Júri condena a 21 anos de prisão acusado de esganar ex-companheira na zona Norte de Natal


Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

O ex-companheiro de Teresa Raquel Macena de Oliveira foi condenado a 21 anos e 10 meses de prisão nesta quarta-feira (13) pelo assassinato dela, ocorrido em 21 de abril deste ano, na Zona Norte de Natal. Teresa tinha 30 anos de idade e foi morta esganada dentro da casa em que morava.

Décio Fonseca Sobrinho confessou o crime e foi a júri popular nesta quarta (13), no Fórum Miguel Seabra Fagundes. Ele manteve um relacionamento de 10 anos com a vítima. Contudo a relação havia acabado e Décio não aceitava o fim. Por isso a matou. Os dois tinham um filho de 7 anos.

O réu confessou tudo novamente na frente do juiz, durante o júri, inclusive o motivo do crime. No interrogatório, Décio afirmou estar arrependido de ter esganado Teresa. Por quatro votos de maioria, o conselho de sentença decidiu que o ex-marido é culpado pelo homicídio.

Com informações do G1RN

Compartilhar