Professor da EAJ/UFRN participa de capacitação na Universidade Aberta de Portugal

Uma redescoberta do Brasil por meio da Educação a Distância. Na última terça-feira (28), representantes da Universidade Aberta (UAb) de Portugal assistiram às apresentações orais do professor Henrique Rocha de Medeiros, da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ), e da Coordenadora Pedagógica de EaD da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Lilian Giotto Zaros de Medeiros.

O evento, realizado na sede da UAb/PT, em Lisboa, marcou o encerramento de um período de 3 meses de capacitação, dos dois docentes, na universidade portuguesa. Lilian Medeiros falou sobre a expertise da UFRN e a contribuição histórica da Secretaria de Educação a Distância para o fortalecimento da EaD no Rio Grande do Norte e no território brasileiro.

Já o professor Henrique Medeiros abordou as possibilidades de parcerias na área de pós-graduação. De acordo com ele, essa experiência serviu para identificar oportunidades de qualificação profissional, conhecer novas equipes e construir um caminho para o pós- doutorado.

Além disso, o professor da EAJ destacou que durante a capacitação pôde discutir com professores portugueses a articulação de projetos relacionados às áreas de bioestatística, sustentabilidade e desenvolvimento de aplicativos para o setor do agronegócio. A Universidade Aberta de Portugal será uma importante parceira para a execução dessas iniciativas.

Fundada em 1988, a Universidade Aberta (UAb) é a única instituição de ensino superior público a distância que atua em Portugal. Vários professores do Departamento de Ciências e Tecnologia da UAb/PT prestigiaram esse momento de fechamento de um ciclo de consolidação das relações entre educadores brasileiros e portugueses.

Entre os presentes, estavam Teresa Oliveira, Coordenadora do Departamento, Amílcar Oliveira e o professor Vitor Rocio, responsável por recepcionar durante esses meses os professores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Fonte: Bruno Cássio – Setor de Mídias da SEDIS/UFRN.

Compartilhar