Um biografo de além túmulo

Emmanuel_Imagine você ser escolhido para biografar a pessoa que mais você admira e por quem você presta total reverência.  Imagine conhecer todos os personagens e poder entrevista-los, para confirmar se foi aquilo mesmo que aconteceu. Biografar um personagem desconhecido não é tão complicado, agora biografar um mito, acorrentado a tradições institucionais e elevado a condição de herói, necessitando mostrar onde Ele foi grande, e onde foi pequeno. Deixo-vos com as palavras iniciais do prefácio dessa história e nos vemos hoje no Pax Club as 19:30h

Breve Notícia
Não são poucos os trabalhos que correm mundo, relativamente à tarefa gloriosa do Apóstolo dos gentios. É justo, pois, esperarmos a interrogativa: — Por que mais um livro sobre Paulo de Tarso? Homenagem ao grande trabalhador do Evangelho ou informações mais detalhadas de sua vida?
Quanto à primeira hipótese, somos dos primeiros a reconhecer que o convertido de Damasco não necessita de nossas mesquinhas homenagens; e quanto à segunda, responderemos afirmativamente para atingir os fins a que nos pro pomos, transferindo ao papel humano, com os recursos possíveis, alguma coisa das tradições do plano espiritual acerca dos trabalhos confiados ao grande amigo dos gentios.
Nosso escopo essencial não poderia ser apenas rememorar passagens sublimes dos tempos apostólicos, e sim apresentar, antes de tudo, a figura do cooperador fiel, na sua legitima feição de homem transformado por Jesus-Cristo e atento ao divino ministério. Esclarecemos, ainda, que não é nosso propósito levantar apenas uma biografia romanceada. O mundo está repleto dessas fichas educativas, com referência aos seus vultos mais notáveis. Nosso melhor e mais sincero desejo é recordar as lutas acerbas e os ásperos testemunhos de um coração extraordinário, que se levantou das lutas humanas para seguir os passos do Mestre, num esforço incessante.
As igrejas amornecidas da atualidade e os falsos desejos dos crentes, nos diversos setores do Cristianismo, justificam as nossas intenções. Emmanuel/Chico Xavier in prefácio da obra Paulo e Estevão.

tema quinta 2015

Administrador2

Deixe uma resposta