Pacientes em áreas de isolamento mantém contato com familiares por videochamada


ASCOM/HMWG – Os pacientes vítimas do trauma, com suspeita de contaminação pelo coronavírus, internados nas áreas de isolamento do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), estão mantendo contato com seus familiares através de videochamadas. Devido a necessidade de afastamento, estes pacientes não podem receber visitas. Essa falta de contato, no entanto, vinha causando angústia nos parentes destes doentes. As primeiras videochamadas foram realizadas na segunda-feira (8) e vinham acontecendo em forma de teste, mas, a partir de agora, até o fim da pandemia da Covid-19, farão parte da rotina da unidade.

A chefe do serviço social, Cassia Layanna, conta que “a ideia partiu do setor de psicologia que procurou o serviço social e se mostrou preocupado com os pacientes em isolamento. Então entrei em contato com a gerência de enfermagem do Pronto Socorro que viabilizou todo o processo”. As chamadas de vídeo acontecem sempre ao final da tarde, através de um telefone institucional cedido pelo Corpo Diretivo do Walfredo Gurgel, e são realizadas pelas enfermeiras de plantão.

“Este trabalho só está sendo possível graças ao empenho das equipes de enfermagem. Mesmo sobrecarregadas, estão encontrando um tempo para fazer o paciente interagir com seus familiares. Já temos relatos, inclusive, de pacientes que tiveram melhora na autoestima e no estado de saúde, após essas ligações”, conta Cássia.

Outro ponto positivo destacado pela chefe do Serviço Social é a queda no número de reclamações de familiares que demoravam a ter notícias de seus parentes internados nas áreas de isolamento. “Era muito triste ver a situação daquelas pessoas sem contato com seus entes queridos. Estamos vivendo um cenário novo, completamente atípico, aqui no HMWG. E é muito bom perceber que todos estão empenhados em ajudar”, afirma.

Importante ressaltar que, para os pacientes internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) as visitas continuam acontecendo, porém, com limitações: é permitida apenas o acesso de uma pessoa, somente às 16h, em dias alternados.

Para aqueles internados que não tem direito a acompanhante, o hospital disponibiliza o telefone 3232-7531, no horário das 8h às 12h e das 14h às 18h, para os parentes que quiserem informações sobre o quadro de saúde de seus familiares doentes. Os dados são passados pelas equipes médicas e de enfermagem de plantão. Mas, atenção, para ter acesso as informações, é preciso informar o número da Ficha de Internação e Alta (FIA), gerado no ato do internamento.

Para outras informações: Assessoria de Imprensa 98717-7475

Compartilhar