Projeto voador tem continuidade

Projeto da EAJ-UFRN desenvolve práticas de aproveitamento integral de produtos provenientes da pesca

Em uma parceria com a empresa Expectro, o Projeto Voador está em fase de continuidade. O foco agora é a melhoria da manipulação e do aproveitamento, desde o barco de pesca até a transformação das ovas do peixe voador em produtos de valor agregado. A ova hoje é exportada salgada, sem padronização ou agregação de valor ao produto. Esse processo realizado no Projeto acarreta benefícios para a comunidade caiçara do Rio Grande do Norte. O objetivo geral é o de reduzir o impacto ambiental causado pela colheita da ova do peixe voador e oferecer alternativas para a geração de renda para a comunidade de Caiçara do Norte através da agregação de valor à ova do peixe voador.

A descoberta dos canais de comercialização da ova do peixe voador para o mercado internacional tem provocado uma pressão considerável nos estoques naturais da espécie através da colheita da sua ova para exportação. O peixe voador possui um papel importante na cadeia alimentar oceânica, uma vez que se trata de uma espécie forrageira que serve de alimento para outras espécies de alto valor comercial como o dourado.

A iniciativa surgiu no começo da fundação do curso, assim que tivemos contato com pessoas de caiçara do Norte ligadas à pesca. Os alunos da primeira turma do curso técnico de aquicultura da Escola Agrícola de Jundiaí eram de Caiçara do Norte, ou seja, tinham uma ligação muito forte com a pesca e sobretudo com a captura do Voador. “O RN é o maior produtor de peixe voador do Brasil. Dada a importância da ação, o Sebrae contratou a Universidade para fazer um projeto maior que iniciou em 2013 e teve fim em 2016. A UFRN, por meio da Escola Agrícola de Jundiaí, desempenha um papel importante para a Comunidade de Caiçara do Norte e acaba gerando tecnologia para o aproveitamento de pescado como um todo”, afirma o Professor e Engenheiro de Pesca, Rodrigo Ponce de Leon, que coordena e atua diretamente na execução do Projeto.

Os resultados têm sido desde o produto do trabalho, como o estudo econômico e estudo de mercado para produtos provenientes da pesca, ao levantamento da produção da pesca em Caiçara do Norte, da estrutura, conhecemos os hábitos e preferências dos consumidores. São desenvolvidos produtos e análises de uma indústria de processamento.

Entre os objetivos futuros estão melhorar a manipulação da matéria prima, agregar valor ao produto, fazer um estudo de mercado para a ova e capacitar pessoas da comunidade para fazer esses produtos, tudo isso, visando agregar valor ao voador e gerar renda e produtos para o Rio Grande do Norte.

Sobre o curso de aquicultura

A Aquicultura é a ciência que estuda e desenvolve técnicas de cultivo e reprodução de organismos aquáticos, como peixes, moluscos, algas, crustáceos e até tartarugas ou jacarés.

O cultivo desses organismos deve ser realizado em condições adequadas, com controle de iluminação e temperatura da água, podendo ocorrer em água doce ou salgada (maricultura). Entre os principais objetivos da Aquicultura é o de garantir produtos para o consumo com maior controle e regularidade, com impactos mínimos ao meio ambiente.

Por Fernanda Macedo – Sob supervisão da Comunicação EAJ

Compartilhar