Preso há 40 anos, fundador de facção criminosa de SP morre de Covid

José Márcio Felício, conhecido como Geleião, em foto de novembro de 2005 — Foto: Nilton Fukuda/Estadão Conteúdo/Arquivo

José Márcio Felício, o Geleião, um dos fundadores do Primeiro Comando da Capital (PCC), morreu aos 60 anos nesta segunda-feira (10), no Centro Hospitalar do Sistema Penitenciário, na cidade de São Paulo, após complicações da Covid-19.

De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), o preso faleceu por volta das 6h30 na unidade de saúde, onde estava internado desde o dia 9 de abril para tratamento da doença.

Segundo fontes do serviço penitenciário, Geleião estava preso desde 1979 na Penitenciária Orlando Brando Filinto, na cidade de Iaras, região de Itapetininga.
Ele ficou preso por mais de 40 anos por ter sido acusado e condenado de cometer outros crimes na prisão, como ordenar ataques e assassinatos de agentes das forças de segurança.

Do G1

Saiba mais AQUI

Spread the love