Cosern dasativa “gato” de energia em peixaria no Loteamento Jardim Progresso, Zona Norte de Natal

Equipes técnicas da Cosern, com apoio da Polícia Militar, identificaram e desativaram uma ligação clandestina de energia (o popular “gato”) que abastecia de forma irregular uma peixaria no Loteamento Jardim Progresso, no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, Zona Norte de Natal, na tarde desta terça-feira (10).

O responsável pelo estabelecimento foi preso em flagrante e levado para prestar depoimento na 13ª Delegacia de Polícia, na Zona Norte. De janeiro até agora, dez pessoas já foram presas em flagrante em todo estado cometendo a irregularidade. O “gato” de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela fraude pode chegar a quatro anos de reclusão.

Além de crime, o “gato” representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo. A ligação clandestina também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode provocar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos.

De janeiro a junho, a Cosern fez 29 mil inspeções e identificou e desativou 3.469 ligações clandestinas em todo estado. Com essa ação, o volume de energia recuperado pela concessionária seria suficiente para abastecer, por exemplo, os municípios de Macaíba e Apodi juntos durante um mês (o equivalente a 116.667 residências).

A população pode colaborar com a “Operação Varredura” denunciando as fraudes, de forma anônima e segura, no telefone 116 ou no site da Cosern.

Ação Nacional

No primeiro semestre do ano, a Neoenergia realizou uma das maiores ações de combate a fraudes e furto de energia no Brasil, recuperando 206 milhões de quilowatts-hora (kWh) nas áreas de concessão de suas distribuidoras Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN) e Elektro (SP e MS). Para ilustrar a dimensão do montante recuperado no período, a quantidade de energia seria suficiente para abastecer por cerca de dois meses uma cidade como Natal, capital potiguar.

Compartilhar