Curso técnico em Informática da Escola Agrícola de Jundiaí comemora 20 anos

Foto: Adèle Oliveira

A Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ-UFRN) realizou cerimônia em comemoração aos 20 anos do Curso Técnico em Informática e o evento contou com a presença da coordenação do curso, professores, alunos e antigos estudantes do curso. A mesa foi composta por Ivan Max de Lacerda (diretor da EAJ-UFRN), Júlio César de Andrade Neto (ex-diretor da instituição), Severino Paulo Gomes Neto (coordenador do curso de Informática), e os docentes Josenalde Barbosa de Oliveira e Carlos Henrique Grilo.

A cerimônia foi iniciada com o convite para que os representantes tomassem à mesa e com o agradecimento aos professores, alunos e demais presentes. O antigo diretor da EAJ iniciou a fala relembrando o surgimento do curso técnico em Informática. Júlio César falou sobre a criação de escolas técnicas e sobre como funcionava a escola, onde tinha ensino fundamental e contava apenas com o curso de Agropecuária. Em seguida, ele falou do apoio do antigo reitor Ivonildo Rêgo, para a criação do curso de Informática na Escola Agrícola.

Josenalde Barbosa de Oliveira começou a fala atribuindo o desenvolvimento profissional aos aprendizados que adquiriu na EAJ-UFRN. O professor falou sobre quando foi nomeado coordenador do curso pelo professor Júlio César, então diretor da escola, e agradeceu pela experiência, a qual classificou como desafiadora. “Não foi fácil ser de um curso técnico de informática dentro da Escola Agrícola de Jundiaí. Parecia que a gente estava ‘fora da caixa’ e foi mostrado com trabalhos o que era aquele curso”, relatou. “Se eu pudesse resumir o que nós conquistamos em 20 anos, eu resumo em uma palavra: ‘identidade’. Hoje nós temos uma identidade e conhecemos o nosso potencial”, complementa. Em seguida, finalizou elogiando o corpo docente o curso e a troca de conhecimento entre professores e alunos. O professor Carlos Henrique Grilo falou sobre o processo do concurso para ingressar na EAJ-UFRN e sobre o início do curso, parte administrativa, estruturação e parte técnica. O professor também relembrou o início das turmas.

Atual coordenador do curso, Severino Paulo Gomes Neto relembrou a trajetória em sala de aula como professor e falou do trabalho realizado ao longo dos anos, elaborando diversos projetos e formando vários discentes. O coordenador falou também do empenho da Comunidade Acadêmica, em referência ao trabalho feito para os resultados que o curso obtém atualmente, e agradeceu o apoio dos estudantes do curso durante sua trajetória.

O atual diretor da EAJ e antigo coordenador do curso, Ivan Max de Lacerda contou sobre a trajetória no curso, agradeceu aos estudantes pela presença e cumprimentou os demais profissionais que fazem parte do Curso Técnico de Informática e citou o nome de vários discentes que hoje fazem graduação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, seguindo na Escola Agrícola de Jundiaí. O diretor também relembrou o início do curso na EAJ-UFRN e falou sobre a ideia de fazer os projetos, pesquisas e os trabalhos de conclusão de curso voltados para as Ciências Agrárias. Além disso, falou SOBRE o desenvolvimento dessas atividades. “Temos professores de Tecnologia da Informação trabalhando com suas pesquisas, desenvolvendo software, desenvolvendo soluções para as Ciências Agrárias. É um grande diferencial estratégico da nossa Unidade Acadêmica”, comentou.

Após os discursos, os componentes da mesa, os professores e profissionais do curso receberam uma placa em homenagem pelo trabalho feito. Aconteceu também uma retrospectiva, onde foi exibido um vídeo com a trajetória do curso na Escola Agrícola. Em seguida, houve um momento aberto ao relato de colaboradores, estudantes e egressos, onde relataram a vida após o curso.

O evento foi finalizado com a visitação do novo prédio do curso e com um momento de confraternização entre as turmas e professores. Antigos estudantes do curso também se fizeram presentes na celebração.

Por Matheus Henrique – Com supervisão da Comunicação EAJ

Compartilhar