Categoria: Polícia

Foto: Cedida

Uma quadrilha arrombou a parede de uma loja e roubou cerca de 400 pneus de caminhão durante os dias de carnaval, em Parnamirim, na região metropolitana de Natal. Os criminosos fizeram duas viagens para levar o estoque, sendo uma na madrugada da terça (5) e outra na quarta-feira (6). O caso só foi percebido nesta quarta-feira, quando a loja foi reaberta.

A empresa vítima do roubo estima um prejuízo de R$ 500 mil reais. Localizada às margens da BR-101, em Parnamirim, a loja informou que essa foi a primeira vez em que um caso como esse aconteceu. O caso foi denunciado à Polícia Civil e informado também à Polícia Rodoviária Federal (PRF), porque a suspeita é de que a carga ainda esteja na região.

De acordo com a loja, os criminosos agiram por volta das 2h da madrugada, nos dois dias. Eles arrombaram a porta de um galpão vizinho, entraram com o caminhão e quebraram a parede que dava acesso ao estoque da loja. Transferindo a carga para o veículo.

Durante a ação, os ladrões cobriram as câmeras de segurança com sacos. A loja ainda não sabe a razão, mas o alarme não foi acionado.

A loja Pneubras, vítima do caso, informou que á a única representante dos pneus Dunlop na região. Portante se qualquer pessoa achar um produto deste tipo sendo vendido, pode denunciar o caso à polícia.

Entre os produtos, havia um modelo de pneu que sequer tinha sido lançado no mercado ainda.

G1 RN

PC/ASSECOM

Policiais Civis da Equipe de Plantão de Barra de Maxaranguape, na manhã deste domingo (3), prenderam em flagrante Paulo Barbosa Roque e Paulo Rodrigues Santana, pela prática de crimes de furto.

As prisões ocorreram logo após denúncias de arrombamentos de veículos na localidade. Com os autores do crime, foram encontrados diversos aparelhos celulares e dinheiro das vítimas. Paulo Roque tem outras passagens pela polícia em razão do mesmo delito.

A Polícia Civil conta com auxílio da população no envio de informações que possam ajudar em investigações. As denúncias possuem garantia de sigilo e podem ser realizadas por meio do 181.

G1 RN – O agente penitenciário Dhayme Araújo da Silva, que é o coordenador da Administração Penitenciária do Estado (Coape), sofreu um tiro de arma de fogo enquanto fazia uma ronda externa no Complexo Penitenciário de Alcaçuz, em Nísia Floresta, na região metropolitana de Natal. O caso aconteceu na noite deste sábado (2), por volta das 23h.

De acordo com a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), o servidor foi ferido por “um disparo acidental de arma de fogo”. Ainda de acordo com nota emitida pela pasta, o caso aconteceu durante a realização de uma ronda na área de acesso do complexo penitenciário.

“O agente está no centro cirúrgico do Hospital Walfredo Gurgel. A Sejuc acompanha a evolução de seu quadro de saúde e já disponibilizou todo o apoio necessário”, informou a nota.

Ainda de acordo com a secretaria, as circunstâncias do incidente ainda serão apuradas.

Policiais Civis da Delegacia Municipal de São José de Mipibu deram cumprimento a um mandado de prisão preventiva, na tarde deste sábado (2), em desfavor de José Emiliano Barbosa, 19 anos, pela prática do crime de roubo qualificado.

Por sua vez, na zona rural de São José de Mipibu, a equipe prendeu em flagrante delito Fábio Júnior Barboza, 26 anos, por porte ilegal de munição calibre 38.

A Polícia Civil conta com auxílio da população no envio de informações que possam ajudar nas investigações. As denúncias possuem garantia de sigilo e podem ser realizadas por meio do 181.

PC/ASSECOM

Foto: MPRN/Divulgação

O Ministério Público do Rio Grande do Norte e a Polícia Militar deflagraram nesta quinta-feira (28) uma operação denominada ‘Cancão’, cujo objetivo é combater uma facção criminosa que age dentro e fora de unidades prisionais potiguares. Ao todo, estão sendo cumpridos mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão em 15 municípios. O nome da operação é referência a uma ave típica do semiárido nordestino.

Segundo o MP, a ação é fruto de uma investigação iniciada em 2017 para apurar a atuação da organização criminosa, principalmente em cidades da região Seridó.

As investigações apontam que a principal atuação do grupo é a aquisição, transporte, armazenamento e distribuição de drogas na região.

Além disso, a facção também é responsável por homicídios, roubos, furtos e lavagem de dinheiro.

G1 RN

Foto: PF-RN/Divulgação

A Polícia Federal deflagrou hoje (28/02) a Operação Godela*, destinada a apurar a prática dos crimes de associação criminosa, obtenção de financiamento mediante fraude e uso de documentos falsos, no Rio Grande do Norte.

Cerca de 20 policiais federais deram cumprimento a três mandados de prisão preventiva, cinco mandados de busca e apreensão domiciliar e cinco mandados de busca e apreensão de veículos, nas cidades de Natal/RN e Ceará-Mirim/RN. As medidas foram expedidas pela 2ª. Vara da Justiça Federal/RN.

As medidas cumpridas nesta manhã têm por objetivo prender três investigados, coletar outras provas das práticas das infrações penais, identificar os demais membros da associação criminosa, além de apreender os veículos produtos do crime.

A investigação teve início no mês de janeiro de 2019, quando a Polícia Federal recebeu notícia-crime dando conta do financiamento de veículos com documentos falsos em uma loja de automóveis no bairro de Lagoa Seca, nesta capital. No decorrer das investigações, foram reunidos elementos de prova relacionados à consecução de cinco fraudes consumadas e uma tentada, perpetradas pelo mesmo grupo criminoso, num intervalo de menos de dois meses. Ler mais…

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

G1 RN – Um homem foi assassinado dentro do próprio carro no início da tarde desta quarta-feira (27), próximo ao Centro Comercial Aluízio Bezerra (CCAB) Sul, em Capim Macio, na Zona Sul de Natal. Uma mulher, sogra da vítima, que também estava no veículo, foi baleada.

De acordo com a Polícia Militar, Vitor Martins Lima dirigia o automóvel, uma caminhonete Amarok, quando foi abordado pelos criminosos, que se aproximaram atirando. Ainda segundo a PM, depois de atingido, Vitor Lima perdeu o controle do carro e bateu em uma árvore no canteiro central da rua que passa atrás do CCAB.

Os bandidos seguiram o veículo e atiraram mais vezes na direção dele. Em seguida os assassinos fugiram e não foram mais vistos. Ninguém foi preso. O condutor atingido ainda foi socorrido, mas chegou morto ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. A sogra dele foi atingida por uma bala na perna.

A PM informou também que, no momento em que foi alvejado, Vitor saía com a sogra e a esposa dele de um estabelecimento que pertence à família e fica no Centro Comercial.

Um policial reformado (aposentado por apresentar problemas psicológicos) foi morto a tiros na noite desta terça-feira (26) no bairro Cidade Alta, na Zona Leste de Natal. Luciano de Aquino Ramos tinha 43 anos. Ninguém foi preso.

O crime aconteceu na Rua Capitão Silveira Barreto, próximo ao viaduto do Baldo. Segundo a assessoria de comunicação da PM, o soldado estava sozinho quando foi surpreendido por dois homens que se aproximaram em uma motocicleta. Após os disparos, os assassinos fugiram.

G1 RN

Um sargento aposentado do Corpo de Bombeiros foi morto a tiros na noite desta segunda-feira (25) em um bar na comunidade Sítio Campinas, em Genipabu, na cidade de Extremoz, na Grande Natal. O assassino também foi morto. Segundo a Polícia Militar, o atirador foi pego e esfaqueado por clientes que estavam no bar. Ninguém foi preso.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o sargento aposentado Ivan Ferreira da Silva, de 58 anos, era o dono do bar. Ele teria tentado separar uma briga. Foi quando um homem identificado como Givanildo Pedro do Nascimento, de 27, sacou um revólver e atirou. Disparos atingiram o bombeiro, que não resistiu aos ferimentos e morreu antes de ser socorrido.

O atirador tentou fugir, mas acabou sendo alcançado, esfaqueado e morto por algumas pessoas que estavam no bar.

O bombeiro Ivan ingressou no Corpo de Bombeiros em 1981, e estava aposentado desde 2010.

A Polícia Civil trabalha para tentar identificar as pessoas que esfaquearam e mataram Givanildo.

G1 RN

Durante a “Operação Clássico Rei”, esquema de segurança para a partida de futebol entre América e ABC, realizado na noite desta quarta-feira (20) no Estádio Arena das Dunas, policiais militares do Batalhão de Polícia de Choque – BPCHOQUE detiveram um torcedor que estava de posse de nove unidades de LSD e usando tornozeleira eletrônica. Alisson David da Silva, 19 anos, foi conduzido à Delegacia de Plantão da Zona Norte.

A Polícia Militar esteve atuando dentro e fora do estádio com o intuito de garantir a segurança de todo o perímetro do complexo Arena das Dunas e vias de acesso. O Comandante Geral da PM, Coronel Alarico, esteve pessoalmente acompanhando a Operação.

PM/ASSECOM

Um assaltante morreu baleado e outro acabou ferido e preso ao trocarem tiros com a polícia após roubarem uma casa lotérica na manhã desta quinta-feira (21) na cidade de Santa Cruz, na região Agreste potiguar.

Segundo a Polícia Militar, o assaltante que morreu ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu ao ferimento. Já o comparsa, que é menor de idade, não corre risco de morte. O confronto aconteceu na porta da lotérica, quando a dupla tentava fugir em uma motocicleta.

Segundo o major Eudes Valério, comandante da PM em Santa Cruz, a dupla é suspeita de ter realizado outros assaltos na região. Com eles os policiais conseguiram recuperar aproximadamente R$ 3 mil, dinheiro que a dupla havia roubado da lotérica. Uma arma de fogo foi apreendida.

G1 RN

Foto: Ivanucia Lopes/ Inter TV Costa Branca

Uma mulher de 22 anos foi presa em Mossoró, Oeste potiguar, suspeita de matar a própria filha, um bebê recém-nascido. Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu logo depois que a mulher deu à luz, na tarde deste domingo (17).

Ainda de acordo com a polícia, depois que a menina nasceu, a suspeita a arremessou pela janela do apartamento em que morava, no 3º andar, no bairro Planalto. O bebê foi encontrado na área comum do condomínio, morto.

A mulher foi presa em flagrante pela polícia e, inicialmente, negou que estava grávida e havia tido uma filha. Porém exames médicos comprovaram a gestação. Em seguia, ela confessou o crime. A mulher morava com os pais, que disseram aos policiais que não sabiam da gravidez.

A menina nasceu com sete meses e, segundo levantou a perícia, estava viva antes de ser jogada pela janela. A suspeita foi levada para a ala feminina da Penitenciária Agrícola de Mossoró.

G1 RN

Um bandido morreu na noite desta quarta-feira (13) ao trocar tiros com policiais militares dentro de uma base da PM em Extremoz, cidade da Grande Natal. O criminoso foi parar dentro da base graças a um motociclista que o próprio bandido fez de refém ao tentar roubar uma moto.

Para tentar escapar do ladrão, que subiu na garupa do veículo, o motociclista invadiu o destacamento em busca de ajuda. Foi quando aconteceu o confronto.

Segundo a PM, o motociclista estava a caminho de uma autoescola quando foi rendido pelo assaltante e obrigado a pilotar com o bandido na garupa. Ao passar em frente ao batalhão da PM, a vítima entrou no estacionamento do prédio em alta velocidade e gritou por socorro.

O ladrão e os policiais de plantão trocaram tiros. O motociclista não se feriu. Já o assaltante, acabou baleado e socorrido ao hospital. Porém, ele não resistiu ao ferimento. Até o momento o assaltante ainda não foi identificado. Com ele os policiais apreenderam um revólver.

G1 RN

Foto: Inter TV Costa Branca

Oitocentos militares do Exército brasileiro realizam nesta quarta-feira (13) uma operação de segurança para a transferência de detentos para a Penitenciária Federal de Mossoró, na região Oeste potiguar. Os detentos chegam ao Rio Grande do Norte vindos de presídios em Presidente Venceslau e em Presidente Bernardes, no interior de São Paulo.

O desembarque deve acontecer ainda nesta tarde. Contudo, ainda não se sabe quantos virão nem quem são os presos. A operação foi batizada de ‘Tranca Forte’. Das duas unidades de São Paulo saíram 22 presos.

Os militares devem permanecer em Mossoró até o dia 27, segundo publicação feita no Diário Oficial da União na edição desta quarta. O decreto, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, também prevê reforço de tropas federais para a Penitenciária Federal de Porto Velho, em Rondônia.

A transferência de integrantes do PCC ocorre após o governo paulista ter descoberto um plano de fuga para os chefes e ameaças de morte ao promotor que combate a facção no interior de São Paulo. A facção atua dentro e fora dos presídios brasileiros e internacionalmente.

G1 RN