Por Auri Simplício: Passado e Presente


Por Auri Simplício – vice- prefeito de Macaíba

Na política, o tempo passado nem sempre se reflete no tempo presente, já os valores morais, caráter, personalidade e a palavra empenhada, quando estabelecidas, perduram para toda vida.

Parabenizo o seu redator, por mim reconhecido no texto escrito, mas não o recrimino por exercer esse papel, não sabe ele, que o que você fala não se escreve. Valorize aquele que escreve por você e lhes permita a prerrogativa da autoria, agindo assim, você não expõe mais uma faceta de sua personalidade.

Na política já ganhei e já perdi, mas mantenho incólume o meu caráter. No quadro atual defendo a minha história construída e escrita ao longo de dezesseis anos e que não tem paralelo na politica macaibense. Vamos aos fatos.

O Secretário para assunto de Governo Linduarte Lima, reagiu furioso ao artigo redigido e publicado por mim no blog Senadinho, mas lhe faltou ética ao não permitir que o autor do artigo por ele publicado o subscrevesse, tal atitude, expõe seus métodos nada convencionais de como se fazer política, mas não me causa surpresa, recentemente em um artigo publicado no seu blog, tentou desconstruir a minha imagem e por consequência a do Presidente da Câmara Gelson Lima, e indo mais além, tentou atingir todo o conjunto dos vereadores que fazem parte da base de sustentação do atual governo.
Aonde você quer chegar? O que tem produzido para a sociedade macaibense nesses vinte anos de governo, a não ser fofocas, respeite a história de quem tem feito política com seriedade e espirito público, lhe falta credibilidade para você querer me afrontar. Quem é este cidadão que você enaltece como fenômeno eleitoral, qual o protagonismo por ele desempenhado nos pleitos de 2004, 2008, 2012 e 2016. Que causa é esta que você defende e que ousa a fazer dos espaços públicos verdadeiros comitês eleitorais.

Por fim, “Já que não reconhece a história por mim edificada, ao menos respeite quem a escreveu”. Não cabe na situação, um projeto pessoal como este defendido por você, respeite quem tem feito política com seriedade e espirito público. Surpreende-me a sua coragem, em ousar utilizar-se das estruturas do Posto de Saúde da Maré como Comitê Eleitoral e do Setor de Comunicação como base Editorial para produção dos seus artigos, mas já que age assim, ao menos permita ao autor que escreveu o artigo que ele o subscreva.

Compartilhar