Aplicativo oferece orientação para quem está em isolamento

José de Paiva Rebouças de Agecom

Um aplicativo desenvolvido pelo grupo de pesquisa “Ações promocionais de atenção a grupos humanos em saúde mental e saúde coletiva” (APASMC), constituído por enfermeiros, professores, estudantes de graduação e pós-graduação em Enfermagem da UFRN, oferece dicas de filmes, visitação a museus e acesso a bibliotecas com acervo gratuito. O App disponibiliza ainda um diário e alguns testes de rastreamento sobre estados depressivos, estresse e autoestima. A aplicação está disponível neste link.

Para ter acesso às informações é necessário fazer uma inscrição simples e definir uma senha. Depois disso, é só navegar na interface simplificada e descobrir as diversas opções disponíveis. Além de links, a proposta oferece uma lista com 50 filmes fáceis de encontrar e que ajudam a relaxar nesses momentos de tensão.

De acordo com o professor Arnoldo Miranda, do Departamento de Farmácia (DFARM), o aplicativo pode ser acessado por toda a população de língua portuguesa, não apenas brasileiros. “As informações são simples e objetivas, baseadas em evidências científicas e da larga experiência em pesquisas, ensino, extensão e vivência nos níveis de complexidade dos serviços de saúde. O aplicativo atende aos preceitos éticos e humanitários baseados nos princípios das declarações que protegem e promovem a segurança das pessoas neste momento de crise”, completa.

Compartilhar