MEJC dá início a capacitação interna de enfrentamento da Covid-19

Foto: Anastácia Vaz

João Pedrosa de Ascom MEJC

A Maternidade Escola Januário Cicco, vinculada à Universidade Federal do Rio Grande do Norte e a Rede Hospitalar Ebserh (MEJC-UFRN – Ebserh), iniciou na manhã de hoje, 18 de maio, a capacitação: Manejo Clínico nos casos da Covid-19. Terá caráter teórico e prático além de certificar os participantes.

Limitada a 5 participantes por turma, a capacitação está sendo disponibilizada em dois turnos, matutino e vespertino e tem como objetivo preparar seus profissionais da área assistencial, para casos que venham a surgir dentro da instituição, reforçando as medidas de segurança e permitindo o desenvolvimento das atividades com mais autonomia.

Com uma carga horária mínima de 2h, podendo chegar a 3h para enfermeiros, técnicos de enfermagem e auxiliares, a capacitação inclui exibição de vídeos e conteúdo eletrônico, além da parte prática, vivenciada pelos participantes através de estações que simulam às competências clínicas no momento de atuação do profissional e abordarão os seguintes temas: Paramentação e Desparamentação de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e Apresentação do Fluxo de Atendimento de Pacientes com Covid-19; Manejo da Via Aérea da Paciente com Suspeita ou Confirmação da Covid-19 e Cuidados de Enfermagem ao Paciente com Covid-19.

Médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares e fisioterapeutas integram o público alvo. A iniciativa compõe uma das deliberações do Comitê de Operações de Emergência (COE) da MEJC para o enfrentamento da Covid-19 na instituição e tem a coordenação do Núcleo de Educação Permanente da MEJC.

Atuação da Rede Ebserh

Desde os primeiros anúncios sobre o Covid-19, a Rede Ebserh tem trabalhando em parceria direta com os ministérios da Saúde e da Educação, com participação nos Centros de Operações de Emergência (COE) desses órgãos, e tendo como diretrizes o monitoramento da situação no país e em suas 40 unidades hospitalares.

Também tem atuado na realização de treinamento de funcionários da Rede, promoção de webaulas, definição de fluxos e instituição de câmaras técnicas de discussões com especialistas. Realizou processo seletivo emergencial com a possibilidade de contratação de aproximadamente 6 mil profissionais temporários para o enfrentamento da pandemia e disponibilizou R$ 274 milhões para ações contra o coronavírus, recursos do Ministério da Educação (MEC) liberados pela Ebserh de acordo com a necessidade e urgência de cada unidade hospitalar.

Em algumas regiões, as unidades da Rede Ebserh têm atuado como hospitais de referência ao enfrentamento do Covid-19, enquanto que em outras, atuam como retaguarda em atendimentos assistenciais para a população, por meio do Sistema Único de Saúde.

Compartilhar