Polícia Civil prende, em Natal, foragido acusado de integrar organização criminosa como “professor” de arrombar caixa eletrônico

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) prenderam, na manhã dessa quarta-feira (11), Dellio Souza Ferreira, conhecido como “Professor”, 38 anos. A prisão aconteceu na capital potiguar, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela 6ª Vara da Comarca de Natal, pela suspeita da prática de furto qualificado.

O “Professor” estava foragido desde o dia 28 de junho, quando foi deflagrada a operação “Mãos Malditas”, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada em cortes a caixas eletrônicos. Durante a operação, seis pessoas foram presas, após cortarem um caixa eletrônico dentro de uma farmácia, localizada na Av. Hermes da Fonseca, quando subtraíram a quantia de R$ 175.000,00 (cento e setenta e cinco mil) reais.

De acordo com as investigações, a organização criminosa é responsável por mais de oito furtos qualificados, praticados em caixas 24 horas, e teria participação ainda em roubos a banco e tráfico de drogas. Foi constatado também que a função do “Professor” na organização seria fazer o levantamento nos locais dos furtos e dirigir o veículo durante ação.

Nesta quarta-feira (11), após uma denúncia anônima, os policiais civis encontraram Dellio Souza em um carro de luxo, no bairro Lagoa Nova. Dentro do veículo, foram encontradas munições de revólver calibre 38. Em razão disso, ele também foi autuado por porte ilegal de arma de fogo e, em seguida, foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181, Disque DEICOR (84) 3232-2862 ou pelo WhatsApp da DEICOR (84) 98135-6796.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Compartilhar