Foto: Rovena Rosa

O Instituto Butantan prevê a chegada de 5,4 mil litros de insumos necessários para a produção da vacina CoronaVac ao Brasil até o dia 3 de fevereiro. A informação foi dada em entrevista coletiva hoje (26) logo após o governo paulista se reunir virtualmente com o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming. A CoronaVac é uma vacina contra o novo coronavírus produzida em uma parceria do Instituto Butantan com a farmacêutica chinesa Sinovac.

Segundo Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, esses 5,4 mil litros serão suficientes para produzir em torno de 8,6 milhões de doses da vacina. Ele explicou que mais 5,6 mil litros deverão chegar ao país em breve, o suficiente para produzir mais 8,6 milhões de doses. Após chegarem ao país, essas vacinas serão produzidas e envasadas, além de passar por um processo de qualidade que deve durar em torno de 20 dias. Só então elas são liberadas para a vacinação.

“Uma dose de vacina tem 0,62 ml”, explicou Dimas Covas. “Na verdade, uma dose da vacina aplicada corresponde a 0,50 ml. Mas, pela regulamentação internacional, temos que colocar 0,62 ml no frasco. Então, um frasco que tenha 10 doses, se houver precisão na hora de retirada de 0,50 ml, um frasco pode render não só dez, mas 12 doses. Se houver grande observação de quem aplica a vacina, não houver desperdício, teremos a possibilidade de, com um frasco de dez doses imunizar 12 pessoas”, explicou Dimas Covas.

Pelo contrato estabelecido entre o Instituto Butantan e a Sinovac, o Brasil irá receber, até abril, 46 milhões de doses da vacina, quantidade que pode se expandir para até outras 54 milhões de doses, caso haja interesse do Brasil. Até este momento, o Instituto Butantan já recebeu 10,8 milhões de doses, sendo que mais de 6 milhões delas já estão sendo empregadas na vacinação no país.

Participando da entrevista coletiva, de forma virtual, o embaixador ressaltou a parceria entre Brasil e China e falou da importância da vacina para conter a pandemia do novo coronavírus. “Vacinas são uma arma para conter a pandemia e garantir a saúde do povo e não instrumento político”, disse. “A situação da pandemia é incerta. Haverá demanda urgente e de longo prazo pelas vacinas”, acrescentou.

Agência Brasil


Decisão judicial determina que o Estado conclua em até 90 dias processos administrativos para dotar setor com os requisitos mínimos necessários para o funcionamento

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) conseguiu a condenação judicial do Estado para que regularize os requisitos mínimos para funcionamento de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Estadual Monsenhor Walfredo Gurgel. Assim, o Estado terá que dotar a divisão com recursos materiais imprescindíveis, como equipamentos e mobiliários. Em ação civil pública (ACP), o MPRN demonstrou a insuficiência de recursos materiais presentes nas UTIs, comprovando uma situação de irregularidade.

A decisão judicial determina que o Estado conclua em até 90 dias, processos administrativos para a aquisição de poltrona com revestimento impermeável; de refrigerador para guardar medicamentos; e de carrinho de urgência. Além disso, o Estado também terá que adotar todas as providências necessárias à abertura e conclusão do processo administrativo destinado à compra de dispositivos para transpor, elevar e pesar o paciente, no prazo de 100 dias.

Desde 2014, o MPRN tem um procedimento instaurado para apurar as deficiências estruturais nas Unidades de Terapia Intensiva do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. No curso da investigação, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) apresentou adequações e medidas que foram tomadas, com base em resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

No entanto, as insuficiências apontadas em relação às UTIs, permaneciam, fazendo-se necessário o ingresso com a ação civil pública, ainda mais levando em consideração a realidade imposta pela pandemia por coronavírus, que demanda muito de todo o sistema de saúde.

MPRN

Foto: Arquivo/Assecom-PMM

A Prefeitura de Macaíba renovou por mais 90 dias o decreto de estado de calamidade pública devido à situação de emergência de saúde pública ocasionada pela pandemia do novo Coronavírus (COVID-19).

A publicação consta no Diário Oficial do Município de Macaíba, datada de sexta-feira, 22 de janeiro de 2021, e prorroga a partir da referida data a vigência das disposições do Decreto nº 1.926, de 25 de março de 2020, para fins de prevenção e de enfrentamento à epidemia de COVID-19. O documento assinado pelo prefeito Emídio Júnior pode ser conferido aqui: <https://www.macaiba.rn.gov.br/_ups/boletins/2021/01/23/73e0fdcde4f0114b4c3036cb18008ba7.pdf

O estado de calamidade pública é decretado por gestores da administração pública após a constatação da instalação de situações graves que provocam danos graves à saúde da população e ao funcionamento dos serviços públicos, decorrentes de desastres naturais ou provocados.

Segundo o Boletim Epidemiológico nº 279, mais recente emitido pela Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN, Macaíba tem 88 óbitos confirmados, 36 óbitos em investigação, 1.664 casos confirmados e 1.216 casos suspeitos. A taxa de mortalidade é 108,9 para cada 100 mil habitantes.

Assecom-PMM

Foto: Reprodução/ilustração

Um homem de 32 anos foi preso após esfaquear o próprio pai, na noite desta segunda-feira (25), em Natal, segundo a Polícia Militar. O crime foi registrado por volta das 19h30 no bairro das Quintas, na Zona Oeste da capital. O motivo do crime ainda deverá ser investigado.

De acordo com a PM, uma equipe foi acionada para a rua Primeiro de Janeiro, onde foi informada de que o homem teria desferido golpes de faca no pai – um homem de 54 anos.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, a vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Walfredo Gurgel. O estado de saúde
Já o suspeito do crime foi preso. A investigação sobre a motivação ficará com a Polícia Civil.
O hospital ainda não informou o estado de saúde da vítima.

Fonte: portal G1RN

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) definiu no início da tarde desta segunda-feira (25), em conjunto com as secretarias municipais de saúde, a divisão do segundo carregamento de vacinas contra a Covid-19 para o Rio Grande do Norte. A nova leva de imunizantes inclui as doses da Oxford/AstraZeneca, recebidas no domingo (25), e as doses da CoronaVac, descarregadas em solo potiguar no fim da manhã desta segunda-feira. Os municípios receberão 33.435 doses.

De acordo com o que foi pactuado entre Sesap e municípios, as vacinas serão direcionadas aos profissionais de saúde, priorizando vacinadores, quem atua em instituições de longa permanência para idosos e trabalhadores envolvidos diretamente na assistência a pacientes suspeitos ou confirmados para Covid-19.

As doses da vacina de Oxford/AstraZeneca serão direcionadas a 49 municípios que possuem hospitais de referência e unidades de pronto-atendimento para atendimento de pacientes suspeitos e confirmados de COVID-19, e hospitais gerais que tenham vacinado menos da metade do quantitativo estimado de trabalhadores da saúde na 1ª etapa do plano de imunização.

As doses serão partilhadas de forma proporcional, para que não se ultrapasse a estimativa de trabalhadores de saúde por município. Com a retenção da reserva técnica, são 29.930 doses reservadas para a distribuição, sendo 5.380 delas direcionadas pela Sesap diretamente aos hospitais de referência no combate à Covid-19.

As 118 cidades potiguares restantes receberão 8.885 doses da CoronaVac. A quantidade envolve o carregamento recebido esta semana e 1.960 doses estimadas como reserva técnica da 1ª remessa.

Sesap-RN

Confira a divisão por município AQUI


O Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais (PPGCFL) da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ-UFRN) está com inscrições abertas para o processo seletivo do curso de Mestrado em Ciências Florestais. Estão sendo oferecidas 20 vagas, distribuídas em três linhas de pesquisa. São elas: Tecnologia e Utilização de Produtos Florestais; Sementes, Propagação e Fisiologia de Espécies Florestais; e Biodiversidade, Conservação e Uso dos Recursos Genéticos Florestais.

Poderão se inscrever no processo seletivo portadores de diploma de graduação em Engenharia Florestal, Engenharia Agronômica ou Agronomia, Ciências Biológicas ou Biologia, Ecologia, Engenharia Agrícola, Engenharia Industrial Madeireira, Engenharia Química, Química, Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos, Engenharia de Energias, Licenciatura em Ciências Agrárias, Engenharia Ambiental, Tecnologia em Gestão Ambiental (Curso Superior), Tecnologia em Agroecologia (Curso Superior). Solicitação de inscrição de candidatos com formações acadêmicas que não estejam elencadas nos citados anteriormente serão analisadas pela Comissão de Seleção do Processo Seletivo para deliberação sobre deferimento ou indeferimento.

Devido a pandemia da COVID-19 e do distanciamento social, a realização do processo não contará com etapa presencial. As inscrições vão até o dia 05 de fevereiro e serão realizadas através do link http://bit.ly/SIGAAMestrado. O edital com todas as informações para o processo seletivo também está disponível no mesmo link.

Comunicação EAJ

A Subsecretaria do Trabalho da Sethas-RN, através do SINE-RN, oferece hoje 19 vagas de emprego para Natal e Grande Natal.

Para concorrer às vagas, o(a) candidato(a) deve se cadastrar via Internet no Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego, através do endereço empregabrasil.mte.gov.br ou nos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para Android e IOS.

Neste momento, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Sine-RN está com atendimento presencial realizado mediante agendamento.

Em Natal, os telefones para agendamento da unidade matriz, em Candelária, são: (84) 3190-0783, 3190-0788, 98106-6367 e 98107-4226.

Os agendamentos e atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. Siga o Sine-RN no Instagram: @sine.rn

VEJA AS OFERTAS DE VAGAS DE EMPREGO POR OCUPAÇÃO:

NATAL e GRANDE NATAL – (16 Vagas Permanentes)
ATENDENTE DE LANCHONETE 03
AUXILIAR DE LIMPEZA 01
AUXILIAR MECÂNICO DE REFRIGERAÇÃO 02
DESENHISTA TÉCNICO (ARTES GRÁFICAS) 01
MANICURE 02
MECÂNICO DE BICICLETAS 01
PIZZAIOLO 02
TÉCNICO DE REFRIGERAÇÃO (INSTALAÇÃO) 02
TÉCNICO MECÂNICO EM AR CONDICIONADO 01
VENDEDOR PRACISTA 04

Foto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil

Termina na próxima sexta-feira (29) o prazo para a regularização e inscrição no Simples Nacional das micro e pequenas empresas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano. A solicitação é feita exclusivamente pela internet, por meio do portal do Simples Nacional. Com o pedido aceito, a adesão retroagirá ao dia 1º de janeiro.

O Simples Nacional é regime tributário diferenciado, que reúne em um único documento de arrecadação os principais tributos federais, estaduais, municipais e previdenciários devidos pelas micro e pequenas empresas. O recolhimento, feito por esse documento único, deve ser pago até o dia 20 do mês seguinte àquele em que houver sido auferida a receita bruta.

Também poderão aderir ao Simples as empresas que estavam no Lucro Presumido ou Lucro Real e tiveram queda significativa no faturamento em 2020, por causa da pandemia. Essas empresas deverão cumprir o mesmo prazo. Em outra novidade, que vale excepcionalmente agora, o governo federal não excluiu empresas com débitos tributários em 2020 e as empresas optantes que estavam inadimplentes permaneceram no Simples em 2021.

No caso de empresas que ainda não eram optantes pelo Simples, no momento da opção o sistema responde automaticamente se há pendências com os fiscos federal, estadual ou municipal. Para a regularização de pendências com a Receita Federal ou com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional não é necessário que o contribuinte se dirija a uma unidade da Receita Federal, basta seguir as orientações para regularização de pendências no site da Receita Federal. Para a regularização de pendências com os estados, o Distrito Federal e municípios, o contribuinte deve procurar a Administração Tributária responsável.

Fonte: Agência Brasil


Desde que assumiu sua gestão em 1º de janeiro, o prefeito Emídio Jr. determinou que a Semurb de Macaíba intensificasse os trabalhos da pasta, principalmente os relacionados à limpeza urbana.

Desde então, várias regiões da cidade já foram contempladas por serviços como coleta domiciliar, capinação, varrição, raspagem, roço, pintura de meio fio, coleta de entulhos e podas, além de manutenção de praças.

Até a presente data, já foram realizados mutirões na Praça Paulo Holanda Paz, Avenida Mônica Dantas, Rua Severino Galdino, Rua da Conceição, Rua Dr. Francisco da Cruz, Rua Frei Miguelinho, Rua do Cajueiro (Monte Líbano), Rua Joanete Ribeiro, Rua Dr. Pedro Velho e Rua José Coelho. Essas ruas ficam em bairros como Tavares de Lyra, Auta de Souza e Lagoa das Pedras.

Também foi contemplado o bairro Bela Vista e a região central de Macaíba. Brevemente, será a vez da zona rural.

O secretário Billy Jean destaca que a Semurb está pronta para atender a todos na medida do possível e também conta com a colaboração da população em geral para juntos mantermos uma Macaíba mais limpa e agradável. Os números de telefone para realização das solicitações são 3271-6557 e 3271-6634.

Assecom-PMM

Foto: Edeilson Morais

Está aberto o período de cadastramento dos condomínios residenciais para a vacinação de idosos com 75 anos ou mais. O objetivo é imunizar os idosos contra a covid-19 sem sair de casa. A ação acontece dentro de uma parceria do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN) e da Secretaria Municipal de Saúde de Natal. A ação conjunta visa a amenizar os riscos dessa população à exposição de aglomerações em espaços coletivos. O link para acesso ao cadastro é https://vacinaidosos.lais.ufrn.br/.

Os síndicos ou responsáveis pelos condomínios de Natal poderão acessar a plataforma on-line e fazer a solicitação, indicando o número de moradores aptos a participar do processo. Para ter o seu cadastro aprovado, é necessário que haja, no mínimo, cinco moradores dentro dos critérios estabelecidos.

De acordo com o secretário de Saúde de Natal, George Antunes, ficará a cargo da secretaria a logística para o transporte das vacinas, sendo a aplicação de responsabilidade da UFRN. ”Já colocamos essa estratégia em prática no ano passado, quando cadastramos os condomínios para a vacinação contra o H1N1 (gripe). Tivemos muito sucesso e deu muito certo, então vamos continuar ”, afirma ele.

Para mais informações, será disponibilizado o telefone 3232-8534, do Núcleo de Doenças e Agravos Não Transmissíveis do Departamento de Vigilância em Saúde (DANTS-DVS/SMS Natal). Além do LAIS e da SMS, também são parceiros desta ação os Departamentos de Enfermagem, Saúde Coletiva, Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva (NESC), Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e o Instituto do Envelhecer, todos da UFRN.

Portal UFRN

Os dois novos lotes das vacinas contra a Covid-19 recebidos pelo Rio Grande do Norte nos últimos dois dias são suficientes para finalizar a vacinação dos profissionais de saúde em 118 municípios potiguares. A informação é da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN), que não informou, porém, quais são os municípios que concluem essa primeira fase da campanha, tampouco divulgou a lista dos que dependem de novas remessas de imunizantes.

Nesta segunda-feira (25), a Sesap iniciou a distribuição das doses da vacina AstraZeneca/Oxford para as cidades e recebeu novas doses da Coronavac.

Juntas, as remessas devem vacinar 37,6 mil pessoas. As vacinas se somam ao primeiro lote de 82 mil doses da Coronavac, recebida pelo Estado no dia 18 e distribuída para os municípios no dia seguinte para vacinar 39,2 mil pessoas (cada uma recebe duas doses do imunizante em um intervalo de duas a quatro semanas).

A campanha de imunização contra a covid-19 no Rio Grande do Norte começou no dia 20 deste mês. Segundo os dados da plataforma RN+Vacina, elaborada pelo Governo do Estado em parceria com o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN), 18,3 mil pessoas receberam doses da vacina até esta segunda-feira (25). A expectativa é ter, com os três lotes recebidos, cerca de 76,8 mil vacinados no Estado nos próximos dias.

Os primeiros vacinados foram os profissionais de saúde da linha de frente de combate à pandemia e idosos residentes em abrigos. Eles seguem como primeiros grupos a receberem a vacina até que todos estejam imunizados. Como as primeiras 82 mil doses foram suficientes para vacinar apenas 39,6% dos profissionais de saúde, a remessa de 31,5 mil doses da AstraZeneca (aplicadas todas de uma vez porque o intervalo para a segunda dose é maior) e as 14,6 mil do segundo lote da Coronavac, também são destinadas aos grupos.

Apesar das novas remessas serem suficientes para imunizar todos os profissionais de saúde de 118 municípios, 49 cidades potiguares ainda necessitam de novos lotes para concluir a vacinação desse grupo prioritário. “Essa quantidade de doses ainda está muito distante de ser suficiente para a população do Rio Grande do Norte, mas cada lote que chega, simboliza milhares de vidas que seguem sendo salvas”, disse a governadora Fátima Bezerra nesta segunda-feira (25), após o recebimento de novas cargas com os imunizantes.

Com informações da Tribuna do Norte 

Saiba mais AQUI


Wolney França tem 38 anos é advogado e foi o vereador mais votado de Parnamirim no ano passado


O advogado Wolney França (PSC) que ano passado foi o vereador mais votado de Parnamirim defende a união dos legislativos para composição da nova diretoria da Federação das Câmaras Municipais do Rio Grande do Norte (Fecam/RN), no biênio 2021-2022. A eleição acontecerá no próximo dia 05 de fevereiro, em Natal. Wolney está se somando a chapa encabeçada por Paulinho Freire (PDT), que preside a Câmara Municipal do Natal.

Presidente da Câmara Municipal de Parnamirim, Wolney França defende políticas voltadas à Região Metropolitana, que integra hoje 15 municípios do Estado. Além de Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba e Extremoz, também estão incluídos Arêz, Ceará-Mirim, Goianinha, Ielmo Marinho, Maxaranguape, Monte Alegre, Nísia Floresta, São José de Mipibu, Vera Cruz e Bom Jesus.

“A Região Metropolitana de Natal é hoje a quarta maior aglomeração urbana do Nordeste, atrás apenas das regiões metropolitanas de Recife (PE), Salvador (BA) e Fortaleza (CE) formando a décima nona maior região metropolitana do Brasil. Então precisamos de políticas públicas e os legislativos fortalecidos onde vivem 40% da população potiguar. Chegou a hora de fortalecer setores como transporte público, saúde, segurança e limpeza pública”, explica Wolney França.


Na área de saúde, Wolney defende criar mecanismos legais para a Região Metropolitana como licitar insumos de forma conjunta, agilizando processos e gerando economia de escala. No transporte público, o dirigente de Parnamirim acha que a Fecam/RN precisa estudar e analisar todo o sistema e buscar a integração entre as linhas e melhoria dos serviços. Outro ponto importante é a
Segurança. “Criar condições legislativas e também de aquisição de equipamentos e viaturas, a fim de garantir ampliação das guardas municipais e demais forças de segurança que atuam na Grande Natal”, disse.

“Já conversei com o presidente Paulinho Freire sobre estimular a troca de experiência entre os diversos legislativos municipais, por meio de um calendário de seminários, em busca sempre de mais eficiência administrativa e economicidade nas Casas Legislativas. Paulinho quer interiorizar a Fecam/RN e ajudar aos municípios com menos de 10 mil habitantes que tem muitas carências em assistências e programas que dependem da Fecam/RN. Estamos juntos nessa união por uma Fecam/RN mais moderna”, finaliza Wolney França, presidente da Câmara de Parnamirim.

A eleição da Fecam/RN será realizada na sede da Federação das Câmaras Municipais do RN – Rua da Saudade, 1877, bairro Lagoa Nova na capital potiguar, no dia 05 de fevereiro pela manhã. Apenas os presidentes dos Poderes Legislativos filiados a entidade têm direito a voto.

Foto: Marcello Casal Jr

Começam hoje (26) e vão até o dia 29 de janeiro as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) 2021. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), este ano o Fies vai oferecer 93 mil vagas

As inscrições podem ser feitas no portal do Fies. O resultado da seleção será divulgado no dia 2 de fevereiro.

Em caso de pré-seleção para uma vaga na chamada única do Fies, o candidato terá o período de 3 a 5 de fevereiro de 2021 para complementar sua inscrição.

Quem não for pré-selecionado vai automaticamente para a lista de espera. A convocação por meio da lista de espera ocorrerá de 3 de fevereiro até 18 de março de 2021.

Pelo regulamento do programa, os candidatos pré-selecionados na lista de espera deverão complementar a inscrição no prazo de três dias úteis, contados do dia subsequente ao da divulgação de sua pré-seleção no FiesSeleção.

Criado em 1999, o Fies tem como meta facilitar o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior oferecidos por instituições privadas. Pode se inscrever no processo seletivo do Fies o candidato que participou do Enem, a partir da edição de 2010, e tenha obtido média aritmética nas provas igual ou superior a 450 pontos e nota superior a 0 na redação.

Também é necessário ter renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos.

O programa é ofertado em duas modalidades desde 2018, por meio do Fies e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies).

O primeiro é operado pelo governo federal, sem incidência de juros, para estudantes que têm renda familiar de até três salários mínimos por pessoa; o percentual máximo do valor do curso financiado é definido de acordo com a renda familiar e os encargos educacionais cobrados pelas instituições de ensino. Já o P-Fies tem regras específicas e funciona com recursos dos fundos constitucionais e dos bancos privados participantes, o que implica cobrança de juros. Ler mais…

O Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba realizou, no dia 20 de janeiro, a descontaminação da aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) que transportou pacientes com Covid-19 de Manaus (AM) para Natal (RN).

Militares do Comando Conjunto RN-PB desinfectaram aeronave utilizada no transporte de pacientes com Covid-19

Militares do Comando Conjunto RN-PB desinfectaram aeronave utilizada no transporte de pacientes com Covid-19

Os pacientes desembarcaram durante a noite na Base Aérea de Natal (RN) e foram transferidos em ambulâncias para hospitais da capital potiguar. Na madrugada do dia 18 de janeiro, outros pacientes oriundos da capital amazonense já haviam sido transportados em aeronaves da FAB para Natal e João Pessoa (PB).

O trabalho de desinfecção foi realizado após o desembarque dos pacientes, facilitando a condução da ação e o retorno da aeronave de forma segura. Na ocasião, além da desinfecção da aeronave, os militares e enfermeiros embarcados também passaram por processo de descontaminação.

Como ação de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus, foram empregados militares habilitados em estágios de capacitação ministrados pela Equipe de Resposta Nuclear, Biológica, Química e Radiológica do Comando do 3º Distrito Naval para a descontaminação de ambientes, material e pessoal.

O Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba, composto por militares da Marinha, do Exército e da FAB, é um dos dez Comandos Conjuntos ativados, em março, pelo Ministério da Defesa, no âmbito da Operação “Covid-19”, no combate aos impactos do novo coronavírus no Brasil.

Fonte: Marinha do Brasil

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial