Operação Canastra Real: STJ concede liminar e determina soltura da servidora Ana Augusta Simas

POR DINARTE ASSUNÇÃO

A ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), concedeu liminar há pouco em favor de Ana Augusta Simas.

Ela havia tido a prisão preventiva decretada pela Câmara Criminal do Tribunal de Justiça na semana passada.

Simas foi implicada na Operação Canastra Real, que apura desvios no Poder Legislativo a partir de supostas fraudes em folha salarial.

A ministra determinou que ela não pode comparecer à Assembleia Legislativa e não pode ter contato com outros investigados.

Blog do Dina

Compartilhar