COSERN DESATIVA “GATO” DE ENERGIA EM EMPRESA DE REFINO E ARMAZENAMENTO DE SAL EM GROSSOS

Equipes técnicas da Cosern, com apoio da Polícia Civil e do ITEP, identificaram e desativaram uma ligação clandestina de energia (o popular “gato”) que abastecia de forma irregular uma empresa de refino e armazenamento de sal em Grossos, na região da Costa Branca, na noite desta quinta-feira (15).

A energia recuperada pela Cosern em mais uma fase da “Operação Varredura” seria suficiente para abastecer, por exemplo, os bairros Boa Vista, Vingt Rosado e o Jucuri, em Mossoró, por um mês (ou 3.528 residências).

O “gato” de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela fraude pode chegar a quatro anos de reclusão. De janeiro até agora, nove pessoas já foram presas em flagrante em todo estado cometendo a irregularidade.

No primeiro semestre, a Cosern fez 29 mil inspeções e identificou e desativou 3.469 ligações clandestinas em todo estado. Com essa ação, o volume de energia recuperado pela concessionária seria suficiente para abastecer, por exemplo, os municípios de Macaíba e Apodi juntos durante um mês (o equivalente a 116.667 residências).

Compartilhar