Polícia Civil deflagra operação e prende quatro homens na região Oeste Potiguar

PC/ASSECOM – Policiais civis da Delegacia de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHM) de Mossoró, com apoio da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR), da Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC), da 2ª Delegacia Regional (DRP) de Mossoró e da Delegacia de Plantão (DP) de Assu, deflagraram uma operação, na manhã desta quinta-feira (30). A ação contou ainda com o apoio investigativo e operacional da Polícia Federal, por meio do SEOPI/MJ/PF-Mossoró. Foram presos quatro homens e um adolescente foi apreendido.

A operação ocorreu no bairro Jardim das Palmeiras, conhecido como “Malvinas”, no município de Mossoró, localizado na região Oeste do Rio Grande do Norte, e teve como principais objetivos obter elementos de investigações relativos a suspeitos da prática do crime homicídio e combater uma organização criminosa que atuava na região.

Durante a ação, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, cinco mandados de prisão preventiva, além de um mandado de busca e apreensão em desfavor de um adolescente que foi encaminhado ao Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório (CASEP).

David Gabriel Dantas Avelino e Adeilson Pereira Bezerra foram presos em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e munições. Foram apreendidos com David Gabriel um revólver calibre .38, munições calibre .38 e calibre .12. Já com Adeilson Pereira foram apreendidos uma pistola calibre .22, um revólver calibre .32 e munições. Contra ele também foi dado cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela 17º Vara da Comarca de Natal, pelo crime de roubo majorado.

Francisco Alisson Germiniano Carlos foi preso em flagrante pelo crime de receptação dolosa, e, com ele, foram apreendidos um aparelho celular roubado e uma bolsa de couro, os quais devolvidos à vítima. Contra Francisco Alisson, foi cumprido um mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara Única da Comarca de Alexandria. Ele está sendo investigado pela possível participação em um assalto em um correspondente lotérico do município.

Em desfavor de Lucas Mateus Gomes da Silva, Francisco Iranilson Bezerra e João Matias Rabelo Neto foram cumpridos mandados de prisão preventiva, pela suspeita da prática do crime de homicídio. Lucas Mateus e Francisco Iranilson já estavam cumprindo pena no sistema prisional.

David Gabriel, Adeilson Pereira, Francisco Alisson e João Matias foram conduzidos até a delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Compartilhar