Deputado põe receita de pastel em justificativa de projeto de lei na Assembleia

O deputado estadual Ubaldo Fernandes (PTC) apresentou um projeto de lei na Assembleia Legislativa para reconhecer o município de Tangará, localizado na região Agreste, como a “capital gastronômica do pastel” no Rio Grande do Norte. O texto – que, para virar lei, precisa ser aprovado na Casa e depois sancionado pelo Poder Executivo – já foi protocolado e aguarda encaminhamento às comissões temáticas.

A justificativa do projeto foi inusitada. Ao fundamentar a proposta, o parlamentar incluiu a receita de como preparar um pastel típico de Tangará. No texto (confira abaixo), Ubaldo Fernandes apresenta os ingredientes e ensina o “passo a passo” de como aprontar a iguaria do município distante 93 quilômetros da capital potiguar.

Segundo o deputado, a história do famoso pastel de Tangará começou em 1990, quando Josefa Maria de Lima – a Finha – pôs em prática o preparo de uma receita que havia recebido de uma amiga de seus pais chamada Joaninha de Josué (1915- 1987), dona do antigo Hotel lrapurú e ligada à família Bezerra – que tinha prestígio político na região.

“O pastel de Tangará foi vendido inicialmente na escola em que Finha estudava. Por se tratar de um hobby, os pastéis começaram a ser produzidos a partir de 10 unidades por dia e não eram feitos visando o lucro, sendo bem recheados, com ótimos ingredientes e feitos com muito amor, carinho e dedicação”, relata Ubaldo, na justificativa do seu projeto de lei.

O parlamentar – que está em seu primeiro mandato na Assembleia – conta que a lanchonete pioneira na venda dos pastéis foi a Sassamutema, que está em atividade até hoje e foi onde a receita do pastel ganhou fama. Ubaldo cita até que o cantor Wando (1945-2012) visitou Tangará para provar o pastel. “Ao longo do tempo, a receita foi ganhando novos recheios”, ele registra.

Ubaldo relata que Finha não vende mais os pastéis em Tangará, mas que seu irmão Jailson e seu cunhado Ernando Borges deram continuidade à produção e continuam na ativa até hoje. Além deles, vários estabelecimentos no município comercializam o pastel. “O pastel já foi citado em documentários, manchetes jornalísticas e até mesmo trabalhos acadêmicos”, encerra.

Confira a receita do pastel elaborada pelo deputado:

Ingredientes:
1 Kg de farinha de trigo (sem fermento);
2 ovos;
25 gramas de manteiga (previamente derretida);
1 litro de leite (aquecido);
1 colher de sopa de álcool;
Sal; e
À sua opção, recheio ao gosto

Passo a passo:
Misture o leite, junto à manteiga e os ovos. Feita a mistura, junte o sal e a farinha, sovando a massa. Depois de formar a massa, envolva em um plástico e reserve por até 30 minutos. Em seguida, abra a massa e forme os pasteis.

Do Agora RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *