Vice quer seguir em chapa de Fátima e defende aliança com Carlos Eduardo

Vice-governador Antenor Roberto (Foto: José Aldenir / Agora RN)

O vice-governador do Rio Grande do Norte, Antenor Roberto (PCdoB), diz que só disputará a eleição se for para permanecer no mesmo cargo. A declaração foi dada durante o Jornal da Manhã, da Jovem Pan News Natal, 93,5 FM, nesta quarta-feira (12). O vice também afirmou que entende a necessidade de composição com outros partidos por parte da governadora Fátima Bezerra (PT), mas levantou dúvidas sobre a aceitação da população para uma chapa composta também pelo deputado federal Walter Alves (MDB) e pelo ex-prefeito Carlos Eduardo (PDT).

Na entrevista à Jovem Pan News Natal, o vice-governador defendeu a entrada do ex-prefeito Carlos Eduardo na chapa para a disputa no cargo de senador. Porém, quer prosseguir como o vice na chapa de Fátima Bezerra. Mesmo argumentando sobre a necessidade de composição com mais partidos, Antenor Roberto disse que a própria governadora tem ciência acerca do ônus de ter mais de uma pessoa da mesma família na composição da chapa.

“Como dizem, ‘vai haver um congestionamento’ (risos). Se Carlos entra na chapa, a própria governadora sabe que não vai poder ser uma chapa com muitos integrantes da mesma família, embora, a despeito de serem de uma mesma família, eles representem grupos partidários diferentes”, disse Antenor Roberto.

Sobre a possibilidade da governadora Fátima Bezerra escolher para a composição da chapa outros candidatos que não sejam o próprio Antenor Roberto e o senador Jean-Paul Prates (PT), o vice-governador disse que entende que a postura do ex-presidente Lula em se encontrar com o ex-ministro Garibaldi Filho (MDB), mudou o cenário no estado. Desse modo, Antenor Roberto acredita que tanto ele quanto Prates têm que encarar a situação com maturidade política.

“Sou candidato a continuar onde estou. A composição vai depender do arco de alianças, mas o objetivo do PCdoB é permanecer onde está, com Antenor Roberto como vice-governador. Claro que fazemos isso com a maturidade de um partido que é aliado. Participamos construindo a solução da eleição. O partido vai insistir para que eu continue como vice e Jean-Paul como senador, mas a governadora tem a legitimidade de buscar a reeleição dela de atrair novos partidos que não estavam juntos”, disse Antenor Roberto.

Portal Tribuna do Norte

Saiba mais AQUI

Spread the love