Crédito da Foto: Eduardo Maia

O potencial de exploração da energia solar e eólica nos assentamentos rurais do Rio Grande do Norte será tema de audiência pública, nesta sexta-feira (23), na Assembleia Legislativa do Estado. De acordo com o seu propositor, o deputado estadual Souza (PHS), o debate terá como foco os entraves burocráticos e as perspectivas das duas fontes renováveis de energia nos referidos espaços territoriais.

“Entendemos que os assentamentos rurais devem ser uma das prioridades da pauta da Assembleia Legislativa e a discussão sobre a instalação de parques eólicos e solares para a produção de energia elétrica nesses espaços é muito importante, pois trata da destinação de receita para os assentados. É mais barato para o produtor rural gerar energia com fonte solar ou eólica do que instalar um gerador a diesel na propriedade. A zona rural representa hoje apenas 5% em quantidade de projetos de energia renovável”, justificou o parlamentar.

No Congresso Nacional, tramita um Projeto de Lei que permite ao assentado da reforma agrária a exploração de energia eólica ou solar no imóvel, mediante autorização do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), assunto que será debatido durante a audiência. Segundo Souza, a proposta estabelece ainda que os beneficiários da reforma agrária terão direito à participação no resultado da exploração, cujo valor será revertido em benefício do desenvolvimento socioeconômico e da sustentabilidade ambiental do assentamento.

Representantes do Governo do Estado e de associações relacionadas à pauta foram convidadas para o debate, além de assentados rurais de todo o território potiguar.

Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

Cinco mulheres e um homem, quase todos da mesma família, foram mortos a tiros na noite desta quarta-feira (21) na cidade de Touros, no litoral Norte potiguar. Entre as vítimas, que estavam em duas casas vizinhas, estão duas adolescentes: uma de 13 e outra de 15 anos. Pelo menos 10 crianças estavam nos imóveis, mas não foram feridas. Ninguém foi preso.

Segundo a Polícia Militar, pelo menos quatro pessoas armadas de espingardas e pistolas participaram da chacina. Os bandidos chegaram em dois carros. Cada um parou na frente de uma casa, que tiveram os portões arrombados.

A PM foi chamada logo após os disparos. Buscas ainda foram feitas pela região, mas nenhum suspeito foi encontrado.

Das mulheres que foram assassinadas, a mais velha é Francisca de Assis de Melo, de 54 anos, mãe de Marise Melo da Costa, de 29, e Manoelle de Assis de Melo Costa, de 15, que também foram mortas. A vítima mais nova tinha apenas 13 anos. Chama-se Emilly Kaliane Melo da Silva, filha de Marise e neta de Francisca. A outra mulher executada foi identificada como Azinete Santos Costa, de 26 anos. O homem morto ainda não foi identificado.

Nas duas casas, segundo a polícia, havia pelo menos 10 crianças. As menores são dois bebês de 3 e 5 meses de vida. O mais velho tem 11 anos. Algumas delas brincavam na área de uma das casas quando os criminosos chegaram. Ler mais…

Da Agência Brasil 

Nove empresas federais serão incluídas no Plano Nacional de Desestatização (PND), anunciaram nesta quarta-feira (21) os ministros chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. O governo abriu estudos ou atualizou normas para que os Correios e mais oito companhias da União sejam privatizadas (total ou parcialmente) ou firmem parcerias com a iniciativa privada.

A decisão ocorreu depois da 10ª reunião do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) da Casa Civil. O secretário especial de Desestatização, Salim Mattar, e a secretária especial do PPI, Martha Seillier, também participaram do anúncio.

Além dos Correios, o governo decidiu abrir estudos para privatizar a Telebrás, o Porto de Santos, a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev) e o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). Também foram abertos processos de desestatização da Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores (ABGF), da Empresa Gestora de Ativos (Emgea), do Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec) e da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp).

O Conselho do PPI também aprovou a nova modelagem para a concessão da Lotex, serviço de Loteria Instantânea Exclusiva, e a venda de 20 milhões de ações excedentes da União no Banco do Brasil, volume que pode render até R$ 1 bilhão à União sem prejudicar o controle do governo sobre o banco estatal.

Com as decisões de hoje, sobe para 18 o número de ativos federais (empresas, ações e serviços) incluídos no PPI. Na última reunião, em maio, o governo tinha aberto estudos para privatizar a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) e a Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre (Trensurb).

A Eletrobras, as Centrais de Abastecimento de Minas Gerais (Ceasaminas), a Casa da Moeda, o porto de São Sebastião e a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) também estão incluídos no PPI. Segundo Onyx Lorenzoni, os decretos de privatização dessas companhias podem sair nos próximos dias.

Confira na íntegra AQUI

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) criticou, nesta quarta-feira, 21, a política ambiental do presidente Jair Bolsonaro. Ele disse que o governo afrouxou regras e fiscalização, o que permitiu mais desmatamento na Amazônia.

A destruição da maior floresta tropical do mundo ocorre no momento em o presidente ataca deliberadamente os órgãos de fiscalização do governo e que monitoram a região amazônica. Bolsonaro chegou a questionar a veracidade dos dados de desmatamento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) que apontou aumento de queimadas e detectou que 52,5% dos focos de incêndio na região. Entre janeiro e 19 de agosto, houve um aumento de 83% das queimadas em relação ao mesmo período de 2018, com 72.843 focos de incêndios até o momento.

“Nós estamos topando voltar na história tanto assim e virar colônias de exploração, de retirada de recursos naturais inescrupulosamente? São liberais na economia e conservadores nos costumes”, disse. “O liberal da economia voltou ao tempo do mercantilismo e colonização. Já o liberal dos costumes voltou à Idade Média”, explicou.

Recentemente, o Brasil perdeu mais R$ 150 milhões destinados pela Alemanha e pela Noruega ao Fundo Amazônia, após ataques verbais de Bolsonaro. Os recursos do fundo são utilizados em ações de prevenção, monitoramento e combate ao desmatamento, e de promoção da conservação e do uso sustentável das florestas. Ler mais…

Em sintonia com o município de Macaíba e preocupado com suas principais demandas, o deputado estadual José Dias (PSDB) recentemente fez um discurso enfático na Assembleia Legislativa do RN cobrando obras e ações para impulsionar o desenvolvimento local e regional.

Entre os seus requerimentos, o parlamentar sugeriu que a Casa sensibilizasse a bancada federal potiguar para conseguir uma emenda coletiva para concluir a duplicação da Reta Tabajara, na BR-304. Além disso, construir viadutos ao longo da via, principalmente um que está previsto para a rotatória de Avenida Jundiaí (RN 160), e providenciar a iluminação do trecho entre Macaíba e Parnamirim. Estas são obras de responsabilidade do Governo Federal.

Ainda falando sobre mobilidade, José Dias cobrou do Governo Estadual a iluminação do Acesso Sul ao Aeroporto Internacional Aluízio Alves. Não esquecendo também da Saúde dos macaibenses, citou a necessidade de retomar as cirurgias eletivas no Hospital Regional Alfredo Mesquita e a ativação da UTI de dez leitos no mesmo hospital.

No âmbito estadual, dissertou sobre a Segurança Pública, lembrando que a Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ) cedeu um vasto terreno ao Governo do Estado do RN para a construção de um complexo contendo Corpo de Bombeiros, Batalhão de Polícia Militar e Delegacia de Polícia Civil. Destacando a necessidade de aumento de efetivo policial para este batalhão que contava com 150 homens em 2008 e hoje, em pleno 2019, conta com cerca de 50. Para finalizar, mencionou a importância de que o Parque Tecnológico também a ser construído em terreno da EAJ possa se concretizar.


A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), a campanha Agosto Lilás, ação de enfrentamento à violência doméstica. A abertura da iniciativa foi realizada no dia 16 de agosto com uma palestra socioeducativa na empresa Coteminas, situada no Distrito Industrial da cidade. O mês de agosto marca a criação da Lei Maria da Penha, em 7 de agosto de 2006, regra que busca o combate da violência contra a mulher.

O calendário da campanha conta com palestras e atividades socioeducativas até o próxmo dia 30 de agosto. Na próxima sexta-feira (23), a Escola Municipal Falcão Freire receberá uma palestra, a partir das 8h sobre a temática. No mesmo dia, a partir das 14h, uma roda de conversa com o tema Mulheres Diferentes, Violências Iguais e Mais Amor Por Favor será promovida na sede do CREAS.

No dia 28 de agosto, o Centro de Convivência de Idosos (CCI) será sede de atividades socioeducativas sobre o tema da campanha e a Lei Maria da Penha, a partir das 14h. O encerramento será no dia 30 de junho, na sede do CRAS Fabrício Pedroza, às 14h, com palestra e exposição das discussões levantadas durante a campanha.

Macaíba conta um espaço para auxiliar no atendimento às mulheres vítimas de violência no município. A Sala Lilás está situada na sede do CREAS, na Rua Major Antônio Belmiro, número 199 (Rua da Usina). O horário de atendimento do local é de segunda a sexta, das 8h às 17h. Os telefones para denúncias são 3271-1423 (CREAS), 3271-6835 (Delegacia Municipal) e o Disque 180 (Central de Atendimento à Mulher).

Foto: Márcio Lucas

Assecom-PMM

Arma utilizada no crime (Foto cedida/Reprodução).

Um homem esfaqueou a companheira e a filha dela, uma adolescente de 13 anos, na manhã desta quarta-feira (21), em uma região conhecida como Porto Brasil, na cidade de Macaíba, Grande Natal. O suspeito morava junto com as duas vítimas.

Feridas, mulher e filha tentaram fugir pela Rua Rio Grande do Norte, local onde o casal morava. A movimentação chamou a atenção de vizinhos, que prestaram socorro às duas. Elas foram levadas em estado grave para o Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim.

De acordo com policiais militares do 3º Batalhão, que atenderam a ocorrência, a mulher teria flagrado sua filha sendo violentada pelo padrasto. Foi então que ela tentou conter a ação e foi esfaqueada pelo homem, que também avançou sobre a adolescente. A adolescente passará por exame de conjunção carnal para atestar a violência sexual.

O homem deixou a faca, supostamente usada no crime, no local antes de fugir em direção a um matagal. A PM segue fazendo buscas na área para localizar o suspeito, enquanto mãe e filha receberam atendimento médico no centro cirúrgico do Deoclécio Marques.

Do Portal OP9 RN

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba, com apoio de policiais militares, prenderam em flagrante, na manhã desta quarta-feira (21), João Victor Ribeiro de Lima, 19 anos, e Heloísa Ingrid de Araújo Silva, 19 anos. A prisão ocorreu no bairro Vila São José, no município de Macaíba.

Com os suspeitos, os policiais apreenderam uma espingarda calibre 12, seis munições calibre 12, uma motocicleta com registro de roubo e com a placa adulterada. Eles foram autuados pelos crimes de receptação, posse ilegal de arma de fogo e adulteração de sinais identificadores de veículos. Durante as diligências, dois adolescentes foram apreendidos.

Segundo as investigações, eles são suspeitos de integrarem uma quadrilha responsável pela realização de uma série de roubos na zona rural da cidade e costumam agir com violência nas ações criminosas. Durante as diligências, um dos homens integrantes do grupo teria efetuado disparos de arma de fogo contra os policiais e conseguiu fugir do local.

João Victor Ribeiro e Heloísa Ingrid de Araújo foram conduzidos até a delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia da Polícia Civil 181 ou do Disque Denúncia/Whatsapp da Delegacia Municipal de Macaíba, por meio do número: (84) 98114-4042.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS


Crédito da Foto: Eduardo Maia

O deputado estadual Doutor Bernardo (Avante) ressaltou, na sessão desta quarta-feira (21), a importância da presença do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, no Rio Grande do Norte. O ministro esteve em Natal no dia 16 de agosto e liberou recursos para a Secretaria de Saúde do Estado, para o Hospital Varela Santiago e para municípios do interior.

“O ministro não trouxe a solução, mas trouxe um alento para a tão fragilizada saúde do Rio Grande do Norte”, disse Bernardo, lembrando os esforços da bancada federal, da Assembleia Legislativa e do Governo do Estado, para conseguir o apoio do Governo Federal, “que entendeu que estava em dívida com o RN”, disse o parlamentar. “Quero ressaltar o trabalho do deputado federal João Maia (PL), pois acompanhei de perto a luta dele em Brasília para que os recursos chegassem ao Rio Grande do Norte”, afirmou o deputado.

Doutor Bernardo afirmou que o Estado não foi beneficiado somente com os R$ 85 milhões anunciados e divulgados. Ele explicou que as ações impetradas junto ao Ministério da Saúde, garantem ao Rio Grande do Norte, agora em 2019 e nos próximos 3 anos, R$ 200 milhões a mais para a saúde pública. “Isso não resolve o problema do déficit, mas dá um alívio. Quero aqui parabenizar o ministro Mandetta, o governo federal e as bancadas. Abrimos uma porta e vamos continuar a luta”, disse o deputado.

Em aparte, o deputado George Soares (PL), líder do Governo na Assembleia, se somou ao pronunciamento do deputado Doutor Bernardo e ressaltou o apoio do deputado João Maia. “É excelente a relação de João Maia com o ministro Mandetta”, disse George, parabenizando o trabalho das bancadas federal e estadual e o Governo do Estado.

O vereador Emídio Jr. protocolou requerimento, na Câmara Municipal de Macaíba, convocando a Comissão Organizadora do Concurso Público para vir à Câmara prestar esclarecimentos à população sobre a realização do do certame. De acordo com o vereador, desde que o concurso foi suspenso no início deste ano que ninguém dá notícias a respeito.

“Quando o concurso foi suspenso no dia 15 de janeiro, a explicação da Prefeitura era de que uma outra empresa seria contratada para assumir o certame. Já estamos entrando no mês de setembro e, sequer, ninguém fala nada a respeito. Não quero acreditar que isso seja uma estratégia do prefeito para postergar o concurso, uma vez que próximo ano tem eleição e lei proíbe que candidatos aprovados em concurso sejam convocados em ano eleitoral”, afirmou o vereador.

Conforme mostra o documento abaixo, o requerimento protocolado pelo vereador Emídio Jr. foi assinado pelos demais vereadores. A única exceção foi o vereador João de Damião, que deixou o lugar de sua assinatura em branco. “Isso mostra que esta Casa está preocupada com a realização do Concurso Público. Vamos aguardar que os responsáveis pelo Concurso venham a esta Casa, pois o requerimento já foi à Prefeitura de Macaíba e eles têm até 15 dias para responder, conforme o Regimento Interno da Câmara”, finalizou.

Por Assessoria

O canal CONTE QUE EU PUBLICO foi a residência do professor Palhares para bater um papo sobre a sua trajetória de vida. Professor com três formações acadêmicas, o Palhares, como é conhecido por todos da Macaíba é um dos ícones da nossa educação, professor e ser humano admirado e muito querido por todos.

Confira:

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba prenderam em flagrante, nesta quarta-feira (21), Álvaro Rocha de Lima, 27 anos. A prisão se deu no Loteamento Bom Sossego, bairro São José, município de Macaíba, pela prática do crime de tráfico de drogas.

Com ele, foram encontrados uma porção de “crack”, uma balança de precisão, uma lâmina de corte e diversos sacos plásticos usados para embalar drogas. Álvaro Rocha também é suspeito de praticar homicídio e outros crimes na cidade de Macaíba, além de atuar em uma facção criminosa na região.

Ele foi conduzido até a delegacia e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia da Polícia Civil 181 ou do Disque Denúncia/Whatsapp da Delegacia Municipal de Macaíba, por meio do número: (84) 98114-4042.

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Equipes de policiais civis do 5º Distrito de Polícia de Natal prenderam em flagrante delito, na manhã desta quarta-feira (21), Francisco Canindé da Silva, 44 anos, pela prática do crime de posse ilegal de armas. A prisão aconteceu na residência dele, localizada no loteamento de San Vale, no bairro Candelária, na Zona Sul de Natal.

Os policiais chegaram até a residência após o recebimento de denúncias anônimas. No local, foram apreendidas armas caseiras, acessórios para fabricação de armas, ferramentas diversas e munições de calibre 22 e calibre 12.

Ele foi conduzido até a delegacia e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Valério Mesquita
Mesquita.valerio@gmail.com

LUÍS DA CÂMARA CASCUDO permanece e é preciso redescobri-lo até nas minudências. Nas gerações do século XX, ele é o pólo magnético que concentra e traduz as emoções de nossa literatura.

A sua grandeza literária já foi exposta com clareza por mestres do quilate de Américo de Oliveira Costa, seu biógrafo, Veríssimo de Melo, Alvamar Furtado, Diógenes da Cunha Lima, Antonio Soares Filho, Otto de Brito Guerra, Grácio Barbalho, corpo seleto de ex-alunos, amigos e discípulos que mantiveram com ele estreita relação de convivência.

Desejo captar em Cascudo o sentido e o rumor dos densos instantes dos contatos repetidos ao longo de alguns anos. São as sensações – lembranças povoando os espaços da memória, a recomposição de gestos e momentos perdidos, mas de luminosas descobertas da sua genialidade.

Na meninice e na adolescência, a curiosidade era o sentimento que Cascudo me despertava. Só fui entender sua dimensão na Faculdade de Direito. Depois, já na presidência da Fundação José Augusto, passei a frequentar a sua casa repetidamente, envolvido no projeto de reedição dos seus livros.

Recolho, aqui, detalhes do nosso relacionamento pequeno, mas afetuoso.
Cascudo gostava de me chamar “Pisa na Fulô”. Alcunha nascida das calcinadas lutas políticas de Macaíba pelas quais Cascudo se interessava, pois, D. Dhália era macaibense. Jamais perderei a imagem dos seus braços escancarados na saudação alegre quando lhe visitava.

Uma tarde, com os seus familiares, subimos até o terraço do Hotel Othon, na rua Santo Antonio, local onde se descortina uma visão esplendorosa do pôr do sol. O ponto de interseção da mais comovente reação estética que pude extrair dessa visão poética, foi a contemplação simultânea do perfil de Cascudo, o Potengi ao fundo, a cidade ao redor e o céu derramando-se em chamas. Confesso que senti a paz cósmica satisfeita.

A última vez que Cascudo saiu de casa, foi no lançamento de “Folclore no Brasil”, no auditório da Fundação José Augusto, final de 1980.

Após o último autografo, sentenciou, fuzilando-me com olhar: “Pisa na Fulô, você me mata! Outro, só lá em casa!”.
E assim foi feito.

(*) Escritor.