Rio Grande do Norte Arquivo

Um dia após divulgação da pesquisa da Band Natal feita pelo Instituto Opine, o IBOPE divulgou, na noite desta sexta-feira (21), levantamento que confirma crescimento da candidatura de Geraldo Melo (PSDB) na disputa pelo Senado. Geraldo agora está tecnicamente empatado com Garibaldi Alves (MDB) no terceiro lugar. Geraldo cresceu 6 pontos no IBOPE e atingiu 20% dos eleitores segundo a pesquisa. Na pesquisa anterior do IBOPE, realizada há cerca de um mês, Geraldo acumulava 14% e agora pontuou 20%, um crescimento de seis pontos percentuais.

A pesquisa IBOPE foi contratada pela Inter TV Costa Branca e escutou 812 eleitores de todas as regiões do estado, entre os dias 18 e 20 de setembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais. O registro no TRE é o RN-08720/2018 e no TSE BR‐0811/2018. O nível de confiança utilizado é de 95%. Já o Instituto Opine ouviu 1.200 eleitores entre os dias 12 e 15 deste mês, distribuídos em 58 municípios . A margem de erro é de 2,9% e o grau de confiança de 95,5%. A pesquisa está registrada no TSE e TRE, sob protocolos BR-01451/2018 e RN-07591/2018.

Pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira (21) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o Senado no Rio Grande do Norte:

Capitão Styvenson (Rede): 27%
Dra. Zenaide Maia (PHS): 25%
Garibaldi Filho (MDB): 21%
Geraldo Melo (PSDB): 20%
Jácome (Podemos): 13%
Alexandre Motta (PT): 5%
Magnólia (Solidariedade): 4%
Ana Célia (PSTU): 2%
Telma Gurgel (PSOL): 2%
João Morais (PSTU): 2%
Jurandir Marinho (PRTB): 2%
Levi Costa (PRTB): 1%
Napoleão (Rede): 1%
Dr. Joanilson (DC): 1%
Professor Lailson (PSOL): 1%
Branco/nulo – vaga 1: 17%
Branco/nulo – vaga 2: 28%
Não sabe/não respondeu: 27%

A pesquisa foi encomendada pela Inter TV Costa Branca. É o segundo levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral.

No levantamento anterior, feito de 14 a 16 de agosto, os percentuais de intenção de votos eram os seguintes:

Capitão Styvenson (Rede): 23%
Dra. Zenaide Maia (PHS): 12%
Garibaldi Filho (MDB): 21%
Geraldo Melo (PSDB): 14%
Jácome (Podemos): 7%
Alexandre Motta (PT): 4%
Magnólia (Solidariedade): 2%
Ana Célia (PSTU): 4%
Telma Gurgel (PSOL): 1%
João Morais (PSTU): 2%
Jurandir Marinho (PRTB): 1%
Levi Costa (PRTB): 3%
Dr. Joanilson (DC): 1%
Professor Lailson (PSOL): 1%
Branco/nulo – vaga 1: 28%
Branco/nulo – vaga 2: 46%
Não sabe/não respondeu: 27%
Napoleão (Rede) não pontuou na primeira pesquisa.

Sobre a pesquisa:

Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos: Quem foi ouvido: 812 eleitores de todas as regiões do estado, com 16 anos ou mais. Quando a pesquisa foi feita: 18 a 20 de setembro. Registro no TRE: RN-08720/2018. Registro no TSE: BR‐0811/2018. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro 0% significa que o candidato não atingiu 1%. Traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado.

Do G1RN

Pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira (21) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o governo do Rio Grande do Norte:

Fátima Bezerra (PT): 39%
Carlos Eduardo (PDT): 25%
Robinson Faria (PSD): 13%
Brenno Queiroga (solidariedade): 3%
Professor Carlos Alberto (PSOL): 2%
Freitas Jr. (Rede): 1%
Dário Barbosa (PSTU): 1%
Heró Bezerra (PRTB): 1%
Brancos/nulos: 11%
Não sabe ou não respondeu: 5%

A pesquisa foi encomendada pela Inter TV Costa Branca. É o segundo levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral.

No levantamento anterior, feito de 14 a 16 de agosto, os percentuais de intenção de votos eram os seguintes: Fátima Bezerra, 34%; Carlos Eduardo, 15%; Robinson Faria, 8%; Brenno Queiroga, 1%; Professor Carlos Alberto, 2%; brancos ou nulos; 31%; não sabe ou não respondeu, 9%. Freitas Jr, Dario Barbosa e Heró Bezerra não pontuaram na primeira pesquisa.

Rejeição

O Ibope também mediu a taxa de rejeição (o eleitor deve dizer em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Os entrevistados podem citar mais de um candidato, por isso, os resultados somam mais de 100%. Veja os índices:

Robinson Faria (PSD): 52%
Fátima Bezerra (PT): 24%
Carlos Eduardo (PDT): 19%
Dário Barbosa (PSTU): 14%
Freitas Jr. (Rede): 13%
Heró Bezerra (PRTB): 13%
Brenno Queiroga (Solidariedade): 12%
Professor Carlos Alberto (PSOL): 11%
Poderia votar em todos: 2%
Não sabe ou prefere não opinar: 10%
Simulações de segundo turno

Carlos Eduardo (PDT): 33% x 49% Fátima Bezerra (PT) (branco/nulo: 15%; não sabe: 3%)

Fátima Bezerra (PT): 57% x 22% Robinso Faria (PSD) (branco/nulo: 19%; não sabe: 2%)
Carlos Eduardo (PDT): 51% x 22% Robinson Faria (PSD) (branco/nulo: 25%; não sabe: 3%)

Espontânea

Na modalidade espontânea da pesquisa Ibope (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:

Fátima Bezerra (PT): 25%
Carlos Eduardo (PDT): 13%
Robinson Faria (PSD): 7%
Brenno Queiroga (solidariedade): 2%
Professor Carlos Alberto (PSOL): 0%
Freitas Jr. (Rede): 0%
Dário Barbosa (PSTU): –
Heró Bezerra (PRTB): 0%
Outros: 1%
Brancos/nulos: 21%
Não sabe ou não respondeu: 30%

Do G1RN

A segunda cota do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), repassada pela União na última quinta-feira, 20 de setembro, foi zerada para 38 cidades potiguares. O número é recorde, já que nunca tantos municípios ficaram sem receber o fundo na segunda cota. A falta do repasse prejudica as gestões municipais.

Na primeira cota do mês, repassada no último dia 10 de setembro, também houve grande índice de cidades com FPM zerado. Foram 45 cidades sem receber os recursos transferidos pelo Tesouro Nacional.

Desde o dia 10 de setembro, a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN alerta para a gravidade da crise financeira que afeta as cidades, comprometendo a realização dos pagamentos realizados pelos prefeitos e o equilíbrio financeiro programado nas gestões.

Para o Presidente da Federação e Prefeito de São Paulo do Potengi, Naldinho, a crise econômica que o Brasil ainda enfrenta é cruel com as cidades: “A crise chega ao patamar de também termos um elevado número de cidades com FPM zerado na segunda cota, o que não existia. E quem sofre é são os municípios, que ficam sem recursos, afetando o planejamento dos prefeitos”, disse.

Segundo o Presidente da Federação, é preciso que ocorra a redefinição do pacto federativo. Diversas cidades têm como principal fonte de recursos o FPM, que é dividido em três cotas mensais, repassadas pelo Tesouro Nacional nos dias 10, 20 e 30.

MUNICÍPIOS ZERADOS DE FPM NA PRIMEIRA E NA SEGUNDA COTA DE SETEMBRO/2018:

AFONSO BEZERRA
ALTO DO RODRIGUES
ANTÔNIO MARTINS
AREIA BRANCA
BARAÛNA
BENTO FERNANDES
CARNAUBAIS
EQUADOR
EXTREMOZ
FELIPE GUERRA
FLORÂNIA
GOV. DIX-SEPT ROSADO
GROSSOS
IELMO MARINHO
IPANGUAÇU
JANDAIRA
JANDUIS
JOÃO CÂMARA
LAGOA D’ANTA
LAGOA DE VELHOS
MOSSORÓ
NOVA CRUZ
PARANÁ
PARAZINHO
RIO DO FOGO
PEDRA GRANDE
PENDÊNCIAS
POÇO BRANCO
TIBAU
SANTANA DO MATOS
SANTO ANTÔNIO
SÃO MIGUEL GOSTOSO
SERRA DE SÃO BENTO
TEN. LAURENTINO CRUZ
TOUROS
TRIUNFO POTIGUAR
UMARIZAL
VILA FLOR

Do Agora RN:

O juiz Mário Jambo, 2ª Vara Federal, decidiu pelo recebimento da ação de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, peculato, associação criminosa e crime contra licitações, após denúncia feita pelo Ministério Público Federal (MPF), tornando réu o ex-deputado João Maia (PR), que disputa uma vaga na Câmara dos Deputados, e que é irmão da candidata ao Senado Zenaide Maia (PHS). O processo está concluso para decisão desde o dia 13 de setembro.

Com o recebimento da denúncia, o irmão de Zenaide Maia vira réu no inquérito relacionado com a Operação Via Trajana, deflagrada em julho passado pelo MPF, que apura um esquema de corrupção dentro do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) no Rio Grande do Norte. O mecanismo envolvia o recebimento de propinas de empresas do setor de construção civil e ex-integrantes da superintendência do órgão.

Além de João Maia, também são réus Flávio Giorgi Medeiros Oliveira, o “Flávio Pisca”; a ex-esposa e o ex-sogro do deputado, Fernanda Siqueira Giuberti Nogueira e Fernando Giuberti Nogueira; Robson Maia Lins (sobrinho do deputado); Paulo César Pereira (irmão do ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento); o engenheiro Alessandro Machado; além de pessoas que ajudaram no recebimento da propina, como Wellington Tavares, Hamlet Gonçalves e a ex-esposa e o irmão de Flávio Pisca, Cláudia Gonçalves Matos Flores e Carlos Giann Medeiros Oliveira.

Segundo a denúncia, o esquema perdurou entre 2009 e 2010. O inquérito aponta que João Maia era “o verdadeiro chefe mor de todo o esquema de corrupção operado no DNIT”. De acordo com o MPF, havia um acordo entre os integrantes da autarquia e construtoras em licitações públicas, com o pagamento de propina, que resultava em 4% do valor total de cada obra.

Ainda segundo o MPF, o valor da propina era repartido entre João Maia, Gledson Maia (ex-chefe de engenharia da autarquia) e Fernando Rocha (ex-superintendente do DNIT). Do valor total, 70% era destinado ao parlamentar e os 30% restantes seguiam para os demais envolvidos.

A operação Via Trajana é uma consequência da Via Ápia, deflagrada em 2015. Esta última identificou uma série de ilegalidades relacionadas à execução na obra de duplicação da rodovia federal BR-101. Em 21 de agosto deste ano, o juiz Eduardo Dantas, da 14ª Vara Federal, condenou Gledson Maia e o empresário Arlindo Cavalcanti Filho.

À época, o sobrinho de João Maia recebeu pena de 13 anos de prisão, mas, como firmou acordo de delação premiada, a condenação caiu para 4 anos. Já Arlindo Cavalcanti Filho recebeu pena de seis ano e cinco meses.

Entre outras irregularidades, uma das etapas da seleção para professor da área de Teoria Sociológica ocorreu antes do fim do prazo para recursos da etapa anterior

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) a anulação de parte do Concurso Público de Professor da Carreira do Magistério Superior, Classe Adjunto A (Edital n.º 35/2017). O pedido se refere especificamente à área de Teoria Sociológica e o MPF requer o cancelamento imediato de todos os atos relacionados a essa área, inclusive a eventual nomeação de candidatos.

De acordo com a recomendação, as provas didáticas do concurso tiveram o resultado publicado no dia 7 de abril deste ano. Como o prazo para recursos era de 24 horas e cairia em um domingo, por previsão do próprio edital deveria ser estendido para 9 de abril, uma segunda-feira. Contudo, a etapa seguinte do concurso (Prova de MPAP – Apresentação de Memorial e Projeto de Atuação Profissional) acabou sendo realizada antes, em 8 de abril.

Devido a essa e outras irregularidades, o Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da universidade chegou a anular por unanimidade – em 26 de junho – essa parte do concurso (tendo determinado a realização de nova seleção a partir da prova escrita), mas no final de julho mudou de posição e homologou os resultados. Essa mudança desrespeitou até mesmo o Regimento Geral da UFRN, que não prevê recursos em casos de decisões unânimes do Consepe.

Irregularidades – Somado à questão do prazo que foi desrespeitado, a recomendação do MPF, de autoria do procurador da República Ronaldo Sérgio Chaves Fernandes, aponta que a resposta dada a alguns recursos interpostos contra a prova didática – e que foram negados – também não esclareceram os motivos da negativa, pois não “indicam os fatos e fundamentos da decisão”, limitando-se a descrever que a nota seria mantida.

Ainda em relação a essas provas didáticas, não foi registrado o tempo de apresentação de cada candidato (muitos dos quais questionaram a gestão desse tempo através de recursos). Essa omissão é relevante, tendo em vista que ultrapassar o limite da prova poderia acarretar desclassificação automática do concorrente.

O inquérito também aponta que, nessa mesma etapa, embora uma candidata não tenha incluído em seu plano de aulas alguns itens (referências bibliográficas, recursos didáticos e procedimentos metodológicos), alcançou nota máxima nesses quesitos. Para o MPF, o fato demonstra “incoerência no sistema avaliativo”.

Quando da primeira decisão, pela anulação, o Consepe verificou mais alguns problemas, como “desproporcionalidade na atribuição de notas aos planos de aula de determinados candidatos e ausência de isonomia nas razões adotadas para a determinação das notas nessa fase”; “extrapolação da área objeto do concurso do Memorial” apresentado por um dos candidatos; além de equívocos na atribuição de pontos na fase de títulos.

“Todas essas considerações também revelam graves irregularidades na condução do referido certame”, acrescenta o procurador. Para o MPF, a “revalidação” do concurso público na área de Teoria Sociológica “viola frontalmente os princípios da legalidade, da isonomia e da transparência”. A Reitoria da UFRN tem um prazo de 10 dias, a partir do recebimento da recomendação, para informar quais providências foram adotadas.

A Polícia Federal em parceria com a Força-Tarefa Previdenciária deflagrou na manhã desta sexta-feira (21) a Operação Vínculos Fantasmas, que visa desarticular fraudes que consistiam na inserção de dados trabalhistas fictícios registrados através da Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social (GFIP). A finalidade dos suspeitos, de acordo com a PF, era obter benefícios previdenciários, na sua maioria, por “incapacidade”.

12 policiais federais cumprem três mandados judiciais de busca e apreensão expedidos pela 2ª. Vara da Justiça Federal em endereços residenciais da capital potiguar.

A investigação, que começou em 2014 com a instauração do Inquérito Policial, apurou que a fraude se iniciava a partir da criação de vínculos empregatícios falsos e fora do tempo para que pessoas físicas diversas adquirissem a condição de seguradas do regime geral da Previdência Social, ou conseguissem incremento no tempo de contribuição. Isso possibilitava o requerimento e a concessão do benefício de maneira irregular.

Segundo a PF, as diligências comprovaram, também que, em apenas seis desses benefícios fraudulentos obtidos pelos suspeitos, o prejuízo causado à Previdência Social alcançou o valor de R$ 1,7 milhão.

Denominação

Segundo a PF, a denominação Vínculos Fantasmas vem justamente do fato de que as relações trabalhistas informadas eram puramente ilusórias e destituídas de qualquer realidade. Com a deflagração dessa operação e a continuidade das investigações, a corporação informou acreditar que outras concessões irregulares do esquema criminoso venham a ser identificadas”.

Do G1RN

O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou, na sessão desta quinta-feira, 20, os mandatos e declarou inelegíveis por oito anos a prefeita de Água Nova (Alto Oeste do RN), Iomária Carvalho, e seu vice, Elias Raimundo, por abuso de poder político e econômico, bem como por compra de votos nas Eleições de 2016. Os ministros determinaram que o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) tome providências para realizar nova eleição para a prefeitura, a partir da publicação da decisão da Corte, independentemente do trânsito em julgado.

Com a decisão unânime que negou o recurso da prefeita cassada e seu vice, o TSE manteve as punições aplicadas pelo TRE contra ambos e o pai de Iomária. A Corte Regional acolheu ação impetrada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), que acusou Iomária, seu vice e o pai da candidata, Francisco Iromar de Carvalho, por promessa de entrega de benefícios a eleitores em troca de votos, entre outras irregularidades. Assim como a filha e seu vice, Iromar de Carvalho foi declarado inelegível por oito anos.

Na condição de relator do recurso, o ministro Og Fernandes afirmou que as condenações pelo TRE potiguar foram fundamentadas em provas robustas. Segundo o ministro, tais provas consistiram no próprio caderno de anotações da candidata, em outros documentos, fotografias de doações, comprovantes de pagamentos de energia elétrica e de água para eleitores apreendidos e em depoimentos de testemunhas. Segundo o ministro, as provas coletadas demonstram a gravidade da conduta por parte dos candidatos, apta a configurar o abuso de poder.

Ao acompanhar o voto do relator, o ministro Jorge Mussi assinalou que a decisão do TRE não merece reparo. Segundo ele, as anotações constantes do caderno da candidata e os testemunhos coletados comprovam o oferecimento de dinheiro e benefícios a eleitores em troca de votos.

Do Agora RN

A Assembleia Legislativa discutiu, na tarde desta quinta-feira (20), o combate e prevenção ao câncer entre crianças e adolescentes no Rio Grande do Norte. Dentro da programação do Setembro Dourado, campanha para buscar conscientizar a população sobre a importância de diagnósticos precoces sobre a doença, o Legislativo reuniu autoridades e membros da sociedade civil que são engajados na causa, que também promoveram apresentação cultural na Casa. O objetivo é fazer com que, cada vez mais, os diagnósticos sobre câncer nos jovens sejam proferidos mais cedo.

Atualmente, o câncer na criança e no adolescente representa de 1% a 3% de todos os casos de câncer diagnosticados, sendo estimado pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA) a ocorrência de mais de 12 mil novos casos ao ano na faixa etária de zero a 19 anos no país. Segundo especialistas, as chances de cura chegam a 80% quando os casos são diagnosticados precocemente e, por isso, o objetivo do Setembro Dourado é fazer com que mais pessoas fiquem atentas aos sintomas iniciais da doença.

Vice-presidente da Casa Durval Paiva, Daniella Paiva falou sobre a necessidade de se buscar alternativas para ampliar a possibilidade de diagnósticos entre a população, com o trabalho de pessoas próximas às crianças e adolescentes. Segundo ela, que é fundadora da Casa Durval Paiva e que teve um filho curado da doença devido ao descobrimento da doença em fase inicial, é preciso que mais pais e mães tenham a possibilidade de salvar seus filhos.

“Avós, pais, professores, prestem atenção a suas crianças. Pode ser que seja o câncer. Leve ao oncopediatra, porque quanto mais certo e diagnosticar, melhor”, disse Daniella Paiva.

Em vídeo exposto na audiência, é possível ver algumas dos sintomas que aparecem inicialmente em crianças que têm a doença, como manchas pelo corpo, indisposição, dores de cabeça e vômito pela manhã. Na opinião da presidente do Grupo de Apoio à Criança com Câncer (GACC), Francineide Damasceno, as pessoas precisam procurar mais informações sobre a doença e todos têm a obrigação de buscar conscientizar a população sobre a importância.

“Ainda falta muito para conseguirmos chegar a um nível satisfatório na conscientização e precisamos nos unir cada vez mais. Todos os dias têm que ser dourados”, disse Francineide Damasceno.

O candidato da Rede Sustentabilidade,Capitão Styvenson Valetim, lidera a disputa por uma vaga ao Senado Federal pelo Rio Grande do Norte, com 21,1% das intenções de votos, em pesquisa estimulada, segundo estudo divulgado pela Opine/Band nesta quinta-feira (20). Garibaldi Alves Filho (MDB) aparece em segundo lugar, com 18,5%, seguido por Geraldo Melo (PSDB), que está com 17,3%.

Zenaide Maia (PHS) aparece em quarto lugar, na corrida ao Senado, com 16,6% das intenções de voto, seguida de Antônio Jácome (PODE) com 5,0%; Alexandre Motta (PT) com 3,3%; Magnólia Figueiredo (Solidariedade) com 2,0%; e Ana Célia (PSTU), Jurandir Marinho (PRTB) e Telma Gurgel (PSOL), todos com 0,5%.

Na pesquisa espontânea, Capitão Styvenson (Rede) também lidera com 10,9% das intenções de voto. Em segundo lugar aparece o candidato Garibaldi Filho (MDB), com 7,9%, seguido de Geraldo Melo, com 7,4%.

Ainda na pesquisa espontânea, aparece em quarto lugar a candidata Zenaide Maia (PHS) com 6,7%, seguida de Antônio Jácome (PODE) com 1,4%; Alexandre Motta (PT) com 0,6%; Magnólia Figueiredo (Solidariedade), com 0,4%; José Agripino (DEM), com 0,2%; e Ana Célia (PSTU) e Jurandir Marinho (PRTB), ambos com 0,1%.

O Instituto Opine ouviu 1.200 eleitores entre os dias 12 e 15 deste mês. O público investigado foi a população residente/eleitora do Rio Grande do Norte, com idade igual ou superior a 16 anos, em 10 polos eleitorais, distribuídos em 58 municípios.

A margem de erro é de 2,9% e o grau de confiança de 95,5%. A pesquisa foi encomendada pela Televisão Novos Tempos, afiliada da Band em Natal, e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob os protocolos BR-01451/2018 e RN-07591/2018.

Do Nominuto.com

A candidata do PT, Fátima Bezerra, lidera a disputa ao Governo do Estado com 34,6% das intenções de votos na pesquisa estimulada, segundo o estudo da Opine/Band divulgado nesta quinta-feira (20). Carlos Eduardo Alves (PDT) aparece em segundo com 18,3%, seguido por Robinson Faria (PSD), que está com 9,1%.

Brenno Queiroga (Solidariedade) e o professor Carlos Alberto (PSOL) foram escolhidos por 0,8% dos possíveis eleitores. Já Dario Barbosa (PSTU) ficou com 0,2%. Freitas Júnior (Rede Sustentabilidade) e Heró Bezerra (PRTB) tiveram 0,1%. Indecisos ou não souberam informar somaram 17,7%. 18,6% dos entrevistados não escolheram nenhum candidato.

Na pesquisa espontânea, Fátima possui 25,5% das intenções, seguida por Carlos Eduardo, com 14,7%, e Robinson Faria com 6,2%. Na sequência da preferência do eleitorado, aparecem Brenno Queiroga (0,7%); Professor Carlos Alberto (0,3%); Dario Barbosa (0,2%); Geraldo Melo (0,2%); Freitas Júnior (0,1%); Garibaldi Alves (0,1%); José Agripino Maia (0,1%). Indecisos ou não sabem registrou 35,1% e 17% responderam “nenhum”.

O Instituto Opine ouviu 1.200 eleitores entre os dias 12 e 15 deste mês. O público investigado foi a população residente/eleitora do Rio Grande do Norte, com idade igual ou superior a 16 anos, em 10 polos eleitorais, distribuídos em 58 municípios. A margem de erro é de 2,9% e o grau de confiança de 95,5%. A pesquisa foi encomendada pela Televisão Novos Tempos, afiliada da Band em Natal, e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob os protocolos BR-01451/2018 e RN-07591/2018.

Robinson Faria é a candidato com maior índice de rejeição

Na avaliação para a rejeição ao Governo do Estado (estimulada e múltipla), Robinson Faria é o candidato com maior índice de rejeição entre os entrevistados, com 38,8%. Fátima Bezerra possui rejeição de 10% e Carlos Eduardo Alves, 7,3%.

Heró Bezerra atinge 1,2%; Brenno Queiroga, 0,8%; Dario Barbosa, 0,7%; Freitas Júnior, 0,5%; Professor Carlos Alberto, 0,5%; indecisos ou não souberam, 16,7%; Não responderam, 1,8%; Nenhum, 22,2%. Totalizando 101,3%. O total apresenta um percentual superior a 100% devido às múltiplas respostas.

49,2% dos entrevistados consideram péssima a administração do Governo Robinson

A pesquisa Opine/Band também revelou a avaliação da administração do atual governo. Para 49,2% dos entrevistados, o governo de Robinson Faria foi considerado péssimo. 27,3% avaliam como regular e 13,6% consideram a gestão ruim.

Apenas 6,6% dos entrevistados consideraram a administração como boa e 0,7% classificaram como ótima. 2,8% não souberam responder.

Do Nominuto.com

Em Mossoró, o deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB) foi recebido em caloroso encontro com lideranças, amigos e correligionários do vereador João Gentil, no início da noite desta quarta-feira (19). Também participaram da reunião geral; Tião Couto, candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo governador Robinson Faria que ficou em Natal para participar de um debate e o candidato a deputado federal, Fábio Faria.

“João Gentil executa um trabalho de destaque em Mossoró e tem somado com nosso mandato na Assembleia Legislativa. Através de sugestões que recebi encaminhei para o Poder Executivo demandas em nome de Mossoró e estamos vigilantes para que todas se tornem logo realidade”, disse Ezequiel Ferreira.

Via requerimentos, Ezequiel pleiteou sistema de videomonitoramento, reparação na adutora Jerônimo Rosado – Mossoró e Assú, patrulhamento dos Bairros de Abolição I, Abolição II, Abolição III E Abolição IV, Abolição V, Redenção e Integração e uma ação rápida de tapa buracos – BR 304 – no trecho Angicos a Mossoró.

“Nesta visita tive oportunidade de vivenciar mais as necessidades do povo de Mossoró. Que ganha mais uma voz no Poder Legislativo Estadual, com a renovação do nosso mandato, desejo que venho trabalhando para que no dia 7 de outubro tenha o reconhecimento o povo potiguar, em especial o mossoroense”, disse o deputado.

A recomposição da atividade canavieira no Rio Grande do Norte, através do Projeto Renovar, foi tema de debate nesta quarta-feira (19), na Assembleia Legislativa. Além da geração de 60 mil empregos, o programa de natureza socioeconômica, de iniciativa da União Nordestina dos Produtores de Cana (Unida), objetiva tornar-se uma saída viável para a economia do Estado.

Além do impacto econômico, o projeto Renovar tem o intuito de formular Parcerias Público-Privadas com os Governos Estaduais de todo o Nordeste, a partir de recursos oriundos da União, a fim de combater a criminalidade no campo, através da redução da problemática social da desocupação.

De acordo com o Consultor do setor sucroalcooleiro de Pernambuco, Gregório Maranhão, foram perdidos de 50 a 60 mil empregos no universo canavieiro do Nordeste nos últimos anos. Para ele, o setor necessita de renovação urgentemente.

“Precisamos promover o aperfeiçoamento agronômico e a correção das distorções na política da atividade canavieira, a fim de melhorar nossa produção. Para se ter uma ideia, produzimos 2 milhões e 600 mil toneladas de cana na última referência, mas, para atingir a capacidade máxima do RN, precisaríamos de mais 700 mil toneladas de cana, o que equivaleria a 11 mil hectares de área”, explicou.

O Secretário de Agricultura, da Pecuária e da Pesca, Guilherme Saldanha, firmou o compromisso de efetivar o projeto e cumprir com todas as obrigações da secretaria relacionadas ao setor.

Guilherme Saldanha também falou da baixa competitividade da agropecuária brasileira a nível internacional. “Precisamos olhar para o nosso setor agropecuário, porque poderíamos ser mais fortes e competitivos, mas estamos aquém do que podemos fazer em relação a outros países, porque ainda temos muita área livre para plantio”, frisou.

O secretário alertou ainda que, se não houver recursos para tecnologia, seguro agropecuário para empréstimos rurais, dentre outros incentivos, não há como melhorar a produção da região.

Já Renato Cunha, presidente do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool de Pernambuco (SINDAÇÚCAR), falou da importância do álcool para o RN e o Nordeste como um todo, já que o produto, hoje, substitui 38% das demandas de gasolina. Além disso, o presidente contextualizou e demonstrou a complexidade do setor açucareiro não apenas no Nordeste, mas também no Brasil e no mundo.

O presidente do Sindicato das Indústrias Fabricantes de Álcool do RN (Sonal), Arlindo Farias, enfatizou a importância da isonomia entre os produtores, para haver uma competição justa. “É preciso fazer crescer as indústrias que já existem, para que elas possam competir com as emergentes. Assim todo mundo se beneficia”, disse.

Por fim, dando ênfase à necessidade de implemento da segurança no setor açucareiro, Humberto Concentino, presidente da Associação dos Plantadores de Cana-de-açúcar do RN (ASPLAN), lembrou que vários produtores já foram assaltados e tiveram seus veículos perfurados por tiros de “pistoleiros”, mesmo dentro de suas propriedades. “A atividade agrícola precisa de políticas públicas fortes de segurança, para que possamos trabalhar com tranquilidade e dignidade”, clamou.

Do Agora RN:

O produtor cultural Eduardo José de Azambuja Alves, filho do ex-ministro Henrique Alves (DMB), foi preso na última terça-feira, 18, no Distrito Federal, após uma operação da Polícia Civil que resultou no cumprimento de um mandato de busca e apreensão em sua casa. Os agentes policiais encontraram no escritório de Eduardo José, localizado na QI 23 do Lago Sul, três sacos plásticos contendo entorpecentes ilícitos (ecstasy em pó, haxixe e MDMA – variação do ecstasy).

Alves é investigado na Operação Praia de Goa, deflagrada pela Polícia Civil do DF com objetivo de apurar lavagem de dinheiro, organização criminosa e estelionato contra a administração pública, supostamente realizados pela produtora R2, da qual o filho de Henrique é sócio, e que organiza um dos maiores eventos culturais do Distrito Federal: Na Praia.

Eduardo José de Azambuja Alves contou em depoimento na delegacia que a droga era para consumo pessoal, e que teria recebido gratuitamente as substâncias com “um amigo de um amigo” durante uma festa realizada num condomínio no Lago Sul. Ele assinou termo circunstanciado se comprometendo a se apresentar à Justiça.

De acordo com o portal Metrópoles, entre os alvos dos 15 mandados de busca e apreensão, estão sócios da empresa, servidores e órgãos públicos. Foram realizadas buscas e apreensões nas administrações regionais de Brasília, do Lago Norte e nas secretarias de Cultura e do Esporte. Os mandados foram expedidos pela 2ª Vara Criminal de Brasília. O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) acompanha a operação. Os investigadores creem que descobriram um dos maiores esquemas de lavagem de dinheiro envolvendo a dinâmica da realização de eventos culturais do DF.

“Vou pedir aos meus amigos e ao meu grupo que vote em Brenno”, disse Fábio.

Na eleição de 2014, Fábio Dantas também optou por não apoiar a candidatura dos grupos tradicionais e ficou do lado da oposição na eleição para Governador, não votando no chapão do Acordão.

“Basta dar uma olhada com mais atenção nos candidatos que se apresentam neste momento que não há dúvida que o mais qualificado é o engenheiro Brenno Queiroga. Além de ser especialista em prospecção de projetos na máquina pública, tem experiência prática em gestão, é ficha limpa e está escoltado por um grupo organizado, que já provou que tem capacidade técnica-administrativa, legislativa e de construção de projetos sociais”, explica Fábio.

A Televisão Universitária (TVU), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), realiza, no dia 27 de setembro, das 21h às 23h, o debate com os candidatos ao governo do Rio Grande do Norte e abre espaço para receber perguntas da população. O debate será realizado em parceria com Departamento de Comunicação (DECOM), Superintendência de Informática (SINFO), Departamento de Direito Processual e Propedêutica da UFRN e seção local da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB-RN.

Sete dos oito candidatos ao governo do RN confirmaram participação no Debate Eleitoral da TVU: Carlos Eduardo (PDT), Carlos Alberto (PSOL), Fátima Bezerra (PT), Brenno Queiroga (Solidariedade), Freitas Júnior (Rede), Heró Bezerra (PRTB) e Dário Barbosa (PSTU). O candidato à reeleição Robinson Faria (PSD) não confirmou presença.

A intenção da TVU é possibilitar aos eleitores conhecer de maneira crítica as ideias e propostas dos candidatos aos cargos do executivo estadual, além de proporcionar um espaço de interação entre eleitores e candidatos e de debate de ideias entre os próprios candidatos sobre os principais desafios a serem enfrentados pelos gestores. A organização enxerga o Debate Eleitoral como o espaço qualificado de discussão sobre políticas públicas e temas relativos à administração pública.

Perguntas da população serão recebidas até a próxima segunda-feira, dia 24 de setembro. As gravações no formato de vídeo, com duração de até 1 minuto, devem ser enviadas via e-mail para debate@comunica.ufrn.br, Facebook ou Whatsapp da TVU (99193-6032), com tema da pergunta, enunciado, nome e bairro que reside o remetente. A seleção das perguntas caberá a coordenação do debate.

Estrutura do Debate

O debate será estruturado em quatro blocos e mediado pelo jornalista Jadir Souza, apresentador do telejornal TVU Notícias. O primeiro bloco será aberto com as perguntas da população, e para cada candidato sorteado haverá o sorteio de uma pergunta. No segundo bloco, os candidatos farão perguntas entre si, cabendo ao mediador iniciar o bloco sorteando o candidato que fará a primeira pergunta. A temática é livre.

O terceiro será com perguntas formuladas por especialistas da UFRN sobre temas como Saúde, Segurança Pública, Educação, Políticas Públicas para Mulheres, Cultura, Memória e Recursos Hídricos. O mediador sorteará o candidato e a pergunta que deverá ser respondida em até dois minutos. O quarto e último bloco é destinado a considerações finais com dois minutos de fala para cada candidato.

A transmissão será feita simultaneamente pelo canal TVU (5.1), operadoras de tv por assinatura que transmitem o sinal da TVU, Facebook da TVU, Rádio Universitária (88,9 FM), Youtube e site da UFRN.

Cobertura

Profissionais da imprensa do Rio Grande do Norte que desejam realizar a cobertura do debate devem realizar inscrição prévia para obter a autorização de acesso ao prédio da TVU. A solicitação deve ser encaminhada para a Agência de Comunicação da UFRN, por email (agecom@comunica.ufrn.br), com nome e RG do profissional e do veículo que representa. Emissoras de televisão podem credenciar até dois profissionais.

O Governo do Estado dará continuidade nesta sexta (21) ao pagamento do décimo-terceiro para quem recebe entre R$ 4 mil e R$ 5 mil, atingindo o número de 93 mil servidores ativos e inativos com décimo pago, equivalente a 85% do total de 109 mil servidores.

Os salários estão 100% em dia e sobre os 15% restantes do décimo, para salários acima de R$ 5 mil, o Governo trabalha para concluir até o final de outubro. No último dia 10 de julho já receberam antecipação de 40% do décimo terceiro de 2018 os servidores da Educação e dos órgãos da Administração Indireta com arrecadação própria.

Evento reúne ministros do TST em Natal e as inscrições são gratuitas

As Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho, série de 56 eventos científicos que vem ocorrendo por todas as regiões do país e que marca o primeiro aniversário da lei que modernizou as relações de trabalho no Brasil, chega agora a terras potiguares. A edição norte-riograndense das Jornadas ocorrerá em Natal, no dia 24 de setembro, às14h, na sede da Fecomércio RN, situada na Avenida Alexandrino de Alencar, 562, no Alecrim.

O lançamento nacional das Jornadas foi realizado no dia 19 de junho, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados e já percorreu 15 municípios brasileiros. O objetivo do projeto é debater de forma técnica e sem ideologia a aplicação da nova lei trabalhista. Para tanto, os organizadores reuniram alguns dos mais renomados juristas da área do Direito do Trabalho no Brasil. Na edição potiguar palestrarão o desembargador do TRT 21, Bento Herculano Duarte Neto, a desembargadora do TRT 1, Vólia Bomfim Cassar, e os ministros do TST, Aloysio Corrêa e Emmanoel Pereira. O ministro de Estado Chefe da Secretaria Geral da Presidência da República em exercício, Pablo Tatim, também é presença confirmada no evento.

Segundo o coordenador-geral das Jornadas e presidente da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados, Ronaldo Nogueira, “as Jornadas vêm para ser um instrumento de desmistificação da modernização da legislação trabalhista. Estamos reunindo os mais importantes técnicos da área no país para debater o tema”.

Já para o coordenador científico do projeto, Bento Herculano Duarte Neto, que é vice-presidente do TRT21 e Diretor Científico do Instituto Brasileiro de Ensino e Cultura (IBEC), “as Jornadas se prestarão a discutir a nova lei trabalhista em um ambiente eminentemente acadêmico, tendo como reflexo natural a melhor compreensão da lei, quer seja pelos operadores do Direito, quer seja pela população em geral”.

A Secretaria-Geral da Presidência oferece apoio institucional a este projeto, idealizado pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP) da Câmara dos Deputados em parceria com o Instituto Brasileiro de Ensino e Cultura (IBEC), por se tratar de uma discussão estratégica para o país e, em última análise, pelo fato da modernização trabalhista representar importante instrumento gerador de empregos e crescimento econômico do país.

O evento será realizado em parceria com a Fecomércio Rio Grande do Norte, que tem como presidente em exercício, Luiz Antônio Lacerda.

O calendário completo está disponível em www.ibecnet.com.br, onde se podem realizar as inscrições para qualquer das edições das jornadas. As inscrições são gratuitas.

Os familiares de Giltemberg Gomes Soares, desaparecido há duas semanas, confirmaram que o corpo encontrado ontem, 18, em um canavial no município de Arez, na região Metropolitana de Natal, é do motorista de aplicativos. Segundo o Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP), a identificação foi realizada através de pinos de platina implantados na perna e na cabeça do homem após um acidente.

Informações do Agora RN


O motorista de uma carreta morreu após perder o controle do veículo e bater no muro de um depósito de um supermercado em Parnamirim, na região metropolitana de Natal, na madrugada desta quarta-feira (19). O veículo está carregado com gás de cozinha.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o acidente aconteceu por volta das 2h, momento em que o motorista perdeu o controle ao fazer uma curva na altura do viaduto de Parnamirim. A carreta atingiu o muro do depósito e tombou.

Com informações do G1RN

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte conquistou na justiça uma decisão obrigando um plano de saúde a autorizar e custear exame para confirmação de uma síndrome genética. A decisão ocorreu através de uma tutela de urgência, visto que este a não realização pode acarretar danos graves a paciente.

No processo, a paciente relatou que possui plano de saúde na modalidade ambulatorial com a assistência médica há mais de um ano e paga uma mensalidade de R$ 206,92. Entretanto, em junho deste ano um médico geneticista, conveniado à operadora de saúde, solicitou a realização do exame de pesquisa de mutação de gene FBN1. A solicitação tinha como objetivo confirmar o diagnóstico da Síndrome de Marfan, doença genética que afeta coração, olhos, casos sanguíneos, além do tecido conjuntivo deixando membros superiores e inferiores alongados.

A operadora, no entanto, negou a autorização com o argumento de que esta não obedece a Diretriz de Utilização (DUT), lista fornecida pela Agência Nacional de Saúde que estabelece regras e normas para orientar e regulamentar o uso de procedimentos médicos e exames complementares. Mesmo assim, a sentença avaliou que não havia cláusula contratual que afastasse o procedimento médico solicitado.

Na decisão, o Juízo de Direito da Oitava Vara Cívil afirmou que “havendo previsão contratual para a cobertura da enfermidade do consumidor, seria, no mínimo, contraditório a atitude da operadora em negar a cobertura do procedimento necessário ao seu tratamento ou amenização dos sintomas sofridos, sob a alegação de que não foi obedecida a Diretriz de Utilização”.

O texto declara ainda que as operadoras dos planos de saúde podem limitar a cobertura contratual, no entanto é necessária que essa limitação esteja escrita de forma clara e destacada no contrato para evidenciar o princípio a informação, previsto como direito básico do consumidor. A decisão determina que a empresa de assistência médica autorize e custeie o exame solicitado pelo médico, sob pena de multa diária de R$ 500,00, limitado ao montante de R$ 20.000,00.

Um vídeo gravado por um servidor anônimo mostra o governador Robinson Faria (PSD) pedindo votos numa reunião fechada com funcionários do Detran. O encontro aconteceu dia 5 de setembro, no hotel Maine.

O uso da máquina pública por gestor ou servidor durante campanha eleitoral se configura como abuso de poder político e, por isso, caso haja denúncia formal, o governador Robinson Faria pode ter o mandato cassado. A lei da ficha limpa prevê a inelegibilidade por até 8 anos em caso de condutas ilícitas praticadas nas campanhas eleitorais.

O abuso do poder político está diretamente relacionado à liberdade do voto. Ele ocorre nas situações em que o detentor do poder vale-se de sua posição para agir de modo a influenciar o voto do eleitor. Em resumo, é o ato de autoridade exercido em detrimento do voto.

Além de Robinson, também participam do encontro o diretor-geral do Detran Luiz Eduardo Machado, o deputado estadual Gustavo Carvalho (PSDB) e o deputado federal Fábio Faria (PSD).

No vídeo, o chefe do Executivo chega a constranger os servidores afirmando que “quem está no paredão agora, quem vai passar pelo veredicto da população, são todos que trabalham no Estado”. Ele faz promessas e ainda pede o apoio dos servidores.

Confira na íntegra aqui

Os presidentes do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN), conselheiro Gilberto Jales, e do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN), desembargador Glauber Rêgo, assinaram nesta terça-feira (18), na sede da Corte Eleitoral, um acordo de cooperação técnica estabelecendo o compartilhamento de informações dos sistemas de acompanhamento processual.

Objetivamente, o acordo permite ao TRE/RN acessar as informações do Sistema de Acompanhamento Processual do TCE-RN, hospedada no sítio do TCE/RN na internet, em tempo real, e de forma ampla, dentro de uma ação conjunta e de atividades complementares de interesses comuns entre as duas instituições.

Gilberto Jales explicou que a integração vai possibilitar o abastecimento automático da lista de pessoas condenadas pelo TCE, relação utilizada pela Justiça Eleitoral para analisar a situação de elegibilidade dos candidatos. “Eventuais decisões judiciais que alterem a composição da lista serão atualizadas praticamente em tempo ao TRE”, disse.

O presidente do TRE comentou que o acesso ao sistema do TCE será total e irrestrito, facilitando o trabalho da Justiça Eleitoral, principalmente no que se refere à celeridade do trâmite processual. “Está assegurado o acesso a todo o processo no âmbito do TCE”, disse, acrescentando que o acordo sem custo para os tribunais.

Participaram da reunião, além dos presidentes, o desembargador Cornélio Alves, vice presidente e corregedor do TRE; os juízes eleitorais José Dantas, Wlademir Capistrano e Luís Gustavo Smith; a juíza auxiliar da Presidência do TRE, Érika Paiva; a diretora geral do TRE, Simone Mello e o assessor o assessor jurídico da Presidência, Arnaud Flor; e o procurador-geral do Ministério Público de Contas, Ricart César Coelho.

O corpo de um homem, já em avançado estado de decomposição, foi encontrado no final da manhã desta terça-feira (18) em meio a um canavial no município de Arez, na região metropolitana de Natal. Segundo o delegado Wellington Guedes, o cadáver pode ser o do motorista de Uber Giltemberg Gomes Soares, 32 anos, desaparecido há quase duas semanas.

“Está sendo identificado ainda, mas há fortes indícios de ser ele”, afirmou.

Via O Xerife

A deputada estadual e candidata à reeleição, Cristiane Dantas (PPL), voltou a se reunir com lideranças de Natal e receber o apoio popular nesta segunda-feira (17), durante encontros realizados na zona oeste, com a mobilização do vereador de Natal, Dickson Júnior.

A primeira reunião desta noite foi no bairro Bom Pastor. O encontro aconteceu junto com os moradores da rua Manoel Máximo. Cristiane discursou sobre a necessidade de uma política pública mais eficaz para a saúde pública no âmbito estado e destacou as emendas destinadas para compra de ambulâncias, mamógrafos e medicamentos para os hospitais.

Em seguida, Cristiane visitou a Cidade da Esperança, onde participou de uma reunião com a presença de mais de 100 pessoas, casa da liderança Mário Cesar. Na ocasião, Cristiane destacou a atuação parlamentar na área da educação, ao defender o ensino integral e profissionalizante para uma melhor qualificação dos jovens, além da ampliação de vagas de creche.

A deputada também pontuou a parceria de seu mandato com o vereador Dickson Júnior, através do projeto Mandato Cidadão, que já realizou mais de 1.200 atendimentos gratuitos de cidadania, saúde e lazer nas quatro regiões da capital. Ainda participaram da reunião o deputado federal Rogério Marinho e o candidato ao senado Geraldo Melo.

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (18/9), as Operações Guaraíras e Titereiros, com o objetivo de apurar fraudes em licitações promovidas por diversas prefeituras do RN e, também, atos de desvios de recursos públicos e corrupção.

Cerca de 117 policiais federais cumprem 33 mandados de busca e apreensão expedidos pela 14ª. Vara da Justiça Federal nas cidades de Natal, Parnamirim, Macaíba, Arez, Passagem, Pedra Grande, Lagoa D’anta, Campo Grande, Goianinha, Monte Alegre, Lagoa de Pedras e Currais Novos.

A investigação teve início há dois anos em face de notícia de que um engenheiro civil, já condenado e processado pela Justiça Federal por fraudar licitações e desviar recursos, seguia praticando crimes, sendo confirmadas as suspeitas e identificados dois grupos distintos atuando no Rio Grande do Norte, sempre fraudando licitações, seja para obras de engenharia, seja para o serviço de transporte escolar. Em consequência, houve a necessidade de desmembramento da apuração, razão da das duas operações policiais simultâneas hoje deflagradas.

As diligências realizadas na presente data têm como finalidade reunir provas dos delitos praticados por membros de comissões de licitação, pregoeiros, empresários e secretários municipais, além de se buscar apreender valores desviados. Os investigados responderão pelos crimes de fraude a licitação, peculato e
corrupção.

Não haverá entrevista coletiva.

*Guaraíras é referência ao nome anterior de Arez, um dos municípios onde ocorreram os crimes.

*Titereiro é aquele que movimenta títeres ou marionetes, tratando-se de referência ao investigado que comanda cinco empresas em nome de “laranjas”, com as quais frauda licitações e desvia recursos públicos.

PF

O Batalhão de Choque da Polícia Militar prendeu na noite desta segunda-feira (17) em Parnamirim, na Grande Natal, dois homens com armas de fogo e com ferramentas que acredita-se serem usadas para arrombamento de caixas eletrônicos de bancos.

Segundo a PM, o material estava dentro de uma casa. Além das ferramentas, foram encontrados uma pistola de pressão, capas de colete a prova de balas e equipamentos para guardar armas e munições. Em outra residência, foi apreendido um revólver com mira a laser, que é de uso restrito das Forças Armadas, e mais uma muda de maconha.

Ainda segundo a polícia, os dois suspeitos, um de 29 anos e o outro de 43, estavam com mandados de prisão em aberto. Um deles já cumpria pena por roubo qualificado, e o outro respondia na Justiça por tráfico de drogas.

Com informações do G1RN

“Agradeço a Deus e aos desembargadores do TRE, que viram que não existia nada de irregular contra nossa candidatura, que tem crescido a cada dia”. A declaração é do deputado estadual Tomba Farias (PSDB), ao tomar conhecimento na tarde desta segunda-feira, 17, que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN) confirmou, por unanimidade, a sua candidatura à reeleição.

Apesar de anteriormente o Ministério Público Eleitoral ter entrado com um pedido de impugnação da candidatura do parlamentar, os cinco membros presentes à sessão da Corte Eleitoral se posicionaram a favor do direito de Tomba Farias disputar a reeleição. O pedido do Ministério Público foi negado inclusive pelo relator do processo.

Na tarde deste domingo, 16, o Prefeito do Município de Arez, Bráulio Cunha (PSD) e seu Vice, João Elias (PSD), demonstraram força, mobilizando seus seguidores em movimento político em favor a reeleição do Governador Robinson Farias.

O evento reuniu diversas pessoas e carros, onde percorreu, em forma de carreata, pelas ruas da Cidade.

Ao término do evento, o Vice-Prefeito fez um rápido pronunciamento, agradecendo a todos os conterrâneos que se fizeram presentes.

Confira o vídeo da carreata: