UPAs de Macaíba e São José de Mipibu sofrem com superlotação e alta demanda de atendimentos

Foto: Senadinho/Ilustração

As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da Região Metropolitana de Natal estão superlotadas e atendendo acima da capacidade. Dois desses exemplos são as UPAs Aluízio Alves, em Macaíba, e a Geraldo Souza, em São José de Mipibu, que nesta quarta-feira (29) registraram grande movimentação.

Além disso, as UPAS sofrem ainda com a escassez de vagas nos hospitais públicos e não conseguem realizar transferências de pacientes (veja mais abaixo o que diz a Secretaria Estadual de Saúde).

Esse é o caso por exemplo da bebê Isabela, que tem menos de 20 dias de vida. Ela está internada na UPA Aluízio Alves, em Macaíba, e precisa ser transferida para uma UTI NeoNatal.

“Eu quero a saúde da minha filha, só isso. É minha primeira filha. Não quero outra coisa. Eu sou grande, posso ir para algum canto, outro hospital. Ela não sabe de nada, a bichinha está ali dentro, é um sofrimento muito grande. Sempre que eu entro para vê-la, eu fico com meu coração despedaçado, porque não sei o que fazer. Eu peço ajuda a um, a outro”, conta Bismarck Ferreira, pai de Isabela.

“O pessoal da UPA está me atendendo muito bem, eles estão fazendo a parte deles. Tem uma médica que fez de tudo. Minha filha estava praticamente no corredor e a médica conseguiu colocar ela na sala amarela, mas lá tem gente com dengue, chikungunya, todo tipo de doença”.

As principais causas dos atendimentos são arboviroses e síndromes respiratórias, segundo as direções das unidades. Diante da grande quantidade de antedimentos e internações, há uma piora também no serviço oferecido, o que preocupa muitas famílias.

“A gente pede uma urgência porque a gente está com medo de acontecer o pior. A gente está muito nervoso, apreensivo”, desabafou Joelma Dantas, que está com a mãe, Marineide Dantas, de 59 anos, internada na UPA de Macaíba.

Marineide infartou e está com edema no pulmão. Ela precisa ser transferida para uma UTI Cardiológica.

Lotação

Segundo a direção da UPA de Macaíba, nesta semana a média de atendimentos foi de 200 pacientes por dia. Nesta quarta, estavam ocupados oito leitos na sala amarela, quatro na sala vermelha, além de dois pacientes em isolamento.

Fonte: Portal g1 RN

Confira na íntegra AQUI

Spread the love