste domingo (6), na Rua Santa Teresinha, em frente à casa 244, no bairro Nova Esperança. De acordo com a polícia, era 23h30 quando dois homens se aproximaram das vítimas, em um carro prata. Os criminosos mataram os dois jovens fugiram levando as carteiras e os celulares deles.

Morreu no hospital a mulher que foi baleada após ter o filho e o marido assassinados em Parnamirim, na Grande Natal. O crime aconteceu na noite deste domingo (5), dentro de uma casa no bairro Bela Vista. Lucimeire Ivone dos Santos tinha 40 anos de idade.

Ainda de acordo com a PM, foram mortos no local Edmilson Matias de Lima, de 41 anos, e o filho do casal, Matheus Matias dos Santos, de 18. Lucimeire foi levada a uma unidade hospitalar, mas não resistiu aos ferimentos.

Consta em relatório que a família estava em casa, na Rua São João, quando os criminosos chegaram, invadiram a residência e atiraram. Uma testemunha que não quis se identificar disse aos policiais que viu um carro de cor prata no final da rua, e que duas pessoas estavam dentro do veículo.

G1 RN 

G1 RN – Pai e filho foram mortos a tiros na noite deste domingo (5) dentro de uma casa no bairro Bela Vista, em Parnamirim, cidade da Grande Natal. Uma mulher, que é esposa e mãe das vítimas, foi ferida e socorrida ao hospital. Não há informações sobre o estado de saúde dela. Segundo a Polícia Militar, os assassinos fugiram e não há pistas da motivação do crime.

Ainda de acordo com a PM, foram mortos Edmilson Matias de Lima, de 41 anos, e o filho do casal, Matheus Matias dos Santos, de 18. Já a mulher, que tem 40 anos, foi socorrida ao hospital.

Consta em relatório que a família estava em casa, na Rua São João, quando os criminosos chegaram, invadiram a residência e atiraram. Uma pessoa que não quis se identificar disse aos policiais que viu um carro de cor prata no final da rua, e que duas pessoas estavam dentro do veículo.

Em razão das poucas informações até então, a polícia ainda não tem pistas dos assassinos ou da motivação do crime.

Foto: PM/Divulgação

G1 RN – Assaltantes tentaram explodir um carro-forte no final da manhã desta quinta-feira (2) na RN-084, entre os municípios de Parelhas e Carnaúba dos Dantas, na região Seridó potiguar. Uma equipe da Polícia Militar chegou ao local e entrou em confronto com os criminosos, que fugiram em seguida.

O crime aconteceu por volta das 11h30. De acordo com a Polícia Militar, o grupo estava em dois carros e espalhou grampos pelas rodovias da região.

Após interceptar o carro-forte, a quadrilha conseguiu abrir a porta do veículo e começou a instalar explosivos no cofre. Porém, uma equipe da Polícia Militar chegou ao local. Com o confronto, os bandidos fugiram em direção à Paraíba, sem conseguir levar o dinheiro.

Equipes policiais de Parelhas, Carnaúba dos Dantas e Acari fazem buscas pelo bando na região. Um carro, que pode ter sido usado no crime, foi achado em chamas, em uma estrada de barro. Outro veículo, um caminhão-pipa, também foi incendiado na RN-084.

G1 RN – Uma idosa de 65 anos foi morta na manhã desta quarta-feira (1º) na frente da casa onde morava, no conjunto Padre João Maria, em São Gonçalo do Amarante, cidade da Grande Natal. Oscarina Maria de Lucena Lima tinha 65 anos. Ela levou pelo menos três tiros na cabaça. Segundo a Polícia Civil, um dos 7 filhos dela seria o verdadeiro alvo dos assassinos.

Ao G1, o delegado Frank Albuquerque, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), disse que há pistas dos criminosos, mas que não pode dar detalhes para não atrapalhar as investigações.

O inquérito será conduzido pela Delegacia de Polícia Civil de São Gonçalo do Amarante.

APC André Severiano trabalhava na 2ª DP de Parnamirim — Foto: Aquivo Pessoal

G1 RN – Um agente investigativo da Polícia Civil potiguar foi morto a tiros na noite desta terça-feira (30 de abril) próximo ao viaduto de Emaús, na marginal da BR-101, em Parnamirim, na Grande Natal.

André Severiano da Silva, de 45 anos, foi encontrado morto ao lado do carro dele, um Fox de cor branca, e estava com o distintivo no pescoço. Ainda não há pistas dos criminosos. Ele foi o sétimo agente de segurança pública morto no Rio Grande do Norte em 2019. Em 2018, foram 26 agentes mortos.

Foto: Polícia Civil do RN/Divulgação

G1 RN – Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (Deicor), com apoio de policiais militares do Bope e de um helicóptero do Ceará, prenderam no final da tarde deste domingo (28) seis homens suspeitos de participarem de ataques a bancos no estado, principalmente explosões a caixas eletrônicos.

O grupo participava de uma festa em uma mansão na praia de Búzios, no litoral Sul da Grande Natal. Ao G1, o delegado Erick Gomes, titular da Deicor, revelou que 26 pessoas chegaram a ser levadas para a delegacia. “Porém, ficaram presos apenas os seis que são investigados por participarem de crimes contra unidades bancárias, especialmente explosões de caixas eletrônicos”, confirmou. “A casa onde acontecia a festa tem 10 quartos, três salas e piscina”, acrescentou.

Dois dos seis presos tinham mandados de prisão já expedidos pela Justiça e eram procurados. Um deles ainda chegou a ser baleado ao tentar fugir do cerco policial.

O helicóptero que participou da ação foi emprestado pelo Governo do Ceará na semana passada para auxiliar no monitoramento de barragens no interior do estado, já que o Potiguar 1, da Secretaria de Segurança Pública do RN, encontra-se em manutenção.

Com os presos foram apreendidos sete veículos, além de duas armas de fogo, munições, R$ 5 mil em dinheiro, vários relógios, aparelhos celulares e documentos.

O preso baleado foi socorrido ao hospital e não corre risco de morte.

PC/ASSECOM – Policiais civis da equipe de plantão da 8a Delegacia Regional de Polícia Civil (8a. DRP) de Alexandria prenderam em flagrante Maria Pereira da Silva, 51 anos, e Maria Aline Vieira Bento, 27 anos, no último sábado (27). Mãe e filha foram presas no centro da cidade de Alexandria, após os policiais cumprirem um mandado de busca e apreensão expedido pela comarca de Alexandria.

Na residência das suspeitas, os policias encontraram 42 pedras de “crack”. As duas confessaram à Polícia Civil que traficavam e que a droga apreendida pertencia a ambas. Maria Pereira e Maria Aline foram autuadas pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Uma dona de casa de 36 anos, identificada como Maria da Conceição Dantas de França, foi morta com um tiro de espingarda na noite deste domingo (28) na comunidade conhecida como Sítio Ranho da Caça, na zona rural de Mossoró, cidade da região Oeste potiguar. Segundo a Polícia Militar, a suspeita é de que o disparo tenha sido feito pelo marido da vítima, o vigia Carlos Alexandre, de 46. Na madrugada desta segunda-feira (29), ele também foi encontrado morto.

Ainda segundo a PM, o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) recebeu uma ligação nesta madrugada, por volta das 2h, na qual um homem se identificou como marido da vítima. Ele disse ao policial que atendeu a chamada que havia acontecido um acidente, que a arma dele havia disparado sem que ele tivesse a intenção de atirar. Nervoso, o homem disse que iria tirar a própria vida.

O policial ainda tentou negociar com ele, mas a ligação caiu. Antes disso, o homem havia dito onde estava, e uma viatura foi até lá. Na estrada da comunidade, os policiais encontraram o corpo do homem. Havia uma arma ao lado dele.

G1 RN

PC/ASSECOM – Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) com o apoio da Polícia Civil de Patos-PB, prenderam em flagrante, na manhã desta sexta-feira (26), José Maria Alves, conhecido como “Zé Maria”, de 41 anos. Além do flagrante, foi dado cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pelo Juízo da Comarca de Campo Grande/RN.

A ação teve início após informações de que um foragido da Justiça estaria morando em Pium. “Zé Maria” é suspeito de participação em diversos homicídios no Alto Oeste potiguar, assim como no estado da Paraíba. No momento em que os policiais da DEICOR chegaram no local informado, “Zé Maria” se passou pelo irmão, apresentando um documento falso.

Após uma busca, foi encontrado o documento original com seu nome verdadeiro, um revólver calibre 38, seis munições intactas e a quantia de R$ 600,00. O homem foi conduzido à sede da DEICOR em Natal e autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido, receptação, além do uso de identidade falsa.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

SESED/ASSECOM – Três órgãos de segurança vinculados a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) participaram, nesta quarta (24) e quinta-feira (25), de operações nacionais de combate à criminalidade.

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar realizaram no Rio Grande do Norte a Operação Tiradentes III, deflagrada em todos os 26 estados do país e o Distrito Federal. A operação teve duração de 24 horas, com início às 7h da manhã da quarta-feira (24) e conclusão na manhã desta quinta-feira (25).

Por parte da Polícia Militar, os 2.920 policiais que participaram da operação efetuaram 44 prisões, sendo 31 prisões em flagrante, oito cumprimentos de mandados e cinco recapturas de foragidos da Justiça. Em material apreendido, os policiais recolheram oito armas de fogo, 31 munições, drogas como maconha e cocaína, e recuperaram 38 veículos. Em alerta durante as 24h de operação, o Corpo de Bombeiros não atendeu nenhuma demanda referente a criminalidade.

A Polícia Civil participou da operação Polícia Civil 27 (PC27), que tem este nome por ocorrer em todas as 27 unidades federativas do país, e ocorre com o intuito de dar cumprimento a mandados de prisão e busca e apreensão em todo o Brasil. No Rio Grande do Norte, os agentes efetuaram 30 prisões, sendo 18 mandados de prisão, nove flagrantes e três sentenças condenatórias.

Os 120 policiais voltados para esta ação, que ocorreu durante a quarta-feira (24), realizaram a apreensão de quatro armas, e drogas como maconha, cocaína e crack.

Nas primeiras horas desta quinta-feira (25/04/2019), a equipe da POLÍCIA CIVIL de Macaíba deflagrou a 2ª fase da OPERAÇÃO ESPECTROS, cumprindo 05 (cinco) mandados de prisão e, no decorrer dos trabalhos, efetuou duas prisões em flagrante, sendo que uma das pessoas já possuía mandado de prisão em aberto.

Ao todo, foram 06 (seis) prisões, sendo elas:

1. RENATO DA SILVA MARINHO, 35 anos, PRISÃO POR SENTENÇAS CONDENATÓRIAS/RECAPTURA/FORAGIDO e PRISÃO EM FLAGRANTE pelos crimes de TRÁFICO DE DROGAS e ASSOCIAÇÃO PARA O TRÁFICO, FALSIDADE IDEOLÓGICA e USAR DOCUMENTOS FALSO;
2. ELITÂNIA DUARTE MORAIS, 37 anos, PRISÃO EM FLAGRANTE por TRÁFICO DE DROGAS e ASSOCIAÇÃO PARA O TRÁFICO.
3. LUIZ VIEIRA DA SILVA NETO, 34 anos, MANDADO DE PRISÃO POR SENTENÇA CONDENATÓRIA em crime de “estupro de vulnerável”;
4. JOÃO MARIA PEREIRA DA SILVA, 40 anos, MANDADO DE PRISÃO POR SENTENÇA CONDENATÓRIA por crime de “roubo”;
5. ANTONIO JUSTINO SOBRINHO, 56 anos, MANDADO DE PRISÃO POR SENTENÇA CONDENATÓRIA;
6. REGINALDO PEREIRA DANTAS, 31 anos, MANDADO DE PRISÃO PREVENTIVA por “violência doméstica contra a mulher”;
RENATO DA SILVA MARINHO, vulgo “JACK”, “CABELUDO” ou “MAGRÃO DOS CORREIOS”, é um dos foragidos de alcaçuz que, em 2016, conseguiu escapar do presídio com mais 14 detentos e estava livre até hoje. Ele é considerado de alta periculosidade, já tendo fixada, até o momento, como pena a cumprir por diversos crimes de roubos contra agências dos correios do RN, 73 (setenta e três) anos, 02 (dois) meses e 08 (oito) dias de prisão em regime fechado. O criminoso usava documentos com o nome de ROMERO DA SILVA MIRANDA, inclusive possuindo cartões de crédito para fraudes no comércio.

O casal RENATO DA SILVA MARINHO e ELITÂNIA DUARTE MORAIS foram flagrados com 14 (quatorze) pedras de CRACK, balança de precisão, uma gandola do Exército Brasileiro e objetos de origem suspeita, sendo eles atuados pelos crimes de Tráfico de Drogas e Associação para o Tráfico.

Mais uma vez a operação só se mostrou exitosa, desde seu início, em razão da colaboração da população que vem repassou preciosas informações por meio do DISK-DENÚNCIA (181) e outros contatos. A Polícia Civil pede para que população continue denunciando.

O nome da operação, ‘ESPECTROS”, faz alusão ao modo de vida que esses criminosos, com mandados de prisão em aberto, passam a adotar para não chamarem a atenção da polícia, agindo como “FANTASMAS” na sociedade e, com isso, não chamando a atenção para a existência das ordens de prisão contra eles.

Com informações e fotos da ConnectTV

G1 RN – Policiais civis dos 26 estados do país e do Distrito Federal realizam nesta quarta-feira (24) uma megaoperação denominada # PC 27. O objetivo é dar cumprimento a mandados expedidos pela Justiça contra suspeitos de crimes graves, como roubo, homicídio e estupro.

No Rio Grande do Norte, a assessoria de comunicação da Delegacia Geral de Polícia Civil (Degepol) confirmou que suspeitos de tráfico de drogas também são alvos da operação. O número de mandados não foi divulgado, mas a ação acontece em todo o estado.

A #PC27 é coordenada pelo Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil. O nome da operação é uma referência à padronização de todas as polícias civis das 27 unidades federativas do país. Cada uma das polícias civis fez levantamento de inteligência para a operação.

PC/ASSECOM – Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) prenderam, nesta segunda-feira (22), Williandro Sales Pinto da Silva, conhecido como “Binho”, 21 anos. Ele foi autuado por posse ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. A prisão em flagrante ocorreu após denúncias anônimas de que integrantes de uma facção criminosa estariam andado armados, comercializando drogas na região.

Na residência de Williandro, “Binho”, localizada na comunidade do “Japão”, no bairro Novo Horizonte, Zona Norte de Natal, foram encontradas porções de drogas, dinheiro fracionado, uma balança de precisão, um revólver calibre 38 e seis munições. Williandro, “Binho”, foi encaminhado ao Sistema Prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

PC/ASSECOM – Uma ação conjunta entre a equipe da Delegacia Municipal de Polícia Civil de Portalegre e de policiais militares da cidade resultou na prisão de Severino Félix da Silva Neto, 31 anos, investigado pela Polícia Civil da Paraíba pela prática dos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e homicídio.

Severino Félix foi preso, na manhã desta segunda-feira (22), em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela comarca Patos, Paraíba. A efetivação da prisão contou com o trabalho investigativo da Polícia Civil de Alexandria e com o trabalho da Polícia Civil de Patos.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Foto: Receita Federal/Divulgação

G1 RN – Uma operação realizada pela equipe aduaneira no Aeroporto Internacional Aluízio Alves, na região metropolitana de Natal, apreendeu cerca de 60 iPhones importados de forma irregular. De acordo com a Receita Federal, os equipamentos estavam em duas malas inspecionadas.

A apreensão aconteceu no último domingo (14), mas só foi divulgada nesta terça (16) pela Receita Federal.

Após receber denúncia sobre a existência de passageiro com o material, proveniente de Guarulhos, em São Paulo, foram selecionadas duas malas para inspeção não invasiva, em que se constatou a existência da grande quantidade de smartphones. De acordo com a Receita, os equipamentos tinha origem em Foz do Iguaçu.

“Com a abertura das duas bagagens, a equipe constatou existência de mais de 60 iPhones, que foram objeto de retenção para aplicação da pena de perdimento”, informou a corporação.

Porém, o passageiro, responsável pelo transporte abandonou as malas na esteira de devolução de bagagem.

Já no último dia 6, a equipa tinha tinha realizado a retenção de várias mercadoras estrangeiras, como celulares e perfumes, provenientes de Foz do Iguaçu (PR), acondicionadas nas bagagens de um casal de passageiros de voo que saiu também de Guarulhos.

De acordo com a equipe aduaneira, está cada vez mais frequente as apreensões de mercadorias estrangeiras transportadas por passageiros provenientes de Foz do Iguaçu, em voos destinados a Natal, a partir de São Paulo. A cidade paranaense fica na fronteira do Brasil com Argentina e Paraguai.