Legislativo vai discutir instabilidade dos servidores cedidos no âmbito do RN

Crédito da Foto: João Gilberto

Estabelecer uma política definitiva e reduzir as incertezas vividas pelos servidores públicos cedidos no Estado. Esses são os principais objetivos da audiência pública que será promovida pela Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (12), às 15h30, no auditório da Casa. Com o tema “A instabilidade dos servidores cedidos no âmbito do Rio Grande do Norte”, o debate foi proposto pelo deputado Sandro Pimentel (PSOL).

“Sabemos que são inúmeros os servidores cedidos a partir de diversos órgãos que compõem os três Poderes, em todas as esferas, no RN. Também sabemos que isso vem ocorrendo há décadas e que, a cada 2 anos, quando ocorrem trocas de poderes, seja nos municípios, no Estado ou na esfera federal, esses servidores passam por momentos de insegurança e apreensão. Isso tudo gera um clima de ansiedade sobre seus respectivos futuros e acaba deixando-os frustrados por não terem como planejar sua vida e de seus familiares”, detalha Sandro Pimentel.

O parlamentar explica ainda que as incertezas e mudanças repentinas trazem prejuízos à qualidade das atividades exercidas por tais servidores, tanto no órgão atual quanto no próximo local de trabalho.

“Esses profissionais trabalham, muitas vezes, sem a certeza de onde estarão amanhã, e isso atrapalha sua concentração e foco no serviço. Todo mundo sai perdendo, instituições e servidores. Por tudo isso é necessário aprofundar esse tema e garantir uma política definitiva para essas situações”, concluiu.

Foram convidados para o debate representantes do Tribunal de Justiça do RN, Ministério Público do RN, Secretaria Estadual de Administração, Federação dos Municípios do RN (FEMURN), Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do RN (Sindsaúde RN), Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (SINTE RN) e Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do RN (SINSP/RN), dentre outras instituições ligadas ao tema.

 

Compartilhar