Direito de resposta sobre o ocorrido na última quinta feira (06.02) na residência do empresário Hugo Nascimento


Hugo Nascimento é um dos sócios da ACMRN (Associação de Criadores e Preservadores da raça Mura do Estado do Rio Grande do Norte), associação esta ambientalista e de preservação da espécie Mura com aproveitamento genético para melhoria contínua da raça.

Nossa Associação é vinculada ao Ministério da Agricultura através de portaria.

Na última quinta-feira (06.02), acontecia uma reunião com os associados e admiradores da raça, em uma área de mangue por trás da residência do Empresário Hugo onde constava inloco 11 galos.

os mesmos estavam sendo emparelhados para os admiradores julgarem um dos galos para aproveitamento genético e reprodução da espécie, atendendo as especificações técnicas dos compradores ( envergadura de pescoço, penagem, linhagem, tamanho da coxa, tamanho da canela, proporção do peitoral) e se o galo tinha alguma doença.

Existia sim a compra e venda de aves para reprodução e aproveitamento genetico da espécie(da mesma maneira que é realizado na festa do boi). Hugo Nascimento deixa bem claro que nunca existiu Briga de Galo no recinto.

Foi encontrada na residência uma arma de calibre 38 sendo de propriedade da esposa de Hugo e totalmente legalizada. A mesma foi apreendida juntamente com a importância de R $1277,00( quantia esta proveniente do recebimento de aluguéis) que estava com o empresário, fichas de cervejas, uma balança eletrônica, um punhal chileno( com nota fiscal).

De todos os galos apreendidos não tinha nenhum galo ferido nem morto, todos apresentavam-se gozando de plena saúde.

OPERAÇÃO

A operação liderada pelo Delegado de Macaíba foi abusiva, tendo em vista que não foi dado direito de voz à Hugo para explicar o q estava acontecendo no local. O mesmo chegou efetuando disparos de arma de fogo no local de forma completamente desnecessaria já que não havia ninguém armado no local.

A esposa de Hugo Nascimento, a Sra. Alline Nascimento, achando se tratar de um assalto, trancou-se no banheiro e chamou a Polícia alegando que a residência tinha sido invadida por assaltantes. Prontamente a PM foi acionada e chegou ao local realizando disparos de fuzil contra a equipe do delegado. Houve um certo desespero por parte da equipe do delegado e, em seguida foi comunicado a PM que se tratava da Polícia Civil no local.

O delegado entra em contradição, quando afirma que haviam 2 rings com 2 lutas simultâneas, sendonque, não havia nenhum animal ferido.

SOBRE A CUSTÓDIA DOS ANIMAIS

Os animais apreendidos, foram custodiados na Delegacia de Macaíba sem a mínima condição. Os mesmos encontravam-se amarrados pelo pé, com fome e sede desde quinta (momento da apreensão) até Segunda(10.02).

Devido a falta de estrutura adequada para o abrigo dos animais, ocorreu que um dos galos se soltou e começou a brigar com os outros galos, provocando assim, ferimento nos mesmos.

O Sr. Conhecido por “Irmão”, admirador da raça Mura, preocupando-se com o bem estar dos animais apreendidos, foi verificar inloco as condições em que os mesmos se encontravam. Fez uma filmagem e acabou levando-o a ser advertido por um policial.

Sem mais para o momento, quero deixar bem claro que sou um empresário idôneo com diversas atividades na cidade de Macaíba e, minha Assessoria Jurídica tomará todas as providências cabíveis.

Hugo Nascimento
Administrador – CRA 2800
Corretor de Imóveis- CRECI 2543
Avaliador Imobiliário- COFECI 01298

Compartilhar