Categoria: Macaíba

Nota de pesar

É com todo pesar que venho trazer a triste notícia do falecimento de nosso querido amigo Sebastião (Martins) Pereira, esposo da professora Maria José, Ele parte deixando muitas lições de amor, amizade, profissionalismo.

Pedimos a Deus que conforte o coração dos familiares, e amigos neste momento de dor. Que a luz e o amor divino pairem sobre a alma de quem sofre esta imensurável perda, e os console e lhes dê serenidade para atravessar esta tempestade.

A Deus pedimos também que dê ao nosso amigo o merecido repouso eterno em seu reino.
Muito respeitosamente, prestamos as nossas condolências e deixamos os nossos mais sinceros pêsames.

Obs: O corpo está sendo velado no espaço PREVENIR, na Av.Mônica Dantas.
O sepultamento ocorrerá neste domingo,(20) às 09h, no cemitério local.

Atenciosamente

Gerson Lima da Costa Neto
Presidente do poder legislativo

A figura, em 2016, filou-se ao PSDB e implodiu a candidatura a prefeito, do então vice prefeito, Dr Olimpio.

Depois aproximou-se de Dr Normando propondo o fim da Frente Independente para acomodar o filho. Resultado: destruiu a candidatura de Dr. Normando.

Estimulou a candidatura de Katia Sena e Flertou com Marília Dias.

Ou seja, destruiu a oposição, sempre dizendo que era oposição. Transitou em todas essas reuniões (pré eleitoral).

No fim, ficou onde estava (no Sistema) e fez o filho vereador bem votado e voltou ao cenário bem mais forte.

Parece querer agora implantar a mesma estratégia.

Aproximou-se da oposição e do PT. Mas não rompeu com o Sistema. Continua com todos os privilégios, mas parece ter a mesma missão destruidora da eleição passada.

Será ficção ou apenas mera coincidência com fatos reais.

Por Carlos Santos

Há possibilidade do PSL ir para as mãos do vice-prefeito de Macaíba gerou insatisfação nos apoiadores e filiados do partido no município, informou Márcio Varela (filiado ao partido).

De acordo com informações publicadas por Márcio em grupos de WhatsApp, os apoiadores do partido em Macaíba não concordam com essa possível ida do PSL para o vice-prefeito.

Confira na íntegra a postagem feita por Márcio Varela:

“A Insatifaçåo é Grande por parte dos Precussores da Campanha do Presidente Bolsonaro e Filiados do PSL MUNICIPAL de Macaiba, ao saberem por boatos que o Cargo Presidente do Diretorio Municipal está sendo barganhado pelo Vice-Prefeito da cidade, que foi Presidente do Diretorio do Demócratas de Macaiba, do Ex Senador José Agripino que está respondendo a inquérito na Lava jato, nåo entendemos como o PSL prega uma corretividade Imensa no âmbito de seu Partido e de seus projetos antes da campanha era de renovaçåo e hoje continuam com o vicio da VELHA POLITICA! Nåo concordamos e Nåo admitimos e vamos nos mobilizar para que o PSL siga o que foi pregado em Campanha Presidencial. Qual a contribuiçåo que esse cidadåo deu ao Partido antes do Pleito Eleitoral para o cargo de Presidente da Repulblica? Nós fizemos carreatas na cidade com recursos de cada um, fomos chamados de DOIDOS, Gastamos tempo, dinheiro dos nossos vencimentos e agora aparece essa pessoa de paraquedas!”

A audiência aconteceu no Pax Clube, em Macaíba e contou com a presença de mais de 200 candidatos e interessados no certame

Na audiência pública realizada nesta sexta-feira (18), para debater soluções para a realização do concurso público anunciado pela Prefeitura de Macaíba, dados divulgados pela empresa realizadora do concurso, mostram que foram realizadas 28.360 inscrições para o certame, tendo sido registradas quase mil isenções da taxa de inscrição. Após a suspensão do concurso, na última segunda-feira (14), a defensoria recebeu cerca de 200 reclamações via e-mail de candidatos que enfrentaram problemas durante a inscrição. A empresa apresentou uma proposta a Prefeitura, a Defensoria Pública e ao Ministério Público indicando soluções para os problemas identificados. Entre os itens, está a revisão de todos os pedidos de isenção da taxa de pagamento que tenham sido negados. Caberá agora ao Poder Executivo analisar o documento.

“A audiência pública é um instrumento essencial para participação popular e nós valorizamos e estimulamos esse espaço. Hoje, recebemos diante da população uma proposta para contornar todas as irregularidades identificadas no concurso público. Por exemplo, as isenções indeferidas serão reavaliadas, será aberto novo prazo para solicitação de isenção, será criada ferramenta no site da empresa para viabilizar recursos com um número de protocolo. A empresa se comprometeu também a devolver os gastos com sedex de todos os candidatos”, registra o defensor público Rodolpho Penna, coordenador do Núcleo da Defensoria Pública em Macaíba.

É caros leitores, a cada dia que passa, há um fato novo em Coité que repercute bastante e, o da vez, envolve um vereador do município. Segundo informações publicadas no blog Diário de Macaíba, o tal vereador estaria propagando inverdades sobre ofertas de bolsas gratuitas de cursos, no total de 100.

Ainda segundo o blog, andam circulando áudios em grupos de WhatsApp, onde uma suposta aluna desse curso ofertado pelo vereador, alega ser tudo uma mentira e propaganda enganosa, pois o vereador em suas postagens diz que está ofertando 100 cursos para os alunos, quando na verdade (segundo os áudios),  alguns é quem estão pagando.

Nos áudios, a suposta aluna diz também que, numa turma tem 35 alunos, e na outra, 40 alunos, então, já não são 100 alunos.

O caso ganhou repercussão nas redes sociais na noite desta sexta-feira (18). Confira matéria na íntegra AQUI

Na manhã desta sexta-feira (18), foi realizada uma audiência pública sobre o concurso público para a Prefeitura de Macaíba, convocada pela Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte, que conduziu o evento e oportunizou que os candidatos expusessem suas reclamações acerca dos problemas técnicos apresentados pela empresa responsável pelo certame – Consulpam. Estima-se que mais de 200 candidatos do concurso compareceram ao Pax Club, local da audiência.

Esses problemas que abrangeram desde falhas no edital, na geração de boletos e no julgamento dos pedidos de isenções até nos aspectos relacionados aos meios disponibilizados para atendimento aos candidatos.

Além de defensores públicos, a audiência contou a presença de representantes do Ministério Público, através da Promotoria de Justiça de Macaíba; Prefeitura de Macaíba, através da Secretaria Municipal de Administração e Finanças e Comissão Especial para Organização, Acompanhamento e Fiscalização do concurso público; e da empresa Consulpam, que apresentou suas propostas para solução dos problemas relatados, ficando a critério da Prefeitura aceitá-las ou não após análise técnica.

Nos próximos dias, os referidos órgãos irão se pronunciar sobre a sequência do concurso, que está assegurado e acompanhado de perto pela Justiça. Os novos prazos e a permanência ou não da atual banca examinadora deverão ser esclarecidos e divulgados na imprensa local e estadual.

Assecom-PMM

Em decisão publicada nesta sexta-feira (18), a juíza Lilian Rejane da Silva, deferiu parcialmente a tutela provisória de urgência pleiteada para determinar a suspensão do Campeonato de Futebol de Campo da Zonra Rural de Macaíba 2018, para o fim de permitir o reingresso da equipe autora (União Futebol Clube) na competição, com o regular prosseguimento do campeonato na forma do regulamento.

Caso haja descumprimento da decisão, o Município está sujeito à multa única de R$ 10.000,00 (dez mil reais).

Confira a decisão:

DECISÃO

Trata-se de ação de obrigação de fazer com pedido liminar proposta pela ASSOCIAÇÃO UNIÃO FUTEBOL CLUBE, qualificado(s), em face de MUNICÍPIO DE MACAÍBA, igualmente qualificado.

Afirma o promovente, em síntese, que o Município de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Esportes conclamou agremiações amadoras de futebol da zona rural para participarem do campeonato de futebol de campo da zona rural, que teve inicio em 29 de abril de 2018.

Narra que, após a partida realizada em 02.12.2018, apresentou protesto contra a equipe do Vasco, o qual foi provido pela junta Especial Esportiva Julgadora, resultando na eliminação do “Vasco” no dia 27 de dezembro de 2018. Ato contínuo, a equipe do “Vasco”, insatisfeita com o resultado, apresentou protesto em 28 de dezembro de 2018, aliando-se à equipe do Bragantino, alegando que a equipe do União, ora autora, não realizou a entrega da ata de fundação e estatuto, para fins de habilitação do campeonato.

Declara que, a despeito da intempestividade do protesto da equipe do Vasco e do Bragantino, a junta Especial Esportiva acolheu o protesto, o que resultou na eliminação da equipe autora no campeonato de futebol.

Afirma, ainda, que solicitou farta documentação à Secretaria Municipal de Esporte, visando participar do julgamento, contudo o pleito somente foi atendido em parte, prejudicando o direito de defesa da equipe autora.

Pugnou, assim, pela concessão de medida liminar a fim de determinar a suspensão do campeonato de futebol promovido pelo réu até a resolução do mérito da demanda.

Requereu a justiça gratuita, instruindo a inicial com os documentos constantes do ID 38125260/38125465.

É o relatório. Decido.

De acordo com o art. 300 do novo CPC, a tutela de urgência será concedida quando houver elementos que evidenciem a probabilidade do direito autoral bem como perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo, inexistindo, por outro lado, perigo de irreversibilidade dos efeitos da decisão (§3º do art. 300 do NCPC).

Analisando os autos, verifico que estão presentes os requisitos necessários ao deferimento do pedido liminar.

Quanto à probabilidade do direito autoral, observo que a eliminação da equipe autora feriu a segurança jurídica e a boa-fé objetiva, o que configura, a princípio, ato ilícito por parte da Secretaria de Esporte do Município de Macaíba (art. 187 do Código Civil).

É que, de acordo com o art. 2º, §1º, do Regulamento da Competição, a ausência de ata de eleição e estatuto são documentos que inviabilizam a participação (ingresso) do clube no campeonato, motivo pelo qual o regulamento fixou o dia 09.04.2018 para apresentação de tais documentos, verbis:

Art. 2º. Os Clubes se comprometem a disputar o Campeonato até o final, tão comente para cumprir tabela se não vierem a se classificar juntamente com os demais.

§1º – Para participar do referido Campeonato os clubes deverão apresentar, até o dia 9 de abril do corrente ano. (sic) Ata de Eleição da Diretoria e Estatuto, com firma reconhecida dos membros de toda diretoria.

Ora, o requisito de participação é aferido no momento de ingresso na competição e não no curso ou no final do campeonato, como o fez a junta julgadora.

Ademais, o Regulamente, em seu art. 23, em homenagem à segurança jurídica, também fixa prazo para protesto por parte das equipes. Assim, considerando que o prazo para apresentar os documentos (ata de eleição e estatuto) por parte de cada equipe seria o dia 09.04.2018, os clubes interessados em analisar os requisitos de participação teriam até o dia 11.04.2018 para protestar. Assim, o protesto feito em janeiro do corrente ano pelas equipes do “Vasco” e do Bragantino mostra-se intempestivo.

Importa anotar, ainda, que a equipe autora participou praticamente de toda a competição, de modo que sua eliminação somente agora também violaria a boa-fé objetiva, haja vista o comportamento contraditório da Secretaria de Esportes do Município (verine contra factum proprium).

Com efeito, reconheço, em sede de cognição sumária, a probabilidade do direito autoral.

Outrossim, encontra-se presente o periculum in mora, uma vez que, há notícias de que a final do campeonato está agendada para o domingo próximo (20.01.2019), de modo que, caso ocorra, certamente trará prejuízos para a equipe autora, eliminada irregularmente da competição.

Por último, o pedido deve ser deferido não para suspender o campeonato em definitivo, porquanto não há irregularidade para tanto, mas apenas para garantir a participação da equipe autora no certame.

Nesse tom, não há falar em perigo in mora inverso, já que a medida liminar será deferida apenas para permitir o reingresso da autora na competição.

Pelo acima exposto, estando caracterizados o fummus boni iuris e o periculum in mora, DEFIRO PARCIALMENTE a tutela provisória de urgência pleiteada para determinar a suspensão do Campeonato de Futebol de Campo da Zona Rural de 2018, promovido pela Prefeitura Municipal de Macaíba e Secretaria Municipal de Esporte e Laser, para o fim de permitir o reingresso da equipe autora na competição, com o regular prosseguimento do campeonato na forma do Regulamento.

No mandado deverá conter a advertência de que o descumprimento desta determinação sujeitará o Município de Macaíba à multa única de R$ 10.000,00 (dez mil reais), sem prejuízo de outras sanções legais.

Diante do pedido expresso da autora na inicial, apraze-se audiência de conciliação, citando e intimando o réu para comparecimento.

Defiro o pedido de justiça gratuita nos termos do artigo 99, § 3º, do CPC.

Publique-se, intimem-se e cumpra-se, com urgência.

Macaíba, 18 de janeiro de 2019.

Lilian Rejane da Silva
Juíza de Direito em Substituição Legal
(Documento Assinado Eletronicamente)

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte realizou, na manhã desta sexta-feira (18), uma audiência pública e debateu soluções para a realização do concurso público anunciado pela Prefeitura de Macaíba. O concurso, lançado em 2018, foi suspenso no início desta semana após a constatação de irregularidades no Edital e problemas técnicos por parte da empresa. A audiência aconteceu no Pax Clube, em Macaíba e contou com a presença de mais de 200 candidatos e interessados no certame.

A Prefeitura de Macaíba, o Ministério Público do Rio Grande do Norte e empresa responsável pelo concurso, a Consulpam, também participaram da audiência que abriu um espaço para a apresentação de problemas identificados pelos candidatos e pelos órgãos fiscalizadores. Segundo a Defensoria Pública do Estado, durante o transcorrer do cronograma do concurso, foram constatadas falhas na emissão de boletos, indeferimentos equivocados de pedidos de isenção para os candidatos que comprovaram, por meio de declaração da Justiça Eleitoral, a participação nos pleitos eleitoral, na forma da Lei Municipal n. 1770/2015, irregularidades na operacionalização dos recursos nas etapas do concurso e divulgação de resultados com ausência de nomes de candidatos, entre outros.

Dados divulgados pela empresa realizadora do concurso, mostram que foram realizadas 28.360 inscrições para o certame, tendo sido registradas quase mil isenções da taxa de inscrição. Após a suspensão do concurso, na segunda-feira (14), a defensoria recebeu cerca de 200 reclamações via e-mail de candidatos que enfrentaram problemas durante a inscrição. A empresa apresentou uma proposta a Prefeitura, a Defensoria Pública e ao Ministério Público indicando soluções para os problemas identificados. Entre os itens, está a revisão de todos os pedidos de isenção da taxa de pagamento que tenham sido negados. Caberá agora ao Poder Executivo analisar o documento.

“A audiência pública é um instrumento essencial para participação popular e nós valorizamos e estimulamos esse espaço. Hoje, recebemos diante da população uma proposta para contornar todas as irregularidades identificadas no concurso público. Por exemplo, as isenções indeferidas serão reavaliadas, será aberto novo prazo para solicitação de isenção, será criada ferramenta no site da empresa para viabilizar recursos com um número de protocolo. A empresa se comprometeu também a devolver os gastos com sedex de todos os candidatos”, registra o defensor público Rodolpho Penna, coordenador do Núcleo da Defensoria Pública em Macaíba.

A Consulpam se comprometeu ainda em promover todas as alterações no Edital para reafirmar aos direitos das pessoas com deficiência. “A Defensoria irá acompanhar o andamento do processo administrativo aberto pela Prefeitura afim de que seja resguardadas para os candidatos as questões de segurança na realização do certame, correção das falhas operacionais ocorridas na fase de inscrições e as alterações no Edital, seja com a mesma banca ou com a contratação de uma nova banca”, explica a defensora pública Claudia Queiroz, coordenadora do Núcleo de Tutelas Coletivas da DPE/RN.

Valério Mesquita
Mesquita.valerio@gmail.com

Jansen Leiros Ferreira nasceu em Macaíba no dia 15 de março de 1937, era o primogênito de Aguinaldo Ferreira da Silva e Maria Leiros Ferreira, nascida Maria Leonor de Castro Leiros.

Estudou no tradicional Grupo Escolar Auta de Souza e, em Natal no Ginásio 7 de Setembro, concluindo o ginásio e o curso técnico de contabilidade.
Simultaneamente, cursou o científico no Ateneu Norte Rio-grandense. Aos dezoito anos, já havia escrito uma plaqueta fruto de pesquisas em sua cidade, que intitulou “Macaíba e seus tipos populares”. Após a editoração dessa plaqueta, ingressou na Faculdade de Direito da UFRN, cursando o bacharelado em ciências jurídicas e sociais.

Foi nomeado para o Instituto do Açúcar e do Álcool, lotado na Delegacia Regional do Rio Grande do Norte e em 1962, obteve transferência para a sede do órgão na cidade do Rio de Janeiro. E lá, concluiu seu curso de bacharelado em ciências jurídicas na Universidade do Brasil.

No terceiro ano do curso de Direito foi indicado pelo padre Raimundo Brasil – capelão da Base Naval de Natal – para substituir, no Serviço Social daquela unidade, o doutor José Gurgel Guará nas funções de Assessor Jurídico, onde serviu por quase dois anos, no Comando do Capitão de Mar e Guerra Milton Pereira Monteiro.

Ainda em Natal, estudou piano erudito com o maestro Waldemar de Almeida, no Instituto de Música do RN, ocasião em que participou de algumas audições públicas e participando do Conjunto de Câmera Prof. José Monteiro Galvão. Após 1964, face às dificuldades financeiras foi instado a deixar o serviço público federal para exercer a advocacia dando assistência a empresas privadas.

Ainda nos anos sessenta, realizou sua primeira viagem ao exterior, visitando o Peru, o Chile e a Argentina. Depois, conheceu a Europa Central e os Estados Unidos.

Retornando à Natal, foi nomeado para as funções de Assessor Especial da Fundação José Augusto, ao tempo em que eu exerci a presidência do órgão.

Em 1991, foi nomeado Assessor Jurídico do Estado, e lotado na Procuradoria Geral, onde aposentou-se aos setenta anos.

Jansen Leiros, como escritor, editou os seguintes livros: “Macaíba e seus tipos populares”, “Fragmentos e Reflexões”, “Contos do Entardecer”, “Apólogos do Nascer do Sol”, “Prelúdios de um Novo Dia”, “Relembranças”, “Macaíba de Cada Um”, “Sonata do Alvorecer de Aquários”, “Itinerário de um Sertanejo”, “Daphne – compromissos e resgates”, “Garimpando a Luz”, “Acordes da Alma”, “Aleluia do Homem Novo” e “Aquarela do Sol Nascente”.

No campo da música, ele criou entre uma vintena de composições: “Sonho de um Cello”, “Crepúsculo no Solar da Madalena”, “Alma Nordestina” e “Balada para Daphne”, todos por ele harmonizadas para orquestra de cordas.

Estudou canto lírico, e participou de conjuntos corais como o Harmus, do Instituto de Música Waldemar de Almeida, da Fundação José Augusto, de cuja criação foi um dos responsáveis quando compunha o Conselho de Administração.
Barítono, como seu avô materno – maestro João Viterbino de Leiros, era um seresteiro nato e um orador de belas metáforas. Carismático, de simpatia contagiante, era querido pelos que faziam seu entorno.Como advogado, exerceu as funções de Juiz Eleitoral, do Tribunal Eleitoral do Rio Grande do Norte, nomeado pelo Ministério da Justiça e Juiz de Ética da Ordem dos Advogados do Estado do Rio Grande do Norte.

Como profissional de Direito, exerceu a função de advogado empresarial durante algumas décadas, quando foi nomeado para exercer as funções de Assessor Jurídico do Estado. Ainda como liberal, foi nomeado pelo Ministério da Justiça para as funções de Juiz Eleitoral do Rio Grande do Norte. Exerceu de 2004 a 2008 a função de Juiz de Ética da OAB/RN. Integrava o IHGRN e foi o primeiro presidente da Academia Macaibense de Letras.

Faleceu em 17 de outubro de 2016, pacificado com Deus e com os homens. Saudades muitas do amigo e conterrâneo.

(*) Escritor.

Como já havíamos noticiado em posts anteriores, que situação do vereador Netinho França era delicadíssima, hoje, o blog Diário de Macaíba, do colunista Mário Henrique, jogou a última pá de areia em uma possível candidatura do vereador ao Executivo com o apoio da oposição.

Segundo consta no blog, Netinho não terá de forma alguma o apoio da oposição, pois está até agora na “sombra e água fresca” do lado da situação. E, segundo o colunista Mário Henrique, não seria justo o vereador pegar carona faltando poucos meses para o pleito, depois que a oposição ralou bastante nesses últimos anos. Esse é o motivo! A oposição não aceitará!

Situação delicada na base do governo

O blog também destaca que, a situação de Netinho para ser candidato no sistema é uma missão quase impossível, visto que, o terreno já foi demarcado pelo vereador Gerson, que também sonha com a cadeira maior.

Lembrando que, Gerson apoiou todos os candidatos do prefeito Fernando Cunha no pleito passado. Coisa que Netinho não fez!

Como diria o ditado: tá no mato sem cachorro… sem apoio, é praticamente impossível viabilizar uma candidatura a prefeito.

A conferir!

Por Carlos Santos

O Governo do RN decidiu dividir em duas parcelas os repasses do duodécimo do mês de janeiro para a Assembleia Legislativa e o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. A primeira será paga nesta sexta-feira (18) e a segunda no dia 30 deste mês. A informação foi confirmada na tarde de hoje (17) pelo secretário de Planejamento e Finanças (Seplan), Aldemir Freire.

Segundo o secretário, a primeira parcela, de R$ 93,3 milhões, será destinada à folha de pessoal dos Poderes e a segunda, de R$ 33,7 milhões, é referente ao custeio e manutenção das máquinas administrativas do Judiciário e do Legislativo. Tanto a Assembleia Legislativa quanto o Tribunal de Justiça já foram comunicados sobre a medida.

De acordo com Aldemir Freire, o parcelamento do duodécimo será feito da mesma forma que vinha ocorrendo no governo anterior, diante da crise fiscal que o Estado vem enfrentando desde 2015.

Do Portal Nominuto.com

Os praticantes de esportes de duas localidades da zona rural de Macaíba, a partir deste início de 2019, terão mais motivação para suas atividades. Isso porque a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, reformou recentemente as quadras do distrito de Cajazeiras e da comunidade quilombola de Capoeiras.

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Infraestrutura, os serviços contemplam troca de piso, instalação de telas, pintura, iluminação e reposição de equipamentos esportivos. Outras quadras poliesportivas municipais passarão por reformas brevemente.

É importante lembrar que, em outubro de 2018, a Prefeitura também finalizou a construção de uma quadra de esportes no Assentamento José Coelho, região da Reta Tabajara.

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

A organização do curso de paradesporto, promovido pelo Instituto Santos Dumont (ISD), em parceria com a Secretaria de Esporte e Lazer de Macaíba e a Associação Nacional de Desporto para Deficientes (ANDE) divulga a lista de selecionados abaixo. Dúvidas sobre essa atividade poderão ser esclarecidas por e-mail: eventos@isd.org.br.

PARTICIPANTES SELECIONADOS PARA CURSO DE PARADESPORTO EM MACAÍBA (RN)
1. Abcelvio Rodrigues

2. Alan Silva Da Cunha

3. Aleilson Abner Câmara Da Silva

4. Aleson Pabllo Silva Gomes

5. Alex Bezerra Da Costa

6. Aline Andressa Coelho De Souto

7. Amanda Bezerra Alves

8. Amanda De Jesus Coelho

9. Amilton Da Cunha

10. Ana Beatriz Medeiros Melo

11. Bárbara Do Carmo Silva

12. Beatriz Alves Da Silva

13. Breno De Araújo Freitas

14. Bruno Henrique De Medeiros Lins

15. Bruno Revoredo Rodrigues

16. Carla Cristina Dos Santos

17. Carla Virginia Paulino Da Silva

18. Carlos Daniel Freire De Araújo

19. Carlos Manoel Da Silva Neto

20. Claudia Heloisa Freire Maciel Do Sacramento

21. Clean Laranjeira

22. Daniel Diniz Lima Gomes

23. David Felipe Do Nascimento Silva

24. Denis Pereira Da Silva

25. Denise Lemos Fernandes

26. Deyse Rafaela De Oliveira Brauna

27. Diego Felipe Rennó Martinez

28. Divaneide De Sousa Gome

29. Djavan Dias Duarte

30. Edmundo Jorge Fernandez Escravana

31. Emerson Josse Emidio Silva

32. Érika Giovana Carvalho Da Silva

33. Erotildes Soares Da Silva Cavalcante Neta

34. Fabiam Da Silva Marques

35. Felipe Bruno Bezerra Rodrigues

36. Fernanda Aparecida Do Vale Silva

37. Flávia Isabelle Batista Duarte Braga

38. Gilda Galvão Brito

39. Gildenia Dantas Da Silva

40. Gilvania Dantas Da Silva

41. Giovani Andre

42. Gleyca Thyês Da Silva Romeiro Rocha

43. Iranéia Da Silva Costa Laurentino

44. Izamara Rafaelly Da Silva Peres

45. Jaemilly Daniel Ferreira De Aragão

46. Jailde Tavares De Moura

47. Jair Fernandes Dos Santos Junior

48. Jaqueline Santos Oliveira

49. Jayonara Mychele Da Silva

50. Jean Gusatavo De Sá Alves Bezerra

51. Jeandelson Santos De Paiva

52. Jeovania Michele De Lima

53. Jessika Ibanez Reis De Souza

54. Jhemyson Darlen Oliveira Bezerra

55. João Lucas Avelino Pereira

56. Jonathan Lucas Guedes Ramos Bernardo

57. José Carlos Gomes Da Silva

58. José Felipe Barbosa Da Silva

59. José Lucas Gomes Dos Reis

60. Josefa Lucila Felix Moreira

61. Josenilson Alexandre Alves

62. Juliana Ferreira De Sousa

63. Júlio Fernandes Da Silva

64. Káren Régia Mafra Liberato

65. Karina De Sousa Oliveira

66. Karini Karolainy Gomes De Oliveira

67. Katiussia Gomes Pessoa

68. Kézia Crispim Da Silva Barbosa

69. Larissa Medeiros De Souza

70. Larissa Melina Magalhães De Andrade

71. Laura Cristina De Carvalho Zaglout Bezerra

72. Lenir Ferreira Da Silva

73. Liliane Azevedo Januário

74. Luan Jacome De Lima

75. Luana Barbosa Machado De Macedo

76. Luciana Dantas De Melo

77. Madson Ranier De Araujo Machado

78. Maíra Mariana Gomes Macêdo De Sousa Silva

79. Marcelo Da Silva Idalino

80. Marcia Janete Santos Ramos

81. Maria Aneílma Ribeiro De Azevedo

82. Marília De Azevedo Silva

83. Marilia Mayara Freire Da Cunha

84. Marilia Simone De Oliveira

85. Márlon Madson Alexandre Silva

86. Marta Mariane Ferreira Gomes De Souza

87. Matheus De Paiva Azevedo

88. Matheus Felipe Souza Mafra

89. Matheus Souza Dos Santos

90. Micael Da Silva Dias

91. Micaelly Ramos Do Nascimento

92. Michelle Bacurau Trajano Rodrigues

93. Mucio Sergio Ramos Da Silva

94. Natália Dantas De Morais

95. Naxon Raley Palhares

96. Obede Dos Santos Silva

97. Pablo Daniel Carlos

98. Poliana De Araújo Xavier

99. Rafael Fernandes Pereira

100. Rejane Vilar Da Rocha

101. Renan Diniz De Carvalho Dantas

102. Roberta Paula Lopes Dantas

103. Roberto Correia Alves

104. Rosália Duarte Bandeira

105. Samanttha Suwellen De Morais Marques Dos Reis Rodrigues

106. Samuel Vasconcellos Dos Santos

107. Sandro Souza dos Santos

108. Shara Suziane Da Silva Santos

109. Sonaria da Siva Almeida

110. Talita Trigueiro Domingos

111. Tatiana Fernandes De Carvalho Pereira

112. Tereza Cristina Dantas Gomes

113. Thatiane Rodrigues Praxedes

114. Thereza De Fátima Dantas Galvão De Medeiros

115. Thiago Emmanuel Andrade De Sales

116. Valdenice Tereza Da Silva

117. Vanuza Maria Da Silva

118. Vitória Cristina De Medeiros Santos

119. Viviana Ferreira Carneiro

120. Wilma Leoncio Chacon

Veja mais informações AQUI