Decisão: Juiz solta as seis pessoas presas em Macaíba porque não encontrou algo que comprovasse ligação com o crime

Na noite de ontem (26), foram soltos os seis homens que foram acusados de tentar assaltar motoristas que trafegavam pela Reta Tabajara na madrugada da última sexta-feira (25), onde, em uma das tentativas, um vereador de São João do Sabugi foi baleado por um disparo de arma de fogo. Eles foram soltos durante uma audiência de custória.

De acordo com o Blog do BG, o juiz responsável não encontrou no que foi entregue pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) qualquer comprovação de que foram eles os responsáveis pelos crimes para garantir a prisão.

O que ficou apresentado, segundo o magistrado, foi a “inexistência de instrumentos, armas, objetos ou papéis em posse dos flagranteados no momento da prisão”. Ele ainda ponderou que o carro utilizado para a prática dos assaltos possui as mesmas características, mas que essa semelhança “não se mostra suficiente para indicar a relação direta entre os assaltos ocorridos na BR com os autuados”.

O próprio Ministério Público deu um parecer favorável ao relaxamento da prisão por não verificar a situação da flagrante e por concordar que o que foi apresentado pelos policiais rodoviários foi insuficiente. Todos os seis terminaram sendo soltos.

Veja a decisão:

Com informações do Blog do BG

Compartilhar