Francisco do PT propõe ações na área cultural e de melhoria na malha viária


Crédito da Foto: João Gilberto


O deputado estadual Francisco do PT apresentou projeto de lei que reconhece a Associação da Rendeiras de Bilros da Vila de Ponta Negra como de Utilidade Pública. A associação é formada por artesãs da arte de rendar com bilros, instrumento feito de madeira com uma pequena cabeça nas extremidades na qual é enrolada a linha para execução do trançado, apoiados em uma base também feita de madeira revestida por uma almofada, em que as rendeiras amparam o molde para confeccionar as peças.

“As rendeiras da vila, como são mais conhecidas, são agentes culturais, de preservação da memória, da história e da tradição da arte da renda de bilro na região e figuras chaves na paisagem da vila de Ponta Negra há mais de trinta anos”, destaca Francisco do PT.

Fundada em agosto de 2019, Associação da Rendeiras de Bilros da Vila de Ponta Negra representa um passo importante na organização das representantes dessa tradicional arte que é difundida através do seu trabalho.

“Ainda que fundada recentemente de maneira oficial, a referida entidade possui um histórico de relevantes atividades desenvolvidas e importante papel na preservação do patrimônio histórico e cultural do nosso Estado”, frisa o parlamentar.

Com o título de Utilidade Pública a Associação poderá desenvolver ações, além de firmar parcerias com o setor público para ampliar e melhorar sua atuação, contribuindo assim, com a manutenção dessa cultura.

Estradas
O parlamentar ainda apresentou requerimento solicitando a realização de estudo de viabilidade técnica para retirar o tráfego de veículos da parede do açude Itans, na RN-118, que liga Caicó à São João do Sabugi.

“Nessa estrada existe um tráfego de veículos pesados por ser importante via de escoamento da produção do Seridó para outros estados, além de ser utilizada como eixo de deslocamento de pessoas entre importantes municípios da região. Contudo, parte da rota da referida rodovia coincide com a parede do Açude Itans. Esse trecho da rodovia, em especial o que faz a ligação entre os municípios de Caicó e São João do Sabugi, fica muito estreito, com consequente risco de acidentes. Dessa forma, entendemos que existe a necessidade de mudar a rota nesse do trecho da rodovia”, justificou.

Compartilhar