Enquanto país apresenta reação na geração de empregos, RN vai na contramão e fecha 2,2 mil vagas em fevereiro

Enquanto o Brasil tem o melhor mês de fevereiro dos últimos 5 anos com 173.139 novos empregos, o Rio Grande do Norte não parece reagir a maioria dos estados, inclusive, o seu vizinho, a Paraíba.

A Paraíba gerou saldo positivo de empregos com carteira assinada em fevereiro deste ano. Conforme aponta os dados da secretaria especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nessa segunda-feira (25), o mercado de trabalho paraibano fechou o segundo mês do ano com o saldo de 432 vagas.

O Rio Grande do Norte fechou o mês de fevereiro com 2.249 vagas de trabalho a menos. Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o setor que mais contribuiu para a redução do número de postos de trabalho foi a agropecuária, que perdeu 2.054 vagas. Foram 478 admissões contra 2.532 demissões para o mês de fevereiro.

Do BG

Compartilhar