Revés na política de Macaíba

Até parece que foi ontem, mas o ano era 2008, quando, Gerson Lima (então vereador) teve a legenda negada, aos “45 do segundo tempo”. Dizem que o “bicho quase pegou”.

Mesmo assim, apoiou seu irmão Chiquinho, que se elegeu. Gerson volta como vereador, torna-se presidente (e muito poderoso) da Câmara Legislativa.

Até aí tudo bem. Pois o capital político do nobre vereador sempre foi bastante forte.

Agora, essa última sacada do presidente do legislativo foi incrível! Deu uma jogada de xadrez que até então, nós observadores da política local, ainda estamos estudando o feito. Gerson: O bom jogador.

Por Ricardo Arruda

Compartilhar