Secom explica gasto com cartão corporativo: família de Bolsonaro é maior do que a de antecessores


Foto: reprodução


Os gastos com cartão corporativo da Presidência no governo de Jair Bolsonaro dobraram no período que corresponde aos quatro primeiros meses de 2020 em comparação com o mesmo período nos primeiros meses de mandato.

Procurada pela Folha, a Secom afirmou que as despesas são decorrentes, entre outros gastos, do “atendimento da manutenção” e de “eventos na residência presidencial”.

Leia mais: Presidência dobra gastos com cartão corporativo em 2020

A secretaria disse ainda que o número de familiares de Bolsonaro é maior do que o de seus antecessores, o que “acarreta no incremento de despesas para as atividades, sobretudo as de segurança institucional”.

Com informações de O Antagonista

Compartilhar