Acusado de matar e enterrar menina de 12 anos em Natal tem audiência marcada para maio

A audiência de instrução e julgamento do pedreiro Marcondes Gomes da Silva, de 45 anos, acusado de matar a estudante Iasmin Lorena Pereira de Melo, de 12 anos, no dia 28 de março do ano passado, em caso que comoveu o Rio Grande do Norte, foi marcada para o dia 15 de maio, no Fórum Desembargador Miguel Seabra Fagundes, na Zona Sul de Natal. A vítima foi estrangulada com um cabo de aço de bicicleta e enterrada no terreno de uma casa em construção na comunidade da África, na Zona Norte da capital potiguar.

O pedreiro, considerado amigo da família da menina, foi preso no dia 26 de abril, em uma praia no município de Touros, no Litoral Norte do estado, dois dias após o corpo da garota ser encontrado por cães farejadores da Polícia Militar. Nas mãos das autoridades, confessou o crime e contou que agiu sozinho. Disse que matou Iasmin após ela se negar a ter relações sexuais com ele. O acusado se encontra detido desde setembro do ano passado na Penitenciária Estadual de Parnamirim.

Após a audiência, caberá ao juiz Geomar Brito, da 2ª Vara Criminal de Natal, absolver ou sentenciar o acusado a júri popular.

Compartilhar