Câmara fria do Itep/RN — Foto: Caroline Holder/ G1

O Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep-RN) anunciou que deu início, nesta quinta-feira (24), a um mutirão para registrar e tentar identificar 79 corpos que estão acumulados na sede do órgão, na capital potiguar. O trabalho deve durar 90 dias. O esforço acontece após uma inspeção de urgência realizada nesta manhã pela 19ª Promotoria de Justiça da Comarca de Natal.

O objetivo da inspeção foi apurar o atraso na confecção de laudos necroscópicos, que tem gerado o acúmulo de cadáveres sem identificação no Itep. Esta fiscalização, inclusive, chegou a ser anunciada em uma portaria publicada no dia 17 deste mês, quando foi instaurado um inquérito civil.

Na publicação, o promotor Vitor Emanuel de Medeiros Azevedo destacou que a promotoria havia recebido a informação de que, no Itep, em Natal, existem “dezenas de cadáveres em um cômodo fechado”, os quais “estariam há mais de um ano aguardando a entrega dos respectivos laudos de exame necroscópico”.

Mutirão

Após a fiscalização, o Itep divulgou que o trabalho de registro dos corpos segue as recomendações do MP, e que este trabalho está sendo coordenado por médicos legistas, odontolegistas, necropapiloscopistas e peritos criminais especialistas em DNA, e visa dar andamento aos laudos necroscópicos que estavam com demanda atrasada.

“A identificação consta de procedimentos técnicos de coletas de impressões digitais, exames de arcada dentária, coleta de DNA, dentre outros”, ressaltou o Itep.

G1 RN

Com o objetivo de proporcionar momentos de lazer e chamar a atenção para a campanha chamada de Janeiro Branco, a Prefeitura de Macaíba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, promoveu na manhã desta quinta-feira (24) uma ação com os usuários da CAPS-II.

Com concentração na sede da unidade, dezenas de pessoas, incluindo profissionais e usuários do serviço se dirigiram até a Praça Paulo Holanda Paz, em frente à sede da Prefeitura, onde tiveram momentos de dança, exercícios físicos e, ao final, uma refeição balanceada.

O CAPS II está localizado na Rua Frei Miguelino, por trás da sede da Prefeitura. É um lugar de referência e tratamento para pessoas em sofrimento psíquico ou transtorno mental, realizando atendimento multidisciplinar.

No centro, as pessoas passam por acolhimento, atendimento psiquiátrico individual, bem como atendimento em grupo com profissionais de psicologia, serviço social, enfermagem, terapia ocupacional, farmácia, educação artística, dentre outros.

Caso alguém necessite dos serviços do centro ou tenha um parente que necessite, este deverá ligar para os números 3271-6529 e 3271-6534 ou ir pessoalmente ao espaço. O CAPS II é administrado pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde.

Atualmente, são mais de mil usuários cadastrados no centro, incluindo pacientes intensivos e semi-intensivos, de áreas urbanas e rurais, explicou a enfermeira Bélgica Batista. Ler mais…

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Marcus Vinícius Rodrigues, pretende fazer uma revisão do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não descarta a possibilidade de ver o exame antes de ser aplicado, algo que não era praxe entre seus antecessores. “Uma coisa é não ser de praxe, outra é não ser legal, o presidente do Inep tem autoridade para ver a prova”, disse hoje (24) a jornalistas.

Rodrigues diz que irá revisar o banco de questões do Enem, espécie de arquivo de onde são tiradas as questões das provas. “Vamos fazer com que o banco de questões tenha postura não ideológica, fazer com que esse banco priorize o que realmente é necessário medir, o conhecimento”. O presidente tomou posse nesta quinta-feira, em cerimônia no Inep, que contou com a presença do ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez.

Após o discurso de posse, o presidente do Inep conversou com jornalistas e o Enem foi um dos principais assuntos.

“Eu, presidente do Inep, posso ter acesso legal à prova. Isso vai ser conversado e, dentro de todos os aspectos técnicos e legais, isso sera discutido. O presidente do Inep pode fazer isso”, disse Rodrigues.

Sobre possibilidade de vazamento do exame, Rodrigues disse que confia no esquema de segurança atual: “Existe segurança e segurança que nos deixa muito tranquilos”. Ler mais…

G1 RN – A 19ª Promotoria de Justiça da Comarca de Natal realiza, na manhã desta quinta-feira (24), uma inspeção de urgência na sede do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep). O objetivo é investigar o atraso na confecção de laudos necroscópicos, que tem gerado o acúmulo de dezenas de cadáveres sem identificação.

A inspeção, inclusive, chegou a ser anunciada em uma portaria publicada no dia 17 deste mês, quando foi instaurado um inquérito civil.

Na publicação, o promotor Vitor Emanuel de Medeiros Azevedo destacou que a promotoria havia recebido a informação de que, no Itep, em Natal, existem “dezenas de cadáveres em um cômodo fechado”, os quais “estariam há mais de um ano aguardando a entrega dos respectivos laudos de exame necroscópico”.

A portaria ainda ressaltou que, no ano de 2014, a exposição de corpos no pátio do Itep e o acúmulo de cadáveres foi destaque nacional, situação que “atenta contra o direito fundamental à segurança pública, o princípio da razoável duração do processo e o direito natural de culto aos mortos”.

O desembargadores da 2ª Câmara Cível do TJRN, por unanimidade de votos, deram provimento ao recurso do Ministério Público, para decretar a indisponibilidade dos bens do então prefeito de Portalegre, Euclides Pereira de Souza, em pouco mais de R$ 812 mil e da empresa D.C. Prestação de Serviços Ltda e João Daniel Gomes Alves, de forma solidária, até o valor de R$ 39 mil, pela prática de improbidade com gravidade das consequências ao erário municipal, pela terceirização de parte do serviço de limpeza urbana, com simulação da prestação de serviço e malversação dos recursos públicos.

O julgamento se deu nos autos da Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa registrada sob o número 0100642-91.2017.8.20.0150 e as condutas ímprobas datariam dos anos de 2008 a 2011 e o Agravo de Instrumento Sem Suspensividade n° 2017.021604-5, movido pelo Ministério Público, pedia a reforma da decisão de primeiro grau, que considerou fim do prazo legal para a demanda judicial.

No entanto, o órgão julgador destacou que os atos continuaram mesmo o então prefeito estando ciente da ilegalidade de tal prática, já que foi alertado pela Recomendação nº 008/2008, causando prejuízo ao erário, diante da malversação dos recursos.

“Em que pese entendimento contrário na sentença inicial, entendo que o decurso de grande lapso temporal desde os fatos ilegais também reforça a necessidade de indisponibilidade dos bens dos acusados, posto que podem ter dilapidado o seu patrimônio, ou virem a fazê-lo a qualquer momento, com o intuito de obstaculizar a futura execução da obrigação de pagar”, destaca. Ler mais…

O presidente em exercício, general Hamilton Mourão, disse hoje (24) que “por enquanto” não há planos de privatizar a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). Mais cedo, ele participou de evento sobre os 356 anos dos Correios e homenagem ao Dia do Carteiro.

“Por enquanto, não”, respondeu Mourão ao ser questionado sobre a possbilidade de privatização dos Correios.

Em outubro, durante a campanha eleitoral, o então candidato Jair Bolsonaro sinalizou que a empresa poderia ser privatizada devido aos prejuízos. “Seu fundo de pensão foi implodido pela administração petista, diferentemente do passado. Então, os Correios, tendo em vista não fazer um trabalho daquele que nós poderíamos estar recebendo, pode entrar nesse radar da privatização”.

Em dezembro, o tentente-coronel da reserva e astronauta Marcos Pontes, antes de assumir o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, pasta à qual a emprresa é vinculada, disse que a privatização dos Correios não estava na pauta de discussão.

No começo da manhã, ao participar da cerimônia na Universidade dos Correios, em Brasília, Mourão prestigiu a comemoração dos 356 anos da empresa e o Dia do Carteiro. Na solenidade, lembrou o tempo em que trocava cartas com a namorada, que se transformou em esposa, e também ressaltou que o costume era comum entre amigos.

Agência Brasil

Em reunião realizada no escritório regional da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), na manhã desta quarta-feira, dia 23 de janeiro de 2019, a vereadora Socorro Nogueira, juntamente com o presidente da Câmara Municipal, Gerson Lima, foram recebidos pelo gerente de operações Marcos Aurélio e Arley.

A pauta da reunião foi direcionada para tratar sobre a regularização no abastecimento d’água na comunidade rural de Lagoa dos Cavalos e adjacências.

Foto: Polícia Civil do RN/Divulgação

Foi preso na tarde desta quarta-feira (23) no bairro Guarapes, na Zona Oeste de Natal, um jovem de 18 anos suspeito de participação na morte do cabo da Polícia Militar Ildônio José da Silva, de 43 anos – crime ocorrido no dia 16 de agosto na RN-117, entre as cidades de Caraúbas e Governador Dix-Sept Rosado, na região Oeste potiguar.

Lucivan Dantas Rocha, de 18 anos, que tinha mandado de prisão expedido pela Justiça. Ele é um dos 19 denunciados pelo MP por participação no assassinato do cabo.

Os delegados Christiano Melo e Sandro Reges confirmaram a prisão. Sandro, que é delegado regional, disse ao G1 que o preso será levado para Caraúbas, pois ainda há mandados a serem decretados por outros crimes cometidos na região.

Procurados

Ainda de acordo com Sandro Reges, com a captura de Lucivan chega a 13 o número de suspeitos presos aguardando julgamento e seis ainda ainda são procurados (cinco adultos e um adolescente).

Os procurados são:

Antônio Alcivan Fernandes Júnior (Juninho Mangueira)
Wilhian Bezerra de Oliveira (Belo das Mirandas)
Judson Rodrigues Vieira (Juca Ladrão)
José Fernandes da Silva (Dedé do Fogo)
Valdi da Cachoeira

G1 RN

A Cosern comunica que, para realizar serviços de melhoria na rede elétrica, será necessário interromper temporariamente o fornecimento na segunda-feira, 04, das 09h30 às 15h30, no bairro Mangabeira, Rua São Lucas, e das 13h às 17h, no bairro Boa Vista, Rua Princesa Isabel e adjacências, no município de Macaíba.

Caso os serviços sejam realizados antes do horário previsto, a rede será energizada sem aviso prévio.

Fique atento: a Cosern sempre avisa antecipadamente quando precisa realizar desligamento programado na rede elétrica.

· Em caso de falta de energia, a Cosern orienta:

· Enviar um SMS para 26560, informando apenas o número da sua conta contrato. Para facilitar, salve-a no bloco de notas do seu smartphone; ou

· Telefonar para o 116.

O governo do Estado do Rio Grande do Norte confirmou a realização da Campus Party para o segundo semestre de 2019 e para os próximos três anos. A continuidade do evento, considerado uma das maiores experiências tecnológicas do mundo, foi assegurada nesta quarta-feira, durante reunião entre as equipes do Governo e do Instituto Campus Party.

“O Estado fará um esforço para apoiar e garantir o local de realização do evento, que tem nítida importância do ponto de vista educacional, social e de desenvolvimento econômico e do turismo local”, afirmou a chefe do Executivo estadual. Ela garantiu a continuidade da Campus Party até 2022. “Sem dúvida, trabalharemos para que o evento seja realizado também nos próximos anos. Se depender de nós, ele será realizado em 2020, 2021 e 2022”, confirmou ao justificar que a data de realização da feira tecnológica será estendida para o próximo semestre, em virtude de ajustes na obra do Centro de Convenções.

O presidente do Instituto Campus Party enfatizou o sucesso da primeira edição. “Cerca de 60 mil pessoas visitaram a Open Campus, enquanto que São Paulo não alcançou 80 mil visitantes. Se considerarmos as condições proporcionais de um estado para o outro, o evento em Natal teve uma aceitação muito boa, o que justificou o tredding topic (TT) da #cpjerimum nas redes sociais virtuais na época”, argumentou. “Vamos colocar Natal no mapa digital do mundo, trazendo as melhores realidades de pesquisa e investimentos na área para cá”, completou o presidente.

Ao lembrar dos Laboratórios Includes – laboratórios de tecnologia que são implantados em comunidades das cidades que sediam as Campus Party, os quais permitem acesso de forma mais inovadora à ciência e à tecnologia aos mais carentes -, o subsecretário da Juventude Gabriel Medeiros disse que o evento é capaz de render projetos que podem transformar a realidade dos jovens no nosso estado. “É evidente que o evento é um acontecimento sensacional, envolve muitos estudantes e parceiros. Mas é muito pouco pensar que devemos nos preocupar apenas com os quatro dias de evento. A Campus Party abre uma possibilidade para convertemos a ação em ganhos reais para a juventude do estado, a médio e longo prazo. Discutiremos em que sentido o Instituto pode contribuir, por exemplo, para diminuir os índices de evasão escolar, na medida em que os projetos são capazes de dar um alento, uma esperança para os jovens do RN”, destacou.

SOBRE A CAMPUS PARTY

Realizada pela primeira vez em 1997, na Espanha, tem hoje mais de 500 mil campuseiros cadastrados em todo mundo em países como Holanda, Alemanha, Reino Unido, Argentina, Panamá, Colômbia, Itália e Cingapura. O evento está presente no Brasil há onze anos e coloca Natal em evidência no cenário tecnológico mundial, com a vinda de empreendedores, investidores, cientistas e entusiastas de tecnologia, movimentando a economia e fomentando a ciência e tecnologia local. Natal foi a 3ª cidade do Nordeste a receber a Campus Party (Recife e Salvador foram as pioneiras), tendo sua primeira edição realizada em 2018.

Estudantes de nível superior das áreas de Comunicação Social, Informática e Engenharia Civil poderão se inscrever, a partir desta quinta-feira (24), para concorrer ao cadastro de reserva para estágio no Ministério Público Federal, em Natal. As inscrições vão até 30 de janeiro (às 16h), são gratuitas e a seleção é baseada em provas que serão aplicadas no mês de fevereiro.

Poderão participar estudantes das instituições conveniadas (ver lista abaixo) e que tenham concluído o 2º ano ou 4º semestre do curso superior – quando este tiver 10 ou mais semestres de duração – ou o 3º semestre – quando o curso tiver menos de 10. Outra condição é não concluir a graduação neste primeiro semestre de 2019.

Para se inscrever, será necessário preencher o formulário disponível no site do MPF/RN, onde o interessado também pode encontrar o edital do processo seletivo e outros detalhes (http://www.mpf.mp.br/rn/estagie-conosco/concursos-de-estagio/2019/).

Além de preencher o formulário, é necessário enviar em formato PDF (em mensagem única e totalizando no máximo 10Mb) para o e-mail PRRN-EstagioNatal@mpf.mp.br um documento de identidade com foto; CPF; e declaração de matrícula expedida pela instituição de ensino conveniada, informando que o aluno está regularmente matriculado (com data de validade de 30 dias, contendo assinatura digital ou código de autenticidade).

Se quiser concorrer à cota de pessoa com deficiência, o estudante também deve enviar nesta mesma mensagem o devido laudo médico (expedido após 1º de novembro de 2018). Os interessados em disputar dentro da cota de minorias etnico-raciais precisam anexar a declaração específica (disponível no edital) e terão de comparecer a uma entrevista pessoal, com carteira de identidade original e comprovante de renda familiar. Ler mais…

O Ministério Público Federal (MPF) concedeu mais 90 dias para a Polícia Federal (PF) concluir o inquérito que investiga o pagamento de honorários ao advogado de Adélio Bispo de Oliveira, que, em 6 de setembro do ano passado, esfaqueou o então candidato a Presidência da República, Jair Bolsonaro, no centro de Juiz de Fora (MG).

O inquérito é o segundo processo a ser instaurado. No primeiro, que tramita na 3ª Vara Federal, em Juiz de Fora (MG), Adélio Bispo é réu por atentado pessoal devido a inconformismo político. De acordo com denúncia do MPF, ele planejou o ataque com antecedência para tirar o candidato da disputa à Presidência.

A extensão do prazo foi solicitada pela PF em 16 de janeiro. Segundo a assessoria da Justiça Federal em Minas Gerais, como a situação legal de Bispo não exige a intervenção do juiz, o pedido da PF pode ser analisado exclusivamente pelo MPF. Neste caso, não é necessário que o pedido retorne à 3ª Vara, “exceto na hipótese de ser requerida uma nova medida cautelar.”

Adélio Bispo está detido no presídio federal de segurança máxima de Campo Grande (MS). Seu advogado, Zanone Manuel de Oliveira Júnior, não revela o nome da pessoa que o contratou para defender o agressor, alegando ter o direito de manter em sigilo sua identidade.

Em dezembro de 2018, a PF cumpriu mandados de busca e apreensão em dois imóveis relacionados ao advogado.

A defesa de Adélio afirmou que ele agiu sozinho e que o ataque foi “fruto de uma mente atormentada e possivelmente desequilibrada”, devido a um suposto problema mental.

Agência Brasil

Foto: José Aldenir/Agora RN

A decisão liminar proferida pela juíza Adriana Cavalcanti Magalhães, que impediu o deputado estadual eleito Sandro Pimentel (PSOL) de ser diplomado no mês passado, foi derrubada na tarde desta quarta-feira, 23, após julgamento no plenário do Tribunal Regional Eleitoral do RN (TRE-RN).

Por seis votos à um, Sandro teve seu recurso acatado pela Corte e será, finalmente, diplomado para assumir a cadeira de deputado estadual na Assembleia Legislativa. O voto derradeiro do julgamento foi de Glauber Rêgo, presidente do TRE, que votou a favor. Francisco Glauber Pessoa foi o único a votar contra.

Sandro é acusado pelo Ministério Público Eleitoral de captação e gasto ilícitos de recursos durante a campanha. Ele, que já havia tido as contas reprovadas pela Justiça Eleitoral, obteve 19.158 votos na última eleição, conquistando o mandato pelas chamadas sobras eleitorais.

Na ação que motivou a suspensão da sua diplomação em dezembro, o Ministério Público Eleitoral apontou, inicialmente, cinco irregularidades nas contas de campanha de Sandro Pimentel, mas quatro delas já foram consideradas sanadas pelo órgão, restando apenas uma.

Agora RN