Polícia Civil deflagra 2ª fase da operação “ESPECTROS” em Macaíba

Nas primeiras horas desta quinta-feira (25/04/2019), a equipe da POLÍCIA CIVIL de Macaíba deflagrou a 2ª fase da OPERAÇÃO ESPECTROS, cumprindo 05 (cinco) mandados de prisão e, no decorrer dos trabalhos, efetuou duas prisões em flagrante, sendo que uma das pessoas já possuía mandado de prisão em aberto.

Ao todo, foram 06 (seis) prisões, sendo elas:

1. RENATO DA SILVA MARINHO, 35 anos, PRISÃO POR SENTENÇAS CONDENATÓRIAS/RECAPTURA/FORAGIDO e PRISÃO EM FLAGRANTE pelos crimes de TRÁFICO DE DROGAS e ASSOCIAÇÃO PARA O TRÁFICO, FALSIDADE IDEOLÓGICA e USAR DOCUMENTOS FALSO;
2. ELITÂNIA DUARTE MORAIS, 37 anos, PRISÃO EM FLAGRANTE por TRÁFICO DE DROGAS e ASSOCIAÇÃO PARA O TRÁFICO.
3. LUIZ VIEIRA DA SILVA NETO, 34 anos, MANDADO DE PRISÃO POR SENTENÇA CONDENATÓRIA em crime de “estupro de vulnerável”;
4. JOÃO MARIA PEREIRA DA SILVA, 40 anos, MANDADO DE PRISÃO POR SENTENÇA CONDENATÓRIA por crime de “roubo”;
5. ANTONIO JUSTINO SOBRINHO, 56 anos, MANDADO DE PRISÃO POR SENTENÇA CONDENATÓRIA;
6. REGINALDO PEREIRA DANTAS, 31 anos, MANDADO DE PRISÃO PREVENTIVA por “violência doméstica contra a mulher”;
RENATO DA SILVA MARINHO, vulgo “JACK”, “CABELUDO” ou “MAGRÃO DOS CORREIOS”, é um dos foragidos de alcaçuz que, em 2016, conseguiu escapar do presídio com mais 14 detentos e estava livre até hoje. Ele é considerado de alta periculosidade, já tendo fixada, até o momento, como pena a cumprir por diversos crimes de roubos contra agências dos correios do RN, 73 (setenta e três) anos, 02 (dois) meses e 08 (oito) dias de prisão em regime fechado. O criminoso usava documentos com o nome de ROMERO DA SILVA MIRANDA, inclusive possuindo cartões de crédito para fraudes no comércio.

O casal RENATO DA SILVA MARINHO e ELITÂNIA DUARTE MORAIS foram flagrados com 14 (quatorze) pedras de CRACK, balança de precisão, uma gandola do Exército Brasileiro e objetos de origem suspeita, sendo eles atuados pelos crimes de Tráfico de Drogas e Associação para o Tráfico.

Mais uma vez a operação só se mostrou exitosa, desde seu início, em razão da colaboração da população que vem repassou preciosas informações por meio do DISK-DENÚNCIA (181) e outros contatos. A Polícia Civil pede para que população continue denunciando.

O nome da operação, ‘ESPECTROS”, faz alusão ao modo de vida que esses criminosos, com mandados de prisão em aberto, passam a adotar para não chamarem a atenção da polícia, agindo como “FANTASMAS” na sociedade e, com isso, não chamando a atenção para a existência das ordens de prisão contra eles.

Com informações e fotos da ConnectTV

Compartilhar