Primeiros suplentes em Macaíba


Os ex-candidatos J. Júnior (CIDADANIA), Sérgio Lima (PL), Lula Canuto (MDB), Edma Maia (PSB), Ivanildo Cajazeiras (PSDB) e Ceyça Lima (PSC) não venceram o pleito, mas ficaram como os primeiros suplentes de seus respectivos partidos.

É importante considerar que a suplência acontece dentro do partido político. Vamos supor: se um Partido X , tinha 5 candidatos a vereador em uma determinada eleição e um deles se elegeu, os outros quatros são os suplentes.

Caso o vereador eleito seja convidado a assumir uma secretaria, por exemplo, ou tenha a sua candidatura impugnada por alguma razão, quem irá ocupar o seu lugar será o segundo candidato mais votado e assim sucessivamente.

Quando um candidato muda de partido, a vaga de suplência dele passará a pertencer ao próximo. Por exemplo: se o terceiro candidato mais votado resolve mudar de filiação, o quarto passará a ser o terceiro com chances de assumir.

Para quem quiser saber mais sobre esses mecanismos, recomendamos a leitura do artigo 112 da Lei Federal 4.735/65 (Código Eleitoral). Entender como funciona todo o processo eleitoral é de extrema importância para quem faz questão de exercer o seu papel de cidadão em busca de uma sociedade melhor e mais participativa.

Informações e imagem retiradas dos blogs NorteSul e Macaíba no Ar

Via Macaibei

Compartilhar