Discurso não resolve crise, diz Fábio Dantas

Foto/Reprodução

Discurso ganha eleição, mas não resolve crise. A opinião é do ex-vice-governador Fábio Dantas ao avaliar as primeiras ações da governadora Fátima Bezerra, especialmente o decreto de calamidade financeira. “O Estado não precisa de discurso, mas de gestão pública efetiva para melhorar a qualidade de vida do nosso povo”, disse Fábio.

– A solução está em alguns projetos que tive a coragem de enviar a assembleia, em março e outubro de 2017 e em outros que entendo serem fundamentais, visando o debate e soluções para nosso RN. Dentre os quais destaco:

118/2017 – alíquotas Ipern

119/2017- teto dos gastos públicos por 20 anos.

150/2017- capitalização Ipern

172/2018- servidores cedidos e custeados pelos poderes

186/2018- Substitutivo que autoriza venda da concessão da canalização do gás natural;

187/2018- aposentadoria regras;

188/2018- compensação de duodécimos dos poderes;

190/2018- alienação Ceasa, Centro de Convenções e outros.

Outros devolvidos, mas importantes como:

1. Subsídio único para todos os servidores com a garantia das progressões funcionais;

2. Teto do servidor público do poder executivo o salário do governador do estado, com a garantia constitucional da irredutibilidade.

Na pré campanha de 2018, propus soluções financeiramente viáveis para os Hospitais Regionais, Segurança Pública, Previdência, UERN e tantas outras”.

Na oportunidade, reclama Fábio Dantas, “falei em um deserto”. O ex-vice-governador acredita que a governadora Fátima Bezerra terá muita dificuldade para colocar ordem na casa.

Fonte: Coluna Pinga-fogo, do portal Nominuto.com

Compartilhar