Categoria: Política

A Operação Fora do Caixa, um desdobramento da Operação Lava Jato, foi deflagrada nesta quinta-feira (9) pela Polícia Federal (PF), a fim de apurar o pagamento de R$ 1,5 milhão, por meio de caixa dois, para o então candidato ao governo do Pará Helder Barbalho, nas eleições de 2014. Segundo a PF, o governador não é investigado na operação. O ex-senador Luiz Otávio Campos é um dos presos. Foi também preso em Palmas, no Tocantins, Álvaro Cesar Silva da Rin, suspeito de ter participado da intermediação da doação ilegal.

De acordo com a PF, durante as investigações foram encontrados indícios de que, pelo menos, um dos pagamentos ocorreu em um endereço ligado a parentes do ex-senador. As investigações são baseadas em depoimentos de colaboração premiada feitos por executivos da Odebrecht.

Nos depoimentos, os executivos disseram que foram realizadas três entregas, nos valores de R$ 500 mil reais cada, nos meses de setembro e outubro de 2014, sendo que o recebimento foi intermediado por um ex-senador da República, vinculado ao então candidato ao governo do estado do Pará”.

Os policiais federais cumprem desde as primeiras horas da manhã de hoje dois mandados de prisão temporária nas cidades de Belém, no Pará; Palmas, no Tocantins; e Brasília, no Distrito Federal. Estão sendo cumpridos também mandados de buscas e apreensões. As medidas judiciais foram autorizadas pela 1ª Vara da Justiça Eleitoral da capital paraense. Ler mais…

Foto/Reprodução

O Ranking dos Políticos, projeto que compara o desempenho dos parlamentares brasileiros no Congresso Nacional, apontou a deputada federal Natália Bonavides (PT) como a pior representante do Rio Grande do Norte no Legislativo. Conforme os critérios adotados pela instituição, a petista acumula impressionantes 309 pontos negativos. Ela está bem a frente da segunda pior colocada pelo Estado, a senadora Zenaide Maia (Pros), que acumulou 166 pontos negativos.

Por presença nas sessões, Natália recebeu 13 pontos, mas ficou com -2 em privilégios – item que compara o valor gasto pelo político, no período total do mandato, com a média de gastos dos demais parlamentares no mesmo período. A petista somou mais 25 pontos dessa vez por ter formação profissional, ter permanecido filiada ao mesmo partido e por abrir mão de aposentadoria especial.

Porém, a deputada ficou com -345 pontos em qualidade legislativa. Neste item, a avaliação leva em conta as votações das leis mais relevantes do Congresso. As pontuações são definidas pelo Conselho de Avaliação do Ranking, levando conta principalmente sua contribuição para o combate à corrupção, aos privilégios e ao desperdício de recursos públicos.

Fonte: Portal Grande Ponto

O deputado estadual Hermano Morais vai se filiar ao PSB. Hermano pretende disputar a Prefeitura de Natal. No MDB, mesmo partido do prefeito Álvaro Dias, o deputado não teria chances de viabilizar seu projeto. Diante dessa situação, Hermano solicitou ao Tribunal Regional Eleitoral sua saída da sigla sem perda do mandato, o que lhe foi concedido.

Via Macaíba no Ar

Foto: José Cruz/Agência Brasil

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (12) as primeiras quatro resoluções com regras para a eleição municipal de 2020, entre as quais a que regulamenta os procedimentos de fiscalização e auditoria do sistema eletrônico de votação.

Neste caso, a principal novidade foi a ampliação do rol de entidades que podem fiscalizar a votação, que passa agora a incluir, por exemplo, as Forças Armadas, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Tribunal de Contas da União (TCU) e entidades privadas, sem fins lucrativos, que possuam notória atuação em fiscalização e transparência da gestão pública e sejam previamente credenciadas junto ao TSE.

Elas se juntam às entidades que tradicionalmente já constavam da lista, como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Congresso Nacional, Supremo Tribunal Federal (STF), Ministério Público, Polícia Federal e os departamentos de tecnologia da informação de universidades.

Pesquisas

Outra resolução aprovada nesta quinta-feira foi a que regulamenta a realização de pesquisas de intenção de voto, que – a partir de 1º de janeiro – só poderão ser realizadas mediante registro de uma série de informações junto ao TSE.

Pela primeira vez, essa resolução passa a trazer a proibição expressa de que sejam excluídos da lista da pesquisa os nomes de candidatos que tenham a confirmação de seu registro de candidatura ainda pendente de aprovação pelo TSE.

Agora, um candidato só pode ter seu nome excluído de uma pesquisa eleitoral quando seu registro não estiver mais sub judice, ou seja, quando sua candidatura tiver sido indeferida em definitivo, sem possibilidade de recurso judicial. Ler mais…

Até março, PSDB RN vai receber centenas de filiações em todas as regiões do Estado aumento suas forças para 2020

O Rio Grande do Norte também foi representando no encontro do PSDB-Mulher em Brasília. Na noite desta sexta-feira (6) a reunião da Coordenação Executiva e das Coordenadorias Regionais, na véspera do IV Congresso Nacional do PSDB, teve o lançamento de quatro novos produtos de Comunicação com o objetivo de eleger mais mulheres nas eleições municipais de 2020.

Da delegação Potiguar, a ex-deputada Larissa Rosado que preside o PSDB Mulher RN, a vice-prefeita de Apodi, Hortência Regalado, a presidente da Câmara Municipal de Nísia Floresta, Polyana Dias, além da ex-deputada federal Sandra Rosado, vereadora de Mossoró. A meta é repetir o sucesso alcançado na disputa eleitoral de 2018, quando a bancada feminina do PSDB cresceu 60% na Câmara dos Deputados e 33% nos estados. A presidente nacional do PSDB-Mulher, Yeda Crusius, anunciou os novos produtos e a prioridade do segmento: o investimento na capacitação e formação de novas lideranças.

O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo ressaltou a importância do evento. “Vamos revigorar nossas teses. Vamos ouvir a voz de vocês. Vocês são fundamentais para nós. Temos de aumentar a participação. Evoluir para um discurso. O espaço das mulheres é em todas as esferas de Poder do país”, disse o pernambucano.

Larissa Rosado também mostrou que no Rio Grande do Norte, o PSDB tem recebido filiações de prefeitas, vice-prefeitas e em março várias vereadoras vão assinar a ficha de filiação da legenda que mais cresce no Estado. “O presidente Ezequiel Ferreira tem feito um trabalho de crescimento em todas as regiões do Estado. Juntamente com os deputados, o PSDB é hoje um partido importante. Estamos fortalecendo as mulheres, a troca de ideias e as experiências para que a gente possa ter cada vez mais mulheres participando construindo um Rio Grande do Norte mais forte”, disse Larissa Rosado.

Foto: Waldemir Barreto

Agência Senado – A senadora Zenaide Maia (Pros-RN) lembrou a Semana Internacional da Pessoa com Deficiência nesta quarta-feira (4), em Plenário, e criticou o projeto de lei (PL-6.159/2019), encaminhada ao Congresso pelo Poder Executivo, que cria alternativas para liberar as empresas da obrigatoriedade de manter uma cota de pessoas com deficiência entre os seus empregados. Zenaide afirmou o projeto dificultará ainda mais a acessibilidade desses deficientes ao mercado de trabalho.

— O projeto de lei diz que flexibiliza, mas na verdade ele acaba [com as cotas], porque as empresas não vão ter obrigação de cumprir aquele número de cotas. São muitas pessoas com deficiência que dependem, que têm seu trabalho, que a gente inclui com dignidade. E eu insisto em dizer: um país onde o Estado, no caso, não inclui as suas pessoas com deficiência, quem é deficiente é o país, é a sociedade, porque a gente sabe que a maioria das barreiras são impostas pela sociedade — disse a senadora.

A senadora também criticou a Medida Provisória (MP 871/2019), que resultou na Lei 13.846, de 2019, para combater as irregularidades em benefícios previdenciários, conhecida como “pente fino”. Para ela, em vez de dificultar o pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC), o governo deveria simplesmente manter auditorias constantes, para evitar fraudes no sistema.

— Por que botaram uma MP? Porque eles mudaram as regras de acesso. Não foi porque as pessoas com deficiência deste país, que precisam desse salário mínimo, sejam fraudadores da Previdência. A gente sabe que, em tudo, pode haver alguém que fraude, mas isso não é motivo para dificultar — disse Zenaide.

O Deputado Nelter Queiroz já decidiu o seu candidato a Prefeito de Jucurutu, o seu filho George Queiroz, derrotado nas últimas eleições municipais pelo atual Prefeito Valdir Medeiros(o liso), quando concorria à reeleição.

Queiroz já anda dizendo que vai mostrar ao próprio povo que coloca o filho novamente sentado na cadeira de Prefeito. Declarou a alguns colegas na Assembleia que se não elegesse George Prefeito em 2020, não seria mais candidato a Deputado.

Será que essa promessa do Deputado é igual a que ele fez em 2016, quando disse que se o filho George não fosse reeleito ele renunciaria?! Só o povo e o tempo dirá.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) só vai se debruçar sobre a intenção do partido em disputar a prefeitura de São Paulo nas eleições de 2020 depois do Congresso Nacional do PT, marcado para os dias 22, 23 e 24 de novembro na capital paulista.

“Não tem nada ainda. Agora só depois do Congresso”, disse ao Congresso em Foco a presidente nacional da legenda, Gleisi Hoffmann, ao negar que Lula tenha manifestado opinião sobre o pleito do ano que vem.

Possuem a intenção de estar na cadeira hoje ocupada por Bruno Covas (PSDB), os deputados federais petistas Carlos Zarattini, Eduardo Suplicy, Alexandre Padilha, Jilmar Tatto e Paulo Teixeira.

“Estamos combinando aqui no PT da capital um processo de debates e eventualmente uma prévia para março/abril do ano que vem”, disse Zarattini ao site.

O deputado prega um debate com os partidos de oposição a Bolsonaro nas eleições da cidade. “Estamos conversando com Psol, PC do B, PDT e PSB um processo de unidade. Se não conseguirmos unidade na negociação eu estou propondo para o PT e para os outros a realização de uma primária. Acho que fortaleceria muito a oposição. A proposta de primárias é do Suplicy e tem o meu apoio e do Paulo Teixeira”, afirmou.

Lula ficou preso por 580 dias na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Após ser solto no último sábado (8), beneficiado por decisão do Supremo Tribunal Federal que proibiu prisão em segunda instância, o petista foi à São Bernardo do Campo (SP), onde mantém residência atualmente.

Congresso em Foco

O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou hoje (10), em um pronunciamento transmitido a partir da cidade de Cochabamba, sua renúncia ao cargo, em meio à escalada dos protestos que se seguiram à eleição de 20 de outubro no país.

Ao lado de Morales, o vice-presidente Alvaro García Linera também anunciou que deixa seu posto. Posteriormente, o ex-presidente boliviano falou sobre o assunto em suas redes sociais.

“Queremos preservar a vida dos bolivianos”, disse Morales no pronunciamento. Ele disse que decidiu deixar o cargo “para que não continuem maltratando parentes de líderes sindicais, prejudicando a gente mais humilde. Estou renunciando e lamento muito esse golpe”.

Imagens de TV mostraram oposicionistas comemorando nas ruas de La Paz. A pressão sobre Morales aumentou depois que o comandante das Forças Armadas bolivianas, William Kaiman, sugeriu, na tarde deste domingo, que Morales renunciasse para permitir a “pacificação e a manutenção da estabilidade, pelo bem da nossa Bolívia”. Ler mais…

Foto: Roney Domingos/G1

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursou na tarde deste sábado (9) em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, e disse que Jair Bolsonaro foi eleito para governar para o povo brasileiro e não para os milicianos do Rio. Lula fez um discurso agressivo e atacou o ministro da Economia, Paulo Guedes, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, o procurador da República Deltan Dallagnol e a Operação Lava Jato.

“Ele [Bolsonaro] foi eleito. Democraticamente nós aceitamos o resultado da eleição. Esse cara tem um mandato de 4 anos. Agora, ele foi eleito para governar para o povo basileiro, e não para governar para os milicianos do Rio de Janeiro” , disse Lula.
Lula diz que Bolsonaro foi eleito para governar para o povo, e não para milicianos

“Eu duvido que o Moro durma com a consciência tranquila que eu durmo. Eu duvido que o tal do Dallagnol durma com a consciência tranquila que eu durmo. Aliás, eu duvido que o seu Bolsonaro durma com a consciência tranquila que eu durmo. Eu duvido que o ministro demolidor de sonhos, destruidor de empregos, destruidor de empresas públicas brasileiras, chamado Guedes, durma com a consciência tranquila que eu durmo. E eu quero dizer pra eles, eu estou de volta”.

“Eu poderia ter ido a uma embaixada, eu poderia ter ido a um outro país, mas eu tomei a decisão de ir lá [ser preso]. Porque eu preciso provar que o juiz Moro não era juiz, era um canalha que estava me julgando” , disse o ex-presidente.

Lula foi solto nesta sexta-feira (8) após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e 580 dias preso. O ex-presidente passou a noite em Curitiba e embarcou em um avião fretado na manhã deste sábado rumo a São Paulo.

Em São Bernardo do Campo, estavam presentes Fernando Haddad, Marcelo Freixo, Guilherme Boulos, Gleisi Hoffmann e outras lideranças do Partido dos Trabalhadores (PT). A fala do ex-presidente durou cerca de 1 hora. Lula disse que o Brasil já foi “respeitado no mundo inteiro”.

“Não adianta ficar preocupado com as ameaças que eles fazem na televisão. Que vai ter miliciano, que vai ter o AI-5 outra vez. A gente tem que ter a seguinte decisão: esse país é de 210 milhões de habitantes e a gente não pode permitir que os milicianos acabem com esse país que nós construímos”, disse em ataque ao governo de Jair Bolsonaro.

“Se as pessoas tiverem onde trabalhar, se as pessoas tiverem salário, se as pessoas tiverem onde estudar, se as pessoas tiverem acesso à cultura, a violência vai cair. Nós temos que dizer contra a distribuição de armas do Bolsonaro. Nós vamos distribuir livros”. Ler mais…

O PSDB Mulher do Rio Grande do Norte reuniu nesta sexta-feira (25) , prefeitas, vice-prefeitas, presidentes de Câmaras Municipais, vereadoras, pré-candidatas, militantes e simpatizantes do partido para debater formas de fortalecimento da presença feminina nas eleições. O evento foi realizado no auditório da Assembleia Legislativa e contou com a presença da presidente nacional do PSDB Mulher, a ex-deputada federal Yeda Crusius, que foi governadora do Rio Grande do Sul e ministra do Planejamento, no Governo Itamar Franco.

O encontro teve como objetivo reforçar a importância da presença das mulheres no processo político. Segundo Yeda Crusius, o PSDB espera oferecer candidaturas que estejam antenadas com as necessidades da sociedade brasileira. Yeda também ressaltou a iniciativa do diretório potiguar, ao convocar as mulheres para debater o futuro das nossas cidades. “Este momento é de grande importância, por abrir as portas do partido para que as mulheres possam perceber o quanto podem contribuir com o crescimento dos nossos municípios, Estados e do país”, disse Yeda.

Para a presidente do PSDB Mulher no RN, a ex-deputada Larissa Rosado, o evento foi uma oportunidade para mostrar ao Estado que a legenda espera não apenas cumprir a cota de participação feminina nas eleições, mas oferecer candidaturas qualificadas e com capacidade de contribuir com o crescimento dos municípios potiguares. “Inclusive esperamos, com a maior participação feminina, ampliar o debate sobre assuntos de importância para a sociedade nas eleições do próximo ano”, disse.

Além da presença da presidente nacional do PSDB Mulher, Yeda Crusius, o evento contou com a coordenadora regional do PSDB Mulher no Nordeste, a ex-deputada Iraê Lucena. Por fim, também foi realizado um curso sobre o “Uso de Redes Sociais e Campanha Eleitoral”, sob o comando da jornalista Anna Ruth Dantas. Na oportunidade, foi anunciado o nome de Adriana Trindade para o secretariado do PSDB Mulher em Natal.

Também estiveram presentes no evento a ex-deputada federal e vereadora de Mossoró, Sandra Rosado, prefeitas e vice-prefeitas, vereadoras e lideranças de várias regiões do Estado. O presidente do PSDB Jovem no RN, Geyson Barbosa, também participou do encontro.

O PDT (Partido Democrático Trabalhista) cearamirinense em convenção realizada na tarde desta quinta-feira (24), homologou os nomes do engenheiro agrônomo Marcílio Dantas, prefeito, e do comerciante Evilásio Lima, vice-prefeito, para disputar a eleição suplementar que irá acontecer em Ceará-Mirim no próximo dia primeiro de dezembro.

Presentes muitos filiados e simpatizantes que lotaram as dependências do parlamento municipal. Também se fez presente o presidente estadual da sigla, ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves.

Escolha do vice: Dr. Marcilio vinha conversando com setores do comércio, CDL, e alguns comerciantes há mais de 2 meses buscando a construção de uma aliança com um representante do setor produtivo da cidade. No entanto, 03 nomes do grupo despontavam como prováveis vices e estavam dispostos a enfrentar o desafio. Eram eles: Sula (presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais) Sheila Varela (médica e filha do ex-prefeito Roberto Varela) e Edinaldo Moura (presidente da Associação de Clubes Amadores e radialista), no entanto, vendo a necessidade da aglutinação e trazendo um representante do setor produtivo da cidade, todos abriram mão da disputa em prol do fortalecimento de uma nova alternativa pro Município. Tudo discutido entre os envolvidos de forma clara, transparente e democrática, sem qualquer dissidência. O grupo seguiu unido e fortalecido.

O evento será no auditório da Assembleia Legislativa a partir das 14h com a presença de Yeda Crusius do PSDB Nacional

Com o objetivo de fortalecer a participação feminina nas eleições, o PSDB Mulher do Rio Grande do Norte realizará nesta sexta-feira (25) um encontro estadual. O evento será no auditório da Assembleia Legislativa e começará às 14 horas. Na oportunidade, será apresentado o nome da secretária do PSDB Mulher em Natal.

“Nosso objetivo é contribuir para a qualificação das mulheres que têm interesse em participar de alguma forma da política. Estamos a menos de um ano das próximas eleições municipais, e o PSDB tem a preocupação em atrair mais mulheres para a política, como forma inclusive de amplificar o debate sobre assuntos de importância para a sociedade atual”, disse a presidente estadual do PSDB Mulher, a ex-deputada Larissa Rosado.

Ainda de acordo com Larissa, o foco do partido é buscar bons nomes para compor chapas no processo eleitoral de 2020. “O PSDB não pensa apenas em cumprir uma cota, como manda a legislação. É muito mais do que isso. Nosso trabalho é atrair mulheres que desejem se dedicar a política e, de alguma forma, contribuir com a sua cidade ou o nosso Estado”, completou Larissa.

Na programação do encontro, está prevista a abertura com a presidente nacional do PSDB Mulher, a deputada federal Yeda Crusius, e a coordenadora regional do PSDB Mulher no Nordeste, Iraê Lucena. Depois, será realizado um curso sobre “Uso de Redes Sociais e Campanha Eleitoral”, sob o comando da jornalista Anna Ruth Dantas.

De acordo com Larissa Rosado, o evento é aberto ao público e as simpatizantes do PSDB, inclusive para as mulheres que trabalham como assessoras de mandatos políticos.

Foto: Roberto Lucena/MDB

O MDB no RN está fechado com o projeto de reeleição do prefeito de Natal, Álvaro Dias (MDB). Quem afirma é o novo presidente estadual do partido, deputado federal Walter Alves, eleito nesta segunda-feira (21) para mandato de dois anos (2019 – 2021) à frente da legenda.

Ele substitui seu pai, o ex-senador Garibaldi Alves Filho (MDB), que assumiu a presidência após o afastamento, em 2017, do então presidente estadual, Henrique Eduardo Alves. O ex-ministro do Turismo foi preso pela Lava jato em junho daquele ano, por suspeitas de corrupção.

Essa é a segunda vez que o MDB não elege Henrique Eduardo Alves para presidente estadual da legenda. De acordo com Walter Alves, tudo isso faz parte de um movimento de renovação pelo qual o partido está passando. E que nãos e restringe apenas o RN.

Ele cita como exemplo a eleição do novo presidente nacional, o deputado federal Baleia Rossi, que tem apenas 44 anos. “O partido precisa se reciclar, principalmente nessa parte de redes sociais”, diz.

Segundo ele, nesse processo de renovação contará com apoio da Fundação Ulisses Guimarães, que é do MDB. A ideia é se atrair mais jovens ao partido e divulgar as ações da legenda, afastando o máximo possível a imagem que o partido ainda possui.

Dentro desse movimento de renovação, o MDB promoverá dia 7 de novembro um outro evento voltado somente a filiações. Nessa data será oficializada, entre outras, a chegada do prefeito de Caicó, Robson Araújo, o “Batata”.

Ao todo, no RN, o MDB deverá ficar com 51 prefeitos. Atualmente são 48: cinco novos chegarão, mas dois devem deixar a legenda. Com relação a 2020, a ideia é lançar candidatos no maior número de cidades possíveis. Ler mais…