TAC obriga municípios do Agreste a arcar com 50% das despesas da saúde

Um Termo de Ajustamento de Conduta, assinado entre Ministério Público a Secretaria Estadual de Saúde, obriga os municípios da região Agreste a contribuir com 50% das despesas de saúde.O assunto repercutiu na Assembleia Legislativa, durante sessão ordinária desta quarta-feira(27).

Um Projeto de Lei semelhante já tramita na Assembleia Legislativa o que, na opinião dos deputados, dispensaria a urgência do governo em assinar o TAC.

Desde do início da pandemia que os prefeitos da região Agreste cobram a reabertura do hospital de Canguaretama e da UPA de Santo Antonio. Equipamentos que iriam auxiliar no tratamento da Covid-19 na região.

Outro detalhe que chamou atenção dos deputados estaduais foi o fato da medida só atingir os municípios da região Agreste o que prejudicaria os prefeitos que já enfrentam dificuldades.

Assessoria

Compartilhar