Categoria: Uncategorized

O Governo do Rio Grande do Norte autorizou a prorrogação do prazo para o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) referente ao exercício de 2020. O decreto foi publicado na edição desta quarta-feira (29) do Diário Oficial do Estado (Doe).

A medida foi tomada para que o contribuinte possa ter condições mais favoráveis para cumprir com o pagamento, devido às dificuldades financeiras causadas pela pandemia do novo coronavírus.

A decisão para a organização do novo calendário fica a critério da Secretaria de Estado da Tributação (SET).

De acordo com as datas anteriores, apenas veículos com as placas terminadas em 1 ou 2 não serão beneficiadas com o adiamento, pois seu último vencimento para pagamento foi no dia 15 de julho. As demais quitariam em agosto, setembro ou outubro.

Do Agora RN

Saiba mais AQUI


O corpo encontrado por policiais na noite desta segunda-feira (27) enterrado em uma duna próximo à praia da Redinha é do motorista de aplicativo Arlley Diego Dantas, de 24 anos. Ele estava desaparecido em Natal desde o último dia 18.

A informação foi confirmada ao Agora RN pela mãe do jovem, Adriana Dantas.

Arlley trabalhava como motorista de aplicativo e foi visto pela última vez no dia 18 de julho, quando saiu de casa, no bairro Guarapes, na Zona Oeste de Natal, para trabalhar. O carro que o jovem usava, um HB20 alugado, foi encontrado em chamas, na praia da Redinha.

Do Agora RN

Saiba mais AQUI

O governador de São Paulo, João Doria, disse hoje (27) que a vacina contra o novo coronavírus produzida por um laboratório chinês, em parceria com o Instituto Butantan, poderá estar disponível para a população brasileira a partir de janeiro de 2021. Isso, segundo o governador, vai depender se os testes da vacina forem bem sucedidos.

“Já no final do ano, não havendo intercorrências na terceira fase de testes, poderemos iniciar a produção da vacina em dezembro e imediatamente iniciar a vacinação de milhões de brasileiros”, disse Doria. No entanto, nem toda a população brasileira poderia ser vacinada em janeiro já que a produção ainda seria insuficiente para vacinar todo mundo. A expectativa é que inicialmente sejam vacinadas 60 milhões de pessoas no país.

Segundo o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, a fase 3 vai demonstrar se a vacina produz anticorpos contra a covid-19 e se essa produção de anticorpos é sustentada, ou seja, se isso é mantido por um tempo prolongado.

“Como estamos no meio de uma pandemia, nada mais justo que as autoridades sanitárias promovessem emergencialmente a liberação. Se tenho segurança e estou produzindo anticorpos nesses três meses, vamos utilizar [a vacina para a população]. Claro que todo o estudo deve continuar até para saber se vai precisar dar doses de reforço com o decorrer dos anos”, justificou Gorinchteyn.

A CoronaVac, como foi batizada essa vacina, está na fase 3 de testes em humanos, que está sendo realizada também no Brasil. Ao todo, os testes com a CoronaVac serão realizados em nove mil voluntários em centros de pesquisas de seis estados brasileiros: São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná. A pesquisa clínica será coordenada pelo Instituto Butantan e o custo da testagem é de R$ 85 milhões, custeados pelo governo.

Caso seja comprovado o sucesso da vacina, ela começará a ser produzida pelo Instituto Butantan.

Da Agência Brasil


Por
João Mário Costa – Comunicação EAJ


Como medida de prevenção ao Coronavírus, sair de casa tornou-se uma tarefa a ser realizada somente quando necessária. É o que recomenda a Organização Mundial da Saúde (OMS). Apesar disso, com o programa “Novos Caminhos” do Ministério da Educação (MEC), é possível se qualificar para o mercado de trabalho em casa. As inscrições para a terceira etapa de cursos já estão abertas e terminam na próxima segunda -feira (27).

O Novos Caminhos foi criado para fomentar a Educação Profissional e Tecnológica e, inicialmente, ofertaria cursos na modalidade presencial. A estratégia, no entanto, precisou de uma adaptação para ser realizada na atual situação sanitária do país.

Segundo o MEC, o Novos Caminhos tem três eixos de atuação: Gestão e resultados; Articulação e fortalecimento; e o eixo Inovação e empreendedorismo. Trata-se de um conjunto de ações para o fortalecimento da política de Educação Profissional e Tecnológica, em apoio às redes e instituições de ensino, no planejamento da oferta de cursos alinhada às demandas do setor produtivo e na incorporação das transformações produzidas pelos processos de inovação tecnológica.

Nas duas primeiras propostas, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) ofereceu cursos por meio do Instituto Metrópole Digital e também pela Unidade Acadêmica Especializada em Ciências Agrárias – Escola Agrícola de Jundiaí.

Nessa terceira proposta, os cursos estão todos ligados às Ciências Agrárias e, portanto, serão abarcados pela EAJ-UFRN. Ao todo, são 3800 vagas, com destaque para a piscicultura, que está ofertando 2500 vagas.

Os cursos com inscrições abertas são:

· Aquicultor Ornamental: Produção comercial de peixes ornamentais;
· Aquicultor: Produção comercial de peixes – Piscicultura;
· Produtor de Derivados do leite: Produção alimentícia;
· Horticultor Orgânico: Produção de orgânicos;
· Operador de Beneficiamento de Pescado;
· Auxiliar de Operação de Estação de Tratamento de Águas;
· Agente de Gestão de Resíduos Sólidos

Segundo o coordenador do programa na UFRN, o professor Paulo Faria, com essa nova etapa, 10mil alunos passam a ter acesso aos cursos à distância. “Os cursos são de formação continuada e de curta duração, para que as pessoas que estão em casa possam se capacitar e, quem sabe, ao término da pandemia ingressar no mercado de trabalho”, disse.

O professor afirma, ainda, que a intenção é que os cursos sejam bem práticos, ou seja, neles os alunos conhecem o passo a passo e as ferramentas necessárias para o desenvolvimento de cada atividade proposta.

As aulas são ministradas através da plataforma SEDIS, da UFRN, e o aluno tem a vantagem de montar o seu próprio horário de estudos, além de contar com um professor tutor que auxilia nas dúvidas.

Inscrições

As inscrições para a nova etapa de cursos iniciou no último dia 15 e seguem até a segunda-feira (27). Todas as informações sobre o edital e inscrições, podem ser consultadas no site www.novoscaminhos.ufrn.br.

Foi divulgada hoje uma atualização para a nota produzida no início deste mês falando do uso de medicação e de terapêuticas no tratamento da covid-19. O documento (acesso neste link) foi produzido pelo Departamento de Infectologia (DINF/UFRN) do Centro de Ciências da Saúde(CCS/UFRN) e é direcionado aos médicos e à comunidade acadêmica da UFRN.

A nota teve sua primeira versão publicada em 7 de julho, quando o Departamento de Infectologia realizou uma reunião para apresentar e discutir dados da literatura científica que justificassem o uso de algumas medicações usadas para prevenção e tratamento de agravamento de saúde causado pela covid-19. A ideia era elaborar um documento para orientar profissionais da saúde e que pudesse ser atualizado sempre que novas evidências científicas fossem publicadas.

Com essa atualização, a nota passou a trazer um posicionamento a respeito do uso de terapia antitrombótica, ampliando as temáticas desenvolvidas no documento redigido anteriormente que trazia considerações sobre: o uso de medicamentos antes da exposição ao novo coronavírus para evitar infecção, o uso de fármacos para prevenir a infecção após a exposição ao vírus, a administração de remédios para controlar ou reduzir a multiplicação do vírus no organismo e o uso de terapêuticas com ação no sistema imune no tratamento de complicações decorrentes da covid-19.

A nota aborda o uso da cloroquina, da hidroxicloriquina, da azitromicina, da ivermectina, da dexametasona além de outros medicamentos utilizados no tratamento da doença. O documento reafirma que diante de novos estudos que venham a surgir, as recomendações do DINF/UFRN poderão ser atualizadas.

Portal UFRN


O deputado estadual Tomba Farias (PSDB) criticou a estratégia administrativa utilizada pelo Governo do Rio Grande do Norte desde o início da pandemia. Segundo o parlamentar, estão sendo realizadas seguidas dispensas de licitação com suspeitas de superfaturamento. O tucano citou como exemplos o episódio da compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste, o aluguel de ambulâncias por mais de R$ 8 milhões e a compra de luvas que acabou desfeita por ação do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

“É dito para não nos aproveitarmos desse momento de pandemia para a reforma da previdência, mas o que estamos observando é que a pandemia é objeto de aproveitamento para fazer dispensa de licitação e superfaturamento de preço em tudo que estamos vendo”, disse Tomba em seu pronunciamento na sessão remota desta quinta-feira (23) da Assembleia Legislativa.

Tomba cobrou respostas às denúncias apresentadas até agora em torno dos assuntos levantados. “Como anda o problema do Consórcio Nordeste? Já chegou algum dos respiradores pagos adiantados? Se não chegou, como anda a ação para o governo ser restituído? Alguém sabe dizer?”, questionou.

Sobre as ambulâncias, o deputado citou nova denúncia veiculada na imprensa, informando que um dos documentos apresentados pela empresa vencedora para alugar os veículos ao Estado teria apresentado um documento falso. “Por que todas as compras feitas pelo governo têm problemas? Tem que ser com urgência? Vamos vivenciar isso até quando? Porque a pandemia dá direito a comprar com licença de licitação e todas as compras feitas aparecem suspeitas de superfaturamento?”, continuou o parlamentar.

O deputado enfatizou a importância do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e do Ministério Público Federal (MPF) se posicionarem sobre as denúncias feitas até agora em relação a compras por parte do Governo do Estado durante a pandemia. “Não se pode cair no esquecimento esse absurdo que foi feito”, finalizou.


O pré-candidato a prefeito, Emídio Júnior, juntamente com o pré-candidato a vereador, Aroldo da Saúde, receberam o importante apoio do Dr. Luciano e de Sandro do Laboratório, que são servidores do Hospital Regional Alfredo Mesquita Filho, em nossa cidade.

“A Saúde Pública sempre foi e sempre será uma prioridade do nosso mandato. Ao lado das pessoas certas, vamos lutar por melhorias nessa área, para que o nosso hospital regional volte a oferecer os serviços de extrema importância para a população macaibense”, destacou Emídio Jr.

Em em seu perfil no Instagram, o pré-candidato a prefeito destacou alguns serviços ou especialidades médicas que existiam no hospital regional ou que ainda existem, mas não funcionam com a mesma proporção de antes.

“Medicina interna e de clínica geral, assim como cirurgia geral; Intervenções cirurgicas, programadas ou de urgência, de média complexidade técnica; Ginecologia e obstetrícia essenciais, incluindo a realização de cesarianas; Pediatria, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Ortopedia, Imagiologia, Urgência 24h, dentre outros”.

Por Assessoria


Pessoal, a Prefeitura de Macaíba, por intermédio do programa Acessuas Trabalho, divulga uma nova oportunidade de emprego nesta sexta-feira (17).

Desta vez, a vaga é para motorista e, para concorrer à vaga, os (as) interessados (as) devem ter carteira nacional de habilitação níveis C ou D, residir em Macaíba, ter ensino médio completo, experiência profissional na área comprovada e ter moto ou carro próprio.

Os currículos devem ser enviados até às 11h do dia 20 de julho para o e-mail acessuassemtasmacaiba@gmail.com. Mais informações podem ser obtidas pelo número de telefone 3271-6504, das 7h às 13h, de segunda a sexta.

Assecom-PMM


Quando a pesquisa pergunta ao eleitor em quem ele vai votar, mas sem estimular nomes, Emídio Jr também lidera a disputa pela prefeitura de Macaíba. O pré-candidato do PL aparece neste cenário com 18%, seguido por Marília Dias (MDB), com 10,4%. Netinho França (PSB) aparece em terceiro lugar com 8,4% e Normando Feitosa (PSC) com 6,0%. Jansen Cortês (Podemos) aparece no cenário espontâneo com 1,8% e Bolinha (Rede) 1,2%. Outros nomes citados somam 1,8%. Não sabem, 8,4%. Nenhum 44%

A pesquisa Agora Sei/Senadinho Macaíba foi realizada entre os dias 4 e 5 de julho de 2020 e ouviu 500 eleitores. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 4.3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número RN-03075/2020.

Foto: Marcello Casal Jr

A Caixa inicia nesta terça (30) o pagamento do abono salarial referente ao calendário 2020/2021 para trabalhadores nascidos de julho a dezembro. São mais de 5,9 milhões de trabalhadores que terão o crédito em conta antecipado, totalizando R$ 4,5 bilhões em recursos injetados na economia.

O valor do Abono Salarial varia de R$ 88 a R$ 1.045, de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante o ano base 2019. O trabalhador pode consultar o valor do benefício no Aplicativo Caixa Trabalhador, no site da Caixa ou pelo telefone 0800 726 0207.

Ao todo serão disponibilizados cerca de R$ 15,8 bilhões para mais de 20,5 milhões de beneficiários até o final do calendário do exercício 2020/2021. O Abono Salarial ficará disponível para saque até 30 de junho de 2021.

Os trabalhadores com direito a receber o benefício no calendário 2019/2020 que não realizaram o saque até o dia 29 de maio de 2020 terão uma nova oportunidade de sacar os valores. O Abono Salarial referente àquele exercício será liberado novamente no calendário 2020/2021. O saque pode ser realizado a partir do dia 16/07/2020 e vai até o dia 30/06/2021 nos canais de atendimento com cartão e senha cidadão, ou nas agências da Caixa. Ler mais…

A Administração da Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (Ceasa-RN) comunica que iniciará nova medida sanitária para enfrentamento da Pandemia provocada pela COVID-19 e passará a controlar a entrada de pessoas nas dependências do órgão.

Desta forma, a partir desta segunda-feira (29), só será permitida a entrada de uma pessoa por família. A equipe de fiscalização estará na portaria monitorando e orientando sobre a nova medida.

A Administração ressalta que todas as medidas tomadas são para segurança e proteção de todos que fazem parte da Ceasa-RN. Se puder, fique em Casa!

O PSDB Macaíba se prepara para decidir qual pré-candidato a prefeito irá apoiar nas eleições deste ano. A sigla nos últimos meses conversou com os principais nomes que estão na disputa.

Muitos pré-candidatos a prefeito têm o interesse de fazer aliança com o PSDB, devido a sua nominata que irá fortalecer o palanque.

Vereador ou vice-prefeito

Uma outra decisão importante que será tomada pelo partido é sobre o presidente da sigla. Desde que retirou sua pré-candidatura a prefeito, Edi do Posto da Maré vem sendo procurado por diversos partidos. De acordo com uma fonte do partido, tanto Edi quanto o partido chegaram ao consenso que é o momento de decidir se ele irá concorrer ao legislativo ou irá compor uma chapa como vice-prefeito.

Com informações do Macaíba no Ar

Foto: Pedro Vitorino/Divulgação


Prefeitura de Natal deve priorizar testagem de profissionais de saúde e segurança pública e demanda de pacientes em unidades de saúde

O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MP/RN) recomendaram à Prefeitura de Natal a suspensão de testes rápidos para covid-19 em sistema de drive-thru. A testagem sem cadastro prévio não garante prioridade para profissionais da saúde e segurança pública e pacientes do grupo de risco. Com o elevado número de testes realizados, é provável o rápido esgotamento do material adquirido, sem atendimento aos casos prioritários.

Desde a última terça-feira (16), os testes rápidos são oferecidos em drive-thru na Arena das Dunas e há previsão para testagens também no Ginásio Nélio Dias, Zona Norte da cidade, a partir do dia 23. Ao todo, a prefeitura comprou 20 mil testes com custo de mais de R$ 3,7 milhões. Em apenas três dias, já foram realizados quase 4 mil atendimentos, 20% da quantidade adquirida.

O Ministério Público destaca que a inexistência de cadastro ou agendamento prévio para o drive-thru dificulta a triagem dos casos prioritários, em descumprimento à nota técnica da própria Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Natal. A Promotoria de Saúde recebeu relatos de pessoas que estão sendo testadas, mesmo sem adequação aos critérios, sob a justificativa de que já aguardavam há várias horas na fila e não aceitariam deixar o local.

Com a provável indisponibilidade de testes em pouco tempo, a recomendação pede a suspensão do atendimento por drive-thru até comprovação do abastecimento de todos os serviços de saúde com testes rápidos suficientes para os profissionais e a demanda diária de pacientes com suspeita de covid-19.


A recomendação também ressalta que as pessoas com testagem positiva necessitam de orientações e encaminhamentos à rede de assistência, o que se torna inviável diante do volume de exames realizados diariamente na Arena das Dunas. A testagem em massa pode criar “um gargalo de notificação, confirmação, monitoramento e encerramento dos casos, etapas imprescindíveis para que se tenha uma avaliação epidemiológica responsável, finalidade a que se presta a testagem”.


Dessa forma, é indicado que o sistema de drive-thru só retorne após avaliação epidemiológica e notificação no sistema e-sus dos pacientes já testados, com a construção de um planejamento pela SMS. Dos 3.945 testes realizados de 16 a 19 de junho, 773 pessoas apresentaram algum resultado positivo.


Profissionais de saúde – A recomendação lembra que dados de outros países mostram que até 15% dos profissionais na linha de frente podem ser infectados pela covid-19. A realização de testes de detecção de anticorpos contra o vírus permite o retorno mais rápido ao trabalho.


Recursos públicos federais – O MPF destacou que “gastos de somas milionárias com testagem de reduzida eficácia ou com ausência de métodos escorreitos, segundo diretrizes do próprio Ministério da Saúde, para aferir detecção de anticorpos contra SARS-CoV-2 adotado pela Secretaria Municipal de Saúde causa claramente prejuízo ao erário público, podendo seus gestores se responsabilizarem por atos de improbidade administrativa e crimes contra administração pública”.


O MPF já expediu, em maio, recomendação ao governo estadual e todas as prefeituras do Rio Grande do Norte com orientações sobre a prestação de contas de recursos federais destinados ao combate à covid-19, com o objetivo de evitar possíveis desvios, superfaturamentos ou destinação irregular.

Foto: Canindé Soares

G1 RN – O empresário Nevaldo Rocha morreu na noite desta quarta-feira (17), em casa, em Natal. Ele tinha 91 anos. Ainda não há informações sobre a causa da morte.

Nevaldo Rocha foi o fundador do grupo Guararapes, dono das lojas Riachuelo. Nascido em Caraúbas, no interior do Rio Grande do Norte, trilhou uma trajetória de sucesso que começou na década de 40 quando abriu sua primeira loja em Natal, chamada A Capital.

Na década de 70 a empresa já se chamava Guararapes e contava com duas fábricas. Foi quando o empresário decidiu comprar as lojas Riachuelo.

Nevaldo Rocha era viúvo e deixa três filhos: Flávio Rocha, Lisiane Rocha e Élvio Rocha.