Covid-19 atinge quase 80% do Semiárido nordestino

Marcos Neves Jr. de Agecom

Estudo coordenado pelo Observatório do Nordeste para Análise Sociodemográfica da Covid-19 (ONAS-Covid19) mostra o avanço da contaminação pelo novo coronavírus no Semiárido nordestino. Com base em informações atualizadas no dia 30 de maio, os dados apontam que 79,7% dos municípios da região contam com ao menos um caso confirmado da doença.

Na avaliação anterior mais recente, na qual foram apresentados os casos contabilizados até 10 de maio, quase metade das 1048 das cidades do Semiárido do Nordeste tinha registros da covid-19. Isso revela que a região ― composta por municípios de todos os estados nordestinos, exceto do Maranhão ― teve um aumento muito significativo de notificações da doença nesse intervalo de apenas 20 dias.

De acordo com a publicação, tal crescimento dos números significa uma preocupação para o sistema de saúde desses municípios, muitas vezes carentes de serviços de média e alta complexidades, bem como pode ocasionar uma busca maior nas capitais por parte desses pacientes. O fato de ser uma região vulnerável em vários aspectos do campo socioeconômico é apontado como uma razão possível para o espalhamento da covid-19.

Uma animação preparada pelo ONAS-Covid19 demonstra a evolução da doença no território do Semiárido. Em um período de quase três meses, é possível observar um crescimento bastante acelerado da circulação do novo coronavírus na região. As partes mais escuras do mapa indicam os municípios com maior quantidade de casos. Para conferir, clique aqui.

Assinada pelo economista e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Demografia (PPGDem/UFRN), Paulo Victor Maciel da Costa, a análise pode ser lida na íntegra no site do ONAS-Covid19.

Compartilhar