Categoria: Política

Na corrida para influenciar os eleitores, alguns candidatos tentam de tudo: esquentes, fake news, marketing agressivo, apoios de toda sorte e pesquisas.

Nos últimos dias, um fato chamou a atenção dos observadores políticos.

Houve pesquisas nas ruas da cidade, mas não foram divulgadas pelos seus contratantes.

Ao que parece, o resultado não foi muito bom para quem pagou as referidas pesquisas.

A mudança no comportamento de alguns pré candidatos foi notória. Observadores dão conta até de possíveis composições e outros pré candidatos tiveram que sair do isolamento imposto pela pandemia, botou sua máscara e foi à luta, em busca do percentual perdido.

Há um consenso dos especialistas de que a melhor pesquisa é o sentimento popular, Nesse aspecto não tem jeito, ou o candidato vai para o olho no olho ou ficará esperando um milagre dos marqueteiros.

Fica cada dia mais evidente que o povo macaibense ainda reage melhor ao corpo a corpo.

Quem praticou isso antes, saiu muito na frente e pode ser determinante no pleito.

Por Carlos Santos


O PSDB Mulher Nacional está promovendo uma série de encontros virtuais regionais para discutir as cidades brasileiras. Nesta quinta-feira, 16, às 17h30, acontece o “Mulheres Arreatadas do Nordeste, através da plataforma digital do partido.

Do Rio Grande do Norte, a presidente do PSDB Mulher Estadual, ex-deputada Larissa Rosado e a presidente da Câmara Municipal de Canguaretama, Irmã Lila, pré-candidata a prefeita levarão ao conhecimento de todo o país, a realidade dos municípios potiguares. Para Larissa, essa é uma grande oportunidade de se discutir políticas que consolidem as gestões participativas, onde hajam mecanismos necessários para garantir a participação popular na formulação, no acompanhamento e no controle da execução das políticas públicas desenvolvidas pelos municípios.

“Um dos principais critérios de avaliação do desempenho de uma gestão municipal é a sua capacidade de gerar políticas públicas que favoreçam o desenvolvimento integral da pessoa humana, que reflita o cuidado do poder público para com as pessoas, ao mesmo tempo em que propicie as oportunidades e os meios necessários à inserção social e econômica das destas à vida do município”, concluiu Larissa.

Ainda participarão do evento, a presidente do PSDB Mulher Nacional, Yeda Crusius; a coordenadora do PSDB Mulher do Nordeste, Iraê Lucena; a prefeita de Alagoinha (PB), Maria de Zé Roberto e Perpétua pré- candidata à vereadora de Caruaru (PE).Para acompanhar o debate Acesse pelo link https://youtu.be/tQ37C2x_rmM que te direcionará pro canal da Plataforma Digital PSDB-Mulher 2020 no YouTube.

Foto: TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou hoje (3) que todos os prazos previstos no calendário eleitoral para o mês de julho serão prorrogados em 42 dias. A medida foi feita para adequar as datas com as mudanças provocadas pela aprovação da emenda constitucional que adiou as eleições municipais para novembro em função da pandemia da covid-19.

Os 36 prazos que foram postergados para agosto envolvem restrições que impedem agentes públicos de fazerem contratações, aumentar despesas públicas, inaugurar obras, além das datas para o eleitor com deficiência pedir atendimento especial e para as convenções partidárias dos candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores.

Em agosto, após o fim do recesso no Judiciário, novas alterações nos prazos dos meses seguintes do calendário eleitoral serão divulgadas pelo TSE.

Ontem (2), o Congresso Nacional promulgou a Emenda Constitucional 107, que adia as eleições municipais de outubro para novembro deste ano. Dessa forma, os dois turnos eleitorais, inicialmente previstos para os dias 4 e 25 de outubro, serão realizados nos dias 15 e 29 de novembro. O adiamento contou com o aval do TSE.

Agência Brasil


No Agreste Potiguar, o ex-prefeito Wellinson Ribeiro (PP) mandou divulgar que será candidato este ano, e foi inocentado de um dos inúmeros processos que responde na justiça. Em Canguaretama, Wellinson anda imitando a mesma estratégia usada pelo ex-prefeito Jurandir Marinho em 2012, quando mesmo sem poder ser candidato afirmava isso e substituiu o nome pela hoje prefeita Fátima Marinho.

A mesma estratégia não cola mais. Ao contrário disso, Wellinson hoje é condenado em segunda instância e pela lei da Ficha Limpa dificilmente terá condições de registrar até setembro seu nome. Especulações na cidade é que a esposa dele, Maninha Ribeiro assuma a posição do PP. Mas, Wellinson vai tentar convencer seus aliados. Em segunda instância foi condenado pelo Tribunal Regional Federal (5ª Região/Recife). O ex-prefeito também tem cadeira cativa em processos pelo Tribunal de Contas da União (TCU), ao todo são 10, com crimes variados como não comprovação de aplicação de recursos e omissão de prestação de contas.

Câmara Municipal de Patu — Foto: Maps/Reprodução

A Câmara Municipal de Patu, cidade do Alto Oeste do Rio Grande do Norte, votou e aprovou um projeto de lei que reajusta o salário de vereadores e secretários, além de dobrar os vencimentos para os cargos de prefeito e vice-prefeito da cidade. O projeto foi sancionado pelo prefeito Rivelino Câmara (MDB) no fim de junho.

Constitucionalmente, no último ano de mandato as câmaras municipais devem definir as remunerações para os cargos de vereadores, prefeitos e vice-prefeitos que assumirão os postos no mandato seguinte. No entanto, o reajuste de até 100% em Patu durante contexto de pandemia do coronavírus chamou a atenção de algumas autoridades.

Com a nova legislação, os vereadores, secretários, prefeito e vice-prefeito passarão a receber os seguintes salários para o mandato 2021-2024:

Vereador: R$ 5.200, atualmente é R$ 3.940 (aumento de 31,9%);
Secretário: R$ 4.500, atualmente é R$ 3.150 (aumento de 42,8%);
Prefeito: R$ 20.000, atualmente é R$ 10.000 (aumento de 100%);
Vice-prefeito: R$ 10.000, atualmente é R$ 5.000 (aumento de 100%).

A votação que aprovou o reajuste contou com a presença de seis, dos nove vereadores da cidade. A votação foi de 5 votos pelo aumento contra 1 voto contrário. Kaka de Bodim, única vereadora presente a se posicionar contrário ao aumento, reconhece a obrigatoriedade da Câmara em estabelecer os novos valores para o próximo mandato, mas considera o aumento “imoral”.

“É inadmissível em plena pandemia estarmos discutindo essa problemática. Não questionei sua legalidade. Sei que existem prazos a serem respeitados, sei que está na lei. Questiono o quanto é imoral propor isso nesse momento. Aumentar em 100% o salário do prefeito é imoral diante a realidade de dor e sofrimento causado por uma doença avassaladora”, coloca a vereadora.

O aumento também repercutiu na Federação das Câmaras Municipais do Estado do RN (Fecam), que emitiu uma recomendação para que os reajustes só sejam implementados a partir de 2022 por causa da crise gerada pela pandemia de Covid-19.

“A gente tem orientado as câmaras filiadas a seguirem a lei. Há uma lei complementar nova que impede que aconteçam esses reajustes e que caso esses aumentos acontecem, que eles sejam colocados na prática a partir de janeiro ou fevereiro de 2022”, afirmou Anchieta Júnior, presidente interino da Fecam.

Por meio de nota, a Câmara Municipal de Patu disse ainda que o reajuste dos salários “trata-se de procedimento constitucional amparada na lei de responsabilidade fiscal e na lei orgânica da cidade”, e que “a aprovação dos reajustes salariais no momento de pandemia de Covid-19 que o Brasil e o mundo atravessa pode ocasionar estranhamento para quem desconhece a legislação e o processo legislativo”. Ler mais…

Foto: Marcello Casal Jr

A Câmara dos Deputados pode votar, hoje (1º), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/20 que trata do adiamento das eleições municipais de 2020, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). A proposta, aprovada na semana passada no Senado, é o único item da pauta da sessão marcada para a tarde desta quarta-feira (1º).

A PEC prevê que o pleito seja realizado nos dias 15 e 29 de novembro, em vez das datas oficiais de 4 e 25 de outubro. Além da alteração nas datas de realização do pleito, o texto também estabelece novas datas para outras etapas do processo eleitoral de 2020, como registro de candidaturas e o início da propaganda eleitoral gratuita.

Na segunda-feira (29), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que ainda não havia acordo na Casa para aprovar a matéria, e que estava dialogando para conseguir um consenso em torno da proposta.

“É importante que a Câmara tome a sua decisão. Estamos dialogando para construir o apoio necessário, até a unanimidade, para que a gente possa votar, mas ainda estamos longe disso. A nossa intenção é, com diálogo, chegar até quarta-feira a uma solução para esse problema”, disse Maia.

Agência Brasil

A ativista do movimento 300 do Brasil Sara Winter foi presa em Brasília pela Polícia Federal.

O mandado de prisão foi autorizado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

A ativista é uma das investigadas no inquérito das fake news.

No início do mês, Winter publicou vídeos nas redes sociais ameaçando o ministro, relator do inquérito.

Ela está entre os líderes do chamado movimento “Os 300 do Brasil“, grupo armado de extrema direita formado por apoiadores de Jair Bolsonaro, que acampavam em Brasília.

O acampamento, no entanto, foi desmontado na manhã do sábado (13) pelo governo do Distrito Federal. Winter pediu reação do presidente.

Via BG

Liderado pelo médico Daniel Sampaio, no Estado, o PSL continua negociando com o PSC uma possível coligação nos municípios de Natal, Parnamirim e Macaíba, onde apoiaria o Delegado Normando. No jogo da política, Sampaio sonha com o cargo de vice-prefeito na chapa encabeçada pela atual prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, e para isso não tem medido esforços. Tem quem diga que ele vai entregar o partido, em Natal, ao Coronel Azevedo, hoje no PSC.

Números resultam da doação de salário da parlamentar e da economia de verba de gabinete

Desde o início do seu primeiro mandato como vereadora, a Professora Eleika Bezerra doa integralmente o seu salário de parlamentar, conforme compromissos registrados em cartórios durante as campanhas eleitorais de 2012 e 2016, quando foi reeleita. Além disso, a vereadora também tem como uma de suas prioridades a economia da verba de gabinete (cota parlamentar) destinada ao seu gabinete, por entender que é preciso ter responsabilidade com o dinheiro público. Somando estes recursos não-utilizados pela parlamentar, a soma atinge quase R$ 2 milhões.

De acordo com os números apresentados pela vereadora Professora Eleika, nos sete primeiros anos, ou seja, de 2013 até 2019, foram doados R$ 906.040,27 provenientes exclusivamente do seu salário para várias instituições do município de Natal, principalmente, as ligadas às áreas da educação e do idoso.

“Entendemos que é preciso ter responsabilidade e zelo com o dinheiro público. Por isso, também temos como uma das nossas prioridades a economia da verba indenizatória. Destes recursos, foram economizados R$ 860.847,84, ou seja, 57% do valor total disponibilizado para gastos com material de expediente, limpeza, consumo, telefones, combustíveis e serviços”, disse a vereadora detalhando que, durante este período de sete anos, os valores disponíveis para a utilização da verba indenizatória foram de R$ 1,488 milhão, sendo que, deste montante, R$ 627.152,16 foi utilizado.

Somando estes dois recursos não-utilizados pela vereadora, ou seja, a doação de salário e a economia da verba de gabinete – ou cota parlamentar, resulta no valor de R$ 1.766.888,11. O detalhamento destes valores – mês a mês – pode ser conferido no site www.professoraeleika.com.br na aba de prestações de contas.

A Operação Fora do Caixa, um desdobramento da Operação Lava Jato, foi deflagrada nesta quinta-feira (9) pela Polícia Federal (PF), a fim de apurar o pagamento de R$ 1,5 milhão, por meio de caixa dois, para o então candidato ao governo do Pará Helder Barbalho, nas eleições de 2014. Segundo a PF, o governador não é investigado na operação. O ex-senador Luiz Otávio Campos é um dos presos. Foi também preso em Palmas, no Tocantins, Álvaro Cesar Silva da Rin, suspeito de ter participado da intermediação da doação ilegal.

De acordo com a PF, durante as investigações foram encontrados indícios de que, pelo menos, um dos pagamentos ocorreu em um endereço ligado a parentes do ex-senador. As investigações são baseadas em depoimentos de colaboração premiada feitos por executivos da Odebrecht.

Nos depoimentos, os executivos disseram que foram realizadas três entregas, nos valores de R$ 500 mil reais cada, nos meses de setembro e outubro de 2014, sendo que o recebimento foi intermediado por um ex-senador da República, vinculado ao então candidato ao governo do estado do Pará”.

Os policiais federais cumprem desde as primeiras horas da manhã de hoje dois mandados de prisão temporária nas cidades de Belém, no Pará; Palmas, no Tocantins; e Brasília, no Distrito Federal. Estão sendo cumpridos também mandados de buscas e apreensões. As medidas judiciais foram autorizadas pela 1ª Vara da Justiça Eleitoral da capital paraense. Ler mais…

Foto/Reprodução

O Ranking dos Políticos, projeto que compara o desempenho dos parlamentares brasileiros no Congresso Nacional, apontou a deputada federal Natália Bonavides (PT) como a pior representante do Rio Grande do Norte no Legislativo. Conforme os critérios adotados pela instituição, a petista acumula impressionantes 309 pontos negativos. Ela está bem a frente da segunda pior colocada pelo Estado, a senadora Zenaide Maia (Pros), que acumulou 166 pontos negativos.

Por presença nas sessões, Natália recebeu 13 pontos, mas ficou com -2 em privilégios – item que compara o valor gasto pelo político, no período total do mandato, com a média de gastos dos demais parlamentares no mesmo período. A petista somou mais 25 pontos dessa vez por ter formação profissional, ter permanecido filiada ao mesmo partido e por abrir mão de aposentadoria especial.

Porém, a deputada ficou com -345 pontos em qualidade legislativa. Neste item, a avaliação leva em conta as votações das leis mais relevantes do Congresso. As pontuações são definidas pelo Conselho de Avaliação do Ranking, levando conta principalmente sua contribuição para o combate à corrupção, aos privilégios e ao desperdício de recursos públicos.

Fonte: Portal Grande Ponto

O deputado estadual Hermano Morais vai se filiar ao PSB. Hermano pretende disputar a Prefeitura de Natal. No MDB, mesmo partido do prefeito Álvaro Dias, o deputado não teria chances de viabilizar seu projeto. Diante dessa situação, Hermano solicitou ao Tribunal Regional Eleitoral sua saída da sigla sem perda do mandato, o que lhe foi concedido.

Via Macaíba no Ar

Foto: José Cruz/Agência Brasil

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (12) as primeiras quatro resoluções com regras para a eleição municipal de 2020, entre as quais a que regulamenta os procedimentos de fiscalização e auditoria do sistema eletrônico de votação.

Neste caso, a principal novidade foi a ampliação do rol de entidades que podem fiscalizar a votação, que passa agora a incluir, por exemplo, as Forças Armadas, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Tribunal de Contas da União (TCU) e entidades privadas, sem fins lucrativos, que possuam notória atuação em fiscalização e transparência da gestão pública e sejam previamente credenciadas junto ao TSE.

Elas se juntam às entidades que tradicionalmente já constavam da lista, como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Congresso Nacional, Supremo Tribunal Federal (STF), Ministério Público, Polícia Federal e os departamentos de tecnologia da informação de universidades.

Pesquisas

Outra resolução aprovada nesta quinta-feira foi a que regulamenta a realização de pesquisas de intenção de voto, que – a partir de 1º de janeiro – só poderão ser realizadas mediante registro de uma série de informações junto ao TSE.

Pela primeira vez, essa resolução passa a trazer a proibição expressa de que sejam excluídos da lista da pesquisa os nomes de candidatos que tenham a confirmação de seu registro de candidatura ainda pendente de aprovação pelo TSE.

Agora, um candidato só pode ter seu nome excluído de uma pesquisa eleitoral quando seu registro não estiver mais sub judice, ou seja, quando sua candidatura tiver sido indeferida em definitivo, sem possibilidade de recurso judicial. Ler mais…

Até março, PSDB RN vai receber centenas de filiações em todas as regiões do Estado aumento suas forças para 2020

O Rio Grande do Norte também foi representando no encontro do PSDB-Mulher em Brasília. Na noite desta sexta-feira (6) a reunião da Coordenação Executiva e das Coordenadorias Regionais, na véspera do IV Congresso Nacional do PSDB, teve o lançamento de quatro novos produtos de Comunicação com o objetivo de eleger mais mulheres nas eleições municipais de 2020.

Da delegação Potiguar, a ex-deputada Larissa Rosado que preside o PSDB Mulher RN, a vice-prefeita de Apodi, Hortência Regalado, a presidente da Câmara Municipal de Nísia Floresta, Polyana Dias, além da ex-deputada federal Sandra Rosado, vereadora de Mossoró. A meta é repetir o sucesso alcançado na disputa eleitoral de 2018, quando a bancada feminina do PSDB cresceu 60% na Câmara dos Deputados e 33% nos estados. A presidente nacional do PSDB-Mulher, Yeda Crusius, anunciou os novos produtos e a prioridade do segmento: o investimento na capacitação e formação de novas lideranças.

O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo ressaltou a importância do evento. “Vamos revigorar nossas teses. Vamos ouvir a voz de vocês. Vocês são fundamentais para nós. Temos de aumentar a participação. Evoluir para um discurso. O espaço das mulheres é em todas as esferas de Poder do país”, disse o pernambucano.

Larissa Rosado também mostrou que no Rio Grande do Norte, o PSDB tem recebido filiações de prefeitas, vice-prefeitas e em março várias vereadoras vão assinar a ficha de filiação da legenda que mais cresce no Estado. “O presidente Ezequiel Ferreira tem feito um trabalho de crescimento em todas as regiões do Estado. Juntamente com os deputados, o PSDB é hoje um partido importante. Estamos fortalecendo as mulheres, a troca de ideias e as experiências para que a gente possa ter cada vez mais mulheres participando construindo um Rio Grande do Norte mais forte”, disse Larissa Rosado.