Governo inicia distribuição de respiradores em Natal, Mossoró e Caicó

ASSECOM/RN – A semana começou com uma boa notícia. A chegada de 40 respiradores, fruto da articulação da governadora Fátima Bezerra junto ao Ministério da Saúde e Secretaria de Governo, deve amenizar a situação crítica da rede pública de saúde no combate ao coronavírus no Rio Grande do Norte. Nesta segunda-feira, 25, a Secretaria de Saúde Pública do Estado (Sesap) começou a distribuição dos equipamentos para algumas das unidades que fazem atendimento a pacientes com Covid-19 em todo o Estado.

Dos 40 respiradores, 20 serão imediatamente instalados em unidades de saúde de acordo com as demandas regionais. Quatro respiradores irão para o Hospital João Machado, em Natal, que terá 20 UTIs e 40 leitos de enfermaria com respiradores. O Hospital da Liga Norte-rio-grandense contra o Câncer, em Natal, receberá 6 respiradores, somando-se aos 14 instalados neste final de semana, e que irão completar as 20 UTI’s.

Para Mossoró estão sendo destinados mais 5 respiradores e outros 5 para o Hospital Regional de Caicó, na região Seridó. A Prefeitura Municipal de Natal também recebeu 40 respiradores do Governo Federal.

Outros 40 respiradores, totalizando os 80 solicitados pela Sesap, deverão ser entregues ainda esta semana, como prometeu o general Ramos. “Com a entrega destes equipamentos teremos uma maior disponibilidade de leitos críticos, mas é preciso pessoal. Um novo edital para contratação de pessoal está sendo lançado nas próximas horas”, afirmou Petrônio Spinelli, secretário adjunto de saúde. Ele lembrou também que já foram criados um total de 285 leitos, mas a alta taxa de ocupação faz com que o cenário ainda seja extremamente preocupante.

A chegada dos respiradores foi fruto da atuação da governadora Fátima Bezerra e as autoridades de Saúde do Estado, que trataram diretamente com o Ministério da Saúde e com o ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, general Luiz Eduardo Ramos. Até a semana passada o Estado tinha recebido apenas 10 respiradores.

BARREIRAS SANITÁRIAS

Outra ação importante, realizada no último fim de semana, foi a realização de blitzen – barreiras sanitárias – de orientação nas fronteiras com a Paraíba e Ceará, nos limites dos municípios de Pau dos Ferros e Mossoró. “Além de reforçar as medidas protetivas, verificamos o fluxo de pessoas, para onde vão e com qual finalidade. São informações que irão subsidiar a tomada de decisões nas ações de combate à pandemia”, registrou o secretário adjunto de Saúde, Petrônio Spinelli.

ISOLAMENTO

Para aumentar o isolamento social, que no final de semana permaneceu em torno de 40%, Spinelli disse que o Governo do Estado articula com as prefeituras e estados vizinhos ações para ampliar este índice que deve ser de, no mínimo, 60% para conter a curva ascendente de contaminação. “Além da abertura de leitos críticos e de estabilização é preciso ações no campo da assistência social, que devem ter forte engajamento dos municípios”, afirmou.

ASSISTÊNCIA

Neste fim de semana o Governo do RN iniciou o atendimento a populações em vulnerabilidade com ações dos Programas RN+Unido e RN+Protegido. Foram distribuídas, em Natal e Grande Natal, 2.400 cestas básicas, 13 mil máscaras e sabonete.

Segundo Janaína Lima, Coordenadora de Diversidade Sexual e de Gênero da Secretaria estadual das Mulheres, Juventude, Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (Semjidh), a partir desta terça-feira, 26, serão atendidas pessoas, representadas por 80 organizações e associações sociais, com mais 2.600 cestas básicas e máscaras. “Estamos atendendo grupos sociais e famílias sob acompanhamento das políticas públicas da Semjidh. Assim proporcionamos segurança alimentar e minimizamos impactos causados pela pandemia a essas pessoas em vulnerabilidade social. Foram contemplados povos de terreiros e comunidades LGBT’s. Ainda esta semana vamos atender mulheres, jovens, pessoas com deficiência e segmentos da igualdade racial”, informou Janaína.

OCORRÊNCIAS

Nesta segunda-feira, 25, os dados epidemiológicos mostram que 467 pessoas estão internadas em UTI’s, semi-UTI’s e enfermarias nos hospitais das redes pública e privada. A fila de regulação (pessoas aguardando para serem internadas em leitos exclusivos Covid) tem quatro pacientes com prioridade 1 (UTI), 26 com prioridade 2 (semi-UTI’s) e 57 pessoas com prioridade 3 (enfermarias).

A taxa de ocupação é de 97% em Natal e região metropolitana, 95% no Oeste, 80% Pau dos Ferros (Alto Oeste) e 64% no Seridó (Hospital Regional de Caicó).
São 12.856 casos suspeitos, 4.774 confirmados, 10.276 descartados, 212 óbitos
confirmados, 40 óbitos em investigação.

Compartilhar