Passa e Fica: Celú Lisboa preferiu recorrer a Brasília ao invés de apoiar o primo filho de Pepeu


A situação do prefeito Celú Lisboa (PSB) não é boa e muito preocupante em Passa e Fica, no Agreste Potiguar. O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) manteve a decisão da 12ª Zona Eleitoral de Nova Cruz ao julgar um recurso do prefeito Celú, que teve a candidatura à reeleição indeferida. Foram duas derrotas jurídicas em menos de 30 dias.

Tanto o juiz de Passa e Fica como o TER indeferiram a candidatura do hoje prefeito de Passa e Fica por ele estar enquadrado nos termos do artigo 1º, inciso I, alínea “L” da Lei Complementar 64/90, a Lei da Ficha Limpa. Celú não tem como mais substituir o candidato a prefeito, pois o prazo era até o dia 26 de outubro. Celú também não quer apoiar o primo Flaviano Lisboa (PDT), filho do ex-prefeito Pepeu Lisboa, de quem se afastou politicamente. A família está dividida em Passa e Fica. Celú prefere recorrer a Brasília. Sabe que as chances são mínimas.

Compartilhar