Cosern reforça orientações de segurança com energia elétrica para quem mora ou trabalha na zona rural na hora de plantar e colher alimentos

A estação chuvosa de 2020 está sendo uma das mais intensas dos últimos 08 anos no Rio Grande do Norte (confira dados oficiais abaixo), provocando uma verdadeira transformação na flora e na fauna da zona rural de todos os municípios potiguares.

A Cosern, empresa da Neoenergia presente em todas essas localidades, reforça as orientações de segurança para quem mora ou trabalha no campo com energia elétrica na hora de plantar e de colher os frutos da terra proporcionados pelas boas chuvas.

Confira as orientações de segurança da Cosern:

Tenha sempre muito cuidado ao manusear galhos de árvores e cipós perto da rede elétrica. Avalie se, ao serem podadas ou cortadas para dar espaço aos plantios, as árvores não correm o risco de tombar sobre a rede – isso pode representar risco de choque elétrico e interromper o fornecimento de energia elétrica do local;
Ao utilizar máquinas agrícolas para qualquer tipo de trabalho (pivôs centrais, caminhões de distribuição de ração etc.), principalmente durante o deslocamento ou manutenção do maquinário, respeite a distância segura em relação à rede elétrica;


Nunca estacione a colheitadeira debaixo da rede elétrica e sempre abaixe as barras do pulverizador ao passar embaixo dos fios;


Fique atente a regulação do equipamento de irrigação em áreas próximas a redes elétricas. Se o jato de água atingir os fios, pode ocorrer curto-circuito


Nunca retire os “estais” (cabos de aço que auxiliam a sustentação do poste) para abrir espaço para a plantação ou construir veredas dentro dos roçados, por exemplo;


Tenha uma atenção especial para os tratores ou outros veículos não se chocarem com estais;


Não realize queimadas perto das linhas de distribuição ou de transmissão ou embaixo dos postes. O fogo ou até mesmo o excesso de calor danificam os cabos e as estruturas, causam curtos-circuitos e interrompem o fornecimento de energia;


Não plante cana-de-açúcar, eucalipto e outras espécies de árvores frutíferas ou ornamentais de grande porte sob as linhas de energia elétrica. A vegetação pode tocar na fiação, causar acidentes e o desligamento da linha;

Ao construir jardins em áreas externas das residências, redobre o cuidado com a fiação das bombas de irrigação ou captação de água das cisternas. Normalmente, as crianças também utilizam essas áreas para brincadeiras e pessoas desavisadas podem pisar em fios desprotegidos. O ideal é que seja realizada uma instalação fixa e protegida para ligação desses equipamentos por um profissional qualificado.

Em caso de emergência com a rede elétrica, mantenha distância, ligue o 116 da Cosern ou mande um Whatsapp para o número (84) 321-6001.


Dados oficiais sobre chuvas e “sangia” de açudes
De acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn), órgão do Governo do Estado, entre janeiro e maio a chuva média observada em todo estado foi de 670,9 milímetros – 15% a mais do que o esperado para o período. Em 2020, até agora, houve um resultado melhor do que todo 2019 ano que encerrou um ciclo de 06 anos de seca (2012-2017) no estado. Dados do Instituto de Gestão das Águas (Igarn), outro órgão do Governo do Estado que monitora açudes, rios e lagoas, apontam que 11 reservatórios com mais de cinco milhões de metros cúbicos de água já “sangraram” em todo Rio Grande do Norte até agora.

Foto: Canindé Soares/Cosern/Divulgação

Compartilhar